Blog do Eliomar

Últimos posts

PSDB anuncia ato para receber novos filiados

ENTREVISTA TASSO JEREISSATI

O PSDB realizará nesta sexta-feira, a partir das 17h30min, solenidade para receer novos filiados. O ato ocorrerá no auditório do Hotel Praia Centro e contará com a presença das principais lideranças dos tucanos tendo à frente o senador Tasso Jereissati e o ainda dirigente estadual da legenda, empresário Carlos Matos.

O partido, que vem sofrendo ameaça de perder companheiros principalmente inebriados pelo “canto da sereia” oficial, quer dar demonsração de coesão, segundo membros da direção estadual.

Resa saber se o ato contará com a presença de tucanos como Tânia Gurgel e Maia Júnior que entregaram cargos que ocupavam na executiva por discordar da gestão de Carlos Matos. Espera-se também que o líder doPSDB na Assembleia, João Jaime, ali compareça com todos os seus colegas e partido nessa Casa. Isso para afastar qualquer tipo de comentário maldoso acerca de esvaziamentos. 

DETALHE – O PSDB não divulgou a lista de novos filiados que, por exemplo, terá no grupo o médico Fernando Façanha Filho. O partido faz enorme mistério. Será que virá surpresa?

Acredite. Sarney vai cortar 500 cargos no Senado

“O presidente do senado, José Sarney (PMDB-AP), anunciou hoje (24) que vai extiguir 500 cargos da estrutura da Casa, mas ainda não deu detalhes da medida. A Mesa Diretora se reúne ainda pela manhã, e o assunto deve entrar em pauta.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) recomendou no mês passado corte de 85% nas diretorias e de 46% nas chefias. Com a medida, pretende-se economizar R$ 376 milhões por ano.

A auditoria feita pela FGV começou em maio, depois de denúncias de contratação irregular de funcionários, inclusive por meio de atos secretos, o que gerou uma crise e a consequente exoneração de diretores da Casa.”

 (Agência Brasil)

Fanor inaugura Centro de Gastronomia

Será inaugurado, às 19 horas desta quinta-feira, o Centro de Gastronomia da Faculdades do Nordeste (Fanor), situada na avenida Santows Dumont (Bairro Dunas). Trata-se de um espaço dedicado à gastronomia, onde serão criadas novas técnicas, conceitos e experimentos nessa área, segundo a assessoria de imprensa da Instituição.

Uma cozinha diátia será apresentada para convidados, que terão direito a provar de variados pratos.

Nanicos “alugam” legendas para 2010

“Na reta final da filiação partidária para as eleições de 2010, partidos nanicos estão entregando as legendas nos Estados a lideranças de peso em troca de dinheiro e potencial de votos nas urnas. Para assumir o comando dessas siglas pequenas sem perder o atual mandato, políticos driblam a legislação eleitoral, fazendo acordo com suas siglas atuais. O Partido Social Cristão (PSC) – cuja ideologia política é “colocar o ser humano em primeiro lugar” – já entregou os Estados de Alagoas, Piauí, Paraíba e fecha os últimos detalhes do Distrito Federal.

Seu presidente nacional, Vitor Nósseis, não esconde que a estrutura financeira de um novo filiado é fundamental. “Como vou fazer as coisas sem recursos? Num relacionamento entre marido e mulher, se o dinheiro sai pela porta, a mulher sai pela janela”, disse em entrevista ao Estado.

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) entregou o diretório de Brasília à deputada distrital Jaqueline Roriz – candidata a uma vaga na Câmara – e briga com o PSC pela filiação de seu pai, o ex-governador Joaquim Roriz, que deixou o PMDB. Ontem, Roriz deixou no ar a possibilidade ir para o PSC. “O partido tem o social no nome e o que mais quero ser é social, para ajudar os pobres”, afirmou.

Outras legendas, como PRTB, PSL, PRB, buscam a mesma estratégia pelo País. O projeto de poder dessas siglas é único e financeiro: eleger o maior número de deputados para aumentar os recursos recebidos do fundo partidário, distribuído conforme a composição da Câmara.”

