Blog do Eliomar

Últimos posts

Quixeramobim vai comemorar os 180 anos de nascimento de Antônio Conselheiro

O Instituto do Patrimônio Historio de Quixeramobim (ONG Iphanaq) promoverá, nos próximos dias 12 e 13, o evento “Conselheiro Vivo 2010 – Cultura e Transformação”, que marcará os 180 anos de nascimento, em Quixeramobim, de Antônio Vicente Mendes Maciel, o Antônio Conselheiro.

Na programação, projeção de vídeo nas dependências da Casa onde nasceu Antônio Conselheiro, em Quixeramobim (224 km de Fortaleza), resultado de trabalho de campo com a população, além de exposição fotográfica e palestras.

SERVIÇO

Aílton Brasil: (88) 9236-3411

Malha Fina – Liberada consulta a mais um lote

“A Receita Federal do Brasil liberou a consulta na internet a um lote de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física de 2009 que estava na malha fina. Foram liberadas também declarações de 2008.

O dinheiro das restituições de 2008 e de 2009 será liberado no próximo dia 15 de março. Para o exercício de 2009, serão creditadas restituições para 40.434 contribuintes, totalizando R$ 74.756.495,55, acrescidas de juros de 8,03%. Para o lote residual de 2008, as restituições totalizam R$ 25.243.504,41, com correção de 20,10% para 11.768 contribuintes.

SERVIÇO

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte pode acessar a página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br) e o Receitafone, no número 146.

MPF agora mira Joaquim Roriz

“Depois da prisão do governador José Roberto Arruda e da renúncia do vice Paulo Octávio, está chegando a hora de o ex-governador Joaquim Roriz ser chamado para prestar contas à Justiça.

Após dois anos de uma longa investigação, o Ministério Público conclui o texto de uma ação de improbidade contra o ex-governador Roriz.

Ele é acusado de receber uma propina de R$ 2,2 milhões para facilitar um negócio de aproximadamente R$ 44 milhões para o empresário Nenê Constantino, dono da Gol Linhas Aéreas.

O dinheiro teria sido pago a Roriz em troca da mudança de destinação de um terreno de 80 mil metros quadrados na extremidade sul de Brasília.

Além da nova ação, Roriz também será arrastado para o centro das investigações da Operação Caixa de Pandora.

Na semana passada, o Ministério Público decidiu chamar para depor a deputada Eurides Brito (PMDB) e o ex-secretário de Planejamento José Luiz Vieira Neves, para que forneçam detalhes sobre os vínculos entre Roriz e o mensalão do DEM, supostamente chefiado por Arruda.

Depois de serem flagrados recebendo dinheiro do ex-secretário Durval Barbosa, um dos operadores do mensalão, ambos disseram que os recursos faziam parte de um acerto com o ex-chefe Joaquim Roriz. Vieira e Eurides foram, respectivamente, secretários de Planejamento e Educação de Roriz.

Durval Barbosa, que da condição de principal operador se tornou a testemunha-chave do escândalo, também é instado a falar sobre o funcionamento do mensalão durante o governo Roriz.

Os promotores estão insatisfeitos com a resistência do ex-secretário a abrir segredos do período em que, durante o governo Roriz, presidia a Codeplan (Companhia de Planejamento do Distrito Federal).

A partir do gabinete na Codeplan, Durval gravou vários vídeos de partilha de dinheiro. Num deles, gravado em 2006, Arruda aparece recebendo R$ 50 mil de Durval.

Na série de depoimentos que vem prestando desde o início das investigações, Durval fez uma planilha com a relação de empresas contratadas pelo governo Arruda e os valores das propinas cobradas em cada um deles.

Os promotores pediram que o ex-secretário faça, agora, o mesmo em relação ao governo Roriz.

As informações de Durval estão sendo confrontadas com os dados de um outro suspeito que decidiu ajudar na apuração do caso. A mudança de foco é considerada tão importante que os promotores acenam até com a possibilidade de contar com Arruda na investigação.

