Blog do Eliomar

Últimos posts

Amorim: asilo a Battisti não prejudicará relação com a Itália

176 1

“O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, afirmou há pouco que a decisão brasileira de não extraditar o ex-ativista italiano Cesare Battisti não prejudicará as relações diplomáticas com a Itália.

“Não acho que vai ser prejudicada [a relação com a Itália] porque o Brasil tomou uma decisão soberana”, disse Amorim, acrescentando que o parecer da AGU descreve amplamente as razões para não extraditar Battisti.

Em nota divulga à impresa, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva explicou que a decisão de não extraditar o ex-ativista italiano foi embasada segundo as cláusulas do Tratado de Extradição assinado entre o Brasil e a Itália, em particular a disposição expressa na Letra F do Item 1, do Artigo 3 do tratado.

Segundo essa cláusula, uma das condições para não autorizar a saída do país é a condição do extraditado. “Conforme depreende do próprio tratado, esse tipo de juízo não constitui afronta de um Estado ao outro, uma vez que a situações particulares ao indivíduo podem gerar riscos, a despeito do caráter democrático de ambos Estados”, diz nota.

O documento informa ainda que o governo brasileiro “manifesta sua profunda estranheza com os termos da nota da Presidência do Conselho dos Ministros da Itália, de 30 de dezembro 2010, em particular com a impertinente referência pessoal ao Presidente da República”.

(Agência Brasil)

Governo brasileiro decide conceder asilo a Cesare Battisti

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu conceder asilo ao ex-ativista italiano Cesare Battisti. Ele acatou assim uma recomendação da Advocacia-Geral da União (AGU). O tema divide opiniões entre especialistas no Brasil e na Itália. Mas Lula negou o temor por uma eventual ameaça nas relações bilaterais.

O assunto aguardava definição há sete meses, desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a extradição. No entanto, a decisão ainda será determinada pela Suprema Corte, depois do período de recesso no Judiciário.

O Supremo Tribunal Federal (STF) havia autorizado a extradição de Battisti, que responde a processos na Itália – envolvendo quatro homicídios atribuídos ao ex-ativista político.

(Com CBN)

Sérgio Guerra deve ser reeleito para comando do PSDB nacional

“O consenso que faltava para que o senador Sérgio Guerra (PSDB), eleito deputado federal, seja reconduzido à presidência nacional do PSDB, em maio próximo, foi alcançado. A tensão do pós-eleição entre as alas mineira e paulista da sigla foi superada por meio de costuras silenciosas. Um dos que chegou a ser cotado para assumir o posto, o senador eleito Aécio Neves (PSDB), passou a admitir como uma boa ideia a permanência do pernambucano no cargo, tese que também ganhou a chancela do ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, do governador paulista, Geraldo Alckimin, e da bancada federal, segundo relatam interlocutores.

Ficando onde está, Guerra mantém as rédeas do maior partido de oposição ao Governo Federal, tarefa que pode acarretar reflexos ao cenário estadual. Muitas foram as conversas entre ele e José Serra (PSDB) sobre o assunto, e mesmo tendo havido algum acirramento, em determinado momento, o ex-governador de São Paulo foi o primeiro a manifestar-se, ainda durante a campanha presidencial, a favor da manutenção de Guerra.

Contou ponto ainda para o senador o papel que ele exerce de fiel da balança no conhecido cabo-de-guerra entre mineiros e paulistas. Agravada pelo insucesso da candidatura presidencial em outubro, a rixa entre os dois grupos levou o tucanato a um período de troca mútua de culpas recentemente. Nesse campo minado, Sérgio Guerra, emerge como alternativa neutra.

O assunto foi amplamente discutido entre os cardeais da sigla. Só com Serra, Guerra esteve tratando do tema inúmeras vezes, entre elas, em Nova York, quando o senador encontrava-se em missão da ONU. Com Aécio, teve encontros em Brasília e em Belo Horizonte. Concentrado nesse trabalho de arrefecer os ânimos, Guerra até deixou de lado articulações do PSDB em Pernambuco. O ex-governador de Minas tinha interesse no nome do senador – não reeleito – Tasso Jereissati (PSDB/CE) para assumir a função. O cearense, entretanto, é conhecido como “pavio curto” entre os correligionários, já carregando no currículo desentendimentos com Serra.

