Blog do Eliomar

Últimos posts

Drummond mostra como deveria ser o verdadeiro espírito natalino

Na crônica “Este Natal”, o poeta, contista a cronista Carlos Drummond de Andrade retrata o espírito natalino do brasileiro. Confira:

— Este Natal anda muito perigoso — concluiu João Brandão, ao ver dois PM travarem pelos braços o robusto Papai Noel, que tentava fugir, e o conduzirem a trancos e barrancos para o Distrito. Se até Papai Noel é considerado fora-da-lei, que não acontecerá com a gente?

Logo lhe explicaram que aquele era um falso velhinho, conspurcador das vestes amáveis. Em vez de dar presentes, tomava­os das lojas onde a multidão se comprime, e os vendedores, afobados com a clientela, não podem prestar atenção a tais manobras. Fora apanhado em flagrante, ao furtar um rádio transistor, e teria de despir a fantasia.

— De qualquer maneira, este Natal é fogo — voltou a ponderar Brandão, pois se os ladrões se disfarçam em Papai Noel, que garantia tem a gente diante de um bispo, de um almirante, de um astronauta? Pode ser de verdade, pode ser de mentira; acabou-se a confiança no próximo.

De resto, é isso mesmo que o jornal recomenda: “Nesta época do Natal, o melhor é desconfiar sempre”.Talvez do próprio Menino Jesus, que, na sua inocência cerâmica, se for de tamanho natural, poderá esconder não sei que mecanismo pérfido, pronto a subtrair tua carteira ou teu anel, na hora em que te curvares sobre o presépio para beijar o divino infante.

O gerente de uma loja de brinquedos queixou-se a João que o movimento está fraco, menos por falta de dinheiro que por medo de punguistas e vigaristas. Alertados pela imprensa, os cautelosos preferem não se arriscar a duas eventualidades: serem furtados ou serem suspeitados como afanadores, pois o vende­dor precisa desconfiar do comprador: se ele, por exemplo, já traz um pacote, toda cautela é pouca. Vai ver, o pacote tem fundo falso, e destina-se a recolher objetos ao alcance da mão rápida.

O punguista é a delicadeza em pessoa, adverte-nos a polícia. Assim, temos de desconfiar de todo desconhecido que se mostre cortês; se ele levar a requintes sua gentileza, o melhor é chamar o Cosme e depois verificar, na delegacia, se se trata de embaixador aposentado, da era de Ataulfo de Paiva e D. Laurinda Santos Lobo, ou de reles lalau.

Triste é desconfiar da saborosa moça que deseja experimentar um vestido, experimenta, e sai com ele sem pagar, deixando o antigo, ou nem esse. Acontece — informa um detetive, que nos inocula a suspeita prévia em desfavor de todas as moças agradáveis do Rio de Janeiro. O Natal de pé atrás, que nos ensina o desamor.

E mais. Não aceite o oferecimento do sujeito sentado no ônibus, que pretende guardar sobre os joelhos o seu embrulho.

Quem use botas, seja ou não Papai Noel, olho nele: é esconderijo de objetos surrupiados. Sua carteira, meu caro senhor, deve ser presa a um alfinete de fralda, no bolso mais íntimo do paletó; e se, ainda assim, sentir-se ameaçado pelo vizinho de olhar suspeito, cerre o bolso com fita durex e passe uma tela de arame fino e eletrificado em redor do peito. Enterrar o dinheiro no fundo do quintal não adianta, primeiro porque não há quintal, e, se houvesse, dos terraços dos edifícios em redor, munidos de binóculos, ladrões implacáveis sorririam da pobre astúcia.

Eis os conselhos que nos dão pelo Natal, para que o atravessemos a salvo. Francamente, o melhor seria suprimir o Natal e, com ele, os especialistas em furto natalino. Ou — idéia de João Brandão, o sempre inventivo — comemorá-lo em épocas incertas, sem aviso prévio, no maior silêncio, em grupos pequenos de parentes, amigos e amores, unidos na paz e na confiança de Deus.

