Blog do Eliomar

Últimos posts

Em Brasília, prefeita decide se topa ou não presidir o PT do Ceará

luiziinoo

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), está em Brasília, onde terá, nesta quarta-feira, audiências ministeriais sobre projetos relacionados ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Mas seu objetivo prioritário ali decidir se topará ou não presidir o PT estadual, idéia que foi lançada na semana passada por seu líder na Câmara Municipal, Acrísio Sena (PT).

Luizianne terá reuniões com o ministro José Pimentel (Previdência Social) – cujo nome é cotado para disputar o Senado em 2010, com o atual presidente regional petista, Ilário Marques, que ali se encontra desde a noite de segunda-feira, com os deputados federais José Nobre Guimarães (Campo Majritário), com o deputado federla José Airton (Movimento PT) e com o vereador Guilherme Sampaio (Mensagem ao PT), que embarcou na madrugada desta quarta-feira para esse e outros compromissos.

Acompanhando essas conversas, estará o seu assessor especial, Valdemir Catanho, que tmbém seguiu nesta madrugada para Brasília, e o deputado federal Eudes Xavier, este último, até ontem, simpático à reeleição de Ilário.

Luizianne falou pouco antes do embarque, mas disse que quer resolver essa situação até sexta-feira. Já o seu assessor especial, Valdemir Catanho,reconheceu que ela seria bom nome para formar o consenso. Catanho não dispensou uma ironia: para ele, a tese da candidatura da prefeita teria sido “uma idéia colocada um pouco enviezada pela imprensa”. Não deu detalhes.

Lula libera processo que dá concessão de rádio FM para filho de Renan

“No meio do turbilhão da crise no Senado, o presidente Lula encaminhou ao Congresso o processo para aprovação de uma concessão de rádio FM para a família de Renan Calheiros, líder do PMDB e um dos comandantes da tropa de choque para a manutenção de José Sarney na presidência da Casa.

A concessão, em nome da empresa JR Radiodifusão, é para o município de Água Branca, uma cidade de 20 mil habitantes no sertão de Alagoas. Lula enviou a mensagem ao Congresso na sexta, um dia após violento bate-boca, no plenário, entre Renan e Tasso Jereissati (PSDB-CE). Renan nega ter influenciado a tramitação.

No site do Ministério das Comunicações, as informações sobre o andamento do processo são contraditórias. Consta que em 5 de março deste ano foi enviado à Presidência da República, onde não teria sido recebido, e voltou para a pasta.

Não há registro no sistema de consultas on-line do ministério sobre a data em que se deu a entrada na Presidência. Desde a Constituição de 1988, é obrigatória a aprovação das concessões e das renovações das concessões de radiodifusão pela Câmara e pelo Senado, e cabe ao presidente da República enviar os processos ao Congresso.

O senador não figura como acionista da JR Radiodifusão, mas sim seu filho, José Renan Calheiros Filho, prefeito de Murici (AL). O principal acionista, Carlos Ricardo Santa Ritta, é assessor de Calheiros no Senado. Outro acionista, Ildefonso Tito Uchoa, também foi seu assessor no Senado.

Por causa da JR Radiodifusão, o mandato de Renan esteve em risco, em 2007. Ele foi acusado de ser dono da empresa por meio de laranjas e de quebra de decoro parlamentar. Sofreu processo no Conselho de Ética, mas foi absolvido pelo plenário do Senado.”

(Folha)

Lúcio vê com simpatia união PR-PPS contra Cid Gomes

lucioall

O presidente regional do PR, ex-governador Lúcio Alcântara, anunciou, nesta quarta-feira, a disposição de fazer uma composição de forças que apresentem uma “candidatura alternativa” ao Governo do Ceará em 2010. Ele deixou claro que disputará cadeira de deputado federal, mas afirmou ser necessário que se combata o quadro de uma possível candidatura única para o governo em 2010.

Indagado de onde poderia vir essa candidatura alternativa, disse que o PPS do empresário Alexandre Pereira está trabalhando com esse objetivo. Lúcio disse que muitas conversas ainda vão ocorrer no cenário local até om pleito, mas considerou viável uma união do PR com om PPS. Alexandre Pereira, dirigente estadual, já admite disputar o Governo, enquanto Lúcio avalia que o PR ganharia força no plano da disputa proporcional.