— Se o governador quiser colaborar, será bem-vindo. Nós sabemos que esse esquema de arrecadação e distribuição de dinheiro não surgiu agora com o governo Arruda, embora ele tenha se aproveitado dele — disse ao GLOBO um dos investigadores do caso.”

(Globo Online)

Editorial do Estadão – Bolsa Familia e Eleições

tassoje
 
Com o título “Bolsa-família e eleição”, o jornal O Estado de São Paulo (corrigimos, pois havíamos colocado O Globo) desta segunda-feira aborda o projeto do tucano Tasso Jereissati, de elevar valores do benefício, e a reação do Governo Lula. Confira e avalie:

Todo incentivo adicional para a criança de família de baixa renda estudar e procurar melhorar seu aprendizado é uma boa ideia, mesmo quando proposto por adversários, admitiu o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao avaliar favoravelmente o projeto de lei de iniciativa da oposição que cria um novo benefício, no programa Bolsa-Família, para os alunos de 6 a 17 anos que tiverem bom desempenho escolar. O projeto foi aprovado em caráter terminativo pela Comissão de Educação do Senado. Desse modo, o presidente reconhece o papel da oposição no aperfeiçoamento dos programas do governo, embora tenha cobrado dela que aponte também a fonte de recursos. Nem todos no seu partido, porém, pensam como ele.

É difícil entender a posição assumida pela líder do governo no Congresso, senadora Ideli Salvatti (PT-SC), que votou contra o projeto. Mais difícil é entender a explicação que ela deu para seu voto: a criação do benefício, segundo ela, constitui uma crueldade contra a criança, que, na sua estranha interpretação do projeto, “passa a ser responsável pela renda maior da família”.

“Quando você coloca essa questão do rendimento escolar no Bolsa-Família, como quer o senador Tasso Jereissati (do PSDB do Ceará e autor do projeto), você joga nos ombros da criança a responsabilidade de levar dinheiro para casa, e pode gerar situações de maus-tratos, de conflito, se a criança não corresponder à expectativa das famílias”, disse a senadora petista ao jornal O Globo.

Há uma notória motivação político-eleitoral na estapafúrdia ilação da líder do governo no Congresso. O governo vem tentando transformar o Bolsa-Família numa das principais bandeiras da campanha de Dilma Rousseff à Presidência, e, embora o programa tenha sido originalmente adotado no governo de Fernando Henrique Cardoso (do PSDB) como Bolsa-Escola, o PT não admite que essa bandeira tenha marcas da oposição. Se for de autoria de oposicionistas, não importa a qualidade da proposta. E esta, que não se limita a ampliar os benefícios do Bolsa-Família, mas procura melhorar o nível do aprendizado, ao estabelecer uma regra que estimula o bom desempenho dos alunos, é de autoria de um senador da oposição.

É claro também que a oposição tem interesse político na questão. Ao restabelecer uma forma de condicionar o benefício do Bolsa-Família ao desempenho escolar, o PSDB quer criar um vínculo entre o programa atual e o do governo anterior, como admitiu Jereissati. Ou seja, a oposição quer deixar claro que a verdadeira origem do programa Bolsa-Família é o programa Bolsa-Escola do governo do PSDB, o que o atual governo não quer admitir.

Os argumentos do senador cearense para defender seu projeto, porém, não são eleitorais. Ao criar um benefício adicional, mas condicionando seu pagamento a “resultados educacionais positivos obtidos em avaliação oficial”, o projeto reintroduz no programa de transferência de renda o critério do desempenho escolar. O efeito, além do aumento de renda da família, pode ser a melhoria do ensino. “Com um incentivo concreto, os estudantes procurarão aprimorar suas relações com a escola e com os professores”, justificou Jereissati. “Mais estimulados pelo interesse dos alunos, os professores tenderão a se envolver com a causa desse alunado.”

