Blog do Eliomar

Últimos posts

Secretária diz que projeto “Fortaleza Cidade Sustentável” está ameaçado

Com o título “Fortaleza Cidade Sustentável. Um projeto ameaçado”, eis artigo da secretária Águeda Muniz, titular da pasta do Urbanismo e Meio Ambiente. Ela alerta sobre entrave burocrático que pode emperrar o projeto Cidade Sustentável, que precisa do aval do Senado, pois envolve empréstimo externo. Confira:

Desde 2013, a Prefeitura de Fortaleza trabalha, incansavelmente e entendendo o anseio de cidadãos e cidadãs que buscam uma cidade melhor para se viver, para implantar sua política de meio ambiente. Política que se transformou na Lei Nº 10.619/2017, aprovada na Câmara de Vereadores que representa os 2,6 milhões de fortalezenses.

Em 2014, a Prefeitura foi em busca de financiamento para o Programa Fortaleza Cidade Sustentável, conjunto de projetos da política ambiental do município, por meio de um empréstimo inédito no valor de US$ 150 milhões junto ao Banco Mundial. O Programa garante a implantação de projetos como o “Orla 100% Balneável”, a urbanização do Parque Raquel de Queiroz, o Parque da Lagoa da Viúva, mais Ecopontos na cidade, dentre outros projetos que irão impactar positivamente na vida das pessoas, em especial daquelas que mais precisam. É o primeiro empréstimo totalmente voltado às questões ambientais na cidade, ressaltando-se que o Banco Mundial vem utilizando o modelo de Fortaleza como melhor prática em estruturação de projetos em cidades onde está operando.

No entanto, o Fortaleza Cidade Sustentável está ameaçado. Para que os US$ 150 milhões sejam investidos em melhorias ambientais, precisamos da autorização do Senado Federal. Sabe-se que o projeto esteve na Casa Civil da Presidência da República por mais de 120 dias aguardando somente o encaminhamento para o Senado.

Surpreendentemente, o Fortaleza Cidade Sustentável sofreu, neste mês, um revés inusitado: enquanto o tempo normal para liberação desses projetos é de 24 ou 48 horas, o processo de Fortaleza foi devolvido ao Ministério da Fazenda sem nenhuma justificativa técnica e contrariando todos os ritos normais.

Haveria alguma justificativa política, tendo em vista que o Senado Federal é presidido, hoje, por um cearense que já havia se comprometido com a aprovação da matéria? Espera-se que os interesses maiores dos fortalezenses estejam acima de qualquer querela ou interesse menor da política. Ou será que estamos sem prestígio para fazer andar o processo no âmbito federal?

Em nome dos legítimos interesses da Capital, Fortaleza, sua gestão e seus cidadãos, além do Banco Mundial, concluíram o Fortaleza Cidade Sustentável enquanto projeto. Espera-se, portanto, o mesmo empenho no âmbito federal para que tenhamos uma Fortaleza mais Sustentável a partir de 2019.

*Águeda Muniz

aguedamuniz@uol.com.br

Secretária Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Dia 30 – CDL entrega prêmio aos vencedores do tema “Centro da Cidade: uma cidade no centro”

O radialista e ex-senador Cid Carvalho será homenageado pela CDL de Fortaleza com o Troféu Imprensa José de Alencar, dia 30, na sede da entidade, no Centro.

Na ocasião, também será entregue o Prêmio CDL de Comunicação aos vencedores do tema “Centro da Cidade: uma cidade no centro”. Ao término das duas solenidades haverá a confraternização com a imprensa.

Mega-Sena tem prêmio de R$ 37 milhões neste sábado

A Mega-Sena paga neste sábado (17) um prêmio de R$ 37 milhões para quem acertar sozinho as seis dezenas do concurso 2.098. As apostas podem ser feitas até 19 horas (horário de Brasília), com aposta mínima de R$ 3,50.

A Quina também se encontra acumulada, após não haver acertador no concurso dessa sexta-feira (16). Os números sorteados foram: 04 – 31 – 34 – 64 e 76. O prêmio é de R$ 1,3 milhão e a aposta mínima é de R$ 1,50.

