Blog do Eliomar

Últimos posts

PF aponta indícios de que Aécio usava celulares de laranjas para ligações sigilosas

A Polícia Federal (PF) aponta, em relatório, indícios de que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) usava dois celulares com linhas supostamente registradas em nome de laranjas para fazer ligações sigilosas. O relatório foi feito após análise de material apreendido no apartamento do tucano, no Rio de Janeiro, em 18 de maio.

A perícia da PF aponta que “aparelhos celulares simples” foram encontrados na sala de TV e no closet do apartamento de Aécio, em Ipanema, durante o cumprimento de mandados em endereços ligados ao senador não só no Rio, mas também em Brasília e em Minas Gerais. A operação teve como base a delação premiada do empresário Joesley Batista, do grupo J&F. As informações são do G1.

Joesley gravou Aécio pedindo a ele R$ 2 milhões para, supostamente, pagar os honorários do advogado que o defendia nos processos da Lava Jato.

De acordo com o relatório, os celulares – um Nokia e um LG – seriam “normalmente utilizados para conversas ponto-aponto (análogo a uma rede fechada) com pessoas determinadas/restritas de modo a evitar eventuais vazamentos do número utilizado na ligação, visando a maximização do sigilo das ligações.” Os telefones pré-pagos estavam registrados em nome de duas pessoas diferentes: Laércio de Oliveira, agricultor de café em fazendas do interior de Minas; e Mitil Ilchaer Silva Durao, montador de andaimes do Espírito Santo.

De acordo com os peritos, um dos aparelhos já havia sido registrado em nome de pessoas que tinham vínculos empregatícios com a irmã de Aécio, a jornalista Andréa Neves: Valquiria Julia da Silva, empregada doméstica de Andréa desde 2009; e Agnaldo Soares, motorista da irmã de Aécio no ano passado. O relatório da PF indica que os titulares das linhas telefônicas são “pessoas simples” e que não se pode “descartar a possibilidade” de terem sido habilitadas “sem o consentimento deles”.

A Polícia Federal também apreendeu na casa de Aécio em Ipanema 16 obras de arte, sendo uma delas supostamente de Cândido Portinari, além de uma escultura. O motorista da família de Aécio seria o fiel depositário do acervo de obras de arte de Aécio Neves.

Nazareno Albuquerque é o homenageado do ano da CDL Fortaleza

Nazareno e o vice-presidente do Grupo de Comunicação O POVO, Dummar Neto.

O jornalista e publicitário Nazareno Oliveira é o grande homenageado deste ano da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza. Ele receberá, a partir das 19 horas desta quinta-feira, na sede dessa entidade, o Troféu Imprensa José de Alencar.

O ato ocorrerá durante a festa de entrega do Prêmio CDL de Comunicação.

VAMOS NÓS – Parabéns, Nazareno Albuquerque, doutorzinho!!

Catedral Metropolitana será palco do X Grande Concerto de Natal

A Catedral Metropolitana de Fortaleza será palco, a partir das 16h30min do próximo domingo (3), do X Grande Concerto de Natal. O evento reunirá momentos de orações e cânticos festejando a esperança e a alegria que caracterizam o período natalino, segundo organizadores. Famílias inteiras, grupos de amigos, artistas, pastorais da igreja, religiosos, gente de escolas e faculdades ali se encontrarão.

Neste ano, o padre Clairton Alexandrino fará a homília da fé no Deus Menino nascido para salvar a humanidade. No programa, a Orquestra Filarmônica do Ceará, o Coral Noite de Belém formado por 120 vozes, os Meninos de Jesus integrantes do Lar da Criança Domingos Sávio e a Banda de Música da 10ª Região Militar que recepcionará todos os presentes à Catedral com dobrados e um repertório dos mais festivos.

Como participação especial, figura um grupo de sopranos e tenores – entre eles o casal Itauana Siribele e Leandro Cavalcante, os dois fazendo o papel de Maria e José e entrando na Catedral com o Menino Jesus nos braços, cantando Ave-Maria de Gounod.

