Blog do Eliomar

Últimos posts

Um debate sobre Marketing Político e Comunicação Pública

“O Ciclo de Debates em Assessoria de Comunicação da Universidade Federal do Ceará (UFC) realiza, nesta terça-feira (11), às 18h, debate sobre “Marketing Político versus Comunicação Pública”. O encontro ocorrerá no auditório da Biblioteca do Centro de Humanidades da UFC, com a presença da Coordenadora de Comunicação Institucional da Prefeitura de Fortaleza, Ana Javes, e o assessor em Direito Eleitoral e Chefe de gabinete do Deputado estadual João Jaime, Diógenes Campelo. Ambos discutirão sobre as fronteiras entre a divulgação de informaçõesa de interesse público e a propaganda política.
 
De acordo com os organizadores do evento, “o debate pretende abordar um assunto pouco discutido na sociedade, mas de extrema necessidade de esclarecimento, principalmente em ano eleitoral”. Organizado pelos estudantes da disciplina de Assessoria de Comunicação do curso de Comunicação Social da UFC, esse será o penúltimo debate do Ciclo. Para garantir o certificado de participação, é necessária a presença em, no mínimo, três encontros.”

(Site da UFC)

Dono da maior rede de farmácias do País de olho numa suplência de senador

O empresário Deusmar Queiroz, controlador do Grupo Pague Menos, a maior de rede de farmácias do País, entrou no rol dos que poderão emplacar numa suplência de senador nas próximas eleições. Filiado ao PRB, sigla alternativa do Palácio Iracema, Deusmar não afastaria a possibilidade de ocupar uma das duas vagas, o que ainda dependeria das articulações em torno da chapa a ser formada em torno da reeleição do governador Cid Gomes (PSB).

Além de Deusmar, existem mais dois empresários cogitados para suplentes de senador: Miguel Dias de Souza, controlador do grupo Cidade de comunicação, e que é filiado também ao PRB, e Honório Pinieor, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), hoje filiado ao PSB do governador Cid Gomes.

Senado vai gastar R$ 81,7 mil na compra de pano de chão

 “Nas eleições de outubro, o Senado Federal será renovado em dois terços, o que representa 54 parlamentares novos – ou não – na Casa. Antecipando-se a uma “limpeza”, o órgão reservou R$ 81,7 mil do seu orçamento, durante a semana, para comprar 190 mil unidades de panos de limpeza na cor branca. Por outro lado, na Câmara dos Deputados não se falou em faxina, pelo menos nas notas de empenho (documentos que antecedem as aquisições) emitidas durante a semana. O órgão parecer estar interessado em confirmar seus assuntos, deixando-os às claras. Isso porque comprometeu quase R$ 4 mil com a compra de nove conjuntos de luminárias.

Já o Tribunal de Contas da União (TCU) está adquirindo dois novos cabideiros metálicos para paletós por R$ 1,3 mil. Outros cinco cabideiros com estrutura de madeira também serão comprados pelo órgão pela bagatela de R$ 395,32 cada um. A ideia é estar sempre “nos trinques”. Afinal, amassar o paletó não pode.

Para a Presidência da República, comes e bebes. A Secretaria de Administração do órgão vai gastar R$ 7,2 mil com pães diversificados. Serão 3.047 pães caseiros, 4.373 pães carecas, 445 pães franceses, 2.900 pães baguetes com gergelim, entre outras variedades. “Quase um banquete de pães” é o que diria seu Manoel, o português da padaria mais próxima.

Na linha dos “comes e bebes”, a Câmara dos Deputados continua na lista de órgãos compradores. Na última semana foram reservados R$ 4,7 mil em orçamento para a compra de 100 unidades de termostado para cafeteira, dispositivo que mantém a temperatura constante de um sistema. Afinal, ninguém merece um cafezinho frio, principalmente nossos nobres deputados!

As compras da Câmara dos Deputados variaram de departamentos e chegaram até a seção de roupas. O órgão reservou recursos para adquirir 100 camisas gola pólo, personalizadas. O valor mais alto deste “Carrinho de Compras”, no entanto, é do Superior Tribunal de Justiça, que vai contratar serviços de manutenção de mobiliário das suas dependências, até o final do ano, por R$ 82,1 mil.

Continuando as compras, quem sabe inspirados no personagem “cara-crachá” do humorístico televisivo Zorra Total, o Tribunal de Contas da União está se preparando para adquirir 1.800 portas-documento em couro azul para identificar os auditores federais de controle externo. Um detalhe importante: na parte da frente às carteiras precisão ter o brasão da República em metal.” 