(Agência Estado)

Aumenta em 51% o número de processos contra parlamentares

“Levantamento feito pelo Congresso em Foco nos últimos 13 dias mostra que os procedimentos investigativos contra deputados e senadores aumentaram 51% desde o início da atual legislatura. O número de congressistas sob investigação no Supremo Tribunal Federal (STF) saltou de 101, em abril de 2007, para 153, até a última quinta-feira (17), quando foi concluída a pesquisa.

A quantidade de inquéritos (investigações preliminares) e ações penais (denúncias que podem resultar em condenações) cresceu de forma ainda mais significativa, passando de 197 para 333, um aumento de 68%. Na cota da Câmara, foram observados 290 procedimentos em andamento contra 43 no Senado.

As acusações contra os parlamentares na mais alta corte judicial do país abrangem mais de 20 tipos de crimes. Entre as acusações mais frequentes, figuram os crimes de responsabilidade, contra a Lei de Licitações, peculato (apropriação, por funcionário público, de bem ou valor de que tem a posse em razão do cargo, em proveito próprio ou alheio), formação de quadrilha, homicídio, estelionato e contra o meio ambiente. Há também denúncias consideradas de menor gravidade, como os crimes de opinião (calúnia, injúria e difamação), que às vezes pode estar relacionado com a apresentação de denúncias e outras tarefas ligadas ao exercício da atividade parlamentar.

Os ministros do Supremo encontraram elementos suficientes em 105 investigações para colocar 46 deputados e sete senadores na condição de réus de ações penais, último passo para a condenação. Até hoje, porém, o STF jamais condenou qualquer integrante do Congresso.”

(Cnngresso em Foco)

Um protesto a la tapa buraco

O deputado estadual Ferreira Aragão (PDT) apresentou, na Assembleia, um nota de repúdio ao ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. No conteúdo, a nota fala da “discriminação ” que “o ministro comete contra o povo do nosso Estado”.

Ferreira Aragão diz que “foram construídas estradas na Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba, Piauí e Maranhão, enquanto nada foi feito no Ceará”. Para o pedetista, se o ministro tem algum problema com o governador Cid Gomes, não tem o direito de “descontar” no povo cearense.

“A solução é fechar as entradas do Ceará e ser repercussão nacional. Como se pode pensar em crescimento sem estrada? Estamos sendo tratados de forma diferente”, reclama o pedetista.

VAMOS NÓS – Foi preciso o governador Cid Gomes (PDT) reclamar da eterna buraqueira nas rodovias federais cearenses para que a turma da sua base política reagisse. Puxa vida!

Site Comunique-se destaca exoneração de delegados do Ceará

Ganhou destaque no site Comunique-se, especializado em informações sobre a mídia nacional, a exoneração de três delegados no Ceará. Confira

“A Secretaria de Segurança Pública do Ceará determinou, nesta quarta-feira (23/09), a exoneração de três delegados da Polícia Civil por causa da exposição de presos para a imprensa. A medida foi tomada após a Ordem dos Advogados do Brasil recomendar ações que garantissem o direito de imagem dos detidos.

Deixaram os cargos os delegados da 8ª DP, Ana Lúcia de Almeida Barros; da Delegacia de Maracanaú, Romério Moreira de Almeida; e da Delegacia de Narcóticos, César Wagner Maia Martins.

“O secretário de segurança me falou que a OAB tinha mandado um ofício pra lá, com uma reportagem de jornal, onde apareciam alguns presos. A reação disso aí foi a minha exoneração”, afirmou Martins ao portal Ceará Agora, acrescentando que sob seu comando foram quebrados “todos os recordes de apreensão de drogas”.

A Secretaria de Segurança confirma recebimento de ofício da OAB, no dia 24/08, que pedia medidas contra a exposição de presos no estado. Informa ainda que em abril de 2007 o secretário Roberto Monteiro expediu documento recomendando que os policiais resguardassem a imagem dos detidos.”

VAMOS NÓS – Essa história precisa ser melhor contada, secretário Roberto Monteiro. Se for punir delegado que adora aparecer na imprensa, não vai sobrar quase ninguém pra fechar o xadrez.