No Grande Concerto de Natal, músicas tradicionais como: Bate o Sino (J.Piermont); Boas Festas (Assis Valente); Alleluia, Core’ngratto ( Salvatore Castillo) e Bring him Flame.
A última música será Noite Feliz, com regência do maestro Gladson Carvalho. Após a apresentação haverá missa solene.

Doações

Para comungar com o objetivo solidário do Natal, a organização pede aos que forem conferir o espetáculo a doação de latas de leite em pó, que serão entregues para o Iprede.

Mais um juiz avalia processos anteriores à reforma trabalhista com base na nova lei

A juíza Luciana de Souza Matos Delbin Moraes, da 83ª Vara do Trabalho de São Paulo, decidiu extinguir, com base na nova lei trabalhista, 73 processos que deram entrada no tribunal entre os dias 6 e 10 novembro. A reforma só entrou em vigor no dia 11. O número representa metade das 141 novas ações que a vara que Luciana coordena distribuiu naquela semana. A justificativa para a decisão, segundo a juíza, foi a necessidade de indicação nos processos do valor da causa.

A nova legislação trabalhista prevê custas processuais para o trabalhador que entra com uma ação na Justiça contra o empregador. Entre as mudanças, as partes agora deverão pagar custas processuais caso faltem a audiências, bem como os honorários dos advogados da parte vencedora e as provas periciais.

Procurada pelo EXTRA, a juíza afirmou que considera que o processo começa na tramitação – não na distribuição. Estes processos foram distribuídos antes da lei, mas a tramitação já foi na semana posterior à reforma. A avaliação não é uniforme entre os juízes, já que alguns magistrados consideram que o processo começa já na distribuição.

— Muitos processos foram distribuídos sem indicação de liquidação dos pedidos, em uma enchente de ações que chegaram à vara antes da reforma. Os processos que começaram antes da reforma não serão analisados sob a nova lei, mas, para mim, o processo não começa na distribuição, mas na tramitação — observa a juíza.

Segundo a Associação Nacional de Magistrados do Trabalho (Anamatra), os juízes terão entendimentos divergentes sobre a questão até que Tribunal Superior do Trabalho (TST) pacifique entendimento, a partir das súmulas regionais, que apontarão qual a interpretação mais recorrente.

A juíza Luciana de Souza Matos Delbin Moraes alega que, embora muitos colegas façam a análise do processo na primeira audiência, que em São Paulo demora em média de três a quatro meses para ocorrer, ela prefere analisá-la antes de processá-lo.

— Prefiro fazer essa análise preliminar. Para mim é um facilitador. A ação foi distribuída antes da reforma, mas não haviam sido processadas, o que só ocorreu na semana seguinte com a reforma em vigor. É melhor para as partes e para a Justiça — afirma a juíza.

Para Renato Sabino, juiz titular da 62ª Vara do trabalho de São Paulo, como o Congresso não deixou clara a aplicação da regras aos processos, a interpretação cabe aos magistrados.

— Vai depender especificamente de cada juiz e cada um pode entender de uma forma diferente do outro — afirma Sabino.

Além da extinção de ações, a juiza Luciana Delbin, em alguns casos, determinou o pagamento de custas processuais.

— Agora, para obter a Justiça gratuita é preciso justificar e comprovar a insuficiência de recursos. Antes somente uma declaração era suficiente. Com a reforma, é necessário apresentar as provas para garantir a gratuidade — ressalta Luciana.

Nos despachos de extinção, a magistrada justificou:

“Tendo em vista que na presente ação, apesar de distribuída anteriormente à entrada em vigor da Lei nº 13.467/2017, ocorrida em 11/11/2017, todos os atos processuais serão praticados já sob a égide da nova lei, e que a petição inicial não atende aos requisitos do artigo 840, § 1º, da CLT, JULGO EXTINTO O PRESENTE FEITO, SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO, com fundamento no artigo 485, inciso IV, do Novo Código de Processo Civil”.

