Blog do Eliomar

Últimos posts

PM reage a assalto e mata adolescente

“Um policial militar que estava à paisana reagiu a uma tentativa de assalto e matou, na madrugada desta quarta-feira, 28, um adolescente de aproximadamente 17 anos que tentou o assalto. A ação ocorreu no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza.

Segundo a Polícia, o jovem fez a abordagem com uma arma, se posicionando à frente do veículo que o policial conduzia. O adolescente foi baleado na perna, chegou a receber socorro, mas morreu a caminho do hospital.

O policial já se apresentou à Delegacia da Criança e do Adolescente (Dececa) e alegou legítima defesa. Ele foi liberado em seguida. ”

Marina Silva vai procurar Ciro Gomes

“Fora da disputa eleitoral deste ano, o deputado federal Ciro Gomes (PSB) deverá ser procurado pelo PV e senadora Marina Silva (AC), pré-candidata do partido à Presidência da República, em busca de apoio para a campanha.
“Vamos procurar o Ciro pra conversar, mas vamos esperar um pouco, deixar baixar a poeira. Tem que ser um contato no momento certo, sem precipitação, sem ansiedade. Acho que a própria Marina deve fazer isso. Ela irá procurá-lo em tempo hábil, respeitando muito o momento dele”, disse o coordenador da pré-campanha da senadora, o vereador Alfredo Sirkis.
Nesta terça-feira (27), a Executiva Nacional do PSB decidiu não apresentar candidato próprio às eleições para o Palácio do Planalto. A decisão colocou fim às tentativas de Ciro de disputar a sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.”
* Do G1, leia mais aqui

MST ocupa a sede da SDR

Dentro da Jornada Nacional de Lutas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), no Ceará, um grupo formado por 600 agricultores estão ocupando, nesta quarta-feira, a sede da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, na avenida Bezerra de Meneses. Segundo o coordenador do Setorial de Comunicação do MST, Marcelo Matos, a ocupação visa pressionar o governador Cid Gomes (PSB) para que receba o movimento e discuta sua pauta de reivindicações, que inclui a implementação de crédito emergencial e de um programa de geração de trabalho e renda às famílias atingidas pela seca, que, conforme Marcelo, já prejudica boa parte da produção agrícola dos assentamentos.

A audiência com o governador havia sido conquistada na segunda-feira, 19, quando o MST ocupou a frente do Palácio de Iracema, sede do governo. De lá para cá, o movimento realizou outras importantes ações, como a ocupação da sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e o ato em frente à Assembleia Legislativa do Ceará. O governador tem se negado a discutir com o movimento, segundo lideranças.

DETALHE – A assessoria de Cid informa que ele deverá receber o MST, mas não definiu data. O governador estará nesta quinta-feira em Acaraú em inaugurações.

O Troco – Sérgio Novais votou contra Ciro

“Representante do Ceará na Executiva Nacional do PSB, o presidente da sigla em Fortaleza, Sérgio Novais, votou contra a candidatura do deputado federal Ciro Gomes (PSB) à Presidência da República. Membro histórico e ex-dirigente estadual da legenda, Novais acabou perdendo espaço dentro do PSB depois que o grupo ligado a Ciro Gomes embarcou na legenda, em 2005.

Ao O POVO, Novais afirmou que os interesses regionais, na atual conjuntura, são mais importantes que uma candidatura própria. “Temos 11 candidatos a governador no Brasil, oito dos quais estão entre primeiro e segundo lugares. Oito candidatos a senadores com possibilidade de eleger cinco, além da busca de eleger 43 ou 44 deputados federais. Então, esse é um cenário posto dentro dos estados, e diante dessa encruzilhada, de ter candidato a presidente ou reforçar o poder nos estados, o caminho da maioria foi o segundo“, argumenta.

(O POVO)

STJ julga nesta 4ª feira validade da Lei da Anistia

“Em vigência há mais de três décadas, a Lei de Anistia ainda suscita polêmica e será hoje posta à prova em julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF).