Mais de 900 médicos fazem prova do Revalida neste sábado

184 1

A segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2017 será feita neste fim de semana por mais de 900 médicos. A prova será aplicada hoje (17) e amanhã (18) em Brasília, Curitiba, São Luís, Manaus e Belo Horizonte.

O Revalida reconhece os diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem trabalhar no Brasil. O exame é feito tanto por estrangeiros formados em medicina fora do Brasil, quanto por brasileiros que se graduaram em outro país e querem exercer a profissão em sua terra natal.

A segunda etapa do Revalida é uma prova de habilidades clínicas na qual o participante percorre 10 estações para resolução de tarefas sobre investigação de história clínica, interpretação de exames complementares, formulação de hipóteses diagnósticas, demonstração de procedimentos médicos e aconselhamento a pacientes ou familiares.

São dois dias de prova e dois turnos de aplicação em cada um. As provas do primeiro turno começam às 13h e as do segundo turno, às 17h. Os portões são fechados meia hora antes.

Os horários estão detalhados no cartão de confirmação e no edital do Revalida – segunda etapa. É obrigatória a apresentação do original de um documento oficial de identificação com foto para a realização das provas.

A exigência do Revalida foi um dos pontos anunciados pelo presidente eleito Jair Bolsonaro como requisito para a participação de profissionais cubanos no programa Mais Médicos.

(Agência Brasil)

Tasso e um PSDB pró-Bolsonaro ou oposição

267 2

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (17):

O PSDB do Ceará faz reunião hoje, no fim da tarde, sob comando do senador Tasso Jereissati. Na pauta, fechar posição a ser levada ao encontro da executiva nacional do partido, convocada pelo governador eleito João Doria e que ocorrerá em São Paulo, na próxima quinta-feira.

Os tucanos apregoam reestruturação já nos Estados e na cúpula nacional, mas Doria quer mais: levar a tucanada para a base de apoio do futuro governo de Jair Bolsonaro. Em meio a esse debate, há um outro ingrediente político: nesta semana, FHC foi procurado pelo senador Randolfe Rodrigue (Rede/AP) que quer Tasso como candidato do bloco PSB/PPS-Rede disputando a presidência do Senado.

Por enquanto, Tasso, acerca desse mote, fecha seu bico tucano. Nada de tratar publicamente do assunto que, no entanto, deixa uma certeza: o PSDB terá mesmo que repensar seu futuro. Do contrário, acabará perdendo mais espaços do que já perdeu na última peleja eleitoral. Ou alguém acredita que Doria não muda as penugens até o nascer do novo olimpo brasiliense?

Com melhor campanha no returno da Série B, Londrina “morre na praia”

Com 11 jogos de invencibilidade – sete vitórias e quatro empates – e com a melhor campanha no returno da Série B, o Londrina decepcionou quase 25 mil torcedores que superlotaram o Estádio do Café, na noite dessa sexta-feira (16), que esperavam a equipe paranaense entrar no G4, na penúltima rodada da competição. Melhor para o CRB, que venceu por 2 a 1 e deixou a zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Londrina se manteve na sétima colocação e praticamente deu adeus ao sonho do acesso à Série A. O time paranaense ainda poderá ser superado pelo Vila Nova, que neste sábado (17) recebe o Criciúma.

Ponte Preta, CSA, Goiás, Avaí, Atlético Goianiense e Vila Nova ainda brigam por três das quatro vagas de acesso à elite do futebol brasileiro. O Fortaleza, campeão da Série B por antecipação, garantiu o acesso há três rodadas.

Já Paysandu, Criciúma, Oeste, CRB, Figueirense e São Bento ainda lutam contra o rebaixamento. Sampaio Corrêa, Juventude e Boa Esporte já estão rebaixados.

(Foto: Reprodução)

Roberto Cláudio visita neste sábado as obras de reforma e ampliação de Escola de Tempo Integral na Granja Lisboa

O prefeito Roberto Cláudio visita neste sábado (16), a partir das 9 horas, as obras de reforma e ampliação de Escola de Tempo Integral na Granja Lisboa. A secretária municipal da Educação, Dalila Saldanha, também estará presente.