(Jornal Extra)

PT rebate em nota programa do PMDB: Quem deve desculpas é o partido do golpista Temer

O Partido dos Trabalhadores rebateu, nesta quarta (29), as críticas feitas pelo PMDB em novo programa partidário, veiculado nessa noite de terça-feira, pela televisão.
Segundo o PT, “quem deve desculpas ao povo brasileiro é o partido do golpista Michel Temer, que aprofundou deliberadamente a crise fiscal em 2015 e 2016 para chegar ao poder”.

Assinada pela presidente do partido, a senadora Gleisi Hoffmann, a nota diz ainda que sob o comando de Eduardo Cunha, o PMDB sabotou todas as iniciativas de recuperação apresentadas pelo governo Dilma Rousseff.

Leia o comunicado na íntegra abaixo:

“Quem deve desculpas ao povo brasileiro é o partido do golpista Michel Temer, que aprofundou deliberadamente a crise fiscal em 2015 e 2016 para chegar ao poder. Sob o comando de Eduardo Cunha, sabotaram todas as iniciativas de recuperação apresentadas pelo governo Dilma Rousseff e quebraram o Brasil com suas pautas-bomba: o aumento de 42% nos salários do Judiciário, o orçamento impositivo, a manutenção das desonerações, o fim do fator previdenciário e outras medidas irresponsáveis.

Não fosse a sede poder dos golpistas do PMDB e seus aliados, o Brasil já teria superado a recessão e o desemprego e teria hoje um governo legitimamente eleito, dentro da normalidade democrática. O povo brasileiro não esquece que o governo do PT foi um tempo de desenvolvimento, democracia, inclusão social, oportunidades e empregos como nunca houve antes neste país”.

Ceará Sporting vai ganhar homenagem na Assembleia Legislativa

O time do Ceará Sporting Club, que conquistou vaga na Série A, do Brasileirão, ganhará homenagem da Assembleia Legislativa nesta sexta-feira, às 11 horas. A iniciativa é do deputado Fernando Hugo (PP).

A sessão contará com a participação dos dirigentes do clube. Na ocasião, o time receberá uma placa em homenagem ao seu desempenho e ascensão à elite do futebol nacional.

DETALHE – A torcida também está convidada para esta solenidade

(Foto – Evilázio Bezerra)

Eliseu Padilha: O PSDB não está mais na base do governo

“O PSDB não está mais na base de sustentação do governo federal. O PSDB já disse que vai sair. Nós vamos fazer de tudo para manter a nossa base de governo e um projeto único de poder para 2018”, disse. Contudo, Padilha admitiu que o presidente Michel Temer poderá manter nomes do partido na sua cota pessoal. “Uma coisa é um ministro que está no governo representando um partido. Outra coisa é o presidente manter alguém como representante de sua cota pessoal”, disse.

"O PSDB não está mais na base do governo", diz o ministro Eliseu Padilha
Padilha espera que o partido vote pró-reforma da Previdência.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que deverá ser aclamado presidente do PSDB na convenção nacional do partido, no próximo dia 9, tem afirmado em entrevistas que a legenda desembarcará do governo. Temer se reunirá no final de semana com Alckmin para discutir o assunto.

Padilha acrescentou que, mesmo com a saída do PSDB, o Palácio do Planalto espera que o partido vote favoravelmente à reforma previdenciária. “Por tudo que sei da posição histórica do PSDB, a reforma previdenciária se encaixa plenamente [à ideologia do partido]. Inclusive a proposta original enviada pelo governo federal”, disse.

O ministro ainda acrescentou que não excluiu um eventual acordo entre PSDB e PMDB para 2018. “Não estamos excluindo ninguém, mas estamos colocando uma condição. Se o candidato do PSDB disser que defende o legado do presidente, há a possibilidade de uma aliança.”

Cerveja cearense ganha prêmio nacional

458 1

A microcervejaria cearense 5Elementos acaba de ganhar o primeiro lugar na I Copa da Cerveja de POA, realizada em Porto Alegre (RS), neste mês. A Reserve 2017, edição comemorativa do primeiro ano da cervejaria artesanal, foi eleita a melhor cerveja na categoria Herb & Spice Beer.