Comissão para avaliar projeto que mexe com agências reguladoras deve ser instalada em fevereiro

O Congresso Nacional propôs, em agosto deste ano, a instalação de uma comissão temporária para avaliar uma proposta que promete melhorar a gestão das agências reguladoras. O Projeto de Lei 6621, de 2016, de autoria do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), quer unificar as regras sobre gestão, poder e controle social das agências, a fim de dar mais autonomia, transparência nas atividades e evitar que essas autarquias sofram interferência do setor privado.

A instalação da comissão ainda vem se arrastando, mas o relator do PL, o deputado Danilo Forte (PSB-CE), garante que a discussão será retomada na primeira semana de fevereiro. Para ele, a importância das agências tende a crescer com isso, já que as desestatizações estão em pauta. “As estatais hoje são um peso muito grande para o governo carregar nas costas, na medida em que quase todas são deficitárias”, garante.

Só em 2017, o governo Temer lançou um pacote de desestatizações a fim de estancar a crise nos cofres públicos. No primeiro dia de setembro, foi anunciada a nova meta fiscal para este ano e para 2018 e, segundo informações do Planalto, o déficit seria de R$ 159 bilhões para os dois anos – o esperado para 2017 era R$ 139 bi e para 2018, R$ 129 bi. Ainda em agosto, o presidente Michel Temer anunciou um pacote de privatizações, incluindo aeroportos e a Eletrobras – que tinha dívidas de R$ 43,5 bilhões.

“Privatização pode ser boa ou ruim. O fato é o seguinte: nas condições em que nós estamos transferindo o patrimônio nacional, provavelmente nós estamos fazendo negócios apressados, afoitos”, analisa o economista Roberto Piscitelli.

Agências

Atualmente, o Brasil tem dez agências reguladoras, sendo: Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel); Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP); Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel); Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS); Agência Nacional de Águas (ANA); Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq); Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT); Agência Nacional do Cinema (Ancine), e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A principal função dessas autarquias é criar normas de controle e fiscalização de alguns setores, com foco no interesse público. Caso o PL seja aprovado, uma das maiores mudanças seria no mandato dos dirigentes. Atualmente, o mandato dos conselheiros e dos diretores das agências é de quatro anos, podendo ser reeleitos por mais um mandato. Se aprovado, o projeto prevê cargo de cinco anos, sem recondução.

Projeto em Sobral proíbe estudo sobre identidade de gênero nas escolas. Ivo Gomes veta?

Com o prefeito Ivo Gomes (PDT), a decisão de vetar ou não um projeto, aprovado na Câmara Municipal, que proíbe o estudo sobre identidade de gênero nas escolas públicas e privadas de Sobral.

A grita é geral do Movimento LGBT.

Será um bom teste para o prefeito que, dizem, não deve esperar 2018 para tomar uma decisão.

Prefeitos acertam para maio a primeira Marcha a Brasilia em Defesa dos Municípios

Uma nova campanha da Confederação Nacional de Municípios (CNM) incentivará os gestores locais a participarem da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, entre os dias 21 e 24 de maio. Segundo o site da CNM, Paulo Ziulkoski, presidente da entidade, aconselha que os prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e demais agentes locais promovam inscrições on-line, o quanto antes.
“Esse é o ápice do movimento municipalista. Oportunidade ímpar para os gestores relatarem a situação de crise do país que tem os Municípios brasileiros como o leito da ferida”, destaca Ziulkoski. Ele lembra ainda que a programação do evento de 2018 traz um espaço para que futuros candidatos à Presidência da República apresentem suas propostas e para que firmem compromisso com as pautas municipalistas.
“A redefinição de um novo pacto federativo, que garanta autonomia ao Ente municipal, é um caminho longo, mas talvez o único capaz de superar as dificuldades que se repetem há vários anos”, salienta o presidente da CNM, na carta de convocação do evento. Nessa ideologia, se faz tão importante a presença de representantes dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, além do futuro governante da nação brasileira.
DETALHE – Para facilitar o acesso às informações da Marcha, a CNM lançou o hotsite do evento na rede mundial de computadores, vinculado ao portal institucional da entidade.