Clique aqui para ver as notas de empenho citadas.

Uece encerra na 6ª feira inscrições para seu vestibular

As inscrições para o segundo concurso vestibular de 2010 da Universidade Estadual do Ceará (Uece) terinam na próxima sexta-feira e devem ser feitas exclusivamente pela internet. Ao todo, são 1.730 vagas, sendo 1.255 para os cursos da Capital e 475 para as unidades no interior do Estado. A taxa de inscrição custa R$ 85,00.

A primeira fase do vestibular 2010.2 da Uece será realizada no dia 27 de junho, das 9 às 13 horas, com uma prova de Conhecimentos Gerais de múltipla escolha: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Geografia, História, Matemática, Física, Química e Biologia. As provas da segunda fase – Redação e três Específicas estão marcadas para os dias 18 e 19 de julho..

SERVIÇO

Edital e ficha de inscrição estão disponíveis no site www.uece.br.

A ameaça de um apoio protocolar de Cid Gomes a Dilma Rousseff

Dilma conversou com Cid recentemente. 

Com o título “Ceará 2010: todos com Lula, tudo pela Dilma?”, o publicitário Ricardo Alcântara escreve artigo para o Blog nesta segunda-feira.

Tudo começa pela singular popularidade do presidente Lula, que deu a ele força suficiente para indicar, por decisão quase que exclusivamente pessoal, quem disputará em nome do seu governo a sucessão presidencial. E tudo passa pelo fato de que o nome indicado por ele não tem carisma pessoal e experiência eleitoral suficientes para absorver o potencial de transferência de votos de Lula na medida necessária a uma vitória larga.
 
De tudo isso resulta grande concentração de esforços em condicionar as decisões relativas às disputas locais ao objetivo primordial de garantir a Dilma Rousseff uma base regional de apoio tão sólida quanto possível. Prioridade ainda maior no norte do país – da Bahia ao Acre – onde a capacidade de transferência direta de votos do presidente para a sua candidata prevalece sobre qualquer outro fator de decisão.
 
No Ceará, Cid Gomes tem levado ao limite sua capacidade de explorar este aspecto que tanto fragiliza a direção local do PT quando o partido negocia sua participação na chapa do governador que sai em busca da reeleição. Fontes oficiais repetem que seu “único compromisso para o senado é com Eunício Oliveira”, mas já teria assegurado “apoio informal à reeleição de Tasso Jereissati”. Isto é, não é bem vinda a candidatura de José Pimentel (PT).
 
O governador sinaliza, ainda, com um tipo de apoio quase protocolar a Dilma Rousseff e ameaça (não há outro termo) o PT com a possibilidade de seu irmão Ciro Gomes coordenar sua campanha. É muito tapa e pouco beijo. E o PT? Calado! Sabem que não será fácil contar com o apoio do comando nacional para uma candidatura de oposição ao PSB de Cid Gomes e, dessa vez, não há outra Luizianne Lins disponível para uma ousadia dissidente.
 
Enfim, se é “tudo pela Dilma”, Cid vai explorar a vantagem ao limite. Mas não deverá, ao fim, abrir mão do PT. Não tanto pelo partido, mas pelo apoio de Lula, pois o governador tem pesquisas e sabe o que elas dizem. E elas dizem coisas muito interessantes como, por exemplo, o incomparável peso da influência do presidente Lula numa indicação para governador do Ceará, muito acima de qualquer liderança local, incluindo Ciro Gomes.
 
São por essas que, mesmo sob a evidência de uma relação já tão deteriorada, tanto os petistas quanto o clã dos Ferreira Gomes ainda se mantém dispostos a continuar vivendo sob o mesmo teto por algum tempo mais.

Aeroporto de Sobral fecha nesta 3ª feira

“O Aeroporto Coronel Virgílio Távora, em Sobral, será fechado a partir desta terça-feira. As operações de pouso e decolagem ficam suspensas em virtude do início de obras no aeródromo. De acordo com o Departamento de Edificações e Rodovias (DER), a intervenção deve durar 90 dias.

O titular do DER, Quintino Vieira, detalha que o fechamento tem início entre hoje e amanhã, à meia-noite. O aeroporto é o mais importante da região Norte do Ceará, com um fluxo diário de voos fretados. Pelo menos cinco empresas fazem fretamentos entre Fortaleza e Sobral. O aeródromo é usado também para transporte de malotes com compensação bancária entre Fortaleza, Sobral e a cidade Parnaíba, localizada no litoral do Piauí.