O concurso reuniu 718 rótulos de 154 cervejarias, entre nacionais e internacionais (Chile e Uruguai). As informações são da assessoria de imprensa dessa cervejaria.

(Foto – Sérgio Gottrad)

Contas públicas apresentam saldo positivo de R$ 4,758 bilhões em outubro

O setor público consolidado, formado por União, estados e municípios, registrou saldo positivo nas contas públicas em outubro, de acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (29), em Brasília. O superávit primário, receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros, ficou em R$ 4,758 bilhões. Esse foi primeiro resultado positivo, em cinco meses. Em igual mês de 2016, o resultado positivo foi bem maior: R$ 39,589 bilhões.

O chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, explicou que o resultado maior de outubro de 2016 foi impactado pelo programa de regularização cambial e tributária, conhecido como Lei da Repatriação. “Se excluíssemos essas receitas do ano passado, esse resultado teria sido deficitário em R$ 5,5 bilhões, aproximadamente”. Por outro lado, em outubro deste ano, o resultado foi impactado com cerca de R$ 5 bilhões de receitas com o programa de regularização tributária, chamado de Refis. Segundo Rocha, ao se excluir esse efeito, as contas públicas ficaram perto do “equilíbrio”, em outubro deste ano.

Rocha explicou que é importante registrar resultados positivos nas contas públicas para conseguir reduzir a dívida pública. “O objetivo é recuperar gradualmente os superávits primários para que seja possível primeiro reduzir a tendência de crescimento do endividamento e depois fazer com que se reduza”.

Em outubro deste ano, o Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) apresentou superávit primário de R$ 4,967 bilhões. Os governos estaduais apresentaram superávit primário de R$ 484 milhões, e os municipais, déficit de R$ 132 milhões. As empresas estatais federais, estaduais e municipais, excluídas empresas dos grupos Petrobras e Eletrobras, tiveram déficit primário de R$ 562 milhões no mês passado.

No resultado acumulado do ano, as contas públicas estão com saldo negativo. De janeiro a outubro, houve déficit primário de R$ 77,352 bilhões, contra R$ 45,912 bilhões em igual período de 2016. Em 12 meses encerrados em outubro, o déficit primário ficou em R$ 187,23 bilhões, o que corresponde a 2,88% do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país.

Os gastos com juros nominais ficaram em R$ 35,251 bilhões em outubro, contra R$ 36,205 bilhões em igual mês de 2016. No acumulado do ano até outubro, essas despesas chegaram a R$ 338,378 bilhões. Em 12 meses encerrados em outubro, os gastos com juros somaram R$ 414,164 bilhões, o que corresponde a 6,37% do PIB.

O déficit nominal, formado pelo resultado primário e os resultados de juros, atingiu R$ 30,494 bilhões no mês passado ante o superávit de R$ 3,384 bilhões de outubro de 2016. Nos dez meses deste ano, o déficit chegou a R$ 415,73 bilhões. Em 12 meses encerrados em outubro, o déficit nominal ficou em R$ 601,394 bilhões, o que corresponde a 9,25% do PIB.

Dívida pública

A dívida líquida do setor público (balanço entre o total de créditos e débitos dos governos federal, estaduais e municipais) chegou a R$ 3,298 trilhões em outubro, o que corresponde a 50,7% do PIB, com redução de 0,1 ponto percentual em relação a setembro.

A dívida bruta – que contabiliza apenas os passivos dos governos federal, estaduais e municipais – chegou a R$ 4,837 trilhões ou 74,4% do PIB, com aumento de 0,5 ponto percentual em relação ao mês anterior.

(Agência Brasil)

UFC – A melhor instituição de ensino superior do Norte e Nordeste

Com o título “A Universidade Federal do Ceará dá lições de excelência”, eis artigo de Henry Campos, reitor da UFC. Confira;

Em constante crescimento qualitativo, a Universidade Federal do Ceará atinge hoje a condição de melhor instituição de Ensino Superior do Norte e Nordeste do País, de acordo com o Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado esta semana pelo Ministério da Educação. Em todo o País, a UFC já se classifica como a 11ª melhor Universidade Federal, com vários de seus cursos ocupando posições de destaque no ranking oficial, que mensura a qualidade do ensino oferecido por 750 instituições educacionais brasileiras.