Lembrado de que há parlamentares como a deputada federal Gorete Pereira que anunciam simpatias pró-reeleição do governador Cid Gomes (PSB), o dirigente estadual do PR reagiu: “Esa é uma posição dela e não do partido!” Ele reiterou que muita conversa ainda terá que se registrar, mas insistiu: “Não podemos aceitar essa de candidato único”.

Lúcio Alcântara está em Brasília mantendo contatos com a cúpula do PR e audiência com o ministro Alfredo Nascimento (Transportes). Não adiantou a agenda.

Capela do Horto do “Padim Ciço” é furtada

Ladrões arrombaram o cofre da Capela do Horto, em Juazeiro do Norte. O fato foi registrado pelo Comando de Policiamento do Interior nesta semana. Segundo religiosos que respondem pela capela, eles só conseguiram levar R$ 28,00. Isso, porque o recolhimento das esmolas já havia sido realizado.

A Diocese do Crato pediu reforço na segurança por parte da Guarda Municipal de Juazeiro do Norte.

“É a minha palavra contra a dela”, afirma Lina sobre encontro com Dilma

“Apesar das negativas do governo, a ex-secretária da Receita Federal Lina Maria Vieira insiste em que esteve reunida com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, quando teria recebido o pedido para “agilizar” as investigações envolvendo Fernando Sarney, filho do presidente do Senado. De sua casa em Natal (RN), Lina disse ao jornal O Estado de S. Paulo que não tem provas concretas de seu encontro com a ministra no final do ano passado. “O que eu tenho é a minha palavra contra a dela”, disse. A ex-chefe do Fisco afirmou que ninguém do governo a procurou depois de suas declarações. Ela disse ainda que não sabe se poderá ser alvo de represálias.

Lina, que tratou do assunto inicialmente em entrevista concedida ao jornal Folha de S.Paulo, deixou claro que está disposta a depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, mas a bancada governista no Senado acredita ter neutralizado todas as chances de a oposição conseguir convocá-la.

Ontem, durante depoimento do secretário interino da Receita, Otacílio Cartaxo, à CPI, a bancada governista rechaçou todas as ponderações feitas pela oposição para que Lina fosse ouvida. A própria oposição admite que provavelmente será derrotada e tentará convocar a ex-secretária da Receita Federal em um outro fórum de discussão, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. Os governistas, porém, avaliam que isso não terá o mesmo impacto de um depoimento de Lina dentro de uma CPI.”

(Agência Estado)

Sarney recorre a jornalista cearense para tentar amenizar desgastes

fernando

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), nomeou para a chefia da Secretaria de Comunicação da Casa o jornalista cearense Fernando César Mesquita. O jornalista já foi porta-voz do Governo Sarney e chegou a ser também governador da Ilha de Fernando de Noronha. Também foi responsável pela implantação da TV e Rádio Senado.

Fernando César Mesquita é amigo de Sarney há mais de 25 anos e garante que, no cargo, não vai censurar ninguém. Ele chega num momento de crise e com a missão, segundo setores de Brasília, de tentar amenizar o quadro de desgaste do Senado e, principalmente, de Sarney.

Cid tem audiência com Dilma sobre Metrofor

O governador Cid Gomes (PSB) cumpre agenda em Brasília nesta quarta-feira. Ali, tem encontro com a ministra Dilma Roussef (Casa Civil), quando discutirá obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Na agenda, principalmente, o Projeto Metrofor.

Cid ainda retorna no fim da tarde desta quarta-feira, pois cumprirá agenda na Região do Cariri. Mais precisamente no Crato, o governador inaugura duas estradas:  Crato-Distrito de Lameiro e Crato-Granjeiro.

Sindicato é notificado, mas greve da Polícia Civil continua

“Vale a partir de hoje a liminar que determina a suspensão da greve da Polícia Civil. A notificação do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpoci) foi feita ontem pela manhã, quase uma semana depois da decisão da Justiça. O sindicado informou, entretanto, que a paralisação continua e convocou uma assembleia geral para hoje.

Weudo Queiroz, presidente da entidade, questiona o fato de o mandado ter sido recebido pela 2ª Secretária do Sinpoci, Marilac Caracas da Rocha, que, segundo ele, não teria autoridade legal para receber o ofício. A multa para cada dia em que o Sidicato desrespeitar a determinação é de R$ 10 mil.