A tendência é a Corte manter a validade da lei. Com isso, continuaria vedada a possibilidade de processar policiais e autoridades que, durante a ditadura militar, cometeram ou participaram de crimes contra os direitos humanos. A mesma impossibilidade continuará valendo também para militantes que infringiram leis para lutar contra governos.

A amplitude da Lei da Anistia foi questionada por uma ação da OAB. Pelo menos dois ministros — Gilmar Mendes e Marco Aurélio — já se manifestaram de modo favorável à Lei de Anistia. Eles acreditam que a lei é o marco da redemocratização no país e que mudá-la poderia causar instabilidade institucional.

O tema, entretanto, não é unanimidade na Corte. Celso de Mello já afirmou que tratados internacionais e decisões da Corte Interamericana de Direitos Humanos estabeleceram que os governos não têm poderes para conceder anistia a si mesmos.

Mesmo com a lei revista, seria difícil punir os agentes da ditadura. No Brasil, o crime com prescrição mais longa é o homicídio: 20 anos. Já a tortura é imprescritível. No entanto, essa regra não valia quando a Lei de Anistia foi editada. E, segundo a Constituição, nenhuma norma pode retroagir para prejudicar o réu.”

(O Globo)

Prefeitura arrecada bem no primeiro trimestre do ano, diz secretário

“O primeiro trimestre deste ano em matéria de arrecadação foi dos mais positivos para a Prefeitura de Fortaleza, segundo o secretário das Finanças, Alexandre Cialdini. Ele fechou os números e encontrou o seguinte quadro: o Imposto sobre Serviços (ISS) registrou um crescimento real de 21%, se comparado com igual período de 2009.

“O papel da auditagem foi fundamental nesse resultado“, destaca. Em matéria de IPTU, conforme Cialdini, mesmo com ações que questionaram o aumento, não houve prejuízos. “Tivemos um crescimento real de 19% em relação ao IPTU 2009“, diz. Agora é pagar compromissos atrasados.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Acordo suspende paralisação da PM

“Diante da “greve branca“ deflagrada pela PM, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Roberto Monteiro, apelou aos PMs que retornassem às ruas em nome da segurança da população. Ontem, em reunião com a procuradora-geral de Justiça, Socorro França, e representantes de policiais, ele disse temer as consequências do prolongamento da paralisação. “A cada minuto que passa, uma vida pode ser tirada“, argumentou.

Monteiro assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), comprometendo o Estado a capacitar os motoristas das viaturas da Polícia – exigência do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O documento foi discutido durante quatro horas e meia e entrou em vigor ainda ontem, após consulta por telefone ao procurador-geral do Estado, Fernando Oliveira, que estava em Brasília.

O Governo tem entre 30 e 180 dias para “formar“ os condutores dos “carros de emergência“. Caso não cumpra o prazo, fica passível de multa diária de R$ 1 mil. “A PM está trabalhando de forma deficiente. Hoje, mais do que ontem. E a população não tem nada a ver com isso. Nem com a omissão da Secretaria nem com a omissão do Governo“, respondeu ele a uma provocação do soldado Flávio Sabino, presidente da Associação de Cabos e Soldados da PM.

O curso será ministrado pelo Detran e terá 50 horas de duração. Para receberem as instruções, os policiais terão a escala alterada. Ao invés de seis dias seguidos de trabalho, darão expediente em cinco dias. O subsequente será destinados às aulas. Os PMs não terão redução das remunerações nem de gratificações. Reivindicação feita por Nina Carvalho, presidenta da Associação das Esposas de Militares.

Com o apelo do secretário e a assinatura do TAC, as entidades representativas dos PMs garantiram o envio de comunicado às companhias informando a decisão. A previsão inicial era de que, já às 22h de ontem, todas as viaturas paradas voltassem aos seus itinerários. Segundo Monteiro, o oficial ou praça que não cumprir a determinação será investigado por indício de desobediência. “Se comprovado, vamos aplicar o Código de Ética“, alertou.