Com a recondução de Sérgio Guerra, há forte probabilidade, segundo interlocutores tucanos, de que Serra assuma mesmo o comando do Instituo Teotônio Vilela, como já foi especulado. O mandato do senador no comando da legenda foi prorrogado duas vezes, a primeira em maio deste ano para que ele pudesse conduzir o processo eleitoral e a segunda, em novembro deste ano, por mais seis meses. As convenções partidárias estão agendadas para março (municipais), abril (estaduais) e maio (nacional).

Segundo tucanos comentam, em reserva, pelas mãos de Guerra mudanças importantes na sigla devem ser postas em prática daqui para frente: a refundação do partido em algumas áreas do Brasil, o desenvolvimento de uma central de comunicação, organização de uma estrutura de pesquisas e unificação do discurso.

(Folha de Pernambuco)

Fruticultura do Ceará fecha 2010 em alta

O Ceará fecha 2010 com US$ 105 milhões exportados em matéria de frutas, segundo o Sindicato da Indústria da Fruticultura do Estado (Sindifruta). O dado ainda não computou dezembro mas, segundo Euvaldo Bringel, diretor, será bem melhor do que 2009.

Euvaldo lamenta que a safra de abacaxi tenha sofrido problemas neste ano, o que acabou influenciando no resultado final, mas o melão, carro-chefe e com venda fechada para a Europa e, principalmente, para os EUA, puxou os números.

Prefeitura espera superar 1 milhão de pessoas no Réveillon da Praia de Iracema

“Quem escolheu o Aterro da Praia de Iracema para comemorar a chegada de 2011 já pode se preparar. A festa começa às 20 horas, com apresentação inédita da Orquestra Sanfônica. Junto com as sanfonas, a cantora cearense Amelinha participa da abertura. Durante toda a noite, serão mais de cinco horas de shows, com atrações locais e nacionais.

A expectativa é que mais de um milhão de pessoas acompanhem a passagem do ano no Aterro. Ao todo, cerca de R$ 5 milhões foram investidos no Réveillon 2011, realizado pela Prefeitura de Fortaleza. A festa, segundo a prefeita Luizianne Lins, é a segunda maior do Brasil. Fica atrás apenas do Rio de Janeiro e já entrou para o calendário turístico do País.

Após a abertura, a festa continua com Caetano Veloso. A apresentação do cantor está prevista para 21h50min. De acordo com o coordenador de Estratégia do Produto Turístico da Setfor, Rafael Felismino, um dos coordenadores do Réveillon 2011, a intenção é “pluralizar” as atrações. “Temos que agradar todos os públicos, desde a moçada ao pessoal mais velho”, explicou. Por isso, depois das sanfonas e da música popular de Caetano Veloso, às 23h20min, entra a sambista Mart’nália para animar a virada.

Pouco antes da meia-noite, a cantora, junto com a bateria da Vila Isabel, comandará a contagem regressiva, animando a entrada do novo ano com muito samba. A chegada de 2011 será comemorada com a grande queima de fogos, um dos momentos mais esperados da noite. Vão ser 17 minutos de espetáculo colorido no céu da Praia de Iracema, com show piromusical. Logo depois, Mart’nália dá lugar à bateria da Vila Isabel que fica no palco até a chegada de Biquíni Cavadão, às 1h20min.

Quem ficar mais distante do palco principal pode acompanhar os shows em um dos dez telões que foram colocados na areia. Um telão também foi montado atrás do palco. Para garantir a segurança da grande festa, a Polícia Militar disponibilizará 462 policiais. Mais 364 guardas municipais vão dar apoio ao evento, totalizando 826.

Além disso, 36 câmeras de vídeo-monitoramento vão ser instaladas em todo o aterro. Quem quiser pode aproveitar a passagem do ano para tomar um bom banho de mar. Oitenta e um guarda-vidas da Guarda Municipal e do Corpo de Bombeiros estarão de prontidão, espalhados pela orla.

Transporte

Em cada um dos terminais, a partir das 19 horas, linhas especiais que vão para o aterro estarão disponíveis. Cem ônibus extras vão reforçar o trajeto de ida e volta da festa. A Tarifa Social (R$ 1,20 e R$ 0,60 a meia) estará em vigor hoje e amanhã. Quem optar por táxi precisa combinar com antecedência.