Chávez diz que só deu apoio moral a Zelaya

“O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse que o único apoio que deu ao presidente deposto Manuel Zelaya para seu regresso a Honduras foi moral, informou a Agência Bolivariana de Notícias, que é do governo venezuelano. A declaração aparentemente é uma resposta às informações de que Chávez teria colaborado para a volta de Zelaya a Tegucigalpa.

“O governo venezuelano não deu apoio com aviões ou recursos para que Zelaya chegasse a sua pátria”, afirmou Chávez ontem, em Nova York, onde participa da Assembleia Geral das Nações Unidas, segundo a agência estatal. Ele deve discursar hoje no evento.

O jornal O Estado de S. Paulo relata, na edição desta quinta-feira, que assessores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do Itamaraty trabalham com a informação de que a infraestrutura e a logística para o retorno clandestino de Zelaya tiveram participação de Chávez. Eles acrescentam que o líder venezuelano teria aconselhado o presidente deposto a considerar abrigo na Embaixada do Brasil.

Algumas agências de notícias internacionais também informam hoje que Chávez revelou em Nova York ter detalhes da volta de Zelaya. Segundo a Associated Press (AP), o líder venezuelano afirmou ontem que o presidente deposto viajou de avião, no baú de um automóvel e em tratores da Nicarágua para Honduras em uma operação secreta, que teve o apoio de dissidentes do Exército de Honduras, o qual não manifestou reação aos comentários de Chávez, segundo a AP.

As agências de notícias dizem que Chávez conversou por telefone com Zelaya antes de seu regresso a Honduras. O presidente deposto teria dito que participaria da Assembleia Geral das Nações Unidas, mas esta seria uma estratégia, da qual Chávez teria conhecimento, para desviar a atenção do governo de facto sobre ele, de acordo com as agências.

Segundo a Agência Bolivariana de Notícias, Chávez afirmou ter apoiado Zelaya porque “estamos cumprindo com uma obrigação moral”. “A Venezuela sempre apoiará, com tudo o que puder, sua restituição ao poder de forma democrática.” Mas acrescentou não estar em suas mãos revelar a estratégia utilizada por Zelaya para consolidar seu regresso a Honduras.”

(Agência Estado)

Senador cearense quer fim do embargo econômico a Cuba

flaviotorres

“O senador Flávio Torres (PDT) afirmou, em Brasília, nesta semana, no plenário do Senado, que o presidente Luís Inácio Lula da Silva deveria defender junto ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o fim do embargo comercial daquele País a Cuba, em vigor desde 1962. Torres se posicionou durante aparte a discurso do senador Eduardo Suplicy (PT-SP) sobre a questão. “Tenho a convicção de que esse embargo que se faz contra Cuba não ajuda em nada o processo de abertura do País”, disse Torres. “Você está punindo o povo cubano, porque, na verdade, quem acaba sendo punido é o povo, que um pouco usa o embargo até como razão para não reivindicar questões internas”, acrescentou o senador.

Flávio Torres disse ser favorável ao princípio da autodeterminação dos povos, pelo qual a população de cada Nação deve escolher o tipo de governo que deseja. “Eu até me abstenho aqui quando muita gente fala na questão da Venezuela, na questão da Colômbia, eu me calo porque acho que temos que respeitar e deixar que os povos resolvam suas questões. Nós nunca temos informações suficientes para realmente opinar sobre isso”, disse o senador.  “Eu concordo com V. Exª e acho que o Brasil deve se alinhar às Nações que exigem o fim do embargo a Cuba”, concluiu.

No discurso que proferiu nesta quarta-feira (23), na Assembléia Geral da ONU, em Nova Iorque, Lula abordou o tema e classificou como “anacronismo” o embargo dos Estados Unidos contra Cuba ao comentar que é preciso vontade política para mudar as instituições. O senador paulista Eduardo Suplicy defendeu, no entanto, que o presidente brasileiro aproveite também o diálogo com os líderes do G20 – grupo de vinte países desenvolvidos e principais emergentes –, que se realizará em Pittsburg, nesta quinta-feira, para ponderar junto ao presidente Obama sobre esse anacronismo.”

