Blog do Eliomar

Últimos posts

Impasse entre Jobim e Vanucchi sobre plano foi solucionado, diz Planalto

O encontro entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros Nelson Jobim (Defesa) e Paulo Vanucchi (Direitos Humanos) para discutir o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos durou pouco mais de meia hora. Segundo interlocutores do Planalto, o impasse entre os ministros foi solucionado e houve consenso sobre o plano.

Vanucchi saiu sem falar com a imprensa, embora ontem tivesse prometido falar sobre o assunto, e Jobim continuou no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), onde participará de outra reunião sobre o terremoto de 7 graus de magnitude que atingiu ontem o Haiti.

Ainda de acordo com interlocutores, a reunião foi rápida porque ontem os ministros já haviam se reunido para neutralizar a polêmica em torno do plano e devido à tragédia no Haiti. O governo deve divulgar mais tarde detalhes do acordo entre Jobim e Vanucchi.

O foco da crise é o sexto capítulo do plano, anunciado por Lula no dia 21 e publicado no “Diário Oficial” da União no dia seguinte, com 180 páginas.

O capítulo se chama “Eixo orientador 6: direito à memória e à verdade”. Duas propostas deixaram a área militar particularmente irritada: identificar e tornar públicas as “estruturas” utilizadas para violações de direitos humanos durante a ditadura e criar uma legislação nacional proibindo que ruas, praças, monumentos e estádios tenham nomes de pessoas que praticaram crimes na ditadura.

Na leitura dos militares, isso significa que o governo do PT, formado por muitos personagens que atuaram “do outro lado” no regime militar, está querendo jogar a opinião pública contra as Forças Armadas.

Após a divulgação do texto, Jobim, pressionado pelos militares, cobrou uma modificação no teor do programa. Os comandantes do Exército, general Enzo Martins Peri, e da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, ameaçaram pedir demissão caso Lula não revogue o trecho do programa que cria a Comissão da Verdade para apurar torturas e desaparecimentos durante o regime militar (1964-1985).

Vannuchi, por outro lado, também ameaça entregar o cargo se Lula recuar no teor do programa. Segundo assessores próximos de Lula, a ideia central do texto não prevê o que os militares chamam de revanchismo.

O plano também foi criticado pelo ministro Reinhold Stephanes (Agricultura), pela CNA (Confederação Nacional da Agricultura) e pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Agora, Lula está no meio do fogo cruzado entre a área militar e Vannuchi para decidir o que fazer em relação ao programa.

(Folha Online)

Lula está "absolutamente chocado" com morte de dona Zilda Arns

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a tragédia ocorrida ontem no Haiti e a morte da coordenadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns Neumman. A informação foi dada pelo ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, ao deixar reunião com Lula na manhã de hoje (13).

“O presidente está absolutamente chocado com a toda a situação”, disse.

Sobre a morte de Zilda Arns, Amorim disse que Lula “lamentou muitíssimo” o desaparecimento de uma pessoa de grande projeção no país que estava no Haiti em trabalho de assistência humana. Amorim também se disse consternado com a notícia.

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, confirmou que o deputado Flávio Arns, sobrinho de Zilda, irá ao Haiti no avião da Força Aérea Brasileira que parte ainda hoje para o país.

A médica viajou neste final de semana para encontro missionário em uma entidade chamada CIFOR.US e estava hospedada na sede episcopal. De acordo a assessoria de Zilda Arns, a coordenadora estava no Haiti para levar a metodologia de atendimento da Pastoral da Criança no combate à desnutrição.”

(Agência Brasil)

Fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns morre durante terremoto no Haiti

zilda

O general de brigada do Exército brasileiro Carlos Alberto Neiva Barcellos confirmou nesta quarta-feira, em coletiva de imprensa no quartel-general em Brasília, as mortes de quatro militares brasileiros no tremor de 7 graus de magnitude que atingiu ontem o Haiti. A médica pediatra e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns, estava no Haiti para reuniões e também morreu. “É possível que tenhamos mais mortes”, afirmou nesta quarta-feira o coronel Eduardo Cypriano, subchefe da comunicação do Exército.