A orientação é que os passageiros se programem antecipadamente, agendando o horário e o local da busca por telefone. Já quem quiser ir de carro terá de chegar cedo para evitar congestionamento. Não será possível estacionar nas ruas Barão de Aracati, Massapê, Carlos Vasconcelos, Camocim e Monsenhor Bruno. As vias serão bloqueadas para a circulação de pedestres.

(O POVO)

Ciro e Patrícia conversam sobre cenários

260 2

O deputado federal Ciro Gomes (PSB) está em Fortaleza, depois de ter visto circulando por Guaramiranga. Nesta tarde de quinta-feira, ele esteve reunido com a senadora Patrícia Saboya (PDT), agora eleita deputada estadual, em um restaurante do bairro Meirelles. O assunto não foi divulgado, mas claro que o cenário político entrou no roteiro.

Ciro e Patrícia estarão no ato de posse do governador Cid Gomes, neste sábado. Quanto à solenidade de posse de Dilma Rousseff, há dúvidas de que Ciro e Patrícia se desloquem para Brasília. As assessorias não confirmaram nada ainda.

Ciro ainda está sem rumo político e Patrícia quer assumir a coordenação da Universidade do Parlamento, organismo da Assembleia que trabalha com entidades da sociedade civil e com a academia. Ciro é o irmão mais velho de Cid e Patrícia, sobre assuntos que digam respeito ao legislativo, como a futura mesa diretora, já decidiu que vai conversar com o governador antes. 

DETALHE – Ciro está usando barba. Nada de adesão ao petismo. É que ele passou recentemente temporada na Europa e, como ali estava frio, adotou o modelito para driblar a baixa temperatura.

Quinze governadores estarão na posse de Dilma. Cinco são tucanos

Essa é do Blog do Fernando Rodrigues, da Uol:

A cerimônia de posse de Dilma Rousseff (PT) como presidente, em 1°.jan.2010, já conta com presença confirmada de 15 governadores eleitos em 2010. Dos oposicionistas, 5 tucanos estarão presentes: Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Beto Richa (PSDB-PR), Marconi Perillo (PSDB-GO), Teo Vilela (PSDB-AL) e Siqueira Campos (PSDB-TO).

Não estarão na cerimônia com certeza os 2 únicos governadores eleitos pelo DEM: Rosalba Ciarlini (RN) e Raimundo Colombo (SC). Também já anunciaram ausência Antonio Anastasia (PSDB-MG), Confúcio Moura (PMDB-RO), Ricardo Coutinho (PSB-PB) e Wilson Martins (PSB-PI).

O motivo da ausência, em geral, é a coincidência de horário da própria posse, no Estado, com a da presidente. A assessoria de Wilson Martins diz que ele se recupera de uma cirurgia e prefere não entrar na maratona de eventos que inclui a viagem para Brasília.

O Blog não localizou os governadores Tião Viana (PT-AC), Omar Aziz (PMN-AM), André Puccinelli (PMDB-MS), Silval Barbosa (PMDB-MT), e Anchieta Jr. (PSDB-RR). Simão Jatene (PSDB-PA), de acordo com sua assessoria, ainda não confirmou ida à posse de Dilma.”

Aloísio Carvalho será o "gerentão" da Segurança Pública e Defesa Social

308 8

Quem disse que Aloísio Carvalho, titular da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado, iria ficar fora da nova equipe do governador Cid Gomes, pode tirar o cavalinho da chuva. Ele apenas foi transferido de função. A partir de janeiro, assumirá a secretaria-executiva da pasta da Segurança Púbblica e Defesa Social, sendo, portanto, o braço técnico do futuro titular da SSPDS, Coronel Bezerra.

Aloísio Carvalho será, na prática, o gestor de toda a área administrativa e financeira, devendo dar um toque profissional a um setor que não se restringirá ao velho ar policialesco.

Aloísio Carvalho é da cota do PMDB do senador eleito Eunício Oliveira que, assim, amplia sua influência na gestão cidista. Eunício teve confirmada a manutenção de César Pinheiro na Secretaria dos Recursos Hídricos e João Melo indicado para a Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado.