O equipamento municipal atende cerca de 430 alunos do 6º ao 9º ano. A primeira etapa das obras de requalificação inclui cozinha, refeitório, biblioteca, quatro salas de aula, sala dos professores, vestiários masculino e feminino, banheiros com acessibilidade, bloco administrativo, nova caixa d’água e a nova entrada da escola com o estacionamento. Na segunda etapa, serão contemplados o auditório e outras áreas comuns.

A obra prevê investimento de R$ 3,3 milhões. Para a primeira etapa, já foram investidos R$ 1,7 milhão, mais investimento de R$ 122 mil em equipamentos e mobiliário.

A requalificação faz parte do convênio do Governo do Estado com a Prefeitura de Fortaleza que, ao todo, vai beneficiar seis Escolas de Tempo Integral da Rede Municipal de Ensino. Em julho deste ano, a Prefeitura entregou a ETI Filgueiras Lima e, em agosto, foi assinada a ordem de serviço para reforma e ampliação da ETI Aldemir Martins. No último mês de setembro, ocorreu a entrega da ETI José Carvalho.

O mesmo pacote inclui, também, as Escolas de Tempo Integral Professora Antonieta Cals e Maria do Socorro Alves Carneiro. A iniciativa contempla, ainda, as obras da Academia do Professor, centro de formação e assistência aos profissionais da Rede Municipal de Ensino em Fortaleza.

As Escolas de Tempo Integral são a principal política pública desenvolvida pela Prefeitura de Fortaleza para garantir a Educação em Tempo Integral. A Rede Municipal já conta com 23 ETIs – antes de 2013, não possuía nenhum equipamento do tipo.

Nessas unidades, os estudantes vivenciam rotinas e práticas para uma formação interdisciplinar, com o apoio de equipes pedagógicas de formação especializada. Nas ETIs, os alunos contam com três refeições diárias e acompanhamento pessoal realizado pelos Professores Diretores de Turma, além de disciplinas que pautam temas como protagonismo e projeto de vida, disciplinas eletivas escolhidas por professores e alunos.

(Prefeitura de Fortaleza / Foto: Arquivo)

PSL entrega prestação de contas retificadora da campanha de Bolsonaro

A coordenação da campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro apresentou, na noite dessa sexta-feira (16), a prestação de contas retificadora, cumprindo o prazo estabelecido pelo relator do processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso. A assessoria técnica do TSE verificou inconsistências na prestação entregue anteriormente e Barroso pediu esclarecimentos e documentação complentar.

No total são nove documentos com demonstrativos de receitas e despesas, extratos bancários, qualificação dos representantes legais da campanha, notas explicativas e sobras de campanha, subdivididos em vários itens.

O PSL apresentou, por exemplo, o aditivo do contrato com a AM4 Brasil Inteligência Digital, no valor de R$ 535 mil, para prestação de serviços de mídia digital, incluindo análise, monitoramento e criação de conteúdo para redes sociais, bem como administração do site, coordenação de equipe e produção dos programas eleitorais. Juntou a nota fiscal da gráfica Stamp, no valor de R$ 28.800.

Também foi anexado o contrato com a Matrix Produção de Eventos para contratação de recepcionistas, confecção de pulseiras e fornecimento de rádios de comunicação, no valor de R$ 32 mil. A campanha incluiu na prestação de contas o contrato de produção audiovisual com a empresa Studio Eletrônico, para produção de vídeos e dos programas eleitorais, no valor de R$ 525 mil.

Em outros documentos, a campanha informa a transferência de recursos da campanha de Bolsonaro para as eleições dos filhos do presidenciável, Eduardo e Flávio, que concorreram a deputado federal e senador, respectivamente. Lista ainda os doadores dos recursos repassados.

Nota explicativa do escritório de advovocacia Kufa mostra o lançamento de sobra de campanha do vice Hamilton Mourão, no valor de R$ 10 mil. Foram anexados contratos de serviços de segurança, com diárias de R$ 500, e comprovantes de depósitos.