(Folha Online)

Hélio Marques e mais dois delegados são afastados

Mais três delegados foram afastados pelo secretário Roberto Monteiro, nesta quarta-feira, 13. Delegado Hélio Marques (13º Distrito, Cidade dos Funcionários), Abelardo Correia (Regional de Crateús) e Jaelan Alves (Metropolitana do Eusébio) deixaram as suas funções com base no Estatuto da Polícia Civil, que considera transgressões graves (4º grau) toda e qualquer suspeita de envolvimento em tráfico de substância que determine dependência física ou psíquica; revelação dolosa de segredo de que tenha conhecimento em razão de cargo ou função, com prejuízo para o Estado ou para particular; prática de tortura ou crimes definidos como hediondos; exigência, solicitação ou recebimento de vantagens indevidas ou mesmo aceitação de promessa de tal vantagem, diretamente ou por intermédio de outrem, para si ou para terceiros, em razão das funções, ainda que fora desta.
Com os novos afastamentos chega a dez o número de delegados que deixaram as suas funções, desde setembro do ano passado.

Pobreza extrema pode acabar no Brasil em 2016

Se os avanços econômicos e sociais obtidos nos últimos cinco anos se mantiverem, o Brasil pode erradicar a pobreza extrema em 2016, segundo estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) – fundação ligada à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República – divulgado ontem.
Entre 2003 e 2008, o País experimentou o seu mais rápido ritmo de redução da carência. A chamada pobreza extrema, categoria na qual se enquadram indivíduos que ganham até um quarto de salário mínimo por mês (atualmente, R$ 127,50), caiu 2,1% ao ano, enquanto a pobreza absoluta, que engloba pessoas que recebem até meio salário mínimo (R$ 255), recuou a uma taxa de 3,1% ao ano. A desigualdade de renda diminuiu 0,7% ao ano.
Nesse passo, pelas estimativas do Ipea, a parcela da população considerada miserável – na qual ainda há quem morra de fome – passaria dos 10,5% observados em 2008 para praticamente zero. A faixa dos bastante necessitados diminuiria de 28,8% para 4%. “São índices comparáveis aos das nações ricas, que já resolveram esse problema na primeira metade do século passado“, disse Marcio Pochmann, presidente do instituto.
No entanto, ponderam analistas, é arriscado imaginar que os progressos e as condições favoráveis vividos recentemente pelo Brasil vão se repetir com a mesma intensidade daqui para a frente. “As condições que propiciaram esse forte desenvolvimento foram excepcionais, não dá para assegurar que se reproduzirão“, afirma Samir Cury, professor da Fundação Getulio Vargas (FGV) e especialista em desigualdade. Entre tais fatores, destacam-se o crescimento econômico, a estabilidade monetária e as políticas públicas, tanto as realizações nas áreas de saúde e educação quanto os programas assistenciais de distribuição de renda.
Para acelerar a eliminação da pobreza e o estreitamento do abismo social, Pochmann defende a coordenação de políticas entre a administração federal, os Estados e municípios e a reforma tributária. “Quem mais reclama no país é quem é menos atingido: a camada mais alta, que sabe o que está desembolsando porque paga impostos sobre propriedade, como o de veículos e o de imóveis“, comentou.
(Folhapress)

Acusado da morte de Alanis revela que foi vítima de abuso sexual quando criança

Em depoimento prestado na noite de ontem, na Superintendência da Polícia Civil, Antônio Carlos dos Santos Xavier deu detalhes sobre o crime ao qual é acusado e revelou fatos vividos na infância. O POVO obteve acesso ao relato, que durou cerca de três horas.
Assim como dissera no início da tarde, ele reafirmou ter cometido o crime. Segundo O POVO apurou, em nenhum momento o acusado demonstrou remorso ou arrependimento. Ele passou a maior parte do tempo com a cabeça baixa, sem encarar os delegados Luiz Carlos Dantas, superintendente da Polícia Civil, e Lira Ximenes, presidente do inquérito.
Entre as revelações fornecidas pelo acusado está a de que ele teria assistido a parte da celebração sentado, na Igreja Matriz do Conjunto Ceará, antes de raptar Alanis. Além de pipoca, Antônio Carlos teria oferecido refrigerante e batata frita à garota, como forma de atrai-la para longe dos pais. Em depoimento, disse também que não conhecia a família da vítima.
O percurso feito por ele corresponde ao relato de testemunhas publicadas com exclusividade pelo O POVO na edição de sábado. Desde o dia do assassinato, Antônio Carlos teria vagado pelos terminais até ser detido pelos guardas municipais na manhã de ontem.
Além de descrever em detalhes como matou a menina, o acusado fez revelações sobre sua infância, como o fato de ter sido vítima de abuso sexual quando ainda era menino. Essa seria, segundo ele, a motivação para a realização de tantos crimes sexuais já adulto.
(Jornal O POVO)