Caso Battisti – Governo da Itália faz advertência ao Brasil

“O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, disse na quinta-feira que seria inaceitável se o ex-ativista italiano Cesare Battisti não for extraditado pelo Brasil. A imprensa brasileira informou na quarta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia decidido não extraditar Battisti, condenado à revelia por assassinatos em seu país. O governo ainda não se pronunciou sobre o caso.

O gabinete de Berlusconi destacou em nota que a possível preocupação com a deterioração do bem-estar de Battisti se ele fosse extraditado para a Itália deve ter influenciado a decisão de Lula, que ele pretende declarar como “incompreensível e inaceitável”.

“O presidente Lula terá de explicar a decisão, não apenas ao governo italiano, mas a todos os italianos e em particular às famílias das vítimas”, acrescentou.

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou no ano passado que Battisti deveria ser extraditado após ser condenado em seu país por assassinatos cometidos na Itália na década de 1970, quando grupos radicais de extrema esquerda promoveram uma campanha de violência.

Mas a decisão final cabe a Lula, que concedeu a Battisti o status de refugiado em 2009 e encerra seu segundo mandato na Presidência em 1o de janeiro. No começo da semana Lula disse que tomaria uma decisão até sexta-feira. Seus assessores afirmaram na quarta-feira que não havia ainda nenhuma decisão formal.

Mais cedo na quinta-feira, o ministro italiano da Defesa, Ignazio La Russa, declarou que as relações do país com o Brasil ficariam seriamente abaladas se Battisti não for extraditado.

“Ninguém deveria imaginar que um ‘não’ à extradição de Cesare Battisti não teria conseqüências”, disse La Russa ao diário Corriere della Sera, em entrevista publicada na quinta-feira.

“Eu consideraria isso um grande dano às relações bilaterais.”

La Russa, integrante da ala direitista do governista partido Povo da Liberdade, é considerado um ministro próximo de Berlusconi, mas não está claro o quanto suas opiniões refletem a atual política governamental.

“Até onde eu sei, estou pronto para adotar outras iniciativas”, ele declarou. La Russa não deu nenhum exemplo concreto, mas disse que estaria preparado para dar apoio a boicotes não especificados contra o Brasil.

No entanto, ele afirmou que um acordo de cooperação militar com o Brasil, prestes a ser aprovado pelo Parlamento italiano em 11 de janeiro, estava muito avançado para ser afetado.

“É tarde para isso. O governo já fez o que tinha de fazer. O resto cabe ao Parlamento”, disse ele.

Battisti fugiu de uma prisão italiana em 1981 e viveu muitos anos na França, mas deixou o país quando o governo francês aprovou sua extradição, em 2006. Ele foi preso depois no Brasil.”

(Reuters)

Réveillon na Praia de Iracema terá efetivo de pelo menos 1500 homens

“Um efetivo de 520 guardas municipais, 633 policiais militares, 40 guarda-vidas, 48 bombeiros, 300 seguranças particulares, 36 câmeras de videomonitoramento, além de dez viaturas e seis motos deverão garantir a segurança na festa de Réveillon no aterro da Praia de Iracema, em Fortaleza. Ainda no aterro, haverá 16 torres elevadas de segurança, com vista privilegiada da área e acesso facilitado para intervenção em possíveis ocorrências.

Para reforçar os detalhes do esquema de segurança da festa, a prefeita Luizianne Lins se reuniu, na tarde desta quinta-feira, 30, com gestores dos órgãos municipais envolvidos na organização do evento e os responsáveis pela segurança durante a festa.

Participaram do encontro o secretário de Segurança Pública do Estado do Ceará, Roberto Monteiro, o diretor geral da Guarda Municipal e Defesa Civil de Fortaleza, Arimá Rocha, além de representantes da Polícia Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Comando de Policiamento da Capital e da Perícia Forense.”

(O POVO Online)

Clodoveu tomará posse como prefeito de Sobral neste sábado

O petista Clodoveu Arruda assumirá o cargo de prefeito de Sobral às 8h30min deste sábado, durante sessão na Câmara Municipal. A informação foi divulgado nesta quinta-feira pelo presidente da Casa, vereador Luciano feijão.