Segundo o TSE, a análise e o julgamento das contas do presidente eleito são requisitos para que ele possa receber o diploma eleitoral. A solenidade de diplomação de Bolsonaro e de Mourão foi agendada para o dia 10 de dezembro, às 16h, no plenário do TSE.

(Agência Brasil)

Médicos fazem neste sábado exame para validar diploma obtido no exterior

A segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2017 será aplicada amanhã (17) e domingo (18) em Brasília (DF), Curitiba (PR), São Luís (MA), Manaus (AM) e Belo Horizonte (MG). Mais de 900 médicos farão as provas, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Revalida reconhece os diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem atuar no Brasil. O Exame é feito tanto por estrangeiros formados em medicina fora do Brasil, quanto por brasileiros que se graduaram em outro país e querem exercer a profissão em sua terra natal.

A segunda etapa do Revalida é uma Prova de Habilidades Clínicas na qual o participante percorre dez estações para resolução de tarefas sobre investigação de história clínica, interpretação de exames complementares, formulação de hipóteses diagnósticas, demonstração de procedimentos médicos e aconselhamento a pacientes ou familiares.

São dois dias de prova e dois turnos de aplicação em cada um. As provas do primeiro turno começam às 13h e as do segundo turno, às 17h. Os portões são fechados meia hora antes. Os horários estão detalhados no Cartão de Confirmação e no Edital do Revalida – 2ª Etapa. É obrigatória a apresentação de via original de documento oficial de identificação com foto para a realização das provas.

Mais Médicos

A exigência do Revalida foi um dos pontos anunciados pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, como requisito para a participação de Cuba no programa Mais Médicos. Para as autoridades cubanas, o governo eleito questiona a preparação dos médicos ao exigir que eles se submetam à revalidação do título para serem contratados. Após declarações de Bolsonaro, Cuba decidiu deixar o programa.

O programa Mais Médicos foi criado em 2013, na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, para levar médicos a regiões distantes e periferias do país. A vinda dos médicos cubanos foi acertada por meio de convênio firmado entre os governos brasileiro e de Cuba, por meio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), e que dispensava a validação do diploma dos profissionais. Na ocasião, o acordo foi questionado por entidades médicas brasileiras.

Desde que foi criado, em 2011, o Revalida é considerado uma prova com alto grau de dificuldade. No primeiro ano de aplicação, 12,13% dos participantes foram aprovados. Em 2012, a porcentagem caiu para 9,85% e, em 2013 chegou ao mínimo para 6,83%. Em 2014, os aprovados aumentaram para 32,62% e, em 2015, aqueles que conquistaram o direito de atuar no Brasil atingiu o nível recorde de 42,15% dos participantes.

Na primeira etapa do Revalida, realizada no ano passado, os médicos fizeram uma avaliação escrita composta por prova objetiva de 100 questões de múltipla escolha, e uma discursiva, com cinco questões. Se inscreveram no Revalida 8.735 candidatos de 56 nacionalidades.

Os brasileiros eram maioria dos inscritos, representando 59% dos participantes. Médicos bolivianos representavam 16% dos inscritos, enquanto os cubanos, 10%. Em relação à origem do diploma, o maior número de participantes se formou em medicina na Bolívia, 55%. Cuba, com 16% e Paraguai, 12%, vinham na sequência.

(Agência Brasil)

Recital gratuito neste fim de semana no Theatro José de Alencar

A Fundação Raimundo Fagner apresenta neste sábado (16) o recital “De Sombra e Luz”, no Theatro José de Alencar.

O espetáculo conta com 60 jovens entre coro, flautas doce e violões na Orquestra, diante do resgate de grandes compositores do período da música barroca.

As apresentações gratuitas acontecem a partir das 18 horas deste sábado e a partir das 17 horas do domingo.

(Foto – Arquivo)

Em reação à nova equipe econômica, dólar cai e Bovespa sobe

O mercado financeiro reagiu ao anúncio dos novos nomes da equipe econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro, com a cotação da moeda norte-americana encerrando a semana em queda e o índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo, registrando alta no fechamento do pregão. O dólar comercial fechou a semana em baixa de 1,28%, cotado a R$ 3,7372 para venda, mantendo a tendência de queda nos últimos pregões da semana. A moeda norte-americana ainda acumula uma valorização de 14% no ano em relação ao real.