O programa atual exige que as famílias beneficiadas matriculem nas escolas seus filhos em idade escolar, mas não impõe nenhuma condição vinculada à qualidade do aprendizado, pois considera suficiente a comprovação da frequência às aulas. Isso tem alimentado as críticas dos que veem no Bolsa-Família “uma ação paliativa que não promove educação de qualidade”, como disse o senador Papaléo Paes (PSDB-AP), que relatou o projeto na Comissão de Assuntos Sociais. Daí, como justificou Jereissati, a necessidade de aprimorá-lo.

Se a medida é boa, como reconheceu o presidente e reconheceram também outros três senadores do PT que integram a Comissão de Educação e votaram a favor do projeto que agora será examinado pela Câmara, ela deve ser aprovada e colocada em prática, não importa qual seja sua autoria. Nesse caso, a oposição pode ter ganhos políticos e eleitorais, mas quem mais ganha é a sociedade, sobretudo a parcela mais pobre, que os petistas dizem defender. Mas alguns deles não conseguem entender isso.

Gestantes terão direito a dois testes de HIV no Cearáa

Neste Dia Internacionaol da Mulher, a Scretaria da Saúde do Ceará anuncia: passa a garantir dois testes de HIV para gestantes. O ato oficial ocorrerá a partir das 14 horas, no Laboratório Central de Saúde Pública, tendo à frente o secretário estadual João Ananias. O objetivo é reduzir a transmissão de aids da mãe par ao bebê.

No Ceará, estima-se que haja mais de 500 gestantes com HIV. Para universalização dos testes, a pasta estadual informa ter aplicado R$ 1,9 milhoes no Laboratórioo Central.

Adísia Sá faz palestra neste Dia Internacional da Mulher

A jornalista e professora Adísia Sá dará palestra nesta segunda-feira, a partir das 14h30min, no Centro Cultural Oboé. Ela é convidada do Ministério Público do Estado do Ceará, por meio do Fórum Permanente dos Idosos e da Pessoa com Deficiência (FID), da programação do Dia Inrternacional da Mulher.

Adísia Sá (80) falará de sua experiência de vida para membros do Ministério Público Estadual numa homenagem especial à mulher idosa e deficiente. Na ocasião, haverá também shows de talentos, apresentações musicais e atividades de lazer e cultura.

HAPVIDA

Adísia Sá está fazendo lançamento neste momento do livro “Três mulheres no divã de Freud” na I Feira da Mulher Hapvida, que ocorre na sede da Faculdade Darcy ribeiro, na avenida Heraclito Graça, n] 400 (Centro de Fortaleza).

CRC-CE comemora Dia da Mulher

Para marcar o Dia Internacional da Mulher, o Conselho Regional de Contabilidade convidou a presidente do Centro Industrial do Ceará (CIC), Roseane Medeiros, e a ex-deputada estadual Tânia Gurgel para palestra.

Tânia falará sobre o tema Ética na Política, a partir das 10h30min desta segunda-feira, no auditório do Conselho Regional de Contabilidade, em Fortaleza. Já Roseane Medeiros, abordará o tema A Mulher no Mercado de Trabalho.

Cid institui o "Dia Estadual de Lavar as Mãos"

lavar

O goernador Cid Gomes (PSB) sancionou a Lei nº14.554, 21 de dezembro de 2009, de autoria da deputada Livia Arruda (PMDB), instituindom o “Dia Estadual de Lavar as Mãos”. O objetivo é lembrar esse gesto simples, que prevê muitas doenças, sempre4 no dia 15 de outubro. Confira o ato:

—————————–

                 O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ. Faço saber que a Assembleia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

      Art.1º Fica instituído o Dia Estadual de Lavar as Mãos, a ser comemorado, anualmente, no dia 15 do mês de outubro.

      Art.2º As comemorações alusivas ao Dia Estadual de Lavar as Mãos, de que trata esta Lei, passam a integrar o Calendário Oficial de Eventos do Estado do Ceará.

      Art.3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

PALÁCIO IRACEMA, DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ, em Fortaleza, 21 de dezembro de 2009.