A liminar suspendendo a greve dos policiais civis foi expedida pelo juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública, Carlos Augusto Gomes Correia, na última quarta-feira. A decisão estava dependendo, no entanto, da notificação oficial do Sinpoci para entrar em vigor.

Weudo Queiroz justifica que a 2ª secretária “é diretora eleita, mas não estava exercendo o cargo. Ela estava afastada do Sindicato, e inclusive trabalhando. Não aderiu à greve”. Ele diz ainda que, de acordo com o estatuto do Sinpoci, somente o presidente ou o vice podem receber a notificação. “Vamos fazer uma avaliação do movimento em assembleia geral amanhã (hoje), às 18 horas, em frente ao Sindicato”, conclui.

A notificação, entretanto, foi considerada válida pelo juiz Carlos Augusto, que determinou a sentença. Ele reforça que a partir de hoje a multa por dia de descumprimento da ordem já está sendo contabilizada. “Essa discussão (de validade ou não da citação) ele discute no Tribunal de Justiça via recurso”, comenta.

Demora
O Sindicado dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sincojust) justificou ontem a demora para ser feita a notificação. Os oficiais estão em greve desde o dia 25 de junho, trabalhando em sistema de plantão.

De acordo com Mauro Xavier, presidente do Sincojust, ao contrário do que informou na segunda-feira um dos oficiais responsáveis pela notificação – de que devido ao acúmulo de mandados, os policiais só seriam notificados no final da semana – já na segunda-feira (10) os oficiais responsáveis teriam tentado entregar o documento, sem êxito. Ele reforça que o documento foi priorizado por ser considerado uma questão de “defesa do interesse social”.

(Jornal O POVO)

    Tasso pede desculpas pelo bate-boca com Renan

    “Em tom conciliador, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), discursou, ontem, da tribuna no Senado, pregando um entendimento entre os senadores para arrefecer a crise que assola a Casa, na esteira das denúncias contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Tasso pediu desculpas por ter travado na semana passada, em plenário, um bate-boca com o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL).

    O cearense disse que os senadores deveriam, antes de declarar guerra uns aos outros, ter se unido “para tentar de vez dar um esclarecimento definitivo a isso, propor uma reforma de profundidade dentro do sistema de administração que faz nesta Casa, propor inclusive, ao longo disso, uma reforma política e uma reforma eleitoral”.

    O senador tucano pediu desculpas pelo episódio da semana passada, quando chamou o senador Renan Calheiros (PMDB-AP) de “cangaceiro de terceira categoria”, após ter sido chamado pelo senador alagoano de “coronel de merda”. “Vou fazer o possível para que não se repita o que aconteceu, porque não acho, de maneira nenhuma, dignificante o que aconteceu. Mas também vou continuar com uma firmeza muito maior do que antes a lutar contra essa indignidade de existência de tropas de choque, de posições menores”, disse.

    Caso encerrado
    José Sarney presidiu a sessão e, ao ouvir do senador Almeida Lima (PMDB-SE) um pedido para que encurtasse o tempo concedido para pronunciamento de cada senador, pediu paciência. “Prorroguei o tempo porque o senador Tasso Jereissati está fazendo um discurso que se destina a encerrar um episódio nesta Casa que todos desejamos que seja encerrado. E, assim, justifica que a Mesa tenha uma certa tolerância nos prazos do seu discurso”, disse Sarney.

    Vários senadores da base aliada ao governo e da oposição fizeram apartes ao discurso de Tasso Jereissati para declarar apoio ao senador tucano. “Fico satisfeito de ouvir uma voz razoável aqui na tribuna, chamando a atenção do destino que nos reserva esse tipo de conflito que foi criado entre nós. (…) O que me preocupa é que diante da brutalidade, a paz é sinônimo de covardia”, disse o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), primeiro senador a comentar o discurso de Tasso.”

    (Agência Estado)

    Prefeita anuncia aumento do número de atendidos pelo Bolsa-Família

    A prefeita Luizianne Lins (PT) anunciou nesta terça-feira, durante coletiva em seu gabinete de trabalho, aumento do número de beneficiados pelo Programa Bolsa-Família. O programa, que atende atualmente 150 mil 551 famílias, abrirá mais 41.777 novas vagas, devendo subir para 192.328 fmílias inscritas.