(Agência Senado)

Ideli Salvati debate em Fortaleza

A senadora Ideli Salvati, líder do Governo no Congresso, está participando, nesta manhã de quinta-feira, na Assembléia Legislativa, de audiência pública sobre Desertificação e Mudanças Climáticas.

O evento é uma realização da Comissão Mista de Mudanças Clíimáticas do Congresso e é um esforço no sentido de incluir, com apoio dos Estados nordestinos,  o debate sobre a desertificação no Congresso Mundial de Compenhagne (Dinamarca), marcada para dezembro e que discutirá prolemas climáticos.

Ideli veio ao Ceará atendendo a um convite do coordenador da bancada federal do Estado, deputado federal José Nobre Guimarães (PT).

Prefeita avisa: em hipótese alguma, disputará com Cid em 2010

luizianne

A prefeita Luizianne Lins (PT) mandou um recado: em hipótese alguma, disputará contra o governador Cid Gomes (PSB) nas eleições 2010.  Ela fez questão de dar essa declaração para afastar , como disse, qualquer especulação de que poderia deixar o cargo para tentar um mandato no próximo ano.

Luizianne tem nome especulado para o Governo por setores da base lulista como uma espécie de ofensiva no caso de o PSB de Cid Gomes acertar algum tipo de acordo com o PSDB do senador Tasso Jereissati. Ela disse que permanecerá como prefeita, pois quer tocar obras importantes que, como disse, começam a deslanchar, ressaltando que sua relação com Cid é a melhor possível.

A petista enontra-se no Rio de Janeiro, onde confere o aniverário de um amigo. Ela fez questão de informar antes do embarque:  “Estou viajando por conta própria”.

INSS paga setembro de aposentados e pensionistas

” Mais de 26 milhões de aposentados e pensionistas começam a receber hoje (24) o salário de setembro. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)  vai depositar os benefícios até 7 de outubro.

Hoje, recebem os que ganham até um salário mínimo e têm cartão com final 1 e 6. O pagamento para aqueles que recebem acima do salário mínimo terá início no dia 1º de outubro. Para tirar qualquer dúvida, basta acessar o site www.previdencia.gov.br ou ligar no 135.

(Agência Brasil)

DETALHE – Bancários de todo o País iniciam, nesta quinta-feira, greve geral por melhores salários. O pagamento dos aposentasdos, no entanto, não deve ser prejudicado. O saque é feito via cartão magnético e os caixas eletrõnicos vão operar sem problema, garanta a rede bancária.

Câmara Municipal pode instalar CPI do Beco da Poeira

Por iniciativa do vereador Roberto Mesquita PV), a Câmara Municipal de Fortaleza começa a discutir a possibilidade de instalação de uma CPI para apurar possível desvio de recursos que estavam previstos para a construção do antigo Beco da Poeira (Centro).

O dinheiro, da ordem de R$ 2 milhões, era arrecadado pela Associação dos Permissiónários do Estado do Ceará (Aprovace), mas acabou não usado no projeto, deixando permissionários na saudade, segundo o vereador Roberto Mesquita.

Essa CPI começou a ser discutida na sessão de quarta-feira quando, por diversas vezes, o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PT) e Robeto Mesquita tiveram que intervir pedindo calma aos diretores da Aprovace durante audiência pública da Comissão Especial que trata do projeto do Beco da Poeira.

Ao final da sessão, por pouco, os vereadores Roberto Mesquita e Vitor Valin (PHS) não caem no braço com diretores da Aprovace.

Ciro não vai mudar domicílio eleitoral para São Paulo

cirogomes“Um dia depois de o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) aparecer como destaque da pesquisa CNI/Ibope relativa à corrida ao Palácio do Planalto, o presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, disse que “provavelmente” o deputado não transferirá o domicílio eleitoral do Ceará para São Paulo.
Lula havia pedido a Ciro a transferência como forma de tê-lo como opção a candidato de sua base de apoio ao governo de São Paulo. Ciro vem repetindo que sua vontade é ser candidato à Presidência da República, mas delegou ao partido, em suas palavras, a decisão sobre a transferência ou não do título, o que deve ser anunciado até a semana que vem.