Cid Ferreira Gomes

GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ

Caso Arruda – CPI deve eleger nesta 2ª feira novo presidente

“A CPI da Corrupção da Câmara Legislativa do Distrito Federal se reúne nesta segunda-feira para eleger o novo presidente da comissão. Esta será a sexta tentativa de preencher o cargo de presidente do colegiado, vago desde a saída do deputado distrital Alírio Neto (PPS) das investigações. Na semana passada, sem presidente, a CPI ficou também sem relator, quando Raimundo Ribeiro, do PSDB, renunciou à função.Como é prerrogativa do presidente das comissões indicar os relatores, na avaliação de Raimundo Ribeiro, será mais “elegante” deixar o novo presidente indicar um relator. O deputado tucano afirma, no entanto, que não aceitará ser novamente indicado para a função. A eleição está marcada para as 10h.

Nesta quinta-feira a CPI volta a se reunir para analisar requerimentos e discutir uma agenda de trabalho, uma vez que, o novo relator precisará refazer o trabalho feito até aqui por Raimundo Ribeiro. O ex-relator afirma, porém, que poderá apresentar sua agenda de trabalho para o seu sucessor que poderá aceitar as sugestões. Ribeiro sugere que sejam ouvidos primeiro os representantes das empresas envolvidas no “mensalão do DEM”, esquema de corrupção que seria chefiado pelo governador licenciado, José Roberto Arruda (ex-DEM). Só numa segunda fase da investigação seriam ouvidos políticos envolvidos, como deputados distritais, o ex-vice-governador Paulo Octávio e Arruda.”

(IG)

Câmara dos Deputados homenageia mulheres por meio de dona Zilda Arns

gomesmatos

Por iniciativa do tucnao Raimundo Gomes de Matos, a Câmara dos Deputados ralizará, a partir das 10 horas desta segunda-feira, sessão especial para marcar o Dia Internacional da Mulher. Durante o ato, haverá uma homenagem à memória de dona Zilda Arns, uma das vítimas do terremoto que atingiu o Haiti e que fundou a Pastora da Criança.

Raimundo Gomes de Matos, que seguiu viagem na madrugada desta segunda-feira, disse que “essa homenagem, da mais justas, é uma forma de prestigiarmos a mulher brasileira, que batalha diariamente e que consegue vencere obstáculos”.

O parlamentar vai presidir a sessão especial, que contará com a participação de vários grupos dq Pastora da Criança de todo o País e de movimentos ligados à luta das mulheres.

Fortaleza ganha Casa da Justiça e Cidadania

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, na condição de também presidente do Conselho Nacional de Justiça, vai inaugurar, às 13h30min desta segunda-feira, a Casa de Justiça e Cidadania do Ceará. A unidade vai funcionar no Fórum Autran Nunes, do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT), no Centro de Fortaleza, e oferecerá serviços variados para a população. 

Ali, serão concentrados serviços do Tribunal de Justiça, do TRE, INSS, Decon, Ministério Público Federal e Estadual, Unifor, Câmara Municipal, Governo do Estado, OAB, Receita Federal, Sine/IDT e outros organismos, dentro do objetivo de desburocratizar o atendimento aos cidadãos.

A solenidade deve contar com a presença do presidente do STJ, ministro César Asfor Rocha, do presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Ernani Barreira, e do governador Cid Gomes.

Terremoto na Turquia deixa 41 mortos

“Pelo menos 41 pessoas morreram e 100 ficaram feridas em um terremoto de 6 graus na escala Richter que atingiu a Turquia nesta segunda-feira (08), na província de Elazig (leste), informou a emissora “NTV”. O observatório sismológico Kandilli, de Istambul, informou que o epicentro do terremoto ocorreu às 4h32 local (23h32 de Brasília) e aconteceu na cidade de Karakocan. O observatório registrou pelo menos 10 réplicas do tremor, entre 2.1 e 4 graus, e uma superior a 5 graus por volta das 10h local (5h de Brasília).