    O período de inscrição já começou, segundo a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e vai se estender até outubro próximo.

    Em  junho, último repasse, o Programa Bolsa-Família repassou R$ 12 milhões 298 mil para beneficiados.

    Turma do Bolsa-Família chega para mais uma dormida na calçada da Regional

    bolsa3 

    Essa fila começou a se formar por volta da 16 horas desta terça-feira, em frente à sede da Secretaria Executiva Regional III, no bairro Parquelândia. É o pessoal que atende a uma convocação da Secretaria Municipal de Assistência Social para atualizar o cadastro do Programa Bolsa-Família. O prazo foi prorrogado até 22 deste mês, mas essa turma diz que as senhas distribuidas são poucas e que o atendimento não chega 80 pessoas por dia.

    Mais um grupo que vai passar a noite na calçada da Regional III.  Que situação vexatória!

    (Foto – Cláudio Barata)

    Sarney diz que crise no Senado tem o objetivo de enfraquecer Lula

    “O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse nesta terça-feira que a crise política que atinge a Casa tem como objetivo enfraquecer o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Durante encontro com políticos do Amapá, em seu gabinete, Sarney disse estar disposto a permanecer no cargo.

    “Estamos numa Casa política. Pelo fato de minha luta política ter algum peso na sucessão desencadeou-se essa crise para enfraquecer o presidente da República”, disse.

    Aliado de Lula, Sarney argumenta que o objetivo da crise que atinge a instituição é enfraquecer Lula –uma vez que o PMDB se tornou o principal aliado do presidente no Congresso.

    O senador afirmou que não pretende se afastar da presidência da Casa, mesmo suspeito de envolvimento em uma série de acusações encaminhadas pela oposição ao Conselho de Ética. “Não posso senão resistir e ser firme, com a certeza de minha consciência e da lisura no trato com as coisas administrativas. A coisa mais grave de que me acusam é de que eu tinha pedido para nomearem o namorado da minha neta”, afirmou.

    O peemedebista negou estar envolvido em irregularidades apontadas pela oposição. “Nunca me acusaram de nada e agora desencadeia-se essa crise política. É essa consciência da tranquilidade que me dá forças. Se não fiz qualquer coisa de errada ao longo de minha vida pública, não esperaria 55 anos para fazer agora. Nunca me meti em qualquer coisa errada”, afirmou.

    Cercado por políticos do Amapá, Sarney ficou à vontade para falar da crise. Publicamente, o senador vem evitando dar entrevistas para comentar as representações e denúncias contra ele encaminhadas ao conselho. O presidente do Senado ocupou a tribuna da Casa, na semana passada, para rebater todas as acusações e negar a disposição de renúncia.

    Aliado de Sarney, o presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), arquivou as 11 acusações contra o peemedebista que chegaram ao colegiado. A oposição recorreu contra o arquivamento de quatro denúncias e representações contra Sarney, mas promete até amanhã encaminhar novos recursos para o conselho.

    Os recursos vão ser colocados em votação no plenário do Conselho de Ética. Se forem aprovados pela maioria dos integrantes, as ações contra Sarney terão andamento na Casa.”

    (Folha Online)

    Líder do Governo rebate nota da Veja sobre licitação de helicóptero

    O líder do Governo na Assembléia Legislativa, Nelson Martins (PT), divulgou, na manhã desta terça-feira, uma nota oficial que o Governo do Estado enviou para a Revista Veja, esclarecendo informações sobre contratações de aeronaves repassadas na coluna Holofote, assinada pelo jornalista Felipe Patury.

    “A coluna não teve o mínimo que a ética jornalística exige, que é ouvir a outra parte, e publicou inverdades”, disse Nelson. A coluna informou que em maio o Ceará concluiu uma licitação para alugar um helicóptero para o governador Cid Gomes (PSB). Conforme a coluna, as características do edital levaram o Estado a selecionar um EC-130, um dos mais silenciosos do mercado. Esse, conforme a revista, seria o único aparelho disponível desse tipo no Ceará pertence à Terral Táxi Aéreo, de Dilson Araújo, irmão do empresário de quem o governador teria alugado para uma viagem ao Caribe.

