Blog do Eliomar

Últimos posts

Fux nega pedido do INSS para suspender ações sobre auxílio permanente

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux negou hoje (18) pedido do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para suspender os processos judiciais que tratam do acréscimo de 25% no benefício mensal pago pela Previdência Social aos aposentados que necessitam de auxílio permanente. A decisão foi tomada por razões processuais.

Com a decisão, fica mantida a posição da Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que reconheceu o pagamento, em agosto do ano passado. Após o julgamento, o INSS recorreu ao Supremo e pediu a suspensão de todos os processos que tratam do assunto até que o STF e o STJ julguem o caso definitivamente.

O impacto econômico do tema é de aproximadamente R$ 5 bilhões, mas o pagamento só deve ocorrer após decisão final da Justiça.

Antes da decisão do STJ, o acréscimo era garantido somente para aposentados por invalidez que precisavam pagar um cuidador, por exemplo, conforme está previsto na Lei de Benefícios Previdenciários, norma que específica os benefícios aos quais os segurados têm direito.

A decisão serviu de base para outros processos que estão em tramitação na Justiça Federal em todo o país.

(Agência Brasil)

Um olhar para o Interior cearense

Com o título “Um olhar para o interior”, eis artigo do deputado estadual Romeu Aldigueri (PDT). Ele defende que a industrialização chegue, o desenvolvimento na agropecuária prospere e novas oportunidades de negócios surjam para proporcionar emprego e renda, principalmente para a juventude do interior.” Confira:

Somos quase nove milhões de cearenses. Do sertão ao litoral, em seus 184 municípios, o Ceará, por mais que tenha avançado em políticas de geração de emprego e renda, não consegue segurar o êxodo em direção à capital ou Região Metropolitana de Fortaleza.

A RMF – com seus 19 municípios – possui aproximadamente 4 milhões de habitantes. Ou seja, quase dois terços da população nasce e cresce nas outras 165 pequenas e médias cidades do interior. É por este motivo que devemos, como Estado e como gestores, olhar para esses municípios e enxergar seus diferentes problemas e potencialidades.

Grande parte do nosso interior é feito de cidades menores, mais pobres, com baixos índices de qualidade de vida. E tudo isso contribui para uma condição de vida dificultada, seja no acesso à eletricidade, água, escolas de qualidade, saúde, ao esporte e ao lazer.

É inegável o trabalho que já vem sendo feito: o Ceará é pioneiro em referência na questão da saúde e educação do Brasil, recordista na questão de investimento, eficiente na gestão fiscal.

Mas essas conquistas não alcançam a todos. Precisamos de políticas públicas efetivas para fazer com que o social avance, a industrialização chegue, o desenvolvimento na agropecuária prospere, e novas oportunidades de negócios surjam para proporcionar emprego e renda, principalmente para a juventude do interior.

Ao jovem do interior já foi dada a oportunidade de estudar em tempo integral, com curso técnico, e até concluir uma faculdade, mas quando conclui esses objetivos se vê estagnado sem oportunidade e a única saída que enxerga é o êxodo. Para isso, eu acredito muito no empreendedorismo, e o Estado precisa incentivar essas oportunidades que podem vir por meio do serviço, do comércio, do terceiro setor.

O objetivo é poder oferecer novas oportunidades e fixar cada vez mais essas pessoas onde nasceram, onde estão os pais, avós, familiares e amigos, no lugar onde gostariam de ficar e edificar suas famílias. O resultado será muito maior do que uma política pública para geração de emprego e renda. Será oferecer ao povo cearense interiorano, depois de tantas sujeitadas idas, o direito de permanecer.

*Romeu Aldigueri,

Deputado estadual do PDT.

(Foto – ALCE)

Bolsonaro irá ao Congresso entregar texto da reforma da Previdência

O presidente Jair Bolsonaro irá ao Congresso Nacional entregar a proposta da reforma da Previdência na quarta-feira (20), confirmou hoje (18) o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. Ele não informou o horário em que o texto será apresentado aos parlamentares.

Marinho deu a informação ao sair do Ministério da Economia. Na última quinta-feira (14), o secretário tinha adiantado alguns pontos da proposta. O texto prevê idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres dos setores público e privado, com 12 anos de transição para quem está próximo dessas idades.