O índice B3 terminou o pregão de hoje (16) em forte alta de 2,96%, com 88.515 pontos. As ações das grandes companhias, chamadas de blue chip, seguiram a tendência com Petrobras encerrando a semana em valorização de 2,91%, Vale com mais 1,70%, Itau subindo 3,05% e Bradesco em alta de 4,28%. Os papéis da Eletrobras também fecharam com destaque positivo, com alta de 8,60%.

(Agência Brasil)

Eunício articula liberação de R$ 33 milhões para obra hídrica em Crateús

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), afirmou no início da noite desta sexta-feira (16), por meio das redes sociais, a liberação de R$ 33,7 milhões para as obras da barragem do açude Lago de Fronteiras, em Crateús, no sertão cearense, a 350 quilômetros de Fortaleza.

No final do ano passado, a obra havia sofrido contingenciamento nO valor total de R$ 170 milhões.

Ministro propõe que médicos oriundos do Fies substituam cubanos

218 1

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse hoje (16) que vai sugerir à equipe de transição, na próxima semana, substituir as vagas abertas com a partida dos cubanos, no programa Mais Médicos, por profissionais formados com recursos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Segundo ele, o tema foi analisado por técnicos e deve ser agora debatido em nível político.

“Uma das propostas que nós vamos apresentar é essa, como outras propostas que estamos trabalhando não só na questão do Programa Mais Médicos, mas também de outras questões do Ministério da Saúde”, disse Occhi ao participar da cerimônia de inauguração das instalações do Centro Especializado em Reabilitação (CER IV), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O ministro não detalhou a proposta que será apresentada à equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro. O Fies é um fundo de financiamento para estudantes de baixa renda. Um período depois de formados, os estudantes passam a pagar as mensalidades que foram financiadas. Os valores variam de acordo com a negociação prévia feita no momento da matrícula.

Exigências

O ministro disse que até a próxima terça-feira (20) será lançado o edital para a contratação de médicos nas vagas que surgirem com o desligamento de profissionais cubanos. Eles devem ser substituídos por médicos brasileiros que tenham o número de inscrição no Conselho Regional de Medicina (CRM), obtido no Brasil e que possam fazer a opção de trabalhar no Programa Mais Médicos.

“Em um segundo momento, depois de um determinado período, vamos abrir para os médicos brasileiros formados no exterior. Acreditamos que existe um universo de cerca de 15 a 20 mil médicos aptos a participar do edital e a nossa ideia é fazer isso imediatamente ainda agora em novembro nós já temos médicos que tenham condições já escolhendo seus lugares para trabalhar.”

Vagas

Occhi indicou ter certeza de que as vagas serão ocupadas, ainda que em chamadas iniciais para o programa os médicos brasileiros não tenham apresentado grande interesse em participar. “Acredito que sim [as vagas serão ocupadas], até porque, no último edital que fizemos no ano passado, tivemos mais de 20 mil inscritos brasileiros. Depois, eles não foram para os lugares, aí utilizamos em uma segunda chamada o médico estrangeiro. Acreditamos que sim, já que essa é uma grande oportunidade.”

De acordo com o ministro, o governo federal vai atuar em parcerica com os municípios e a sociedade médica de uma maneira geral. “É uma ação que o governo federal vai capitanear, mas há um envolvimento de todos.” Segundo ele, ainda não foi definido um cronograma de saída dos profissionais cubanos do Mais Médicos.

“Não tem uma definição. Isso é uma decisão do governo de Cuba de retirá-los. Nós estamos trabalhando de forma emergencial, para que na medida em que o médico cubano saia, ele tem a decisão de sair, mas que a gente tenha outros profissionais brasileiros que possam ocupar este lugar.”

(Agência Brasil)

Geração de energia eólica já cresceu 27% neste ano

A produção de energia eólica em operação no Brasil, entre janeiro e setembro de 2018, foi 27% superior à geração no mesmo período do ano passado. Segundo a Veja Online, as usinas movidas pela força do vento somaram 5.085,5 MW médios entregues ao longo do ano passado frente aos 4.327 MW médios gerados no mesmo período de 2017.