    Ainda conforme a coluna, a Terral teria fechado o contrato sem dar nenhum desconto e o Ceará pagaria por hora do helicóptero o mesmo valor de quem aluga o aparelho no balcão da empresa.

    Segundo Nelson Martins, a licitação para o aluguel da aeronave ocorreu para uso do Governo do Estado e não para o governador, como foi cogitado na coluna. “Esse helicóptero é utilizado também pelos secretários e para outras necessidades do Estado, como transplantar órgãos”, afirmou.

    Ainda segundo o líder do Governo, o edital para contratação não foi contestado após sua publicação. “Na nota, o Governo explica que pelo menos três modelos atendiam às especificações exigidas”, comentou. Para a elaboração do preço de referência, segundo Nelson, foram contratadas formalmente 50 empresas aéreas e, dessas, 10 manifestaram interesses formal em apresentar propostas para elaboração do preço de referência.

    Ainda conforme o deputado, a modalidade licitatória utilizada foi pregão eletrônico, administrado pelo Banco do Brasil, e que permite a participação de qualquer empresa, inclusive do Exterior. “Foi dada ampla divulgação do edital através de publicações em jornais de circulação nacional, estadual, Diário Oficial do Estado e ainda em portais da Procuradoria Geral do Estado”, disse.

    Nelson disse que concorreram ao pregão duas empresas e a vencedora, durante o pregão, reduziu sua proposta original em 7,6%. “Ao contrário do que foi dito na Coluna, o preço de mercado por hora de uma aeronave do mesmo modelo é de R$ 5.300,00. Já o Governo do Estado paga R$ 4.990,00”, comentou, acrescentando que o Executivo tem contrato com quatro empresas aéreas.

    Sobre a insinuação de que o Governo estaria protegendo uma empresa em detrimento a outra, Nelson disse que o governador “nunca protegeu quem quer que seja”. Informou que as informações serão enviadas ao Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e Assembléia.

    (Com site do Poder Legislativo)

    MST ocupa sede do Incra e marca assembleia

    mstceara

    Os cerca de 300 trabalhadores rurais ligados ao MST e que ocupam o prédio-sede do Incra em Fortaleza desde o começo da manhã desta terça-feira, vão realizar, a partir das 9 horas desta quarta-feira uma assembleia geral. O objetivo, segundo lideranças do movimento que se integra a um protesto nacional do MST, em Brasília, é avaliar principalmente possíveis avanços nas negociações com o Governo do Estado por melhores condições para os assentamentos.

    O protesto quer, entre várias reivindicações, que 40% das verbas da reforma agrária sejam descontingenciadas e que haja atualização no índice de produtividade. Os agicultores dizem que não têm prazo para desocupar o prédio do Incra.

    Ali, estão delegações de oito municípios da Zona Norte do Ceará.

    (Foto – Paulo Moska)

    Igreja Universal acusada de lavagem de dinheiro

    “A pedido do Ministério Público de São Paulo, a Justiça abriu ação criminal contra Edir Macedo e outros nove integrantes da Igreja Universal do Reino de Deus sob a acusação de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, informa reportagem publicada nesta terça-feira pela Folha.

    A investigação mostra que, somando transferências atípicas e depósitos bancários feitos por pessoas ligadas à Universal, o volume financeiro da igreja de março de 2001 a março de 2008 foi de R$ 8 bilhões, segundo informações do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão do Ministério da Fazenda.

    A movimentação suspeita da Universal somou R$ 4 bilhões de 2003 a 2008. Os recursos teriam servido para comprar emissoras de TV e rádio, financeiras e agência de turismo e jatinhos. Os advogados da Universal negam irregularidades. Segundo eles, a Receita aprovou as contas das empresas apontadas na denúncia.

    Em resposta à Folha, Arthur Lavigne, advogado dos dez líderes da Igreja Universal, disse que as empresas apontadas pelo Ministério Público como fachada para a movimentação do dinheiro pago por fiéis como dízimo já foram fiscalizadas pela Receita Federal e tiveram suas contas aprovadas.