O acordo foi resultado de uma negociação entre a equipe econômica e o presidente Bolsonaro. A equipe econômica tinha pedido idade mínima unificada de 65 anos para homens e mulheres, para os trabalhadores dos setores público e privado. O presidente gostaria de uma idade mínima de 65 anos para homens e 60 para mulheres. A área econômica defendia dez anos de transição, o presidente pedia 20 anos.

Além de entregar a proposta aos parlamentares, Bolsonaro fará um pronunciamento à nação na quarta-feira. Segundo Marinho, o presidente explicará a necessidade de mudar as regras de aposentadoria e de que forma a proposta será discutida no Congresso.

(Agência Brasil)

PR do Ceará quer indicar cargos federais

Enquanto sua mulher, a deputada estadual Dra. Silvana polemiza com projeto Escola sem Partido na Assembleia Legislativa, o maridão dela, o deputado federal Jaziel Pereira, briga, em Brasília, por indicação de cargos federais para o seu PR.

Jaziel é também o secretário-geral da legenda no Estado e avalia que o partido, um dos que trabalharam pela vitória de Jair Bolsonaro, deve ter seu espaço também para ajudar a administrar.

(Foto – Facebook)

Escola de Caucaia apostará em metodologia pró-valores humanos

Começou, nesta segunda-feira, a preparação das 39 professoras que serão responsáveis pelas aulas do Centro de Educação Infantil (CEI) Olga & Parsifal Barroso, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza.

Até a próxima sexta-feira, as profissionais estarão participando do processo de formação em Valores Humanos. A metodologia é baseada na promoção de valores como o amor, a justiça, a paz, a verdade, a ação correta e a não-violência, numa capacitação oferecida pelo Instituto Myra Eliane, em parceria com o Instituto Sathya Sai de Educação do Brasil.

O CEI atenderá 500 crianças em tempo integral, com aulas das 7 às 16 horas, e contará com o trabalho de mais de 80 profissionais de diferentes áreas.

Comentarista da GloboNews é convidado do Ideias em Debate da Fiec

O comentarista econômico João Borges, da GloboNews, dará palestra, em Fortaleza.

Ele será o primeiro convidado do ano do projeto Ideias em Debate, uma realização da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec). Borges vem falará para o empresariado sobre o cenário econômico do País no dia 12 de março, às 19 horas, na sede dessa entidade.

(Foto =- Divulgação)

Humorista Manguaça é atração no Shopping Benfica

O humorista Manguaça fará show gratuito, a partir das 19 horas desta terça-feira, no Shopping Benfica. O personagem se aproveita do estado alcoólico para falar algumas verdades na cara das pessoas.

Essa programação de humor acontece sempre às terças-feiras nesse polo de compras. A apresentação da próxima semana (26) será com a personagem Luana do Crato. Sempre na Praça de Alimentação.

(Foto – Reprodução)

Maranguape terá Pré-Carnaval com Cláudia Leite e Gabriel Diniz

Claudinha já virá com a sua barriguinha de grávida.

A cidade de Maranguape (Região Metropolitana de Fortaleza) vai ter Pré-Carnaval nesta sexta, 22, e sábado, 23, na praça que fica rua Major Agostinho.

Dois blocos farão a animação: o Arroxo, puxado por Cláudia Leite e É o Tchan, simpático à Prefeitura; e o Fantástico, puxado por Gabriel Diniz – homem da Jennifer, e Jonas Esticado, simpático à oposição.

(Foto – Divulgação)

“Banco Central independente já!”, defende membro do Conselho Federal de Economia

96 1

Com o título “Banco Central independente já!”, eis artigo de Lauro Chaves Neto, membro do Conselho Federal de Economia. “Em países onde o Banco Central é independente, a inflação costuma ser mais baixa, o crescimento mais elevado e a capacidade de reagir a crises…” diz o articulista. Confira:

O debate sobre as vantagens e desvantagens de institucionalizar a autonomia do Banco Central faz parte da agenda brasileira das últimas décadas e, agora, após um ciclo de relativa independência informal nos 16 anos dos Governos de FHC e Lula, seguidos de uma intervenção política forte, além de desastrada, no Governo Dilma e de uma nova autonomia informal no Governo Temer, a sociedade brasileira pode, finalmente, decidir com conhecimento de causa.

Quanto mais democrático for um país, normalmente maior será a independência do BC. Verifica-se essa independência nos Estados Unidos, na Europa, nos países escandinavos e na Oceania. Ultimamente, países emergentes da Ásia, como Tailândia, Indonésia e Índia, e da América Latina, como México, Chile e Colômbia, adotaram a independência.