“Veveu”, como é conhecido em sua terra, assumirá em razão da renúncia de Leõnidas Cristino, que é do PSB do governador Cid Gomes, assumirá como secretário especial dos Portos do futuro Governo Dilma Rousseff (PT).
 

Novo Congresso terá maioria de empresários

“Os 513 deputados e os 54 senadores que tomarão posse em 2 de fevereiro vão se dividir em sete grandes bancadas informais, suprapartidárias e com grande influência no Congresso. A maior delas reúne 45% das duas Casas, podendo ser decisiva na reforma tributária e nas discussões de mudanças nas leis trabalhistas. Ao invés de mandar representantes, os empresários resolveram se fazer presentes nos debates que interessam à classe.

Levantamento parcial feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIap) mostra que houve um crescimento significativo entre a legislatura que sai em janeiro e a que entre em fevereiro no número de empresários. Atualmente, a bancada empresarial soma 219 integrantes. Com a eleição de outubro, esse número subiu para 273. São 246 deputados e 27 senadores cuja principal fonte de renda advém dos rendimentos de seus negócios.

De acordo com o estudo, a bancada empresarial eleita em 2010 representa mais de 45% do Congresso Nacional e, separadamente, representa 47,95% da Câmara e 1/3 ou 33,33% do Senado. É formada por donos de grandes, médias ou pequenas empresas, acionistas ou quotistas de conglomerados econômicos, comerciantes ou produtores rurais, além de parlamentares que se autointitulam empresários.

Eles estão presentes em todos os partidos e têm como agenda prioritária a redução da carga tributária, especialmente os tributos que incidem no setor produtivo, a eliminação dos encargos sobre a folha de salários e a flexibilização dos direitos trabalhistas. “Houve um grande crescimento da bancada empresarial. É um número muito significativo. Acho que o que motivou isso foi o crescimento das centrais sindicais, que ganharam todas nas disputas com a equipe econômica, e a possibilidade da reforma tributária”, afirmou o diretor de documentação do Diap, Antônio Augusto de Queiroz, o Toninho.

Para o diretor do Diap, o número de parlamentares identificados com a bancada empresarial  representa os mais variados segmentos. Por conta disso, é um grupo heterogêneo. Dessa maneira, os interesses, exceto nas questões trabalhistas e tributárias, podem eventualmente ser conflitantes, especialmente quando se trata de incentivos a determinados setores ou regiões. “A postura do empresariado é mais reativa na questão trabalhista e mais propositiva na questão tributária”, opinou Toninho.

De acordo com o levantamento do Diap, o partido que possui mais representantes na bancada empresarial é o PMDB, com 43. Ele é seguido pelo DEM, que possui 37 parlamentares no grupo, PP (32) e PSDB (24). Entre os empresários de destaque, para o departamento, estão os dois únicos que foram eleitos pelos seus próprios votos ou que atingiram o quociente eleitoral. Anthony Garotinho (PR-RJ), que teve mais de 600 mil votos, e Paulo Maluf (PP-SP), com 497 mil.

Minas Gerais é o estado brasileiro com maior número de empresários eleitos. São 30, contra 28 de São Paulo, um dos estados mais industrializados do país. O Rio de Janeiro ocupa a terceira posição com 21 defensores da agenda patronal. A grande quantidade de empresários eleitos por Minas Gerais também colabora para que o Sudeste ocupe a liderança no ranking de empresários entre as cinco regiões brasileiras. São 84 empresários na região Sudeste, contra 71 na região Nordeste, 37 na região Sul, 28 região na Norte e 26 na região Centro-Oeste. Por gênero, a bancada empresarial é majoritariamente masculina. São 231 representantes do sexo masculino contra apenas 15 do sexo feminino.

Ruralistas

Apesar da bancada empresarial ser a mais numerosa, em alguns casos ela se confunde com outros grupos de parlamentares. Um desses casos é do deputado Paulo César Quartiero (DEM-RR). O parlamentar reforçará duas bancadas na Câmara Federal. Além da empresarial, ele também atuará na ruralista. Produtor de arroz em Roraima, é uma das novidades da Câmara para a legislatura 2011-2014. Outro exemplo é do ex-governador do Mato Grosso Blairo Maggi (PR). Eleito para o Senado, ele é um dos maiores produtores de soja do país.