Essa grata notícia vem somar-se a outros indicadores que, recentemente, ratificaram o nível de excelência de nossa Universidade, enchendo de orgulho não apenas a comunidade interna, mas toda a sociedade cearense. Embora não seja surpresa, para os que fazem a UFC, vê-la alcançar o merecido destaque, nos envaidece observar o êxito de um projeto consistente, que aposta no compromisso institucional do quadro técnico-administrativo e no alto nível dos nossos professores.

O empenho de todos é no sentido de oferecer ensino público de qualidade, mesmo nos períodos de dificuldades, como o que hoje atravessam as universidades federais.

O talento e o compromisso institucional dos nossos quadros é o que explica esse avanço continuado. Aqui, externo meu reconhecimento a todos os que fazem a UFC e a cada uma de suas instâncias, em especial, as Pró-Reitorias de Graduação e de Pesquisa e Pós-Graduação, os coordenadores de cursos e de programas acadêmicos, os diretores de centros, faculdades e institutos, eles que formam a linha de frente no esforço para sermos cada vez melhores.

A certeza maior que alimento, diante do trabalho que hoje se desenvolve em nossos campi – na Capital e no Interior do Estado – é a de que, nas próximas avaliações, continuaremos escalando posições cada vez melhores.

*Henry de Holanda Campos

Reitor da Universidade Federal do Ceará.

Agentes de endemias e de saúde fazem protesto na Câmara Municipal

Agentes de combate a endemias (ACE) e agentes comunitários de saúde(ACS) realizaram protesto, nesta quarta-feira, nas galerias da Câmara Municipal contra critérios de acesso à Gratificação de Produtividade de Campo (GPC). Mobilizados pelo Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (sindifort) e pela Intersindical do Ceará, cobraram da prefeitura o benefício.

Essas categorias conquistaram a GPC no final de 2015, através de lei aprovada pela Câmara Municipal. A gratificação deve ser implantada a partir de janeiro de 2018, mas a Prefeitura está estabelecendo critérios que, de acordo com a categoria, excluem e dificultam o acesso dos agentes à gratificação, que é de 10% sobre o Piso Salarial.

O Sindifort quer que a GPC seja paga a todos os ACS e ACE e espera que os vereadores intervenham junto ao prefeito para garantir a gratificação. Além da GPC, os agentes também cobram novo fardamento, crachás, pagamento do incentivo financeiro e melhores condições de trabalho, além de protestarem contra a ausência de reajuste salarial neste ano.

(Foto – Divulgação)

Ex-procurador diz que fez “uma lambança” no Caso J&F

O ex-procurador da República, Marcello Miller, disse que não cometeu crimes, mas fez “uma lambança” ao orientar o acordo de leniência do grupo J&F antes de deixar o cargo de procurador federal. “Eu cometi um erro brutal de avaliação. Não cometi crimes, mas fiz uma lambança. E é por isso que eu estou aqui. Ao refletir sobre a situação, avaliei que não haveria crime nem ilícito, mas não me atentei para as interpretações que isso poderia suscitar”, disse ele, ao prestar depoimento hoje (29), no Congresso, à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS.

O ex-procurador acrescentou que estava disponível aos executivos da J&F “às vezes” e afirmou que nunca advogou, recebeu remuneração ou prestou consultoria jurídica para o grupo.

Marcello Miller, que trabalhava com o ex-procurador geral da República, Rodrigo Janot, até março deste ano, pouco antes do fechamento de acordo de colaboração premiada firmada pela procuradoria com a JBS, admitiu antes de deixar o seu cargo no Ministério Público “estava ajudando a empresa a se limpar”.