TRT do Ceará homologa resultado final do concurso para servidores

194 2

O plenário do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará homologou, por unanimidade, o resultado final do concurso público para servidores. O ato foi a última etapa para validar o certame realizado para prover vagas e formação de cadastro de reserva para os cargos de Técnico e Analista Judiciário da Justiça do Trabalho do Ceará. Há atualmente, segundo a administração do Tribunal, 8 cargos vagos de Analista Judiciário e 21 de Técnico Judiciário. Também constam 11 processos de aposentadoria em curso. A informação é da assessoria de imprensa do TRT do Ceará.

Foram inscritos no certame cerca de 27 mil candidatos, dos quais 544 concorreram a vagas destinadas a pessoas com deficiência e 2.657 concorreram a vagas destinadas a pessoas negras

As provas foram elaboradas pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/Unb) e ocorreram no dia 22 de outubro, em Fortaleza. Foram ofertados dez cargos, sendo oito para nível superior e dois para nível médio.

Os cargos ofertados são: analista judiciário – área administrativa; analista judiciário – especialidade contabilidade; analista judiciário – especialidade medicina do trabalho; analista judiciário – especialidade medicina psiquiatria; analista judiciário – especialidade odontologia; analista judiciário – especialidade tecnologia da informação; analista judiciário – área judiciária; analista judiciário – especialidade oficial de justiça avaliador federal; técnico judiciário – área administrativa; e técnico judiciário – área tecnologia da informação.

DETALHE – O concurso tem validade de dois anos prorrogáveis por mais dois anos. O último concurso público para servidores da Justiça do Trabalho do Ceará foi realizado em 2009 e expirou em 2013.

Uma segunda-feira de poucas chuvas no Ceará

Choveu, nas últimas horas, em apenas nove municípios do Ceará, segundo boletim divulgado pela Funceme.  Confira:

Beberibe (Posto: Lagoa Funda) : 32.0 mm

Ocara (Posto: Serragem) : 25.0 mm

Saboeiro (Posto: Sitio Itaporanga) : 20.0 mm

Fortim (Posto: Fortim) : 18.0 mm

Palmácia (Posto: Palmacia) : 12.8 mm

Umari (Posto: Cajazerinha) : 12.0 mm

Orós (Posto: Oros) : 9.0 mm

Itapiúna (Posto: Palmatoria) : 6.8 mm

Iguatu (Posto: Iguatu) : 6.0 mm

Itapiúna (Posto: Itapiuna) : 2.2 mm

*A previsão da Funceme para esta segunda-feira é de possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea e no Sul do Estado.

Pessoas em situação de rua ceiam com voluntários na Praça do Ferreira

148 1

A tradição de se reunir com a família para a ceia de natalina, há 25 anos, não faz parte dos dezembros de Rogério Pinto Nascimento, 42. Em situação de rua desde 2015, o homem de riso frouxo lembra com saudade das vésperas de Natal que passou com familiares, tempos atrás, no bairro Tancredo Neves. Porém, na noite desse domingo, 24, Rogério voltou a experimentar um momento de comunhão.

Ao lado de amigos que têm a rua como moradia, ele ceou com cerca de 500 voluntários, que participaram da 4ª edição do projeto Ceia Natal, no Centro, promovido pela Igreja Batista Central (IBC). “É uma atitude muito linda. Muita gente que está aqui hoje abriu mão de estar com as suas famílias para cear com a gente. Eles dizem que é uma forma de demonstrar amor por nós e também a Deus. E eu acredito”, agradece Rogério.