A Delegação do Governo em Elazig confirmou que 41 pessoas morreram e 100 ficaram feridas nas cidades da região. No entanto, as fontes acrescentaram que o número de mortos poderia aumentar porque não houve contato com algumas aldeias das montanhas da região. Dos feridos, 10 se encontram hospitalizados em estado grave, segundo o governo local. Muitos edifícios dessa empobrecida área foram derrubados. Ambulâncias de outras províncias foram enviadas para transportar os feridos.

O terremoto ocorreu a 5 quilômetros de profundidade e foi sentido nas províncias vizinhas de Tunceli, Diyarbakir e Malatya, causando pânico na população. Muammer Erol, governador de Elazig, disse que há pelo menos dez cidades gravemente afetadas, onde as construções ficaram bastante danificadas.

O ministro e porta-voz do governo, Cemil Çiçek, junto a outros três ministros, se deslocou com urgência para a região atingida pelo terremoto.”

(Folha Online)

Renan contrata "fantasma" exonerada por Sarney

renan

“Um fantasma ronda os protagonistas das duas maiores crises do Senado neste começo de século. O líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), recontratou uma servidora exonerada ano passado pelo presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), acusada de receber dos cofres públicos sem trabalhar. Vânia Lins Uchôa Lopes está lotada no gabinete de Renan desde setembro, três meses após ter sido dispensada por Sarney da presidência.

A assessora é casada com Ildefonso Tito Uchôa, primo de Renan e apontado como laranja do senador em emissoras de rádio em Alagoas. Vânia é sócia do marido em uma agência de veículos investigada pela Polícia Federal por ter emprestado ao senador R$ 178 mil não declarados à Receita. Os dois casos resultaram na abertura de processos de cassação de Renan no Conselho de Ética do Senado. Em meio a uma enxurrada de denúncias, o senador escapou duas vezes da cassação em plenário, mas foi obrigado a renunciar à presidência da Casa em 2007.

Contratada desde abril de 2005, Vânia foi exonerada por Sarney no dia 29 de junho de 2009, dois dias após o jornal Folha de S. Paulo revelar que o nome dela figurava na relação dos funcionários do gabinete da presidência do Senado. No auge da crise dos atos secretos, que quase lhe custou o mandato, Sarney negou conhecer a assessora, atribuiu sua contratação ao ex-presidente Renan e a exonerou imediatamente do cargo. Na presidência, ela exercia uma função comissionada (FC08) que lhe garantia um dos salários mais altos da Casa, de R$ 10 mil, mesmo valor pago, por exemplo, aos chefes de gabinete.

Mas o desemprego de Vânia durou pouco. Precisamente 80 dias. O boletim administrativo de 22 de setembro trouxe a nomeação da servidora para o cargo comissionado de assessor técnico, SF02, no gabinete de Renan. O salário líquido é de R$ 5.732,22. Com o auxílio-alimentação, chega a R$ 6.370,22.

O ato, assinado pelo diretor-geral da Casa, Haroldo Tajra, foi revogado por ele mesmo no dia 6 de novembro. Novamente, Vânia não ficou desempregada. No mesmo dia, o Ato 4109/2009 garantiu a recontratação da assessora para a mesma função.

Essa é a quinta vez que a servidora é contratada para trabalhar no gabinete de Renan desde abril de 1996. O nome dela está na lista dos assessores do senador no Portal da Transparência, do Senado. Ao todo, 66 servidores estão subordinados a ele na Casa: os 32 lotados em seus gabinetes em Brasília e Maceió, e outros 34 na liderança do PMDB.

O Congresso em Foco procurou duas vezes por Vânia Uchôa no gabinete de apoio de Renan em Maceió na última sexta-feira (5). Antes de responder, a secretária que atendeu ao telefone perguntou, primeiro, o sobrenome da assessora. Em seguida, afirmou: “Ela trabalha aqui. Ela vem todos os dias”. Na última sexta, porém, não estava. A reportagem ligou então para a casa de Vânia, mas recebeu a informação de que ela estava viajando.