“De fato, comecei o contato com a J&F antes da exoneração, respondi a perguntas [dos executivos da empresa], não vou negar”, falou. Perguntado sobre se orientou os irmãos Joesley e Wesley Batista a gravar conversas com o presidente Michel Temer, Marcello Miller foi enfático: “tenho um filho de cinco anos, pela vida do meu filho, não mandei gravar o presidente”.

Ganância e mistificação

Sobre trabalhar no escritório de advogacia Trench, Rossi e Watanabe, responsável pelo acordo de leniência do grupo J&F, três meses após deixar o Ministério Público Federal, Miller afirmou que não agiu por ganância. “Se fosse por ganância, teria ido advogar na esfera penal, onde os honorários são mais altos. É óbvio que eu queria ganhar melhor, mas eu não queria ser milionário. Era uma proposta confortável, mas não era pra ficar milionário. Não teve ganância não”, respondeu.

Questionado por parlamentares, Miller disse que “nunca foi próximo, muito menos íntimo” do ex-procurador Rodrigo Janot. “Há um bocado de mistificação e de desinformação em torno da minha relação com o procurador Rodrigo Janot. Eu achei graça quando vi no jornal que eu era braço direito dele. Nunca fui.”, afirmou, ao esclarecer que integrava um grupo de trabalho da Operação Lava Jato no Ministério Público.

Miller classificou o pedido de prisão contra si, feito por Rodrigo Janot e negado pelo Supremo Tribunal Federal, como “um disparate”. “Ele [Janot] me imputou tipos penais que são completamente fora da marca. Organização criminosa? Eu estava incentivando uma empresa a se limpar. Se ele quisesse abrir um processo administrativo, tudo bem”, opinou.

(Agência Brasil)

Tudo pronto para a Festa do Prêmio Condomínios 2017

Ricardo Bezerra (Lopes Immobilis)

Será nesta quarta-feira, a partir das 19 horas, a Festa do Prêmio Condomínios 2017, realização da Associação das Administradoras e Condomínios do Ceará (Adconce). O evento ocorrerá no Coco Bambu Por Toca. Estão entre destaques do ano Ricardo Bezerra, como a Personalidade do Ano, Igor Queiroz e Luciano Cavalcante Filho.

O processo de escolha foi realizado durante todo o mês de novembro, por meio de indicações por parte das administradoras e apreciação para escolha dos destaques, através de comissão formalizada em assembleia.

Destaques do Ano

Condomínio
Residencial: Edifício Mansão Macedo Condomínio (Aldeota), representado pelo síndico Igor Queiroz Barroso; Comercial: LG Corpporate Green Tower (Meireles), representado pelo síndico, Luciano Cavalcante Filho; Veraneio: Complexo Mandara Lanai (Aquiraz), representado pelo síndico Ralph Torres Pires.

Síndico
Residencial: Henrique César Guedes Caracas, condomínio Solaris Residence (Patriolino Ribeiro); Comercial: Maria Lúcia Martins Soares, Duets Office Towers (Cocó); Veraneio: Danielle Spatz, VG Sun Cumbuco (Cumbuco); Externo: Adriano Cordeiro de Paula.

Projetos
Sustentabilidade: LC Corporate Green Tower (Meireles), representado pelo síndico: Luciano Cavalcante Filho; Inovação: Edifício Plaza de Anibal (Aldeota), representado pelo síndico Aníbal Rocha Barroso Filho.

Personalidade do Ano
Ricardo Bezerra (Lopes Immobilis e Rádio O POVO/CBN)

SERVIÇO

*Coco Bambu por Toca (Av. Senador Virgílio Távora, 511 – Meireles.

Eunício quer regra de transição para a Previdência

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), está defendendo a necessidade de se criar uma regra de transição para que a reforma da previdência também leve em conta o contribuinte além da redução do déficit do setor. “A gente tem condições de dar um basta nisso com regra de transição, sem tirar direitos adquiridos, com respeito àquele que contribuiu, àquele que criou sua expectativa de aposentadoria. Mas nós não podemos perpetuar isso para o futuro, uma previdência com 130, com 120 bilhões de déficit todo ano, que quem termina pagando isso é o contribuinte mais pobre”, expôs.