Terremoto arrasa capital do Haiti; mortos podem chegar a milhares

Um forte terremoto abalou o Haiti nesta terça-feira, destruindo prédios e matando um número ainda incerto de pessoas, em um dos países mais pobres do mundo. Sem levantamentos oficiais e em meio a um colapso nas comunicações, fontes médicas e humanitárias preparam-se para a possibilidade de haver milhares de mortos, incluindo estrangeiros de diversas nacionalidades que fazem parte da força de paz das Nações Unidas, liderada há cinco anos pelo Brasil. Diversos países e entidades internacionais mobilizam-se para ajudar o país.
Em um país de construções precárias, mesmo prédios importantes como o palácio presidencial e a sede da missão da ONU (Organização das Nações Unidas) não resistiram e sofreram sérios danos. Há relatos de casas que caíram de barrancos e de um hotel de luxo que teria desabado, soterrando 200 pessoas. Repórteres e testemunhas relatam grande destruição e cenas sangrentas na capital, Porto Príncipe. O terremoto de magnitude 7 aconteceu às 16h53 (19h53 em Brasília), a cerca de 16 km da capital haitiana, sendo considerado o mais forte no país em 200 anos.
As comunicações foram em grande parte interrompidas, tornando impossível obter um quadro completo sobre os danos, enquanto vários tremores que se seguiram ao grande sismo continuaram a assustar a população do país, onde muitas construções são precárias. A eletricidade foi cortada em alguns lugares.
O Haiti é o país mais pobre do Ocidente. O Brasil comanda cerca de 7.000 soldados da força de paz da ONU (Minustah) no Haiti, enviada ao país em 2004, e tem cerca de 1.300 homens na região. O Ministério da Defesa informou, por meio de nota, que houve “danos materiais” em instalações usadas por brasileiros, mas não citou vítimas.
O subsecretário-geral para Operações de Paz da ONU, Alain Le Roy, disse em um comunicado divulgado em Nova York que a sede da missão sofreu graves danos, juntamente com outras instalações das Nações Unidas e que um grande número de pessoas que trabalham para a organização continuava desaparecido.
A imprensa estatal chinesa informou que pelo menos oito soldados chineses foram soterrados, e que outros dez estão desaparecidos.
Jornalistas da agência Associated Press descrevem danos graves e generalizados pelas ruas, onde sangue e corpos podem ser vistos. Segundo a agência, dezenas de milhares de pessoas estão desabrigadas.
(Folha Online)

Homem confessa autoria do crime contra menina Alanis

“O delegado Lira Ximenes, responsável pela investigação do caso Alanis, confirmou que Antônio Carlos dos Santos Xavier, preso na manhã desta terça-feira, 12, suspeito de raptar, estuprar e matar a menina de 5 anos, confessou a autoria dos crimes. Segundo o delegado, o homem atraiu a atenção da criança oferecendo um saco de pipoca.

Antônio Carlos, conhecido como “Casim”, foi preso no terminal de ônibus do bairro Siqueira, em Fortaleza. Ele é irmão do homem que havia sido capturado pela polícia no último sábado. No início da tarde de hoje, um comboio policial levou o acusado para realização de exames de corpo de delito.

De acordo com o diretor-geral da Guarda Municipal, Arimá Rocha, Antônio Carlos foi capturado por três guardas, depois que uma mulher o reconheceu e fez a denúncia. Os guardas observaram o suspeito no Siqueira, notando semelhanças com o retrato falado divulgado pela Polícia Civil, e pediram que ele se identificasse. O homem foi encaminhado para a sala da Guarda Municipal no terminal e tentou fugir, mas foi dominado e algemado pelo inspetor Aderaldo. Em seguida, a Polícia foi chamada.