“Temos até segunda para ver isso. Provavelmente não [irá mudar o domicílio]”, disse ontem Campos, que também é governador de Pernambuco, após participar de seminário em Brasília sobre o pré-sal.
“Ainda vou conversar de forma definitiva com ele [Ciro], as consultas aos dirigentes do partido prosseguem, mas posso dizer que já foram bem mais fortes as pressões para que ele fosse para São Paulo”, completou.

Na pesquisa CNI/Ibope, Ciro subiu em todos os cenários e, no mais provável hoje, tem 17%, contra 15% da ministra Dilma Rousseff (PT), candidata do presidente Lula (a margem de erro é de dois pontos percentuais). O tucano José Serra segue na liderança, com 35%.

“O presidente Lula havia manifestado ao partido a intenção de unir toda a sua base de apoio em torno de apenas uma candidatura, mas nós ponderamos que seria melhor um cenário com mais de uma candidatura no campo governista”, afirmou Campos, se referindo a conversa reservada de Lula com a direção do PSB, há alguns meses.

“Com a pesquisa, nossa tese só fez se fortalecer. O líder do processo sucessório do presidente Lula é o presidente, e em março vamos reavaliar e decidir. Mas o Ciro está posto.” Recentemente foi ao ar o programa nacional do PSB, que trouxe Ciro como estrela. A Folha não conseguiu falar na noite de ontem com o deputado.

Segundo Campos, uma consulta aos dirigentes do partido revelou que há mais pedidos para que ele troque do que o contrário, mas que estaria pesando a opinião do próprio Ciro, que prefere a Presidência.

O certo é que a direção do partido em São Paulo, principalmente o deputado federal Márcio França, deve intensificar nos próximos dias a pressão para que ele mude o domicílio.

Aécio
Um dos pré-candidatos do PSDB a presidente, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, reclamou que as pesquisas de intenção de votos não levam em consideração um “fator básico: o nível de conhecimento dos candidatos”.
Aécio vê o campo da oposição em situação melhor do que o campo do governo. Ele também disse que a eleição com Ciro na disputa lhe “parece mais natural”, não havendo apenas um candidato situacionista.”

(Folha de São Paulo)

PF investiga indícios de formação de cartel e fraude em licitações da Infraero

“A Polícia Federal identificou indícios de formação de cartel e fraude em licitações da Infraero nos serviços de inspeção de bagagem, controle de entrada de passageiros, limpeza e reboque das aeronaves, movimentação e proteção de carga e despacho operacional de voos.

Estão sendo investigados um ex-superintendente da Infraero, um funcionário da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e oito empresas prestadoras de serviços de transportes aéreos. A investigação começou em maio de 2008, por meio de uma denúncia anônima encaminhada à SDE (Secretaria de Direito Econômico), órgão do Ministério da Justiça que investiga crimes contra a competição.

Segundo a acusação, empresas estariam combinando entre si o resultado de pregões eletrônicos de modo a ganhar alternadamente os contratos, sempre pelo preço máximo.

Haveria ainda corrupção de funcionários da Infraero para excluir competidores potenciais nesse mercado específico, estimado em centenas de milhões de reais, por meio de editais direcionados e do uso abusivo da dispensa de licitação.

A SDE alega que existem 305 empresas autorizadas a competir nessas licitações, mas que apenas 16 se inscrevem nos pregões analisados. O afunilamento seria decorrência do direcionamento dos editais e do envolvimento de funcionários da Infraero e da Anac. A Infraero alega que os leilões eletrônicos são feitos pelo Banco do Brasil e que apenas 49 dessas empresas estão homologadas a atuar nacionalmente.

Restrição à competição
Após receber a denúncia, a SDE acompanhou o comportamento das empresas em algumas licitações eletrônicas e detectou “forte indício” de fraude. “Conforme se depura, existe forte indício de restrição ao caráter competitivo do certame, direcionamento da licitação e formação de cartel”, informa o inquérito policial.

O material foi enviado à PF, que, em junho passado, instaurou inquérito policial e solicitou a quebra dos sigilos telemático e telefônico de empresas e funcionários suspeitos.