Eunício defende ainda que a votação da reforma ocorra “com parcimônia, com equilíbrio, sem açodamento” e adianta que vai aguardar a decisão da Câmara dos Deputados sem fazer “nenhum prognóstico”.

“Em respeito ao sistema bicameral, nós vamos aguardar com tranquilidade. Todos nós sabemos que há um problema com a previdência brasileira. Nós sabemos que nós temos que mudar a idade mínima, nós sabemos que temos que acabar com os privilégios. Não é tirar direitos adquiridos dos pequenos e dos pobres”, afirma.

(Agência Senado)

índice de Confiança de Serviços cai 0,1 ponto após quatro meses de alta

A estabilidade da economia, que vem sendo constatada nos principais indicadores dos últimos meses, não está conseguindo alterar significativamente os números do Índice de Confiança de Serviços (ICS), cujos dados foram divulgados hoje (29), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV).

Segundo a FGV, o indicador, embora tenha ficado praticamente estável, recuou 0,1 ponto este mês, comparativamente a outubro, após quatro meses consecutivos de alta. Em médias móveis trimestrais, porém, o índice segue em elevação pelo terceiro mês consecutivo. Os dados indicam que a relativa estabilidade em novembro na comparação com outubro reflete queda da confiança em 7 das 13 atividades pesquisadas.

A principal influência negativa no resultado de novembro veio do Índice da Situação Atual (ISA-S), que chegou a recuar 0,8 ponto em contraponto ao Índice de Expectativas (IE-S), que avançou 0,7 ponto na mesma base de comparação.

Para o consultor da Ibre/FGV, Silvio Sales, os números – desde o início de segundo semestre – revelam um processo mais equilibrado entre percepção e situação corrente. “A virtual estabilidade da confiança no mês não altera o quadro positivo dos indicadores nos últimos meses. A evolução desde o início do segundo semestre revela um processo mais equilibrado entre a percepção empresarial sobre as condições correntes e suas expectativas para os próximos meses, padrão que não era observado anteriormente”, disse.

Para Sales, “a melhora do ambiente de negócios é também mais espalhada entre os segmentos. E a maior convergência nas avaliações empresariais reforça os sinais de ampliação do ritmo de atividade do setor para os próximos meses.”

Ainda no que diz respeito ao Índice de Situação Atual, a queda de 0,8 ponto foi determinada pelo indicador que mede o grau de satisfação com a situação atual dos negócios, que, ao cair 1,2 pontos, exerceu a maior contribuição para a retração de ISA-S em novembro. Já a alta de 0,7 ponto do Índice de Expectativa foi determinada pelo avanço do indicador de demanda prevista, que subiu 2,5 pontos indo para 90,4 pontos.

A FGV ressalta que o Nível de Utilização da Capacidade da Indústria do setor de serviços fechou novembro com queda de 0,6 ponto percentual frente a outubro, indo a 82,4%. Essa queda devolveu em parte o crescimento de 1,5 ponto percentual registrado em outubro.

(Agência Brasil)

Lar Amigos de Jesus comemora oito anos com sessão especial na Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa realizará, a partir das 15 horas desta quarta-feira, sessão solene em homenagem aos oito anos de fundação da Associação dos Missionários da Solidariedade – Lar Amigos de Jesus. A iniciativa é do deputado Agenor Ribeiro (PSDC), com subscrição do deputado Walter Cavalcante (PP).

A Associação dos Missionários da Solidariedade foi criada em 1º de dezembro de 2009 para assegurar e desenvolver um trabalho eminentemente humano, cooperativo, solidário e de assistência social em favor de crianças e adolescentes do Ceará e outros estados. A entidade oferece apoio aos que necessitam realizar um tratamento de saúde nos hospitais de Fortaleza e não contam com familiares residentes na Capital cearense.