A trégua veio também em retorno à promessa de Socorro França de que os policiais serão recebidos pelo deputado estadual Ivo Gomes, irmão do governador Cid Gomes. O encontro está marcado para as 18 horas de hoje na Assembleia Legislativa.

Essa é mais uma tentativa de negociar aumento salarial, concessão de promoções, plano de saúde e redução da carga horária de trabalho de 48 horas para 40 horas. “O Termo de hoje não vai deixar o pessoal satisfeito não“, afirmou o diretor-presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, Pedro Queiroz. ”

(O POVO)

TCU condena deputado federal a devolver R$ 17 milhões

“O  Tribunal de Contas da União (TCU) condenou o deputado federal e ex-prefeito de Juazeiro do Norte (CE) Manoel Salviano e a empresa de construção Planurb Planejamento Construções a devolver solidariamente R$ 17.124.546,29, por superfaturamento na construção do Centro de Apoio ao Romeiro no município.

O relatório do TCU aponta que houve sobrepreço em serviços como sistema de drenagem, urbanização, paisagismo e aterro compactado. O ex-prefeito e a empresa de construção ainda terão de pagar multa individual de R$ 100 mil aos cofres do Tesouro Nacional em 15 dias.

A cobrança judicial da dívida foi autorizada. Cabe recurso da decisão. O ministro Augusto Nardes foi o relator do processo.

(Site do TCU)

BC decide sobre juros em clima de economia "superaquecida"

“O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central define, nesta quarta-feira, a taxa básica de juros, a Selic. A reunião ocorre em meio a estimativas de mercado de que a economia brasileira estaria “superaquecida”, o que exigiria uma nova rodada de elevação dos juros.

A maioria dos analistas consultados pelo BC na pesquisa Focus aposta em um aumento de 0,5 ponto percentual nos juros, elevando a Selic para 9,25% ao ano. Muitos economistas, no entanto, já falam em um aumento de 0,75 ponto percentual.

O principal argumento para um maior aperto monetário é a inflação. As previsões de aumento da inflação vem sendo revistas para cima a cada semana e já ultrapassam o centro da meta do governo, que é de 4,5%.

O Focus desta segunda-feira prevê, para este ano, uma alta de 5,41% do IPCA – o índice de inflação que baliza as decisões do governo.

‘Superaquecimento’
Em seu relatório anual, divulgado na semana passada, o Fundo Monetário Internacional (FMI) alerta para o risco de “superaquecimento econômico” no Brasil, resultado de um consumo interno mais forte do que a produção no país.

De acordo com essa avaliação, o Produto Interno Bruto do país entrou em um ritmo de crescimento que supera sua capacidade produtiva, resultando em uma inflação maior.

Na semana passada, o FMI revisou para cima a expansão do PIB brasileiro em 0,8 ponto percentual: a previsão agora é de um crescimento de 5,8% em 2010.

Entre os analistas consultados pela pesquisa Focus, do Banco Central, o otimismo é ainda maior. A maioria prevê uma expansão de 6% para o PIB deste ano.”

(Folha Online)

IFCE de Canindé inscreve para vestibular

Até o dia 7 de maio estão abertas as inscrições para os exames de seleção e vestibular 2010.2 do IFCE de Canindé. Ao todo, estão sendo oferecidas 140 vagas, sendo 35 para cada um dos quatro cursos: Técnico Integrado em Eventos, Licenciatura em Educação Física, Tecnologia em Redes de Computadores, Tecnologia em Gestão do Turismo.

As inscrições são feitas apenas pela internet no site www.caninde.ifce.edu.br.. Para confirmar a inscrição, os candidatos precisam se dirigir à Escola Estadual de Educação Profissional Capelão Frei Orlando (Rua Paulino Barroso Nº 1289, Bairro Imaculada Conceição), portando o número do protocolo de inscrição, juntamente com comprovante de pagamento da taxa.