As empresas investigadas são: Air Special, Aerosat, Aeropark, Argus, MP Express, Aerosuporte, Higi Serv e Orbital Serviços Auxiliares de Transporte Aérea. A quebra dos sigilos foi autorizada em março passado pela juíza federal Pollyanna Kelly Maciel Medeiros Martins Alves, substituta da 12ª Vara Federal em Brasília.

No começo do mês, a mesma juíza determinou uma operação de busca e apreensão nas sedes das principais empreiteiras, pelo suposto desvio de dinheiro público em obras nos principais aeroportos do país.

No caso das empreiteiras, a PF investiga o suposto superfaturamento, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro. O valor do desvio é estimado em torno de R$ 500 milhões. Por enquanto nenhuma empresa ou funcionário da Infraero foi condenado em nenhuma dessas investigações, que, combinadas, sinalizam um dos maiores desvios de recursos públicos deste governo.

A Infraero é uma empresa pública federal responsável pela construção, administração e manutenção dos principais aeroportos do país. Por tradição, os principais cargos do órgão são fruto de indicação de políticos e de partidos.”

(Folha)

Cid avisa: não dará mais dinheiro por emendas

“O governador Cid Gomes (PSB) disse ontem que, no próximo ano, não pretende repetir o acerto com a bancada federal para “troca“ de emendas orçamentárias. A decisão é consequência do bate-boca ocorrido no último dia 11, em reunião entre ele e 13 parlamentares cearenses, em torno da liberação de emendas estaduais. Segundo a assessoria de Cid, ele ainda vai discutir com a bancada um novo modelo de negociação de emendas.

Mesmo dizendo querer evitar o assunto, o governador falou espontaneamente, durante palestra no evento de comemoração dos 90 anos do Centro Industrial do Ceará (CIC). “Com a confusão toda“, ele adiantou que vai dizer à bancada que “no ano que vem não tem mais“ o acordo.

As emendas ao Orçamento são instrumentos que os parlamentares usam para destinar recursos para obras.

Segundo o governador, o combinado era que para cada emenda individual dos parlamentares destinadas ao Governo do Estado no Orçamento da União, eles teriam direito a uma emenda, no mesmo valor, no Orçamento estadual.

Mas, de acordo com Cid, em reunião ocorrida há duas semanas, dois deputados cearenses questionaram a existência de acordo para que as emendas estaduais fossem pagas somente após a liberação das emendas federais. O governador não citou o nome dos parlamentares, mas se tratava de Vicente Arruda (PR) e Pedro Ribeiro (PMDB).

“Não sou otário”
Numa espécie de reconstituição do bate-boca (confira no quadro ao lado), Cid reproduziu diálogos que teriam sido travados na reunião, que, segundo ele, não tinha nem sequer como ponto de pauta a questão das emendas, mas sim o pré-sal e a Contribuição Social para a Saúde (CSS). O governador disse ter sido tratado com arrogância pelos dois deputados e que um deles insistiu em questionar a posição do governador sobre a liberação das verbas.

“O cabra começou, um jeito arrogante: -Ah, o senhor disse pro fulano de tal que só ia liberar as emendas do Estado quando for empenhada em nível nacional-. Sim, falei, claro, óbvio. O Estado só vai pagar você quando o Estado receber. Ô troca bonita essa, eu vou pagar e não recebo?“, disse Cid, reproduzindo as falas da reunião.

“Olhe, eu não sou otário, eu não sou otário. Que é que vocês estão querendo? Que eu pague a emenda e vocês não vão atrás mais da emenda e eu vou ser o besta da história, o Estado vai ser o besta da história?“, continuou Cid, relatando o que teria sido um dos momentos logo antes do ápice da discussão. Depois da confusão, o governador pediu para os deputados se retirarem da reunião. Não sendo atendido, ele mesmo se retirou.

Em entrevista após a palestra, contudo, o governador tratou de minimizar o impacto do desentendimento na sua relação com a bancada. “Não existe e nunca existiu aresta com a bancada federal, entendida a bancada como um coletivo“, disse. Cid afirmou que, para ele, o assunto está encerrado e que é fundamental que seja mantida “uma relação formal“ e “institucional“, independentemente das relações pessoais.”

(Jornal O POVO)