Quartiero e Maggi são exemplos do crescimento de outra bancada, a ruralista. Dos 160 parlamentares que defendem o agronegócio, 92 são deputados reeleitos e 50 são deputados novos. Para fechar a conta, há ainda 18 senadores, sendo dez atuais com mandato até 2015, seis novos e dois reeleitos que cumprirão mandato até 2019. Na legislatura que se encerra agora, são 120.

Novamente o PMDB tem o maior número de parlamentares dentro do grupo. São 36 peemedebistas, seguidos por 25 do PP, e 24 do DEM. O PSDB está com 22 ruralistas. O PR 15, o PTB 10, e o PDT nove ruralistas.

Outra bancada que cresceu foi a sindicalista. Serão 72 parlamentares na próxima legislatura, contra 62 da atual. A frente evangélica, que havia experimentado uma queda em 2006, voltou a crescer. Tomarão posse, em 2 fevereiro de 2011, 73 parlamentares, sendo 70 deputados e três senadores evangélicos. “Com este número, a bancada evangélica, que tinha sufragado apenas 36 integrantes no pleito de 2006, recupera a capacidade de articulação e negociação dos temas de seu interesse no Congresso”, diz o relatório do Diap.

A bancada da saúde, que é dividida em três áreas, não tem levantamento de integrantes. Porém, segundo o Diap, o grupo perdeu em qualidade e quantidade. São citadas as ausências a partir do próximo ano dos deputados Rafael Guerra (PSDB/MG), um dos coordenadores da Frente Parlamentar da Saúde, que desistiu de concorrer; nem Coubert Martins (PMDB/BA), derrotado na tentativa de reeleição; Jofran Frejat (PTB/DF), derrotado na disputa como vice-governador do Distrito Federal na chapa encabeçada pelo ex-senador e ex-governador Joaquim Roriz; Alceni Guerra (DEM/PR) e Antônio Palocci (PT/SP), que não concorreram.

Assim como no caso da saúde, o Diap não elaborou um levantamento da bancada da educação. Mas afirma que ela manteve sua importância “política e estratégica” no Parlamento. Já para a frente dos parlamentares dos meios de comunicação existe a estimativa de aproximadamente 100 parlamentares defendendo os interesses dos grupos de mídia. A bancada feminina, de acordo com o Diap, “praticamente” manteve sua representação.”

(Congresso em Foco)

Petrobras bateu recorde de produção neste mês, mas resultado é menor que dezembro de 2009

“A Petrobras informou que bateu três recordes na produção média mensal, anual e diária de petróleo em dezembro. Segundo a estatal, a companhia deve encerrar o ano com um patamar de produção de 2,003 milhões de barris/dia. O recorde anterior era de 1,970 milhão de barris/dia, em 2009.

Apesar do volume superior ao de anos anteriores, o resultado deste ano ficou abaixo da meta anunciada pela própria companhia, de alcançar 2,1 milhões de barris/dia. Neste ano, a Petrobras enfrentou problemas em plataformas como a P-33 que chegou a ser interditada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo) por condições inadequadas na operação da unidade. Na P-35 foi registrado um princípio de incêndio.

A petroleira atribuiu o crescimento da produção à entrada em operação ao longo do mês de dezembro de cinco novos poços na bacia de Campos. Eles permitiram acrescentar mais de 100 mil barris/dia à produção da Petrobras no Brasil. A companhia destacou ainda o nível de eficiência operacional atingido pelas unidades estacionárias de produção.

Outros fatores responsáveis pela expansão da produção foram o desempenho de campos de petróleo localizados em áreas maduras das regiões Norte, Nordeste e do Estado do Espírito Santo. Nos últimos anos eles apresentavam tendência declinante de produção, mas alcançaram uma média de produção de cerca de 213 mil barris de petróleo por dia neste ano por meio de esforços de revitalização.

A Petrobras menciona ainda a entrada em operação do poço SPS-55, que deu início ao Teste de Longa Duração da área de Guará, no pré-sal da bacia de Santos.

