Blog do Eliomar

Últimos posts

Prefeitos da Frente Sul declaram apoio a Eunício

O deputado federal, Eunício Oliveira (PMDB) ganhou apoio dos prefeitos que integram a chamada Frente Municipalista de Prefeitos do Sul do Ceará (Frente Sul). Eunício é pré-candidato a Senador.

A adesão ocorreu durante almoço organizado pelo prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder, no último domingo. Várias lideranças da região – vereadores e lideres de associações, participaram do evento.

Roberto Pessoa conversa com direção do PR sobre destino de sua pré-candidatura a governador

robeetopessoa

O prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, estará em Brasília nesta terça-feira. Ali, ele terá um encontro com a cúpula do Partido da República. É hora de avaliar as perspectivas de sua candidatura ao Governo do Ceará.

Roberto tem dito que quer disputar, mas há um grupo de Maracanaú reivindicando sua permanência no cargo, alegando que ele não teria estrutura suficiente para enfrentar  a máquina oficial.

Observadores políticos avaliam que a candidatura de Roberto Pessoa só teria futuro se fosse, na prática, o palanque pró-Dilma Rousseff no Estado, caso o governador Cid Gomes tenha que apoiar o seu irmão, o deputado federal Ciro Gomes (PSB). Outros segmentos dizem que poderia prosperar com o apoio do PSDB de Tasso Jereissati.

Nesse encontro da cúpual do PR

Crise em Juazeiro: Secretária deixa o cargo e dá adeus ao PT

O prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana (PT), enfrenta uma nova crise política. A secretária de Ação Social e Cidadania, Vanda Rozeno, anunciou, durante uma entrevista à FM Tempo seu pedido de exoneração do cargo e desfiliação do Partido dos Trabalhadores, sigla à qual estava filiada há 10 anos.

“Estou me desligando do PT e estou também, por entender que este é um cargo político, entregando a Secretaria. Estou saindo porque não acredito em alguns componentes do partido, e uma pessoa que não cumpre acordo, para mim não merece respeito. Foi descumprido um acordo que foi feito, na questão das vagas”.

Vanda Rozeno explicou: “No Diretório foi cumprido o acordo, mas  por uma questão pessoal, eu imagino, na questão da Executiva foram tiradas as minhas vagas, e por conta disso eu não tenho condições de conviver com pessoas que não cumprem acordo”.

A Secretária disse também que havia procurado o prefeito para comunicar o fato, mas não obteve retorno das ligações.

DETALHE – No fim de 2009, o prefeito Manuel Santana demitiu uma secretária pelo twittter. Agora, soube do pedido de exonerçaão de Vanda Rozeno pelo rádio.

Tasso reclama do silêncio de Serra sobre candidatura

“Lembrado como alternativa para a vaga de vice na chapa encabeçada pelo também tucano José Serra na disputa pela Presidência da República, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) afirmou ontem não estar convencido de que é boa a estratégia do governador de São Paulo de adiar ainda mais o anúncio de sua candidatura e que seu nome “não está à disposição” do partido.

Para Tasso, não bastou a declaração pública de Serra da semana passada dizendo nunca ter abandonado a ideia de ser candidato e cobrou que o governador de São Paulo “caia na vida”.

Numa referência indireta ao ritmo acelerado da ministra-chefe da Casa Civil e pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, o senador afirmou que o atraso na campanha do PSDB na corrida pelo Palácio do Planalto é mais grave do que perder um bonde.

— O nosso trem está atrasado, disse ele. — Quando falo em ser candidato, é cair na rua, cair na vida. Articular, fazer visitas, chamar os estados, dar entrevistas e garantir na imprensa o mesmo espaço dado ao adversário.

Fugindo ao estilo cauteloso —- até pelas divergências passadas que deixaram marcas na relação com Serra, quando apoiou Ciro Gomes para presidente da República em 2002 —, Tasso elevou o tom das críticas. Atribuiu a estratégia de Serra de adiar para abril o anúncio de sua candidatura “aos amigos dele”:

— É uma estratégia que ninguém está entendendo. Acho isso uma loucura, sem sentido.