A assessoria do presidente do Senado, José Sarney, afirmou que a responsabilidade pela nova contratação de Vânia não é sua, mas de Renan, e que não iria se manifestar mais sobre o assunto. Procurada para esclarecer os motivos da exoneração e da recontratação da servidora, a assessoria de imprensa de Renan Calheiros disse que não conseguiu fazer contato com o senador, passou um número de celular do próprio Renan, mas ele não atendeu à ligação.”

(Congresso em Foco)

Mulheres do MST fazem protesto no Ceará contra fábrica de agrotóxicos

Cerca de 400  mulheres ligadas ao Movimento dos Sem Terra (MST) amanheceram acampanhadas, nesta manhã de segunda-feira, em frente à fábrica Nufarme, situada no Novo Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza).

Elas fazem protesto contra a fábrica, produtora de agrotóxicos, e aproveitam este Dia Internacional da Muher para divulgar uma pauta de reivindincações do MST.

Ente as lutas, querem desapropriação da fábrica e maior celeridade nos processos de reforma agrária.

Primeiros cearenses que viveram sufoco do terremoto do Chile desembarcam em Fortaleza

familchile

Ana Rebeca, Lia e o pai delas, Antonio Ponce.

Os primeiros cearenses que viveram de perto o desespero e destruição provocados pelo terremoto de 8,8 graus regiostrado no fim do m~es passado no Chile desembarcaram, na madrugada desta segunda-feira, em Fortaleza. São eles Ana Rebeca de Sousa (17) e a irmã, Lia Raquel de Sousa (9 anos). Elas regressaram com o pai, o chileno Antonio Ponce.

Ana Rebeca foi visitar familiares do seu pai, que moram em Maule, localidade a 350 quilômetros ao Sul de Santiago e próxioma ao epicentro do terremoto. Ela havia ganho a passagem de um tio que mora nesse país, depois de ter passado no vestibular da Universidade Federal do Ceará para o curso de Enermagem.

“O presente foi bom, mas a experiência de viver um terremoto assim de perto jamais vou esquecer”, disse, ao desembarcar pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins, a jovem Ana Rebeca. Dizendo-se assustada até agora com o fato, ela foi passar um mês de férias no Chile. A irmã e o pai foram juntos, pois ele queria apresentar a família dele para as duas. Antonio Ponce, cabeleireiro mora há 22 anos no Ceará e estava no Brasil há 30 anos. Chegou a morar no Rio.

“Eu tinha uns 30 anos que não visitava minha família no Chile. Voltei e fui recebido com terremoto. Foi um susto”, contou Ponce, ao lado de sua mulher, Marta Alves de Souza, e do outro filho, Juan (11). Os dois aguardavam a volta deles no aeroporto. “Aqui eu fiquei rezando. Teve momento que faltou a comunicação. Não tinha telefone, não teve internet. Foi um desespero e eu só rezava”, disse Maria Alves.

Ponce, com as filhas, estava no Chile desde 5 de fevereiro. Mesmo passando pelo sufoco do terremeto, eles permaneceram nesse País, só regressando ontem conforme data dos bilhetes. “A minha família vive momento difícil. Ficamos para dar apoio. A nossa casa foi condenada pelo Governo e minha família deve ganhar nova moradia”, adiantou Antonio Ponce.

(Foto – Paulo Moska)

Homem é encontrado morto dentro do banheiro da rodoviária da cidade de Barro

Um crime misterioso foi registrado na cidade de Barro (Região do cariri). O corpo de um homem foi encontrado com três perfurações a faca dentro do banheiro da rodoviária do município. O caso ocorreu nesse domingo e a vítima foi identificada como João Marcelino Magalhães (65). Ele era passageiro do ônibus da empresa São Geraldo que procedia de de São Paulo com destino ao Rio Grande do Norte.