A refeição foi servida e uma mesa farta, ladeada pela Coluna da Hora, em plena Praça do Ferreira. Contudo, não somente o jantar foi ofertado. Além de atividades recreativas para as crianças e da apresentação de músicos, foram ofertadas oportunidades de recomeço. Em conversas com os voluntários, que também sentaram à mesa e cearam junto com os moradores, vagas em abrigos e clínicas de recuperação para dependentes químicos foram oferecidas aqueles que desejassem.

Nos últimos três anos, cerca de 30 pessoas foram retiradas das ruas. Era a oportunidade que o técnico de som Flávio da Silva buscava. Há cinco anos na rua, saído da Barra do Ceará, ele diz que ainda trabalha, mas não tem dinheiro suficiente para manter uma moradia. “Passei alguns anos presos, por conta de algumas besteiras que fiz, mas não me envolvo mais. Hoje eu trabalho e pretendo sair dessa situação em janeiro. Por enquanto, minha família é essa aqui”, disse, apontando para outros moradores de rua.

Não foram somente os fiéis da IBC que participaram como voluntários da ceia. Muitas pessoas de fora da igreja, e até de outras religiões, souberam do evento, se prontificaram e foram acolhidos para servir. É o caso da estudante de engenharia Bruna Guilherme, 24, que se define como uma “cristã” ou “católica pouco praticante”. Ao lado da mãe e do namorado, ela soube da iniciativa por meio de uma amiga e resolveu participar.

O projeto Ceia Natal, de 2017, havia sido planejado há cerca de cinco meses, quando a permissão à Prefeitura de Fortaleza para a utilização do espaço, e o apoio da Polícia Militar, foram solicitados. Já a preparação dos alimentos começou ainda pela manhã, quando os voluntários, divididos em grupos, se revezaram na cozinha da sede da IBC, no bairro Ancuri.

No total, foi preparada quase meia tonelada de alimentos arrecadados em campanha na igreja e através das redes sociais. A comida foi posta à mesa por volta das 20 horas. A ceia se estendeu até às 22h30min, supervisionada por policiais e guardas municipais.

(O POVO Online)

Vozão anuncia retorno de Felipe Azevedo e contratação do atacante Douglas

O Ceará anunciou nesse domingo (24) as contratações dos atacantes Felipe Azevedo e Douglas. Felipe já defendeu o Vozão em 2011-2012, quando atuou em 59 jogos. Ele foi o autor do gol de empate no Clássico-Rei da final do Campeonato Cearense de 2012, resultado que deu o bicampeonato da competição ao Ceará.

Nas últimas três temporadas, Felipe Azevedo, 30, defendeu a Ponte Preta e, por último, o Chiangrai United, na Tailândia, onde fez história com título inédito e marcas pessoais em artilharia.

Já o atacante Douglas Coutinho, 23, foi revelado na base do Cruzeiro e com participação na Seleção Brasileira Sub-21. Nos últimos três anos, além do clube mineiro, o atacante defendeu o Braga, de Portugal, e o Atlético/PR, onde estava na última temporada.

Antes, o Ceará havia anunciado o meia Javier Reina e o zagueiro Bruno Pires. Os quatro atletas reforçam o Ceará em quatro competições em 2018: o Campeonato Cearense, a Copa do Brasil, o Nordestão e o Brasileirão.

(Foto: Divulgação)

Justiça suspende parcialmente proibição de entrada de refugiados nos EUA

Um juiz federal de Seattle suspendeu parcialmente a proibição de entrada nos Estados Unidos de refugiados procedentes de países de maioria muçulmana, medida tomada pelo presidente Donald Trump logo após tomar posse na Casa Branca. O argumento do juiz é que a regra impedia a reunião de pessoas com parentes que vivem legalmente em território americano.

A decisão foi tomada pelo juiz James Robart, após escutar as argumentações de duas entidades de proteção dos direitos civis: União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU) e o Serviço da Familília Judaica.

Essas associações afirmaram que a proibição de Trump causa danos irreparáveis às famílias e põe algumas pessoas em risco. Para os advogados do governo, a medida é necessária para proteger a segurança nacional.