Segundo o CPC, Antônio Carlos não foi conduzido ao 12° Distrito Policial, por questões de segurança, e acabou encaminhado à Superintendência da Polícia Civil, no Centro de Fortaleza. Uma multidão se aglomerou em frente à Superintendência e policiais do Batalhão de Choque fazem a segurança no local.

A Polícia Militar também fez diligências no bairro Autran Nunes em busca de uma moto que teria sido utilizada para a prática do crime.

No último sábado à noite, a Polícia Militar já havia prendido o irmão do acusado capturado nesta terça, mas o homem não foi reconhecido pelas testumunhas como autor do crime. Ele continua preso por ser acusado por outros delitos.”

(O POVO Online)

PRF investiga clonagem de veículos Hilux no Ceará. Detran liberou documentação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) investiga a atuação de uma quadrilha especializada em roubo e clonagem de veículos Hilux, no Ceará, inclusive com a possibilidade de funcionários públicos estaduais estarem envolvidos com o grupo criminoso. No último fim de semana, no bairro Itaoca, policiais rodoviários federais flagraram uma camioneta Hilux clonada, que há três semanas havia sido tomada de assalto, no Rodolfo Teófilo.

Os policiais se surpreenderam com a documentação do veículo adulterado, que continha inclusive um CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), expedido pelo Detran/CE, quatro dias após o roubo no Rodolfo Teófilo. O veículo foi abandonado na perseguição policial e os criminosos fugiram.

Pichações põem em risco o tráfego na serra de Tianguá

Vândalos colocam em risco a vida de motoristas e pedestres que trafegam pela serra de Tianguá, a 314 quilômetros de Fortaleza, diante da pichação de placas de trânsito, tanto na subida como na descida da serra. À noite o perigo aumenta com a falta de orientação sobre as curvas e declives dos 828 metros de altura do lugar. De acordo com moradores da região, algumas pichações já duram meses e as autoridades não tomam providências.

FHC: "Lula calçou o sapato errado"

FHC / ENTREVISTA

“O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou ontem que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva “calçou o sapato errado” na condução do terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos. Ele admitiu que o programa tem semelhanças com os PNDHs 1 e 2, lançados em seu governo (1996 e 2002), mas considerou que o governo Lula “combinou uma coisa e fez outra”.

Sobre a Comissão da Verdade, um dos poucos pontos que não foram tocados nos PNDHs de seu governo, Fernando Henrique disse que a ideia só tem criado tumultos, inclusive no governo:

— O programa tem coisas do meu tempo, mas o fato é que eles (do governo) combinaram uma coisa e fizeram outra. Isso não se faz em política.

Perguntado sobre o encaminhamento que o presidente Lula deveria dar ao caso, Fernando Henrique afirmou:

— Problema do Lula. Ele calçou o sapato errado.

De acordo com Fernando Henrique, a Comissão da Verdade deveria acalmar ânimos, não acirrá-los. Sem entrar em detalhes sobre a proposta, disse apenas que o problema está na forma como o projeto foi conduzido. Quanto à reintegração de posse de propriedades rurais ocupadas por sem-terra, disse que esse tema não deveria estar no mesmo PNDH.

— Isso acirra ainda mais as coisas. Não havia a necessidade de juntar isso — disse. Leia mais em O

ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou ontem que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva “calçou o sapato errado” na condução do terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos. Ele admitiu que o programa tem semelhanças com os PNDHs 1 e 2, lançados em seu governo (1996 e 2002), mas considerou que o governo Lula “combinou uma coisa e fez outra”.

Sobre a Comissão da Verdade, um dos poucos pontos que não foram tocados nos PNDHs de seu governo, Fernando Henrique disse que a ideia só tem criado tumultos, inclusive no governo:

— O programa tem coisas do meu tempo, mas o fato é que eles (do governo) combinaram uma coisa e fizeram outra. Isso não se faz em política.

Perguntado sobre o encaminhamento que o presidente Lula deveria dar ao caso, Fernando Henrique afirmou:

— Problema do Lula. Ele calçou o sapato errado.

De acordo com Fernando Henrique, a Comissão da Verdade deveria acalmar ânimos, não acirrá-los. Sem entrar em detalhes sobre a proposta, disse apenas que o problema está na forma como o projeto foi conduzido. Quanto à reintegração de posse de propriedades rurais ocupadas por sem-terra, disse que esse tema não deveria estar no mesmo PNDH.