Sobre a especulação em torno do seu nome para compor como vice numa eventual chapa puro-sangue, Tasso disse que a hora dessa discussão ainda não chegou.

— Primeiro a gente tem que ter um candidato na rua. O vice, tem tempo (para encontrar). A gente não tem mais tempo é de ficar sem candidato — afirmou o tucano.

* Leia mais no Globo Online aqui.

Lúcio diz que Roberto Pessoa continua pré-candidato a governador

lucioalc

O presidente regional do PR, o ex-governador Lúcio Alcântara, afirmou, nesta terça-feira, que o nome do prefeito de Maracanaú, Robeto Pessoa, continua posto como pré-candidato da legenda para o Governo.

Ele informou que fez reunião em sau casa, nessa noite de segunda-feira, com a presença da bancada federal e estadual e do próprio Roberto Pessoa, para avaliar o quadro. Disse que há um movimento políico em Maracanaú querendo que o prefeito permaneça no cargo.

“O Roberto me disse que quer deixar o cargo e disputar o Governo. Nós defendemos o nome dele, mas só ele é quem pode resolver isso. O Roberto vai conversar com a direção nacional em Brasília”, adiantou Lúicio Alcântara.

O ex-governador reiterou que trabalha para disputar uma vaga de deputado federal, dentro do objetivo de fortalecer o PR nos Estados. Nesta terça-feira, Lúcio tratará com o ministro Alfredo Nascimento (Transportes), não somente das eleições no Ceará, mas também sobre a formação da nova cúpula nacional do partido.

Lúcio deu uma certeza: Alfredo Nascimento vai assumir, no próximo dia 5, a presidência nacional do partido.

Prefeita está em Brasília discutindo quadro de verbas

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), passa toda esta terça-feira em Brasília. Ali, participa de reunião da Frente Nacional dos Prefeitos, que faz uma avaliação da conjuntura política e econômica do País e das perdas com Fundo de Participação dos Municípios.

Paralelamente ao encontro, ocorre o fórum dos secretários de Finanas das Capitais. Alexandre Cialdini, titular da Sefin de Fortaleza, confere o encontro.

Luizianne Lins embarcou na madrugada desta terça-feira e chegou em cima da hora do voo. Não deu entrevista.

Mulher reage a assalto e é baleada

Uma mulher de 34 anos foi baleada na cabeça, na madrugada desta terça-feira, 9, por um homem que tentava assaltá-la no bairro Cidade 2000, em Fortaleza.

Marcela Montenegro teria sido abordada pelo bandido e acabou reagindo ao assalto, acelerando o carro, modelo Citröen, que conduzia.
O assaltante disparou vários tiros e um deles atingiu a cabeça da vítima, que estava acompanhada da mãe. Marcela foi socorrida por uma ambulância do Samu em estado grave. O criminoso não foi localizado.

(O POVO Online)

Atacadão abre as portas em Fortaleza

Fortaleza está ganhando, nesta manhã de terça-feira, umam filial do Atacadão, que pertence ao Grupo Carrefour. Está localizado na avenida Senador Carlos Jereissati, em frente ao Aeroporto Internacional Pinto Martins. O Atadaão chega com uma oferta variada de produtos e um mix com mais de 10 mil itens. Além disso, a instalação da rede gera 350 empregos diretos e mais de 600 indiretos, com ênfase ao primeiro emprego para os jovens recrutados na cidade.

A grande variedade de produtos – alimentos, conservas, enlatados, frios e laticínios, carnes e peixes, hortifrutigranjeiros, bebidas e refrigerantes, doces e biscoitos, cereais, higiene pessoal, limpeza, utilidades domésticas, automotivos e pet shop – das mais diferentes marcas fica à disposição numa loja moderna, climatizada e com amplo estacionamento coberto: são 425 vagas, uma loja de 7.000,00 m² numa área construída de 18.217.49 m².

Presidente da Fiec elogia retaliação aos EUA

macedo

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, elogiou, nesta terça-feira, a decisão do governo brasileira de fazer retaliação contra importações dos EUA. O Brasil adotou a medida, como resposta a taxações do algodão impostas pelo governo americano, com autorização da Organização Mundial do Comércio (OMC).