    Reportagem da Folha publicada em dezembro de 2007 revelava o patrimônio da Igreja Universal do Reino de Deus acumulado em mais de 30 anos –o que incluía um conglomerado empresarial em torno dela. Após a publicação, fiéis da igreja entraram com ações por dano moral contra o jornal, no país todo.”

    (Folha Online)

    Ministério Público pede afastamento de Prefeito e Vice de Itapiúna

    “O juiz Eleitoral da cidade de Itapiúna, Felipe Augusto Rola Pergentino Maia, julgou, no último dia 5, procedente a representação impetrada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da promotora de Justiça daquela cidade Flávia Soares da Silva, solicitando o afastamento do prefeito e vice- prefeito eleitos no último pleito, Felisberto Clementino Ferreira e Átila Martins de Medeiros, respectivamente, candidatos pela Coligação Itapiúna Feliz (PCdoB/PR/PSDB/PHS/PRB), com base no art. 30-A da Lei n.º 9.504/97.

    Os réus terão seus diplomas cassados e, consequentemente, perderão os seus cargos, pela prática de condutas contrárias às normas que disciplinam a arrecadação e os gastos de campanha. Segundo a sentença proferida pelo juiz, os candidatos que ficaram em segundo lugar deverão assumir a Prefeitura Municipal de Itapiúna no prazo máximo de 48 horas a contar desta data.

    Segundo o MPE, os réus efetuaram gastos ilícitos com camisetas distribuídas a eleitores e não contabilizaram, igualmente, as receitas e os gastos referentes ao uso de 19 veículos em determinado ato de campanha, quase às vésperas das eleições, com a agravante de que parte desses bens se revestia de natureza pública, porquanto vinculados ao poder público, com o que se verificou, também, a arrecadação de recursos de fontes vedadas.

    Durante as eleições, o  MPE determinou que a Coligação Itapiúna Feliz e seu candidato a prefeito se abstivessem de confeccionar, utilizar, distribuir camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor.

    Para manter a igualdade de oportunidades entre os candidatos, foi determinado, também, que a Coligação Itapiúna Feliz e seu candidato a prefeito se abstivessem de realizar qualquer ato de campanha em que houvesse aglomeração de eleitores usando camiseta, boné e/ou qualquer outro instrumento de propaganda proibidos pela legislação eleitoral (artigo 12, III, e § 3° da Resolução do TSE n.° 22.717/2008, que remete ao artigo 39, § 6°, da Lei n.° 9.504/97), sob pena de intervenção policial por crime de desobediência. Segundo o MPE, as referidas determinações não foram cumpridas.”

    (Site do MPE)

    Aposentado vai receber metade do 13º a partir do próximo dia 25, anuncia ministro

    O ministro José Pimentel anunciou, nesta terça-feira, em Fortaleza, que a Previdência Social vai pagar, no período de 25 deste mês ao quinto dia útil de setembro, a metade do 13º salário dos aposentados. Segundo disse, a folha do desembolso hoje é de R$ 17 bilhões e a pasta pagará R$ 8 bilhões a mais, devendo atender a 26.640 beneficiados.

    José Pimentel adiantou que essa será a terceira vez que o governo federal antecipa 50% do desembolso, com restante marcado para dezembro próximo. Em termos de Ceará, informou que de uma folha e R$ 560 milhões, vai libera R$ 270 milhões para cerca de 1.100 aposentados cearenses.

    “O objetivo dessa antecipação é aquecer a economia brasileira. Se nos colocamos mais R$ 8 bilhões, isso tem um efeito muito forte no comércio e no setor da indústria. Hoje 63% dos municípios do Brasil recebem mais recursos da Previdência Social do que do Fundo de Participação dos Muncípios (FPM)”, afirmou Pimentel.

    Sobre reajuste para aposentados que percebem acima do salário mínimo, o ministro anunciou que em janeiro de 2010 haverá “ganho real” para esse segmento. Ele disse que o percentual ainda passará por estudos. Neste ano, houve reajuste de 5,92%, no que há perspectivas de um índice maior do que este que foi concedido.

    “O índice do mínimo está definido: é 8,9%. A inflação dos últimos 12 meses se´ra 3,64%, segundo se prevê (INPC). Estamos discutindo ganho real acima de 3,64%. São 7,8 milhõies aposentados e pensionistas que vão ter esse ganho real  em janeiro de 2010”, complementou o ministro José Pimentel.