A representatividade da fonte eólica em relação a toda energia gerada no período pelas usinas do Sistema alcançou 8,1%. A fonte hidráulica foi responsável por 71,6% do total e as usinas térmicas responderam por 20,3%.

Os números exclusivos são da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica.

(Foto – Ilustrativa)

Acrísio repudia saída de cubanos do Programa Mais Médicos. O Ceará está ameaçado

299 1

Acrísio Sena reage à saída dos cubanos: “menos médicos e mais sacrifício pro povo pobre“

O vereador Acrísio Sena (PT), também deputado estadual eleito, afirmou, nesta sexta-feira, estar “indignado” com a saída dos profissionais cubanos do programa Mais Médicos por conta de críticas disparadas durante e depois da campanha pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). “Trata-se de um prejuízo gigantesco para as populações pobres e vulneráveis do Brasil e do Ceará”, afirmou, lembrando que 118 dos 184 municípios do Ceará contavam com o Programa, “um dado alarmante”.

Para o deputado estadual eleito, o anúncio de Cuba, após provocações e questionamentos feitos pelo presidente eleito Bolsonaro, trará graves consequências à saúde brasileira impactando de forma mais intensa nas regiões norte e Nordeste.

Ceará

No Ceará, 448 médicos faziam uma cobertura da saúde da família em 118 municípios. “A população vulnerável não contará com soluções a curto prazo, pois são vagas em locais ermos, rejeitadas pelos médicos brasileiros”, lembrou Acrisio Sena, acrescentando que este é mais um capítulo das “desastrosas relações diplomáticas do presidente eleito, que já havia anunciado que iria expulsar os médicos cubanos do Brasil”.

O Mais Médicos está em 4.058 municípios, cobrindo 73% das cidades brasileiras. 75% das áreas indígenas são cobertas por médicos cubanos.

(Foto – CMFor)

Processo de sucessão de Sergio Moro na Justiça Federal pode durar um mês

Após a saída de Sergio Moro da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba – exonerado nesta sexta-feira, 16, pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), desembargador Thompson Flores -, a cadeira do juiz da Lava Jato fica vaga até a conclusão do concurso de remoção, cujo edital deverá ser publicado nos próximos dias no Diário Oficial da União. A saída de Moro será válida a partir da próxima segunda-feira, 19.

A remoção é um concurso interno entre magistrados da Justiça Federal da 4ª Região, na qual Moro estava lotado. A 4ª Região compreende os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Os juízes que pretendem concorrer à vaga de Moro deverão apresentar interesse nos próximos dez dias.

O candidato deve ser escolhido pelo critério de antiguidade: primeiro, o tempo de trabalho como juiz federal da 4ª Região, depois, o tempo em que o candidato exerceu o cargo de juiz federal substituto e, por fim, o critério de classificação no concurso público.

O processo de seleção para o substituto de Moro deve durar cerca de um mês. Até lá, os processos serão conduzidos pela juíza substituta de Moro, Gabriela Hardt, que na quarta, 14, interrogou o ex-presidente Lula na ação penal do sítio de Atibaia (SP), na qual o petista é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A saída de Moro não leva à redistribuição dos processos da Lava Jato, que continuam sob competência da 13ª Vara Federal de Curitiba.

A deliberação sobre o pedido de remoção cabe ao Conselho de Administração do TRF-4. O ato de remoção é expedido pelo Presidente da Corte e publicado no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 4ª Região.

(Agência Estado/Foto – Folhapress)

Maracanaú assina contrato com o BID para obras viárias de infraestrutura e logística

Firmo e representante do BID no Brasil, Hugo Flórez Timorán.

O prefeito Firmo Camurça (PDSB), de Maracanaú, assinou, nesta tarde de sexta-feira, 16, o contrato com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 31,7 milhões – aproximadamente R$ 118,8 milhões. O recurso será destinado à execução do Programa do Transporte e Logística Urbana (Translog), um investimento histórico para esta cidade da Região Metropolitana de Fortaleza, segundo o prefeito. Agora, a Prefeitura aguarda apenas a liberação do recurso para iniciar as obras.