Todos os cursos serão diurnos, sendo que o curso de Gestão do Turismo será no período da tarde e os demais serão pela manhã. As taxas de inscrição são de R$ 60,00 para o Vestibular e de R$ 35,00 para o Exame de Seleção. Para se inscrever no Exame de Seleção é necessário ter concluído o Ensino Fundamental. Para concorrer ao Vestibular é necessário ter concluído o Ensino Médio ou curso equivalente.

As provas do Vestibular acontecerão numa única fase no dia 6 de junho, das 8 às 12 horas. As provas do Exame de Seleção acontecerão numa única fase nos dias 13 de junho, das 8 às 12 horas.

SERVIÇO

Mais informações pelo telefone 3343.2232.

Em dois anos, acidentes de trabalho no Ceará cresceram 68%

“Entre os anos de 2006 e 2008, o número de acidentes de trabalho no Ceará cresceu 68%, segundo dados do Ministério da Previdência Social. Em 2006, o Estado registrou 5.965 acidentes de trabalho. Em 2008, o número de ocorrências saltou para 10.025. A tendência de crescimento já havia se verificado em 2007, quando foram verificados 8.333 acidentes (39,6% a mais que no ano anterior).

O percentual de crescimento no número de acidentes de trabalho no Ceará, entre 2006 e 2008, foi superior ao registrado no País no mesmo período: 45,9%. Em 2006, ocorreram no Brasil 512.232 acidentes de trabalho, número que chegou a 659.523 em 2007 e a 747.663 em 2008. Nesta quarta-feira, 28/4, Dia Mundial de Saúde e Segurança no Trabalho o MPT divulgará, em todo o País, os números de denúncias, ações judiciais e empresas acusadas de descumprir normas de saúde e segurança no trabalho, bem como a quantidade de Termos de Ajustamento de Conduta firmados entre o ano de 2009 até abril de 2010.

UMA MORTE A CADA TRÊS HORAS

A cada três horas, uma pessoa morre por acidente de trabalho no Brasil. Em 2008, foram 2.757 vítimas fatais no País (pouco menos que os 2.845 óbitos registrados em 2007 e os 2.798 verificados em 2006). Em todo o mundo, dados compilados pela OMS indicam que 2 milhões de trabalhadores morrem anualmente em razão de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, o que equivale a 5,5 mil mortes diárias (três a cada minuto em todo o planeta). Os setores de construção civil, indústria e transportes (envolvendo motoristas e motociclistas) despontam como os que registram maiores índices de acidentes de trabalho nos últimos anos em todo o País.

No campo das doenças relacionadas ao trabalho, ainda é grande a incidência em agricultores que trabalham com aplicação de agrotóxicos sem a utilização dos equipamentos de proteção individual necessários e exigidos por lei. Outras categorias como digitadores, bancários e empregados em áreas administrativas sofrem, com freqüência, de LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e Dort (doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho) e são obrigados a se licenciar de suas atividades em razão de fortes dores.”

(Site do MPT-CE)

TCM invstiga diárias de vereadores de Barbalha

Os vereadores da cidade de Barbalha (Região do Cariri) estão sendo investigados pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) por causa de diárias que receberam entre os dias 21 e 28 de janeiro. Eles viajaram com destino à Fortaleza. Mas o que chamou a atenção do órgão é que nove dos 10 parlamentares viajaram no mesmo período e com valores de diárias diferentes e receberam, no mês de janeiro, R$ 6.651,00.

O vereador e presidente da Câmara, Flávio Cruz (PMDB), alega que no mês de janeiro coincidiu de sair à liberação de todos os recursos pedidos dos vereadores para irem à capital. A vereadora Desireé de Sá (PTB) afirma que sua ida a Fortaleza foi com o intuito de fechar algumas ações pendentes na secretaria estadual de Desenvolvimento Agrário.