“Foi muito boa essa posição do Brasil para mostrar que vamos retaliar e retaliar pra valer”, disse Macedo, antes de seguir para São Paulo onde participa de reunião do Grupo J. Macedo, que atua na área de trigo.

“Estava na hora de alguns Países enfrentar os EUA, que pinta e borda e nós sempre ficamos reféns. Foi uma decisão boa”, reiterou Macedo. 

Indagado sobre efeitos que possam atingir o segmento de atuação do grupo – no caso o trigo, Roberto Macedo, diretor, disse que isso não surpreende, porque o segmento já é bastante taxado. “O próprio Brasil taxa muito o setor. Isso vai dificultar um pouco e quem vai pagar é o consumidor. Qualquer imposto vai pesar no bolso do consumidor no final”, acentuou. Ele obsrvou, no entanto, não ter ideia do que virá de resposta do governo americano.

Roberto Macedo afirmou estar na perspectiva de outros mercados suprindo o setor do trigo. Ele reveou que o trigo do Brasil vem da Argentina, mas observou que esse País vem enfrentando dificuldades internas.

“A Argentina passa por uma fase muito difícil, o que torna o País quase inviável pelo que faz esse casal maluco (a presidente Cristiana Kirchner e o marido Néstor Kirchner) e os produtos já não querem mais produzir, porque vão pagar imposto. Talvez  vai aconteer o inverso: a Argentina importar o trigo para atender sua demanda interna”.

Já o assessor da Associação Brasileirq do Trigo (Abitrio), Reino Pécala Rae, não acredita que o setor do trigo sentirá o troco dos EUA. Ele disse que além da Argentina, há o Uruguai produzindo trigo.

“Nesse Pais, vários empresários argentinos do ramo estão atuando e fugindo da crise em seu País. Tem também a alternativas de importação do produto do Canadá e da Ucrânia. Nós também estamos produzindo bem o trigo”, disse Rae.

O Brasil produzi cinco milhões de toneladas de trigo e consome 10 milhões, mas Reino avalia que há condições de manter o abastecimento.

Retaliação brasileira ameaça levar a guerra comercial com EUA, diz Financial Times

“A decisão do Brasil de aumentar as tarifas de importação de produtos americanos, após uma autorização da Organização Mundial do Comércio (OMC), ameaça provocar uma guerra comercial entre os dois países, afirma nesta terça-feira o diário econômico britânico Financial Times. O governo brasileiro anunciou na segunda-feira uma lista de 102 produtos americanos que deverão ter sua tarifa elevada, totalizando cerca de US$ 591 milhões em sobretaxas.

A medida foi anunciada após uma decisão favorável da OMC ao Brasil sobre uma disputa em relação aos subsídios pagos pelo governo americano aos seus produtores de algodão. A OMC autorizou o Brasil a impor até US$ 829 milhões em sobretaxas. A medida deve entrar em vigor no próximo mês, mas o governo americano espera conseguir um acordo nos próximos 30 dias para revertê-la.

Discussões

O Financial Times observa que a questão deverá ser objeto de discussões entre as autoridades brasileiras e o secretário de Comércio americano, Gary Locke, e o assessor adjunto de segurança nacional para assuntos econômicos, Michael Froman, que chegam ao Brasil nesta terça-feira.

“O Brasil deixou claro que está aberto a um acordo antes de as novas tarifas entrarem em vigor, mas as autoridades enfatizaram que qualquer acordo deverá ser aplicado especificamente ao algodão. Uma possibilidade pode envolver transferência de tecnologia dos Estados Unidos para os produtores de algodão brasileiros”, diz o jornal.

Mas a reportagem observa que é incerta a margem de manobra do governo americano para negociações, já que alterações significativas no programa de subsídios ao algodão demandariam mudanças na legislação agrícola. “Conseguir a aprovação do Congresso poderia ser difícil”, diz o jornal.