Somente no mês de dezembro, a Petrobras registra uma média mensal de 2,12 milhões de barris/dia. O recorde anterior foi registrado em abril, com um patamar de 2,033 milhões de barris/dia. Com o fechamento do mês e a confirmação deste resultado, o volume representará um aumento de 4,4% em relação ao desempenho do mês de novembro.

No último dia 27, a empresa bateu recorde diário de produção, com um total de 2,256 milhões de barris.

Entre os cinco poços da bacia de Campos que contribuíram para o aumento da produção, dois estão nos campos de Cachalote e Baleia Franca, interligados ao FPSO-Capixaba. Além deles, outros dois estão ligados à recém instalada plataforma P-57, no campo de Jubarte. Há ainda um poço batizado provisoriamente de Carimbé, que é produtor do pré-sal do campo de Caratinga, conectado à plataforma P-48.”

(Folha.com)

E o caos se fez na ponte de Aracati

186 1

Do jornalista e historiador Túlio Muniz, recebemos a seguinte nota em tom de apelo em favor do município de Aracati (Litorla Leste). O problema agora é a situação de caos na área da ponte sobre o rio Jaguaribe. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

Não bastasse os desastres da atual administração municipal, que culminaram inclusive com o fechamento do hospital público, Aracati está abandonada pelas demais instancias do Executivo.

Exemplo disso é a travessia do rio Jaguaribe pela ponte da BR 304, praticamente único acesso à cidade para quem vem de Fortaleza e principal via de ligação do Ceará com o Estado do Rio Grande do Norte.

A ponte nova teve as obras interrompidas por quatro meses – desde agosto, e a antiga funciona com meia pista. Neste período, não foi feito um plano de contigência para momentos de picos como nos feriadões e chegamos ao fim do ano com uma espera de 40 minutos, em média, para atravessar. Isso, caso haja sorte, pois pode levar ate hora e meia a espera, o mesmo tempo que se gasta para ir de Fortaleza a Aracati pela CE 040.

Que as várias forças politicas de Aracati e Icapuí  suspendam antigas desavenças  e se unam para pressionar para a liberação URGENTE da ponte. Ou que se viabilize uma alternativa pelo menos no regresso do Reveillon.

Ha políticos da região tanto em Brasília quanto na Assembléia. No governdo estadual, o próprio secretário de Turismo é de Aracati (Bismarck Maia). Os olhos não podem seguir cerrados e a cidade não pode ser mais penalizada do que já está.

* Túlio Muniz, jornalista e historiador.

Superlotação em recepção de hospital deixou de ser coisa de unidade pública

1193 5

Quem disse que superlotação em recepção de hospital é coisa só da área pública, erra redondamente. Esta foto de uma leitora mostra a triagem no Hospital Regional Unimed de Fortaleza. Muita gente aguardando atendimento que, ao contrário do setor público, ocorre no mesmo dia.

Os funcionários dizem que essa movimentação ocorre por causa do período das festas, mas que a espera nunca ultrapassa em dias normais 30 minutos. Para quem está aguardando nesses dias cerca de uma hora e meia, há água, televisão e uma máquina de refrigerantes e café ao preço de R$ 1,00.

De qualquer forma, quem paga plano de saúde não gostaria de enfrentar sufoco. Esse é o retrato de um País que não prioriza a saúde e que deixa em segundo plano seu sistema único de saúde que, no papel, é um belo modelo. No papel.

José Alencar deixará UTI nesta tarde de 5ª feira

“O médico oncologista Paulo Hoff informou hoje que o vice-presidente José Alencar receberá alta no início da tarde de hoje da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiológica do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde está internado desde o dia 22. Hoff, que faz parte da equipe que trata Alencar, disse que ele será transferido para um quarto comum, no 11º andar do hospital.

“O vice-presidente está estável, o sangramento está controlado e ele melhorou em relação a ontem”, disse, lembrando, contudo, que o quadro de saúde de Alencar ainda requer cuidados. “Mas nós achamos que hoje ele já melhorou o suficiente para ser transferido da UTI para um quarto normal”, acrescentou. O médico oncologista disse que a expectativa da equipe é boa e que o tratamento “vem dando o resultado desejado”.