— Isso acirra ainda mais as coisas. Não havia a necessidade de juntar isso — disse.”

(O Globo)

Governo reduz mistura de álcool na gasolina

“O governo decidiu reduzir a quantidade de álcool misturada à gasolina de 25% para 20%. O objetivo é aumentar a quantidade do combustível renovável no mercado e, com isso, ao menos conter a alta de preço nos postos. A medida entra em vigor a partir de 1º de fevereiro e vale por 90 dias, até o início da safra de cana-de-açúcar.

A modificação produz dois efeitos colaterais: 1) os distribuidores estimam que haverá aumento do preço da gasolina, entre R$ 0,04 e R$ 0,05 por litro. Quanto menos álcool na gasolina, mais cara ela fica; na avaliação de técnicos do Ministério de Minas e Energia, haverá alta de 2% no preço do combustível.

A Folha apurou que a Petrobras sugeriu ontem ao governo reduzir a alíquota da Cide (contribuição que incide sobre combustíveis) para compensar a elevação do valor cobrado dos consumidores.”

(Folha Online)

Praia de Flexeiras é destaque na mídia

flexeira
 
A praia de Flexeiras, do Ceará, é destaque no suplemento de Turismo do jornal O Estado de São Paulo desta terça-feira. Confira a dica:
 
Mais perto que Jeri
A 150 km de Fortaleza – na metade do caminho para Jericoacoara – Flexeiras se tornou o novo point dos descolados cearenses. As águas são calminhas (sem as ondas intermitentes comuns naquele litoral) e o vento é constante (leia-se: kitesurfistas na área).

Como chegar
Saia de Fortaleza pelo Marina Park e siga as placas para a CE-085 (Estruturante). Continue até aparecerem as placas para Flexeiras e Mundaú. O asfalto é bom e a estrada só enche em feriado.

Onde ficar
Carteiras recheadas cacifam o hotel Orixás, onde todos os quartos têm piscininhas na varanda (orixashotel.com.br; desde R$ 680). O povo do kite costuma se hospedar na pousada Nootka, que tem conforto na medida (nootka-br.com; desde R$ 180).

Onde comer
Moquecas na barraca Maré Alta, pizzas (inclusive de alga marinha) no Restaurante do Nonô, tapas no La Terracita (de um galego), massas no Ozio (de um italiano), gastronomia na Oca do Sabor. O fim de tarde é no lounge Kalangos, à beira-mar.”

(Estadão)

Caminhão capota, atinge moto e provoca duas mortes

Um acidente envolvendo um camihão e uma motocicleta, registrado por volta de uma hora da madrugada desta terça-feira, resultou em duas mortes. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu na BR-222, altura do município de São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza).

De acordo com o plantão da PRF, um caminhão acabou capotando e colheu uma motocicleta. O condutor e garupeiro foram atingidos e morreram na hora. São eles: Jorge Medeiros da Costa e Alexandre Lima.

OAB nomeia advogados para acompanhar caso Alanis

“O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE), Valdetário Monteiro, nomeou, na tarde desta segunda-feira, 11, dois advogados para acompanhar o caso que investiga a morte da menina Alanis Maria Laurindo de Oliveira, de 5 anos.

Os advogados são Fernando Férrer, presidente da Comissão de Direitos Humanos, e Luiz Coelho, presidente da Comissão de Defesa da Criança e do Adolescente.

A OAB fez comunicado oficial ao secretário de segurança do Estado, Roberto Monteiro.

Força-tarefa investigará assassinato

Uma força-tarefa foi montada para coordenar as investigações sobre o rapto seguido de morte da menina Alanis Maria Laurindo de Oliveira, de 5 anos. Além do 12º Distrito Policial (Conjunto Ceará) e da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), dois outros órgãos da Polícia Civil devem se juntar à apuração do caso, que ganhou projeção nacional: o Departamento de Inteligência Policial (DIP) e a Divisão Anti-Sequestro (DAS).”

(O POVO Online)

AMC abre sede para debate sobre ciclovias

joalaofred

Pedala, João Alfredo!!

Como desdobramento de audiência pública realizada pela Câmara Municipal de Fortaleza em dezembro de 2009, ocorrerá nesta terça-feira, às 15 horas, um novo encontro com o presidente da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania de Fortaleza (AMC), Fernando Bezerra.