Robart ordernou que o governo federal continue o processo de admissão de solicitações de refugiados e afirmou que a decisão deve ser aplicada “a pessoas com relação real com uma pessoa ou entidade dos Estados Unidos”.

No fim de outubro, o governo americano vetou a entrada de refugiados procedentes de 11 países de maioria muçulmana, a maioria da África e do Oriente Médio, à espera de uma revisão de segurança de 90 dias. Os afetados são cidadãos de Egito, Irã, Iraque, Líbia, Mali, Coreia do Norte, Somália, Sudão do Sul, Sudão, Síria e Iêmen.

Desde que chegou à Casa Branca, Trump criticou as leis migratórias e de refugiados dos EUA e prometeu reforçar os requisitos para viajar e conseguir a residência legal no país, especialmente para pessoas de países com maioria muçulmana.

(Agência Brasil)

Em pronunciamento à Nação, Temer fala de otimismo e reitera ser fundamental a reforma da Previdência

O presidente Michel Temer ocupou a rede nacional de rádio e TV, nesta noite de domingo, em seu pronunciamento natalino.

Em clima de balanço, falou que o País avançou, que a inflação está sob controle e que o PIB cresceu. Reconheceu ainda ser alto o número dos desempregados, mas afirmou que a reforma trabalhista deve mudar esse cenário em breve.

“Em um curto espaço de tempo colocamos a economia em ordem, saímos da recessão e temos as taxas de juros mais baixas dos últimos anos”, afirmou o peemedebista, adiantando que “está mais barato para viver” no Brasil.

Aproveitou para avisar: “Não adotamos modelos populistas, nem escondemos a realidade. Nada de esperar por milagres e contar com salvadores da pátria”.

Temer disse ainda ter liberado o FGTS e o PIS/Pasep, além de ter adotado um plano de renegociação de dívidas dos agricultores. Citou o Programa Avançar e defendeu a reforma da Previdência, observando não ser questão ideológica, mas para garantir os pagamentos futuros. Citou a Argentina como exemplo, pois aprovou essa reforma.

Também afirmou estar confiante de que os parlamentares não faltarão e votarão pela reforma da Previdência. Disse Temer que está abrindo as portas para um 2018 de mais emprego e crescimento.

(Foto- Reprodução de TV)

CAE buscou criar condições para o crescimento do país, avalia Tasso Jereissati

Reduzir a burocracia, enfrentar o custo Brasil e criar condições para o crescimento do país foram objetivos da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) ao longo de 2017. A avaliação é do presidente do colegiado, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que acredita que os senadores cumpriram bem a missão. Durante o ano, a CAE realizou 22 audiências públicas e seis sabatinas. Foram analisadas 249 proposições, sendo 84 projetos de lei com origem no Senado e 16 projetos da Câmara dos Deputados.

Ao fazer uma análise das atividades da comissão, o parlamentar afirmou ter sido “o ano mais produtivo dos últimos tempos” e destacou a formação de grupos de trabalho para avaliar e propor soluções para dificuldades básicas da economia brasileira: reformas microeconômicas, sob o comando do senador Armando Monteiro (PTB-PE); e funcionalidade do sistema tributário, sob responsabilidade de Ricardo Ferraço (PSDB-ES).

Segundo o senador, o desafio era dar concretude ao trabalho, para que não fossem produzidos documentos apenas para serem arquivados. Por isso, a intenção é dar prioridade aos projetos em andamento que tratam dos temas, tanto no Senado como na Câmara. Além disso, as sugestões e os diagnósticos dos dois relatórios serão publicados e enviados a todas as áreas de interesse do governo.

– Em relação às questões de tributação, a ideia é que as sugestões se encontrem com o projeto do deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) sobre reforma tributária em tramitação na Câmara – explicou.

Entre os projetos aprovados pela comissão estão o que amplia medidas destinadas a coibir o uso de loterias para lavagem de dinheiro, o que destina o dinheiro recuperado de corruptos com prioridade à educação, além do que restringe o grupo de autoridades com direito a usar carro oficial.