Prefeita nomeia 968 professores aprovados em concurso

“A prefeita Luizianne Lins (PT) assinou, na última quinta-feira (22), a nomeação de 968 professores aprovados no último concurso para efetivos da Secretaria Municipal de Educação (SME). Esses professores já estão sendo lotados nas escolas do Município. O concurso foi realizado em setembro de 2009.

No último dia 7, os novos profissionais já haviam sido recebidos pela secretária de Educação, Ana Maria Fontenele, num evento que simbolizou a chegada desses professores à Rede de Ensino de Fortaleza. Na ocasião, eles participaram de um seminário que expôs o funcionamento das escolas municipais e mostrou a importância da educação para a cidade de Fortaleza.

Atualmente, são 10.500 professores efetivos na Rede Municipal de Educação em Fortaleza. Com os novos aprovados serão mais de 11.700 professores efetivos nas 463 escolas e creches da Prefeitura.”

(Site da Prefeitura)

PV do Ceará divulga nota de repúdio ao assassinato de ambientalista

O Partido Verde divulga, nesta quarta-feira, na imprensa, esta nota de pesar pelo assassinato do líder comunitário José do Tomé, de Limoeiro do Norte, assassinado na última semana com 19 tiros. Confira a nota:

O Ceará inteiro sentiu-se ferido na última semana com o assassinato do ambientalista José Maria Filho, em Limoeiro do Norte. O Partido Verde do Ceará e de Fortaleza, consternados e agredidos em seu valor primeiro, a defesa da vida, vem a público manifestar condolências à família e às comunidades a que pertencia este valioso líder.

O Partido Verde defende que nenhuma intervenção econômica e tecnológica elimine a sustentabilidade da natureza, ameace a vida e prejudique as comunidades localizadas nas áreas de intervenção. Nesse sentido, a luta de José Maria Filho pela preservação das comunidades agroecológicas e contra o uso abusivo de agrotóxicos coincide não apenas com os nossos princípios, mas também com as lutas de Chico Mendes, da Irmã Doroty Stang e com os anseios de toda a sociedade brasileira.

Em nome de todos os ambientalistas do Ceará, conclamamos que nossa indignação não seja vão, e que o Estado, por meio da Justiça, esclareça rapidamente e dê uma resposta à sociedade quanto a esse atentado.

Partido Verde do Ceará
Partido Verde de Fortaleza

Ciro, Chávez e o Brasil

Confira artigo da jornalista Eliane Catanhêde sobre a saída de Ciro Gomes do páreo presidencial.

Ciro Gomes sai da disputa presidencial por uma porta, e Hugo Chávez chega ao Brasil por outra. E daí, o que uma coisa tem a ver com a outra?
É que falamos aqui de um estilo semelhante de fazer política: nos cascos, ou seja, na base do confronto, da polêmica, de uma batalha (sobretudo verbal) atrás da outra, como se a política e a própria vida fossem uma guerra diária e eterna.

O resultado é que Hugo Chávez esconde o que ele fez de bom e expõe o que faz de ruim e racha a Venezuela ao meio. Enquanto Ciro conseguiu se indispor simultaneamente com Lula, FHC, Serra, Dilma, PT, PSDB, PMDB e o seu próprio partido, o PSB, que lhe deu um belo pé, digamos, no traseiro. Conseguiu até a proeza de trocar o Ceará, onde ele é rei, por São Paulo, onde não é nada.

Ciro terá dificuldade para encontrar um rumo na atual campanha. Vai acabar indo com Lula e com Dilma, mas com evidente mal-estar de lado a lado. E, aliás, indo para onde?

Ciro não pode mais concorrer no Ceará, e Lula deu um nó nele, ao prometer mundos, fundos e a candidatura ao governo de São Paulo –que o PT lhe negou. Não é candidato a presidente, nem a governador, nem a senador e, depois de tudo o que disse contra a Câmara e contra o mandato de deputado federal, vai ser ridículo concorrer à reeleição. E agora, José? E agora, Ciro?