As obras em Sobral serão feitas para restauração das pistas de pouso e taxiamento e do pátio de estacionamento do aeroporto. O processo de licitação havia sido concluído no em 25 de janeiro. De acordo com o resultado, a empresa responsável pela intervenção é a Copa Engenharia. Já o investimento do Governo do Estado é de R$ 1,4 milhão.”

 O POVO)

Esmec lança livro sobre Nova Lei do Mandado de Segurança

A Escola Superior da Magistratura do Estado (Esmec) lançará nesta segunda-feira, às 18h30min, em sua sede, o livro “Comentários à Nova Lei do Mandado de Segurança” . São autores e organizadores da obra o ministro  Napoleão Nunes Maia, do STJ, e os advogados Caio César Rocha e Tiago Asfoir Rocha Lima.

Antes dos autógrafos, será feita a apresentação da obra e uma palestra, a cargo de Flávio Luiz Yarshell, professor titular da Universidade de São Paulo. O ato será presidido pelo diretor da Esmec, desembargador Raimundo Eymard Ribeiro de Amoreira.

Globo adere licença-maternidade de 180 dias

Grávida do segundo para o terceiro mês, a atriz Juliana Paes recebeu uma notícia da TV Globo, no Dia das Mães, que soou como presente adiantado pela data. A maior emissora de tevê da América Latina anunciou que aderiu à licença-maternidade de 180 dias. A lei, que foi originada de um projeto da senadora cearense Patrícia Saboya (PDT), também irá beneficiar uma média de 100 outras mulheres da emissora, que anualmente dão à luz.

Desde que apresentou o seu projeto, em 2005, a senadora Patrícia Saboya tem percorrido empresas privadas, prefeituras e administrações estaduais para sensibilizar empresários e governantes sobre a importância do convívio de mãe e filho, além da amamentação, nos seis primeiros meses de vida da criança.

Em 2008, o presidente Lula sancionou a lei que autorizou o Poder Público Federal a conceder a licença de seis meses. No início do ano foi a vez das empresas privadas, que, por meio do programa Empresa Cidadã, da Receita Federal, poderão descontar no imposto devido os dois meses extras, caso queiram conceder o benefício às suas funcionárias. Das 40 maiores empresas do País, 10 já aderiram à licença-maternidade de seis meses.

Senadora Kátia Abreu participará do PEC Nordeste

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO) confirmou, nesta segunda-feira, presença no PEC Nordeste, o seminário da agropecuária nordestina que ocorrerá em Fortaleza neste semestre.

Segundo o presidente da Federação da Agricultura do Ceará (Faec), José Torres de Melo, Kátia Abreu dará palestra e ganhará a Medalha Pristo Bezerra nesse evento, que ocorrerá de 14 a 16 de junho, no Centro de Convenções. 

Kátia Abreu é conhecida por suas polêmicas com ambientalistas em defesa do que diz ser fundamental preservar a natureza, mas garantir o progresso.

PMDB quer Lula longe do PT nos Estados sem acordo entre aliados

“O PMDB não quer o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de cabo eleitoral de adversários petistas nas eleições estaduais. É este temor que está por trás do adiamento da festa para anunciar a chapa presidencial de Dilma Rousseff (PT) com o PMDB do deputado Michel Temer na vice. Dilma até preparou jantar de homenagem a Temer na terça-feira, mas em vez da confirmação da data de 15 de maio para comemorar a parceria, o encontro produziu o que um dirigente peemedebista batizou de “aliança da desconfiança”.

A cúpula petista adiou para junho a definição da chapa ao governo de Minas, que Hélio Costa insiste em encabeçar na condição de líder nas pesquisas para governador. Vencedor das prévias mineira, o ex-prefeito Pimentel foi a Brasília quarta-feira para dizer que abriria mão da candidatura em favor do PMDB do Costa. Mas não fez o anúncio.

Peemedebistas cobram “rédeas” nos petistas. O argumento é de que não podem colocar Temer como vice de Dilma e ver candidatos do PMDB nos Estados massacrados pela popularidade do presidente Lula, subindo nos palanques dos petistas. Temer avisou Dilma, durante o jantar, que o PMDB só faria o encontro nacional para aclamá-lo candidato a vice dia 12 de junho, véspera da convenção do PT.

O presidente do PMDB precisa ter argumentos políticos para fechar o apoio de regionais mais rebeldes que vivem se engalfinhando com petistas. É o caso da regional gaúcha, em que o PT do ex-ministro Tarso Genro vai enfrentar o PMDB do ex-prefeito de Porto Alegre José Fogaça. A situação é semelhante na Bahia, onde o deputado Geddel Vieira Lima vai disputar com o atual governador Jaques Wagner (PT).”