(Agência Estado)

Navio levando doações do Ceará para o povo do Haiti parte nesta 3ª feira

gafcia

O navio Garcia D’Ávila, da Marinha Brasileira, parte, no fim da tarde desta terça-feira, de Fortaleza para o Haiti levando cerca de 60 toneladas de material (alimentos, roupas e medicamnetos) doado pelos cearenses para o povo desse País. O Haiti foi atingido por terremoto, que causou prejuizos, desabrigo e mortes como a da brasileira Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança.

A embarcação, que está ancorada no Porto do Mucuripe desde o último domingo, deverá chegar ao seu destino no próximo dia 23.

Além das doações dos cearenses, o navio Garcia D’Ávila levará 700 toneladas de equipamentos para a Força de Paz do Haiti. Na lista dos equipamentos, geradores, ambulâncias e carros de combate.

Matrículas do Sistema de Seleção Uniicada começam nesta 3ª feira

“As matrículas dos 21.457 convocados na terceira etapa do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) se iniciam nesta terça (9) e vão até sexta-feira (12). A relação dos documentos para o registro pode ser consultada no site do Sisu ou nas instituições de ensino. Ao todo, se inscreveram 322.969 candidatos a 21.701 vagas em instituições públicas de ensino superior.

Os estudantes que não foram convocados podem manifestar interesse em participar de uma lista de espera para o curso indicado na inscrição. Para tanto, é preciso se inscrever pela web, no período de matrículas dos aprovados na terceira etapa, que vai de 9 a 12 de março.

No domingo (14), os candidatos poderão verificar se estão classificados por meio do boletim individual. A matrícula deverá ser feita nas instituições de ensino, entre os dias 15 e 16 de março.”

* Veja outras informações no site do Sisu.

Ex-prefeitos de Brejo Santo têm bens indisponíveis

“A Justiça Federal no Ceará determinou a indisponibilidade de bens de nove pessoas e seis empresas acusadas de envolvimento com suposto esquema de superfaturamento e desvio de verbas de obras da Fundação Nacional da Saúde (Funasa). Além de empresas e servidores públicos, os ex-prefeitos de Brejo Santo, Wider Lucena Landim e Arônio Lucena Salviano, estão entre os réus que tiveram bloqueados contas bancárias, imóveis e veículos, no valor de até R$ 629,2 mil. A liminar é do juiz titular da 16ª Vara Federal, Bruno Leonardo Câmara Carrá.

O suposto esquema é alvo da Operação Fumaça, da Polícia Federal, que, em junho do ano passado, cumpriu 45 mandados de busca e apreensão, em investigação que envolvia além de funcionários da Funasa, servidores de pelo menos seis municípios cearenses – Caucaia, Iguatu, Brejo Santo, Reriutaba, Nova Russas e Morrinhos. À época, a estimativa do Ministério Público Federal no Ceará era de que o desvio poderia chegar a R$ 10 milhões.

O ex-prefeito Wider Landim (2001-2004) nega a existência de sobrepreço nas obras da Funasa em Brejo Santo à época de sua gestão. Ele aponta fatores que comprovariam sua tese: o projeto questionado no processo – uma estação de tratamento de água e esgoto – teria sido desenvolvido não pela Prefeitura, mas pelo Governo, a liberação desse projeto teve de passar por Brasília, “pelas mãos de inúmeros técnicos“, e mesmo a fiscalização da Controladoria Geral da União (CGU) não teria detectado superfaturamento.

Wider Landim garante ainda ter documentação que comprova que suas prestações de contas foram aprovadas. “Vamos entrar com recurso, vamos provar nossa inocência“, disse.

>> O POVO tentou em contato com Arônio Lucena Salviano na noite de ontem, mas ele não foi encontrado por meio dos números na lista telefônica.”

(O POVO)

Partidos tentam barrar o fim das doações ocultas

“Deputados e senadores discutem esta semana uma fórmula para tentar reverter a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que exigirá a identificação dos candidatos beneficiados por doações de recursos direcionadas aos partidos políticos.

A preocupação maior é que a medida do TSE, que na prática acaba com a chamada doação oculta, possa reduzir a arrecadação para a eleição deste ano, inibindo as contribuições legais.

Os líderes desse movimento, porém, temem uma exposição negativa e, por isso, estão sendo cautelosos nas críticas à iniciativa do TSE.