Para o ano que vem, Tasso Jereissati prevê um desafio grande pela frente: a análise e a votação da reforma da previdência que chegará da Câmara dos Deputados. Além disso, ele quer levar adiante as propostas elaboradas em 2017 relativas a questões microeconômicas e do custo Brasil.

(Agência Senado)

Natal – Servir a Deus

Em um conto sobre o menino Jesus, o jornalista Nicolau Araújo manda artigo para o Blog. Ele aponta qual o verdadeiro presente de Natal que podemos oferecer a Deus. Confira:

Há mais de dois mil anos, às margens do rio Jordão, um rico comerciante caminhava angustiado, pois não sabia como poderia servir a Deus.

Pensou que, talvez, Deus gostaria se toda a sua fortuna fosse transformada em pães para alimentar os pobres. Mas logo deduziu que, no dia seguinte, os pobres estariam novamente com fome e ele não mais teria dinheiro para comprar mais pães.

Então idealizou a construção de milhares de casas. Mas logo concluiu que não teria tamanha fortuna para isso.

No auge da sua angústia, o comerciante ouviu a voz de uma criança às suas costas:

– Tenho sede.

Por alguns segundos, o homem ficou paralisado diante da luz que irradiava em volta da criança.

– Tenho sede! Insistiu a criança.

O comerciante, então, caminhou até o rio e levou água em suas mãos.

A criança reclamou:

– A quantidade de água que pegaste para a minha sede, não é mais a quantidade que me ofereces, pois muito fora desperdiçado no caminho por entre os seus dedos.

O homem então olhou em volta e notou uma cabaça. E retornou do rio com a água.

A criança novamente reclamou:

– A água pura que colheste do rio, não é a que me ofereces agora, pois há impurezas na cabaça.

O comerciante então voltou a angustiar-se, ao não saber como proceder. A criança então falou:

– Servir a Deus é manter-se forte e puro para quando Ele de ti precisar para matar a sede do Seu rebanho.

Projeto aumenta pena para condutor que negar passagem a pedestre

69 1

Está em análise na Câmara dos Deputados proposta que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) para aumentar penalidade para o condutor que deixar de dar preferência de passagem a pedestre e a veículos não motorizados, como cadeiras de rodas.

O texto equipara a punição para essa infração de trânsito àquela imposta para o avanço do sinal vermelho, fixando o mesmo valor de multa, ou seja, cinco vezes o valor definido para a infração gravíssima. Hoje a multa é de uma vez o valor para esse tipo de infração.

A medida consta no Projeto de Lei 7556/17, do deputado Veneziano Vital do Rêgo (PMDB-PB). “A penalidade imposta pela legislação não está sendo suficiente para punir adequadamente os condutores e forçá-los a respeitar a prioridade do pedestre na faixa”, justificou o autor.

A proposta será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Viação e Transportes e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

“Ganhei um extraordinário presente de Natal e muitas lições”, diz Salmito

195 1

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), compartilha o sentimento de uma das comunidades mais carentes de Fortaleza, a Rosalina: Confira:

Chegar em uma comunidade como a Rosalina – que é tão vítima da brutal desigualdade de oportunidades sociais, tão esquecida pelo poder público, de todos que vieram me cumprimentar e abraçar ninguém me pediu benefício individual como dinheiro ou emprego.

Os pedidos foram coletivos para a comunidade, como um equipamento público de lazer (a qual não tem nenhum equipamento público de lazer) como uma Areninha – pedido que encaminharei pessoalmente ao prefeito Roberto Cláudio -, iluminação pública para uma rua e a retirada de um guincho entre os blocos residenciais.

Isso é fruto de um trabalho que envolve orientação da Pastoral Social da Igreja Católica, orientação do nosso mandato parlamentar e o grau de consciência política da líder de opinião local, que é presidente da Associação dos Moradores.