“O vice-presidente tem uma capacidade de recuperação muito grande”, disse. “Ele sempre se recuperou muito rápido das cirurgias anteriores e é uma pessoa muito forte, apesar da idade”, afirmou. Hoff ressaltou que, apesar da alta da UTI, Alencar ficará em observação, internado, nos próximos dias, por causa de procedimento médico para reverter o quadro de sangramento não contínuo na região do abdome, feito anteontem.”

(iG)

Caso Battisti – AGU recomenda Lula a negar extradição do ex-ativista político

170 1

“O presidente Lula recebeu nesta quinta-feira, 30, a recomendação expressa da Advocacia-Geral da União (AGU) para que negue a extradição do ex-ativista político Cesare Battisti para a Itália. No documento, a AGU argumenta que Battisti poderia ter sua “situação agravada” caso fosse levado para a Itália, onde foi condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos.

A AGU alega que o tratado de extradição entre o Brasil e a Itália dá espaço para o presidente manter Battisti no País, independentemente da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de autorizar a extradição de Battisti.

Para isso, conforme o artigo 3 do tratado, basta ao presidente ter “razões ponderáveis para supor que a pessoa reclamada será submetida a atos de perseguição e discriminação por motivo de raça, religião, sexo, nacionalidade, língua, opinião política, condição social ou pessoal; ou que sua situação possa ser agravada por um dos elementos antes mencionados”.

No relatório entregue ao presidente, advogados da União juntaram notícias veiculadas pela imprensa italiana, incluindo declarações de integrantes do governo, sobre o tratamento que seria dado a Battisti caso fosse extraditado para a Itália.

Caso o presidente concorde hoje com o parecer da AGU, a decisão deve ser publicada nesta sexta-feira, 31, no Diário Oficial da União. De posse dessa decisão, o Ministério da Justiça deverá pedir ao Supremo que liberte Battisti, preso desde 2007 a espera do julgamento do processo de extradição.

A decisão sobre a liberdade de Battisti, conforme entendimento da AGU, dependerá novamente do STF. O presidente do tribunal e relator do processo de extradição, Cezar Peluso, que está de plantão, deverá analisar o pedido. Mas já adiantou que poderá esperar a volta dos ministros do recesso, em fevereiro, para decidir.

Além disso, nada impede que o governo da Itália volte a contestar a decisão do governo. Da primeira vez, os italianos contestaram a decisão do Ministério da Justiça de reconhecer o status de refugiado de Cesare Battisti. O STF reconheceu a ilegalidade do ato e autorizou a extradição.

Agora, num eventual processo, os advogados da Itália poderiam argumentar que a decisão do presidente viola o tratado de extradição. A possibilidade de um novo capítulo desse caso já foi aventada pelos ministros Gilmar Mendes e Peluso.”

(Estado.com)

Cid e a novela chamada Seplag

O economista Célio Fernando Bezerra de Melo deu entrevista nesta tarde de quinta-feira, ao programa Mercado & Negócios, apresentado pela jornalista Neila Fontenele na rádio O POVO/CBN. Em nenhum momento ele falou ou foi perguntado sobre convite recebido para ocupar a pasta do Planejamento e Gestão do Estado. Mas não aproveitou para descartar.

Pelo que ouvimos, ele preferiu informar que assumirá, a partir de janeiro próximo, a presidência da Associação dos Profissionais e Investidores de Mercados de Capitais (Apimec), seção Nordeste, o que lhe daria maior dimensão regional e, claro, fõlego como profissional do ramo. Mas sabe-se que seu nome está numa lista de seis avaliada pelo Palácio Iracema. Nessa lista,  professores ligados ao CAEN/UFC.

Pois é, como anda difícil uma definição para a pasta do Planejamento e Gestão do Estado. O governador pode assumir sem essa definição.

Prefeita libera tarifa social durante o Réveillon

188 1

Reprodução da tv

A tarifa social (R$ 1,20 e R$ 0,60 a meia) valerá nesta sexta e sábado em Fortaleza. Eis o que anuncia, em pronunciamento gravado, a prefeita Luizianne Lins (PT). O pronunciamento está sendo veiculado no rádio e na televisão.

Luizianne convida a população para um réveillon de paz e com garantia de infraestrutura e segurança completa. Quer superar um milhão de pessoas que esteve no último réveillon do aterro da Praia de Iracema.

Entre as atrações nacionais, Biquini Cavadão e Caetano Veloso.