O ônibus fez a parada para o almoço em Barro quando o corpo de Marcelino foi encontrado. A Polícia abriu inquérito para apurar o caso.

Caso Bancoop – Promotor pede quebra de sigilo de Vaccari

“O promotor José Carlos Blat, do Ministério Público do Estado de São Paulo, pediu anteontem a quebra do sigilo bancário e fiscal do novo tesoureiro do PT, o sindicalista João Vaccari Neto, investigado por supostos crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, estelionato e apropriação indébita no comando da Bancoop, cooperativa habitacional dos bancários.

Blat, que abriu o inquérito criminal contra a Bancoop em 2007, solicitou ainda ao Dipo (Departamento de Inquéritos Policiais), do Tribunal de Justiça de São Paulo, o bloqueio da conta bancária da cooperativa e a oitiva urgente de Vaccari, que se licenciou da presidência da cooperativa em fevereiro.

O promotor estima que pelo menos 47 empreendimentos da Bancoop não saíram do papel, o que prejudicou cerca de 3.000 famílias. Há desde casas pagas e não entregues a valores que foram majorados acima da estimativa original. O rombo nas contas da cooperativa chegaria a R$ 100 milhões.

Em reportagem da edição desta semana, a revista “Veja” relata que, na última segunda-feira, o promotor começou a receber o primeiro lote de documentos com a quebra do sigilo bancário da cooperativa, que havia sido solicitada por ele em março do ano passado. São cerca de 8 mil páginas com transações bancárias realizadas pela Bancoop entre 2001 e 2008.

Segundo o promotor, cerca de R$ 31 milhões em cheques da cooperativa, assinados por Vaccari e por outros diretores, foram sacados em dinheiro em nome da Bancoop, o que dificulta rastrear o beneficiário.

“Outro fato que impressiona é que, entre 2005 e 2006, quando muitas obras estavam paradas e a cooperativa já enfrentava muitos problemas, a Bancoop pagou cerca de R$ 1,5 milhão à empresa de segurança de Freud Godoy”, afirma Blat. Freud, ex-segurança das campanhas de Lula é, ao lado de Vaccari, investigado no caso da compra de falso dossiê contra tucanos na eleição de 2006.

Para o promotor, dinheiro do grupo ajudou a financiar campanhas eleitorais petistas. “A Bancoop é uma organização criminosa com fins político-partidários”, afirmou.

Outro lado
O advogado da Bancoop, Pedro Abreu Dallari, disse ontem que a investigação não tem “pé nem cabeça”. “É um completo absurdo. Essa investigação começou em 2007 e não tem nenhuma medida judicial.”
Segundo Dallari, não existe saque em dinheiro, mas movimentações interbancárias entre contas da própria Bancoop, já que, cada empreendimento tem um conta bancária própria. “Isso é registrado como saque, mas é movimentação interbancária.” Para o advogado, o caso da Bancoop voltou à tona para alimentar o pedido do PSDB de CPI na Assembleia paulista. “É a única explicação que encontro para tantas leviandades.”

(Folha)

Fortaleza = Água para mais dois anos

“O sistema de abastecimento d’água da Região Metropolitana de Fortaleza está com reservas na ordem de 75%, segundo o secretário estadual dos Recursos Hídricos, César Pinheiro. “Isso garante água por mais dois anos. Mesmo com seca”, diz o secretário. Enquanto isso, o Comando da 10ª Região Militar promete iniciar, nesta semana, a distribuição de água, por meio do carro-pipa, para 66 municípios, atendendo perto de 450 mil cearenses. Isso mostra que ainda falta muito para que o cearense consiga conviver com a estiagem sem tantos traumas. O secretário César Pinheiro diz, porém, que o investimento no Eixão das Águas continua e que os trechos já concluidos (só falta o de Fortaleza-Pecém) amenizam um quadro que poderia ser bem pior. A propósito: como vai a democratização do acesso a essa água? ”

(Coluna Vertical, do O POVO)