O titular da AMC abrirá o auditório do órgão para discutir os passeios ciclísticos noturnos e o projeto que cria o Sistema Cicloviário de Fortaleza. Além dos temas diretamente ligados aos ciclistas, a avenida Beira Mar também será tema de discussão. Quem puxa o encontro é o vereador João Alfredo (PSol)

SERVIÇO

AMC – Avenida Aguanambi, 90, no bairro José Bonifácio.

Preço da cesta básica tem queda em 16 de 17 Capitais

“O valor da cesta básica caiu em 16 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em 2009, na comparação com o ano anterior, segundo dados divulgados nesta segunda-feira. A variação negativa ficou entre 14,92% e 3,71%. A alta ocorreu apenas em Belém (2,65%).

As maiores quedas foram em João Pessoa (14,92%), Natal (12,57%) e Aracaju (3,71%). Já as menores ocorreram em Vitória (3,71%) e Manaus (4,38%). Em São Paulo, a retração ficou em 4,72%.

No mês de dezembro de 2009 em comparação com novembro, houve alta em Brasília (2,77%), Aracaju (0,78%) e Belém (0,37%). Nas outras 14 cidades o preço caiu entre 1,39%, em Manaus, e 8,63%, em Salvador.

O Dieese estima em R$ 1.995,91 o salário mínimo adequado, com base no maior valor apurado para a cesta e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o piso deveria suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Esse valor representa 4,29 vezes o mínimo em vigor em dezembro (R$ 465).

Em novembro, o mínimo necessário era R$ 2.139,06, ou R$ 143,15 a mais do que no mês seguinte.”

(Folha Online)

Deputado da "meia" fecha Câmara Distrital para fugir dos protestos

deputad

“Um comunicado expedido nesta segunda-feira pelo presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente (sem partido), informa que a Casa estará fechada para o público durante todo o dia de hoje. A decisão de Prudente se deu porque a Câmara está cercada de manifestantes contra e a favor do governador José Roberto Arruda.”Todas as providências estão sendo tomadas para que a Câmara tenha condições de permitir, no prazo mais curto possível, a livre circulação do público, com plena garantia de segurança para todos”, afirma o texto divulgado pela Casa. Cerca de 500 pessoas de dois grupos, um que pede a saída do governador e outro que defende que ele permaneça no cargo, protestavam na frente da Câmara, com carros de som. Os trabalhos na Casa serão retomados após recesso.Desde a noite de domingo, o grupo do Movimento Fora Arruda está do lado de fora do local, onde ficaram acampados. Hoje pela manhã, o grupo pró-Arruda chegou ao local com trio elétrico, bandeiras e adesivos com a inscrição “Fica Arruda”. Segundo o representante do Movimento Fora Arruda Paíque Duque, logo que chegou ao local o grupo pró-Arruda quebrou o caixão que eles costumam levar em protestos contra o governador.

O clima segue tenso nas dependências da Casa e um grupo de jornalistas que tentava acompanhar a reunião para escolha dos cargos que serão ocupados dentro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) foi retirado pelos seguranças do corredor.É pela CCJ que vão passar todos os pedidos de impeachment contra o governador Arruda. Hoje, no Diário da CLDF, foi publicada uma lista com os nomes dos deputados distritais que vão integrar a CCJ.

Entre os titulares, está a deputada Eurides Brito (PMDB), que é citada como integrante do esquema do mensalão. É ela quem aparece em um vídeo recebendo propina do ex-secretario Durval Barbosa e, antes de colocar o dinheiro na bolsa, tranca a porta da sala onde está reunida com ele. Entre os suplentes da CCJ também estão aliados históricos do governador como a deputada Eliana Pedrosa, líder do DEM na Câmara.

Para o deputado Rogério Ulysses, também citado no escândalo, os trabalhos precisam seguir com transparência e pode não ter sido a melhor opção de Prudente retomar as atividades com a imagem arranhada. “Todos nós temos a oportunidade, o direito à ampla defesa. É preciso um procedimento ágil e transparente”, afirmou. “Para o Leonardo Prudente é complicado conduzir os trabalhos, não necessariamente pelo nome envolvido, mas pelo clima que cerca a Casa. O ideal seria manter-se afastado e eleger um novo presidente.”

(Com Agências)