Em países onde o Banco Central é independente, a inflação costuma ser mais baixa, o crescimento mais elevado e a capacidade de reagir a crises, maior; estes resultados são produtos da gestão técnica da política monetária, sem interferência política ou do calendário eleitoral. A estabilidade monetária cria um ambiente mais favorável à retomada dos investimentos, condição necessária, porém não suficiente, para o desenvolvimento econômico.

Existem argumentos contrários como o caráter político da decisão sobre os demais impactos da política monetária, como por exemplo, o nível de emprego e a atração de investimentos estrangeiros; o risco de uma política fiscal excessivamente expansionista, já que o controle inflacionário fica concentrado na autoridade monetária; e uma descoordenação entre a política implementada pelo Banco Central e aquela definida pelo governo.

Longe de ser uma panaceia, a independência formal do Banco Central (BC) não solucionaria muitos dos graves problemas da economia brasileira; no entanto, a experiência internacional mostra que os países que institucionalizaram a autonomia, em média, estiveram em melhor situação do que os que não fizeram isso. n

*Lauro Chaves Neto

Economista e membro do Conselho Federal de Economia.

RAIS 2018 – Aberto prazo para envio de declarações

O período para entrega da declaração da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2018 começou nesta segunda-feira (18). O preenchimento e envio desse documento é obrigatório para todos os estabelecimentos dos setores público e privado, inclusive para aqueles que não registraram vínculos empregatícios no exercício. O prazo final é 5 de abril, informa a assessoria de imprensa do Ministério da Economia.

Segundo o coordenador de Identificação Profissional e Estudos da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, Mário Magalhães, a declaração da Rais é de extrema importância para trabalhadores, empregadores e para o governo. “É importante respeitar essa data para que nenhum trabalhador ou empregador sofra prejuízo. O trabalhador que não estiver cadastrado na Rais não terá como sacar o Abono Salarial e o Seguro-Desemprego, e poderá ser prejudicado na contagem de tempo para a aposentadoria e outros direitos trabalhistas”, salienta o coordenador.

Quem não entregar a declaração da Rais no prazo estabelecido ou fornecer informações incorretas pagará multa. Os valores, que variam conforme o tempo de atraso e o número de funcionários, vão de R$ 425,64 a R$ 42.641,00.

Quem deve declarar

Todas as pessoas jurídicas que estavam com CNPJ ativo na Receita Federal no ano passado, com ou sem empregados; estabelecimentos com Cadastro Específico do INSS (CEI) que possuem funcionários; órgãos e entidades da administração direta e indireta dos governos federal, estadual e municipal; condomínios e cartórios extrajudiciais. Os Microempreendedores Individuais (MEI) só precisam declarar a Rais se tiverem empregados.

Novidades

Neste ano, a Rais tem algumas particularidades: a inclusão das informações relativas aos novos identificadores dos empregadores – o Cadastro Nacional de Obras (CNO) e o Cadastro de Atividade Econômica da Pessoa Física (CAEPF) – e a liberação das faixas do NIT (Número de Inscrição do Trabalhador) na recepção do identificador do trabalhador, além de ajustes nos campos relacionados às novas modalidades de emprego criadas a partir da modernização trabalhista.

Como declarar

A portaria nº 39/2019, que trata das regras para declarar a Rais 2018, foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 15. A declaração da Rais deverá ser feita somente via internet. Para fazer a declaração, é preciso utilizar o programa GDRAIS 2018, disponibilizado no site www.rais.gov.br a partir desta segunda-feira (18).

Estabelecimentos sem vínculos empregatícios no ano-base devem fazer a Declaração da Rais Negativa Web. Todas as orientações sobre como fazer a declaração podem ser encontradas no Manual da Rais 2018, disponível no site.

DETALHE –  A Rais é a fonte de informação mais completa sobre empregadores e trabalhadores formais no Brasil. Nela constam dados como o número de empresas, em que municípios estão localizadas, o ramo de atividade e a quantidade de empregados. Ela também informa quem são os trabalhadores brasileiros, em que ocupações estão, quanto ganham e qual o tipo de vínculo que possuem com as empresas.