— A preocupação da Justiça eleitoral de dar transparência à próxima eleição é correta. Mas quando se criam muitas dificuldades para a doação legal, o resultado final pode ser diferente do esperado. Algumas exigências poderão estimular as contribuições de fato ocultas — disse o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).”

(O Globo)

PSDB nacional dá carta branca para Tasso decidir sobre destino do partido nas eleições

tassojj

“O secretário-geral do PSDB nacional, deputado federal Rodrigo de Castro (MG), disse ontem ao O POVO que o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) tem carta branca para decidir se o partido lançará candidato próprio ao Governo do Estado ou se apoiará a reeleição de Cid Gomes (PSB) & o que pode significar ausência de um palanque no Ceará para o possível candidato tucano à Presidência da República, José Serra. “Nós seguiremos o que Tasso decidir. Ele é a liderança cearense“, garantiu o secretário geral.

A declaração foi dada após O POVO ter questionado o deputado sobre a posição da cúpula nacional do PSDB diante da aproximação entre Tasso e Cid & que, por sua vez, já firmou compromisso com seu irmão Ciro Gomes (PSB) para a disputa ao Planalto, deixando em aberto também o apoio à pré-candidata do PT, Dilma Rousseff. Na última sexta-feira, em Sobral, o senador tucano fez elogios à gestão cidista e, perguntado, respondeu que o governador merece ser reeleito. Os dois teriam deixado o município juntos, no mesmo avião. Diante das informações, o secretário reiterou: “o que Tasso decidir, acataremos“.

O secretário-geral disse acreditar, entretanto, que o tucano tem força para sustentar, sozinho, um palanque forte para Serra no Estado. A mesma tese é defendida pelo líder do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado João Jaime. “Isso independe de termos ou não candidato ao Governo. O senador supre a necessidade de qualquer palanque“, avaliou.

João Jaime preferiu não adiantar novidades sobre a possível aliança formal entre Tasso e Cid, mas, em tom de mistério, alertou que “a política é feita de gestos“. “Nada é por acaso“, disse, referindo-se às últimas declarações do senador. Ele afirmou ainda que a aproximação definitiva entre PSDB e PSB no Estado depende muito mais das articulações de Cid que de orientações nacionais. “Vai depender também dos problemas que o governador tem de resolver na base aliada dele.“

O PT se prepara
Entre esses “problemas“ está a conciliação que Cid precisará fazer entre os inimigos históricos PT e PSDB, se quiser ter o apoio de ambos no próximo pleito. Do lado petista, entretanto, essa possibilidade foi descartada pela presidente estadual da sigla e prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Ontem, em evento no Fórum Autran Nunes – no qual Cid também estava presente -, ela disse ao O POVO que o PT ainda cogita lançar candidato próprio ao Governo, caso a aliança com o PSB seja inviabilizada. “Se for o caso, acho que o partido tem outros nomes para cumprir essa tarefa“, disse.

Sobre as declarações de Tasso, Luizianne foi evasiva: “eu sei lá, eu sei lá“, cortou. Questionado, Cid também não quis comentar o assunto.”

(Jornal O POVO)

Instituto dos Arquitetos vai se manifestar sobre polêmica em torno do local do estaleiro

“Finalmente, vai aparecer um olhar técnico de uma entidade do ramo nessa polêmica em torno da localização do futuro estaleiro Promar. A diretoria do Instituto dos Arquitetos do Brasil, regional do Ceará, dará entrevista coletiva às 10h30min, no auditório da Faculdade de Arquitetura da UFC, para divulgar nota oficial a respeito do assunto.

O IAB não quis adiantar detalhes da nota, mas lamenta que o projeto tenha sido motivo de tanta polêmica envolvendo autoridades como o governador Cid Gomes (PSB) e a prefeita Luizianne Lins, descambando para o contexto político e de visões emocionais. Cid quer o estaleiro na praia do Titanzinho; Luizianne é contra.

O IAB anunciará também que, a partir agora, todo e qualquer empreendimento que mexer, direta ou indiretamente, com a questão ambiental, terá um posicionamento da entidade.”

(Coluna Vertical, do O POVO)