(Agência Estado)

NO CEARÁ, o PMDB vem brigando por espaço na chapa pró-reeleição do goivernador Cid Gomes (PSB). Eunício Oliveira, presidente regional dos peemedebistas, virou o preferido de Cid para o Senado, enquantoo ex-ministro da Previdência Social, deputado federal José Pimentel (PT), que quer disputar também o Senado, reage. Bom lembrar que ele considera “ridícula” a articulação de Eunício contra seu nome, conforme o POVO divulgou nesta segunda-feira em sua edição.

Ariano Suassuna receberá título de Doutor Honoris Causa da UFC

O escritor pernambucano Ariano Suassuna, autor, entre vários sucessos, de “O Auto da Compadecida”, vai receber, finalmente, seu título de Doutor Honoris Causa. O título foi concedido ano passado pela Universidade Federal do Ceará. A festa ocorrerá no dia 10 de junho, em local a ser definido.

A informação é do reitor da UFC, Jesualdo Farias, que se encontra, nesta segunda-feira, em Campina Grande (PB) na condição de pesquisador. Ali, o reitor mantém contatos com a Petrobras.

PSOL vai apresentar sua pré-candidata a governadora nesta 3ª feira

O PSOL vai apresentar, nesta terça-feira, a pré-candidata ao Governo do Estado pela legenda: Soraya Tupinambá. A apresentação será feita durante café da manhã, a partir das 8h30min, na Cãmara Municipal de Fortaleza. À frente do ato o presidente do PSOL, Moésio Mota, e o vereador João Alfredo.

A engenheira de pesca Soraya Tupinambá promete incluir na pauta da política cearense uma nova visão, um novo modelo de desenvolvimento para o Estado, baseado, segundo adianta para o Blog, na igualdade e na valorização das culturas tradicionais e das sociedades sustentáveis. Ela quer ser alternativa num debate qualificado.

QUEM É? 

Soraya Vanini Tupinambá iniciou a militância política no movimento estudantil universitário, em 1986, quando começou o curso de Engenharia de Pesca da UFC. Durante sua vida acadêmica, participou de duas gestões do Centro Acadêmico do curso de Engenharia de Pesca e de duas gestões do DCE da UFC. Na época, a entidade teve uma forte atuação em oposição ao governo Fernando Collor. Ainda no movimento estudantil, Soraya foi diretora da União Nacional dos Estudantes (UNE). É ambientalista.

Sucessão presidencial – Partidos nanicos terão 27% de espaço na propaganda eleitoral gratuita

“Os dez micropartidos que já lançaram pré-candidatos à Presidência vão ocupar 27% da propaganda eleitoral no rádio e na TV, apesar de sua escassa representatividade política – somados, eles elegeram menos de 2% dos deputados federais em 2006. Graças à profusão de “nanicos”, a eleição de 2010 deve ter 13 candidatos – o maior número desde 1989. Seis deles integram partidos que não elegeram um único representante na Câmara dos Deputados: PCB, PRTB, PSDC, PCO, PSTU e PSL.

A exposição dos nanicos será financiada pelos cofres públicos, de maneira indireta, pois o horário eleitoral só é gratuito para os partidos. Os dez microcandidatos terão um subsídio conjunto de R$ 34 milhões para se expor no palanque eletrônico de 17 de agosto a 30 de setembro. Cada minuto de propaganda custará R$ 128 mil para o governo.

Além do subsídio indireto, os micropartidos recebem dinheiro do governo por meio do Fundo Partidário – os dez que pretendem disputar a Presidência, somados, embolsaram R$ 8 milhões no ano passado.
Dinheiro e tempo no horário eleitoral não são os únicos incentivos que a legislação oferece a políticos interessados em ganhar visibilidade na corrida presidencial: eles também terão participação garantida em debates televisionados, em condição de igualdade com os adversários.”

(Agência Estado)

Blog agora tem enquete

Estamos estreando pesquisa no Blog, a partir desta segunda-feira, com a seguinte pergunta:

Você acredita que o time de Ceará vai conseguir se manter na Primeira Divisão?

É só o começo, mas é bom a torcida cobrar um elenco de primeira. A vitória contra o Fluminense – 1 X0, deve ser vista como importante passo para mudanças. E boas reflexões.