 

Secult divulga edital de patrocínio para espetáculos da Semana Santa

A Secretaria da Cultura do Ceará divulgou, nesta segunda-feira, 18, a abertura das inscrições do XV Edital Ceará da Paixão, que seguem até o dia 4 de março próximo.

Nesta edição, o edital se constitui como uma ação continuada de fomento à manutenção e renovação de grupos e manifestações próprias do Ciclo da Semana Santa, tais como: Manifestação Tradicional Popular e Espetáculo Cênico I, II e III, dentre outras expressões da cultura tradicional popular.

Valores

O presente Edital tem recursos oriundos do Fundo Estadual da Cultura (FEC) no programa 044 – Promoção do Acesso e Fomento à Produção e Difusão da Cultura Cearense, que disponibilizará o aporte financeiro no valor total R$ 760.526,00 (setecentos e sessenta mil, quinhentos e vinte e seis reais), sendo R$ 482.662,00 (quatrocentos e oitenta e dois mil, seiscentos e sessenta e dois reais) para pagamento dos projetos selecionados na Categoria Espetáculo Cênico da Paixão de Cristo I, II e III, R$ 214.528,00 (duzentos e quatorze mil, quinhentos e vinte e oito reais) para pagamento dos projetos selecionados na Categoria Manifestação Tradicional Popular, R$ 50.400,00 (cinquenta mil, quatrocentos reais) para pagamento do III Seminário de Avaliação e Seleção Ceará da Paixão e R$ 12.936,00 (doze mil novecentos e trinta e seis reais) para despesas com a Comissão de Avaliação e Seleção.

SERVIÇO

*Inscrições gratuitas e exclusivamente online, pelo site www.editais.cultura.ce.gov.br.

*Confira o edital aqui.

*Mais informações pelo e-mail editalpaixao@secult.ce.gov.br e pelos telefones (85) 3101-6770 / 3101-6765.

(Foto – Ilustrativa)

Nascidos em março e abril começam a receber abono salarial do PIS 2017

O abono salarial do Programa de Integração Social (PIS), ano-base 2017, começa a ser pago esta semana para os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em março e abril.

O crédito em conta para os correntistas da Caixa Econômica Federal será realizado amanhã. Os demais beneficiários podem sacar o benefício a partir de quinta-feira (21).

De acordo com a Caixa, estão disponíveis mais de R$ 2,7 bilhões para 3,7 milhões de trabalhadores.

Os servidores públicos com inscrição no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), finais 6 e 7, também recebem o abono salarial a partir de quinta-feira (21).

Os valores variam de R$ 84 a R$ 998, de acordo com o tempo trabalhado formalmente em 2017. Os pagamentos são realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho de 2018. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis até 28 de junho de 2019.

Para os trabalhadores da iniciativa privada, beneficiários do PIS, o valor do abono salarial pode ser consultado no site da Caixa ou pelo telefone 0800 726 0207.

Para servidores públicos, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729 00 01.

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS ou no Pasep há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2017 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2017.

(Agência Brasil)

Líder do PSL assusta ao andar de coldre dentro do plenário da Câmara

Líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO) voltou a andar com o coldre, sem sua a sua pistola, dentro do Congresso. Inclusive no interior do plenário. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Na quarta passada, dia de sessão com Casa cheia, um parlamentar da oposição viu e ficou assustado, adianta o colunista, mas o parlamentar explicou que usa por segurança.

Diz ter funcionários que trabalham ali, cita servidores da limpeza, que prendeu quando era delegado em cidades de Goiás no entorno de Brasília.

“Na garagem, tiro a arma e as balas e as deixo no gabinete. Eu esqueci o rosto dessas pessoas, mas eles não esqueceram o meu”. A arma tem dois carregadores, que podem disparar 39 tiros.

(Foto – Agência Câmara)

Canindé ganhará sede própria da Defensoria Pública

A Defensoria Pública do Ceará vai inaugurar, mais uma sede própria no interior do Estado. Desta vez, na cidade de Canindé, a 120km de Fortaleza. A entrega ocorrerá às 10 horas da próxima quinta-feira, tendo à frente a defensora-pública geral Mariana Lobo.

O novo espaço fica localizado na Rua Dr. Gerôncio Brígido, 658, no bairro Imaculada Conceição, onde dois defensores públicos darão continuidade ao atendimento a população. Antes esse serviço era realizado em sala do fórum municipal.