Cumpre-se assim a profecia e a articulação de Lula para uma eleição polarizada, que pode até pegar fogo. Mas Serra e Dilma se esmeram para ser o oposto de Ciro e de Chávez. Até porque o padrão brasileiro e, portanto, deles, foi dado por Fernando Henrique e Lula, que são negociadores, contemporizadores, orgulham-se de somar, não de dividir, e são craques em falar aquilo que o interlocutor quer ouvir.

Vejamos Serra e Dilma agora. Tentam driblar o próprio temperamento, se fazem de bonzinhos e fogem de posicionamentos polêmicos. Nada de falar em público sobre revisão da lei de anistia para investigar torturador, nada de se comprometer com legalização de bingos, nada de se assumir contra ou a favor da jornada de 40 horas, nada de falar mal de partidos, de políticos adversários…

O momento é de falar o que a maioria (dos eleitores) quer ouvir.

Um exemplo? Ciro acaba de dizer que Serra é “mais capaz, mais preparado e mais legítimo” do que Dilma, mas ela engoliu em seco e acenou com a bandeira branca, chamando-o para sua campanha.

Outro exemplo? Serra acaba de defender a perenização (nem sei se essa palavra existe…) da Zona Franca de Manaus, tentando agradar o Amazonas, Estado que dá recordes de vitórias a Lula e de derrotas aos tucanos pelo temor, justo ou não, de que um governo Serra acabe com essa fantástica fonte de recursos, desenvolvimento e emprego.

A questão é que a eleição passa, e o futuro presidente e seu governo ficam. Entre o que se diz (ou não diz) numa campanha e o que se faz num governo, há uma diferença monumental.

Nem Serra nem Dilma e muito menos Marina Silva são Chávez ou Ciro, mas nenhum dos três chega a ser também Fernando Henrique ou Lula. Nem no temperamento, nem no estilo, nem nas crenças, nem na visão de país e de mundo. E são bem mais brigões. Dê no que dê, os próximos anos tendem a ser agitados. E com algumas grandes surpresas.

Ator Guilherme Fontes é condenado por sonegação fiscal

“O ator e diretor Guilherme Fontes foi condenado a três anos, um mês e seis dias de prisão por sonegação fiscal, em processo que corre desde junho de 2007, na 19ª Vara Criminal do Rio de Janeiro.

Graças a uma decisão judicial do início deste mês, porém, Fontes não será preso. Sua punição será o pagamento de 12 cestas básicas no valor de R$ 1 mil cada.

Metade delas será entregue à creche do Hospital Colônia de Curupaiti, em Jacarepaguá, e outra metade para a fundação Colibri – Associação de Assistência ao Excepcional, na Lagoa.

Além disso, o ator prestará serviços comunitários durante o mesmo período em que ficaria recluso, com uma carga horária de 7 horas semanais. O ator teria entrado com um recurso contra a sentença.

A ação judicial refere-se ao período entre 1995 e 1997, quando Fontes iniciou a captação de recursos para o longa “Chatô – o rei do Brasil”, projeto que foi abortado em 1999 pelo Ministério da Cultura, devido a suspeitas de utilização indevida do dinheiro público na produção. A realização do filme estava orçada em R$ 12,5 milhões.

De acordo com a sentença, a empresa Guilherme Fontes Filmes Ltda deixou de pagar aos cofres públicos o valor de R$ 258.432,05, durante o período. Na época, Fontes teria emitido notas fiscais da cidade de Guararema, em São Paulo, ao invés de emiti-las no Rio de Janeiro, onde funcionava a sede de sua empresa.”

(Globo Online)

Guimarães é reconduzido para função de coordenador da bancada federal

O deputado José Guimarães (PT-CE) foi reconduzido, por decisão unânime, ao cargo de coordenador da bancada do Ceará no Congresso Nacional. A decisão foi tomada em reunião, nesta noite de terça-feira, em Brasília, com a presença de 19 parlamentares.