A assinatura do contrato, que aconteceu no escritório do BID, em Brasília, contou com a presença do representante do banco no Brasil, Hugo Flórez Timorán.

O vice-prefeito e deputado federal eleito Roberto Pessoa (PSDB), a deputada estadual Fernanda Pessoa (PSDB), o secretário de Infraestrutura de Maracanaú, Felipe Mota, o secretário de Relações Institucionais, Ésio de Souza Júnior, a Coordenadora Geral do Translog de Maracanaú, Lissa Albuquerque, além de representantes do BID e da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional marcaram presente no ato.

Conquista

Maracanaú é um dos poucos municípios do Brasil a conquistar um financiamento do BID. Os demais participantes, na grande maioria, são capitais e estados. No Ceará, além de Maracanaú, apenas Fortaleza e o Governo do Estado contam com financiamento do Exterior. Para conseguir essa captação financeira, o Município, desde 2014, vem atendendo uma série de requisitos, entre eles a austeridade fiscal, equilíbrio nas contas públicas e capacidade de pagamento, a realização de consultas públicas e elaboração de relatórios e documentos.

Translog

É um Programa, coordenado pela Secretaria de Infraestrutura, financiado pelo BID e por recursos do Tesouro Municipal. Possui como objetivo ampliar e qualificar a infraestrutura e mobilidade urbana de Maracanaú. Dentre as ações planejadas está à execução de obras de melhoria nos principais corredores da Cidade (avenidas e ruas), interligação dos bairros periféricos com a Região Central do Município, integração dos diversos modais de transporte (ônibus, metrô e bicicletas, através das ciclovias e ciclofaixas) e otimização da logística para escoamento da produção dos Distritos Industriais.

(Foto -BID)

XX Mostra Sesc Cariri de Cultura começa nesta sexta-feira por Juazeiro do Norte

Geraldo Azevedo,Elba Ramalho e Alceu Valença abrem a programação.

A 20ª edição da Mostra Sesc Cariri de Culturas será aberta hoje à noite, em Juazeiro do Norte, e vai se estender até terça-feira (20) com eventos em 26 cidades da região. Na abertura, haverá o show “Grande Encontro” com Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo.

Nessa programação, teatro, circo, dança, exposições, shows, rodas literárias, performances poéticas e mostras de cinema e vídeo. O objetivo é incentivar o intercâmbio cultural e a preservação da tradição popular, contribuindo para o desenvolvimento da região como destino turístico-cultural. Ao todo serão mais de 2.500 artistas e 300 atrações gratuitas, com uma estimativa de público de mais de 300 mil pessoas. Tudo vai até terça-feira (20).

Idealizada pelo Sesc, a mostra se consolidou como palco de difusão das mais diversificadas manifestações artísticas e culturais. De 1999 a 2018, mais de seis milhões de pessoas já acompanharam as atrações do evento. A participação de artistas também é crescente: na 1ª edição eram 250 e em 2018 chegam a 2.500.

Rota Cariri

A abrangência de programação da Mostra Cultural é outro marco. Partiu de um município (Crato) e percorrerá Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Brejo Santo, Nova Olinda, Altaneira, Araripe, Abaiara, Mauriti, Aurora, Porteiras, Penaforte, Barro, Jardim, Milagres, Missão Velha, Caririaçu, Jati, Antonina do Norte, Lavras da Mangabeira, Várzea Alegre, Assaré, Campos Sales, Santana do Cariri, Potengi, Salitre, Farias Brito e Tarrafas.

Este ano, a pluralidade de linguagens está representada nas diversas atividades culturais e artísticas de todo o Brasil. Entre os grupos de valorização da cultura de tradição estão os de reisado de congo, de baile, guerreiros, maneiro pau, maracatu, capoeira, banda cabaçal e outras manifestações populares. A descentralização das ações é garantida com a realização dos circuitos Patativa do Assaré, que leva espetáculos de rua pelos municípios, e o Tem Forró no Cariri – com artistas cearenses, valorizando essa expressão genuinamente nordestina.

(Foto – Divulgação))