“Por muito anos, a Defensoria atuou no Fórum da cidade, e isso se repete em várias cidades do interior. Mas, geralmente, as salas são reduzidas, onde os assistidos não têm conforto e privacidade necessários para um atendimento individualizado. Estamos ao longo deste ano mudando um pouco essa realidade. Na semana passada fizemos a inauguração de uma sede nova em Pacatuba, agora em Canindé e a expectativa é abrir sedes próprias ainda este ano em Beberibe, Sobral e Iguatu”, destaca o defensor público e coordenador da Coordenadoria das Defensorias do Interior, Ricardo Batista.

(Foto – Divulgação)

CIC promove intercâmbio entre empresários cearenses e suíços

O Centro Industrial do Ceará (CIC) realiza, a partir das 14 horas desta segunda-feira, na sede da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), o evento “Conexão Ceará – Suíça”. O encontro vai se estender até quarta-feira com objetivo de debater temas relevantes para o desenvolvimento industrial. Na lista, a internacionalização, as modernas tecnologias e oportunidades de negócios e de cooperação tecnológica.

O presidente do CIC, André Siqueira, comanda o encontro que terá entre convidados representantes do GGB Invest Western Switzerland, Hamilton Belizário, que tratará do tema “Internacionalização na Suíça”; e do Centro de Inovação CSEM Brasil, Danielle Moraes, que falará sobre “Acelerando o futuro”.

Nesta terça-feira, 19, manhã e tarde, ocorrerão as reuniões individuais com os sindicatos e empresários do Simec, Sindialimentos, Sindquímica, Sindlaticínios. Na quarta-feira, a comitiva fará visitas programadas ao Senai (Unidade de Maracanaú) e ao Instituto Federal do Ceará (IFCE).

André Siqueira, no mesmo dia 20, estará em Brasília para reunião com o secretário geral de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Urbel, quando tratará sobre o “Programa de Otimização, Eficiência e Inovação”, que visa simplificar a relação entre empresas e Governo Estadual por meio de redesenho de processos, implantação de banco de dados unificado, uso de inteligência artificial, além da realização de seminário sobre o tema planejado para ocorrer em Fortaleza. Ele, ainda, participará de reunião no Conselho Temático da Agroindústria na Confederação Nacional da Indústria (CNI).

(Foto – CIC)

Bolsonaro: Leilões de concessão de aeroportos renderão R$ 3,5 bilhões

Na expectativa de concluir até março os 23 leilões de concessão de aeroportos, o presidente Jair Bolsonaro destacou hoje (18), em sua conta no Twitter, a captação de R$ 3,5 bilhões em investimentos em 12 terminais, prevista para o próximo mês.

“Composto pelos aeroportos de Recife-PE, Maceió-AL, Aracaju-SE, Juazeiro do Norte -CE, João Pessoa, Campina Grande-PB, Vitória-ES e Macaé-RJ, Cuiabá e Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todos em Mato Grosso”, explicou o presidente.

A meta faz parte do planejamento de ações dos 100 primeiros dias de governo, divulgado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, no fim de janeiro.

Mais empregos

“Todos os leilões dos aeroportos citados estão previstos para serem realizados até março deste ano, conforme anúncio feito pela @ppinvestimentos . Qualidade no serviço específico, empregabilidade e economia. Estes são apenas os primeiros passos dentro desta área”, assegurou Bolsonaro.

No pacote, o Aeroporto Regional de Juazeiro do Norte, no Ceará.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, responsável pela área, já havia anunciado que o processo relativo a 12 terminais ocorreria em 15 de março. De acordo com os cálculos feitos pelo governo, a estimativa é arrecadar R$ 6,4 bilhões até o fim do ano, considerando a concessão de todos os aeroportos.

Além dos terminais aeroportuários, o Ministério da Infraestrutura ainda pretende arrendar mais 10 terminais portuários e a Ferrovia Norte-Sul ainda nos 100 primeiros dias de governo. O valor total estimado em investimentos com essa ação supera R$ 7 bilhões.

(Agência Brasil)

Vice-presidente Hamilton Mourão: “Tempo de mudar”

Com o título “Tempo de mudar”, eis artigo de Hamilton Mourão, vice-presidente do Brasil, que está veiculado no O POVO desta segunda-feira. Confira:

O Brasil foi encontrado, na Bahia, em Porto Seguro no ano de 1500. Há relatos de que Duarte Pacheco Pereira, aquele que assinou o Tratado de Tordesilhas em nome de Portugal, esteve nos atuais Ceará e Rio Grande do Norte antes do descobrimento. E também narrativas afirmando que Vicente Yáñez Pinzón aportou nas cercanias do Recife antes de Cabral. Os três episódios indicam, sem dúvida, que o País começou a nascer na região que atualmente chamamos de Nordeste.