A principal tarefa para este ano, segundo Guimarães, será o acompanhamento da execução das emendas orçamentárias da bancada – quase meio bilhão de Reais – para serem investidos no Estado em 2010.

“O maior feito da bancada cearense em 2009 foi a alocação de R$ 492 milhões de emendas na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2010. Por isso, assegurar o empenho destes recursos é a principal tarefa para este ano”, adiantou o parlamentar.

O coordenador garantiu ainda que trabalhará pela execução dos projetos prioritários Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza. “Outro desafio é ajudar o governador Cid Gomes e a prefeita Luizianne Lins a terem suas emendas liberadas. São todos investimentos estruturantes, projetos que já estão em execução e precisam ser acompanhados”, assegurou.

Governistas fecham acordo para reajuste de 7% de aposentados

“Governistas fecharam acordo nesta terça-feira para reajustar em 7% as aposentadorias acima de um salário mínimo. Esse índice é menor que os 7,71% defendidos inicialmente pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), mas fica acima dos 6,14% propostos pelo governo.

Governo insiste em reajuste de 6,14% para aposentados
Lula discute reajuste de aposentados com ministros
Lula sinaliza que pode vetar aumento de aposentadorias

Jucá, o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vacarezza (PT-SP), os ministros Guido Mantega (Fazenda), Alexandre Padilha (Relações Institucionais) e Carlos Gabas (Previdência) se reuniram na tarde desta terça-feira com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo Jucá, o presidente sinalizou que se houver entendimento da base aliada nas duas Casas em torno do reajuste de 7%, não haverá veto à proposta. O reajuste é retroativo a janeiro e deverá custar R$ 7,8 bilhões.

Mais cauteloso, Vacarezza afirmou que o veto ou sanção presidencial é uma segunda etapa.

Agora, afirmou, o trabalho dele e de Jucá é pelo acordo entre deputados e senadores da base pelo teto de reajuste em 7%.

A previsão é que a MP seja votada na Câmara nesta quarta-feira.

Jucá e Vacarezza consideraram que qualquer aumento superior aos 6,14% é um “ganho a mais” para os aposentados. O líder na Câmara disse que esse percentual é “robusto” e que também é considerado limite pela equipe econômica. Mas com base na reunião desta tarde, acredita que Lula poderá ceder.

“Garantia total [de que o presidente Lula irá sancionar o reajuste de 7%] ainda não. Mas a política é a arte da construção e a palavra do relator e líder do governo na Câmara e do líder do governo no Senado garantindo os 7% dentro do acordo sem dúvida nenhuma essa proposta será sancionada pelo presidente”, disse Jucá.

O reajuste de 6,14% custaria R$ 6,7 bilhões à União. O aumento de 7% teria um impacto adicional de R$ 1,1 bilhão, enquanto um aumento de 7,71% geraria mais R$ 600 milhões em despesas para o governo além desse R$ 1,1 bilhão. Os dados são do próprio governo.”

(Folha Online)

Efeito Ciro – Patrícia Saboya quer disputar reeleição ao Senado

A primeira repercussão da saída de iro Gomes do páreo presidencial. Nesta noite de terça-feira, por meio de sua assessoria de imprensa, a senadora Patrícai Saboya (PDT) avisou: está de volta ao jogo da reeleição.

Ela rebate declarações do presidente regional do PDT, André Figueiredo, de que disputará cadeira de deputada federal e assegura que, diante de um novo cenário político que se abre com a perspectiva de Ciro vir fazer política no Ceará, coloca seu nome para a reeleição ao cargo de senadora.

Patrícia Saboya diz respeitar a opção de Figueiredo pelo professor Flávio Torres como candidato ao Senado – ele é seu suplente, mas reitera que quer disputar de novo a vaga que também lhe é de direito.