Encontrei famílias humildes com dignidade e com esperança! As crianças (a imagem mais cristalina de Deus) com seus olhares ingênuos buscando brincar, assistir às apresentações natalinas e acompanhadas de suas mães, avós e pais…

Saí sensibilizado, ainda mais convicto de que a desigualdade de oportunidades sociais é uma imensa dívida do poder público no nosso Brasil e com isso uma extraordinária possibilidade de transformação social com a esperança do olhar e da busca por dignidade em cada criança e nos adultos que ali enfrentam os maiores desafios para viver buscando o maior princípio ético que é defender sua vida com dignidade.

Vamos em frente com o coração e a razão alinhados em busca da construção política como transformação social, principalmente, estimulando a igualdade de oportunidades sociais para todos, através da educação pública de qualidade e outras políticas públicas sociais.

Feliz Natal com o renascimento do Deus Filho Libertador!

*Salmito Filho

Presidente da Câmara Municipal de Fortaleza

(Foto – Facebook)

ONG diz que 36 presos políticos já foram libertados na Venezuela

A ONG Fórum Penal Venezuelano informou neste domingo (24) que 36 presos políticos já foram libertados após a recomendação feita nesse sábado (23) pela Comissão da Verdade, órgão criado pela Assembleia Nacional Constituinte, de libertar mais de 80 detidos durante os protestos de 2014 e 2017.

“Foram libertados os jovens Carlos J Velasco e Carlos Pereira. São 36 presos políticos libertados entre ontem e hoje, mas é preciso ressaltar que outros dois foram presos em Mérida. Não há libertações em Mérida”, afirmou em sua conta no Twitter o diretor da organização, Alfredo Romero.

O procurador-geral, Tareq Saab, tinha informado ontem que estava em trâmite a medida de libertação para 69 processados.

Outro dos responsáveis da ONG, Gonzalo Himiob, acrescentou que, entre as 36 libertações confirmadas, há “15 com alvarás de soltura e uma sem processo judicial (não tinha sido apresentado)”.

Presidente da Assembleia Nacional Constituinte (ANC), órgão plenipotenciário composto somente por governistas e não reconhecido pela oposição, Delcy Rodríguez, declarou nesse sábado que a Comissão da Verdade, também liderada por ela, recomendou à Justiça medidas substitutivas para mais de 80 presos.

A libertação de todos os presos políticos é uma das exigências da oposição nos diálogos que o governo e os antichavistas mantêm na República Dominicana, de modo a buscar uma solução para a crise que a Venezuela vive há meses. A previsão é que os diálogos sejam retomados em janeiro.

(Agência Brasil)

Roberto Cláudio visita famílias em hospitais

352 2

Nesta véspera de Natal, na manhã deste domingo (24), o prefeito Roberto Cláudio e a primeira-dama Carol Bezerra visitaram pacientes do Hospital Infantil de Fortaleza Dra. Lúcia de Fátima, enquanto equipes da Secretaria da Saúde visitavam o Hospital Gonzaguinha do José Walter.

Durante a visita, eles compartilharam mensagens natalinas e deram presentes para pacientes que estão internados.

Durante a visita da família do prefeito Roberto Claudio, os corredores do hospital, localizado no bairro Parangaba, foram tomados pelas músicas natalinas entoadas pelo Coral Natal de Luz, formado por crianças da Associação Nossa Casa Mãe África (ANCMA).

A primeira-dama Carol Bezerra destacou a importância da visita para sua família. “Estamos felizes em participar desta confraternização. Hoje é um dia de doação. Natal significa deixarmos de lado o egoísmo e nos confraternizarmos com aqueles que mais precisam de solidariedade”.

O mesmo cenário de solidariedade e emoção marcou a visita a ala da maternidade do Hospital Gonzaguinha do José Walter. A entrega de presentes às mães dos recém-nascidos foi acompanhada pelo Coral da Etufor (Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza).

(Fotos – Divulgação)