OAB quer indenização para militares cassados depois do golpe de 64

“O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil quer que os militares cassados depois do golpe de 1964 possam ser indenizados e, para isso, protocolou uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal). Para o presidente da Adnam (Associação Democrática e Nacionalista dos Militares) , o major brigadeiro Rui Moreira Lima, o impedimento às indenizações “é uma inversão”.

A ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental) 158, protocolada em dezembro de 2008, questiona a interpretação da Lei 10.559/02 que veda a possibilidade de os militares serem declarados anistiados políticos pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça e receberem indenização, como já ocorreu no caso de 14 mil civis nos últimos 8 anos.

A lei de 2002 proíbe a acumulação de pagamentos, benefícios ou indenização relativos a anistia. Civis e militares cassados tiveram reconhecido pela Emenda Constitucional 26/85 (a mesma que convocou a Assembleia Constituinte) o direito à aposentadoria no posto que alcançariam se tivessem sido mantidos em serviço. A emenda, no entanto, vedou “a remuneração de qualquer espécie, em caráter retroativo”, como é o caso das indenizações.

A Adnam ingressou na ação como amicus curiae (amigos da corte) junto com a OAB. Para o advogado da associação Luiz Moreira, capitão de Mar e Guerra cassado em setembro de 1964, o impedimento às indenizações é “absurdo”. Ele salienta que foi “legalista” e “não participou do golpe contra as instituições” e por isso foi cassado. Segundo o advogado, há 3 mil ex-militares e familiares que deveriam ter direito à indenização. 

O major brigadeiro Rui Moreira Lima, por exemplo, que foi piloto de guerra da FAB (Força Aérea Brasileira) na 2ª Guerra Mundial, diz que lutou pela democracia e que não fez parte do golpe. Ele afirma que foi preso duas vezes em 1964 e 1985. Não há data prevista para o julgamento da arguição da OAB e da Adnam. Desde o dia 26 de abril, a ação tem um novo relator, o ministro Gilmar Mendes, que substitui o primeiro relator da ADPF, o ministro Cezar Peluso, atual presidente do STF.

A PGR (Procuradoria-Geral da República) pediu vista do processo em fevereiro do ano passado, mas segundo acompanhamento do Supremo, ainda não devolveu os autos. A AGU (Advocacia-Geral da União) já manifestou-se contrária e considerou improcedente o pedido. O parecer, de fevereiro de 2009, é assinado pelo então advogado-geral da União, José Antônio Dias Toffoli, hoje ministro do STF.”

(Última Instância)

Serra critica alta dos juros e diz que Banco Central não é Santa Sé

“O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, criticou, nesta segunda-feira, a alta taxa de juros no país e afirmou que ela deveria ter sido reduzida no passado. “O Banco Central não é a Santa Sé. Não sou contra incentivos tributários, mas é preciso um mecanismo que não puna os municípios”, disse ele em entrevista à rádio “CBN”.

Segundo ele, o Brasil continua com a maior taxa de juros do mundo. Como alternativa, defendeu uma política a médio e longo prazo.

O tucano defendeu ainda a autonomia do BC, mas afirmou que se houver “erros calamitosos”, o presidente deve interferir e opinar.

Serra também destacou a declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao jornal espanhol “El País” de que qualquer candidato que vencer as eleições não trará “nada de absurdo” para o Brasil.

Para o tucano, essa foi uma afirmação importante porque é quase um “jogo de terrorismo” dizer que se o candidato do PT não vencer haverá uma calamidade no país. “O Lula não deve estar preocupado, tanto como imaginam, se a candidata dele [Dilma Rousseff] não ganhar.”

Serra também defendeu um estado forte, musculoso, mas não obeso, e afirmou que do ponto de vista da análise convencional, é de esquerda. “Defendo um projeto de desenvolvimento nacional para o Brasil, defendo o ativismo governamental.”

O tucano afirmou que, se eleito, irá criar o Ministério da Segurança. “É uma coisa indispensável no Brasil, o consumo de drogas e o tráfico de armas é alimentando no exterior. O governado federal tem que jogar, não pode se esquivar mais.”

Serra destacou como suas prioridades a segurança, a saúde e a educação. Segundo ele, o Bolsa Família deve ser mantido. “Ele ajuda os necessitados, mas precisa ser fortalecido.”

Vice

O tucano evitou comentar sobre o nome que irá compor sua chapa como vice. “Não estou me metendo muito nesse assunto. Vai ser alguém da base aliada, mas qualquer coisa que eu disser aqui vai dar margem à fofoca.”
Serra afirmou que não vai lotear cargos e nem aparelhar o Estado com o PSDB.”

(Folha Online)