A Nova Lusitânia ganhou nome indígena: Pernambuco. As plantações de cana de açúcar ali localizadas movimentaram o primeiro grande ciclo econômico da colônia. Tudo evoluiu a partir desta semente, lançada por migrantes europeus, entre eles judeus convertidos, índios e naturalmente a mão de obra do negro trazido da África, que trouxe, em casos específicos, crenças muçulmanas. Essa mistura de etnias, religiões e costumes construiu o Brasil. A partir do Nordeste. O País cresceu, se modificou muitas vezes, multiplicou oportunidades e viu emergir novos desafios.

O desenvolvimento do País foi desigual. O governo federal existe para trabalhar na redução de desigualdades. É fundamental criar novos oportunidades na região. A produção de energia eólica apresenta nova possibilidade de geração de energia em grande escala e custo baixo. É a oportunidade única de criar emprego e renda em áreas mais necessitadas. Energia solar também tem o poder de gerar empregos e fazer a indústria funcionar a taxas menores para custeio. Não há desenvolvimento sem energia. Ela, agora, aparece como nova fonte de oportunidades no Nordeste.

O governo pretende ampliar a infraestrutura do País. É necessário ganhar mercados no exterior. Portanto, exportar mais e melhor. Portos serão modernizados. Rodovias serão privatizadas. E novas ferrovias surgirão. Uma delas foi planejada para ligar Figueirópolis, no Tocantins, ao porto de Ilhéus, no sul da Bahia. No primeiro momento haverá a ligação com Caetité, no centro do estado. Depois os trilhos deverão se encontrar com os da Norte-Sul. Surgirá um novo corredor de exportação. A Transnordestina também merecerá atenção especial do governo. O Nordeste é uma das prioridades do governo federal. É tempo de mudar. n

*Hamilton Mourão

Vice-Presidente da República.

(Foto – Agência Brasil)

Camilo discute com bancada federal projetos do interesse do Estado

O governador Camilo Santana (PT) esteve reunido, nesta manhã de segunda-feira, no Palácio da Abolição, com a maioria dos membros da bancada cearense em brasília. “Apresentei nossos projetos em áreas prioritárias, como saúde, educação, recursos hídricos e segurança, além de outras ações importantes que são realizadas em parceria com o Governo Federal”, informou ele em sua página no Facebook.

Camilo prometeu manter reuniões periódicas com a bancada para tratar das demandas do Estado. Os secretários também participaram do encontro que contou com a presença dos deputados Domingos Neto – líder da bancada, André Figueiredo, Leônidas Cristino, Robério Monteiro, Dr. Jaziel, Eduardo Bismarck, Mauro Filho, José Airton Cirilo, Júnior Mano, AJ Albuquerque, Dênis Bezerra, Wagner Souza e Pedro Bezerra Os demais parlamentares justificaram ausência por conta de compromissos de viagem.

“O apoio dos deputados federais é muito importante para que tenhamos um estado ainda mais forte”, disse, nessa ocasião, o governador.

(Foto – Divulgação)

Oposição quer que Bebianno se explique sobre candidaturas “laranjas”

Em vídeo que gravou no fim de semana, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) avisou que a oposição ao governo Bolsonaro no Congresso “envidará todos os esforços necessários” para que o ministro da Secretaria-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, preste esclarecimentos aos parlamentares sobre campanhas do PSL.

Suspeitas de candidaturas “laranjas” no partido, nas eleições do ano passado, criaram uma crise que levou o presidente Jair Bolsonaro a sinalizar, na última sexta (16), pela demissão de Bebianno. O Diário Oficial desta segunda não trouxe o ato.

Randolfe, que é membro de um bloco oposicionista de quatro partidos (Rede, PDT, PSB e PPS) no Senado, quer que Bebianno fale sobre “a forma como foi financiada a campanha de Jair Bolsonaro e as candidaturas do PSL”. O senador amapaense afirma que deve haver “convocação ou convite” para que o ministro preste esclarecimentos.

(Com Congresso em Foco)