Na solenidade, receberão placas alusivas os representantes da Associação dos Missionários da Solidariedade – Lar Amigos de Jesus, da Agência de Desenvolvimento Econômico e Social (Ades), do Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), da 3ª Região Fiscal da Receita Federal e do Cartório Morais Correia.

Também serão agraciados os representantes do Shopping Center Iguatemi Fortaleza, da Paróquia Nossa Senhora da Piedade, do Assaí Atacadista, do Status Contabilidade, da Água Santa Mônica e do Encontro das Quartas.

Índice de aluguel sobe 0,52% em novembro

Usado no reajuste de aluguéis, o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) subiu para 0,52% em novembro, depois de uma alta de 0,20% em outubro. No acumulado desde janeiro, a taxa permaneceu em queda (-1,40%). Também foi mantido o recuo em relação aos últimos 12 meses (-0,86%).

O levantamento foi feito pelo Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), usando dados coletados entre os dias 21 de outubro e 20 de novembro. O resultado o avanço de preços no setor atacadista.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) passou de uma variação de 0,16% para 0,66% com destaque para o subgrupo combustíveis para o consumo, com elevação de 1,70% para 9,17%.

Já o subcomponente matérias-primas brutas, em que estão incluídas as commodities (produtos primários com cotação no mercado internacional), teve retração de 0,68%, porém menos expressiva do que a queda na pesquisa anterior (-1,05%).

(Agência Brasil)

 

Presidente da FCF confirma: Campeonato Estadual começa no dia 10 de janeiro

O presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF), Mauro Carmélio, confirma: o Campeonato Estadual terá início no próximo dia 10 de janeiro, devendo ser encerrado no dia 8 de abril. Regulamento, tabela de jogos e questões relacionadas a estádios já foram resolvidas, assegura.

Sobre a data do certame estadual, Mauro Carmélio explicou: “Vai ser mais curto, porque teremos um ano atípico, pois 2018 será ano de Copa do Mundo e tem que ser encerrado em abril, até porque o Ceará vai estar na Série A, do Brasileirão, que também virá mais cedo”, explicou.

O dirigente da FCF se diz “bastante feliz”, porque, além do alvinegro ter conquistado sua classificação, o Fortaleza também obteve vaga para a Série B, do Brasileirão. Mauro promete acompanhar o desempenho dessas equipes e colocar a federação a disposição para o que for necessário.

(Foto – Paulo MOska)

Justiça mantém internado jovem que atirou contra colegas em colégio de Goiás

A juíza ítala Colnaghi, do Juizado da Infância e Juventude de Goiânia, manteve sob regime de internação o menor de 14 anos que, no dia 20 de outubro, atirou contra colegas no Colégio Goyases, localizado no bairro Conjunto Riviera, em Goânia. Por envolver um menor de idade, o caso corre sob sigilo. A decisão foi tomada ontem (28) durante audiência de instrução e julgamento do caso que resultou na morte de dois jovens, além de ferir outros quatro. Filho de policiais militares, o jovem terá de cumprir medidas socioeducativas, além de receber acompanhamento psiquiátrico e de ser avaliado periodicamente.

No depoimento que prestou após ter cometido o crime, o autor dos disparos disse que foi motivado por bullying e que se inspirou nos casos da escola de Columbine (ocorrido em 1999, nos Estados Unidos), e de Realengo (em 2011, no Rio de Janeiro). Todas as vítimas tinham 13 anos de idade. Segundo o autor dos disparos, um dos dois jovens mortos era quem praticava o bullying contra ele. O outro era um amigo. Bullying é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais estudantes contra um ou mais colegas.

O ataque ocorreu por volta das 11h30min. A arma usada foi uma pistola que pertencia à mãe do adolescente, que é policial militar. O jovem disse que achou a pistola escondida em um móvel da casa. Nem a mãe e nem o pai, que também é policial militar, ensinaram o adolescente a atirar.

Ao retirar a arma da mochila para começar o ataque, ele chegou a efetuar um disparo acidental, mas não se feriu. O disparou assustou a todos e, então o adolescente se dirigiu ao colega que ele identificava como seu desafeto e atirou. O estudante morreu no local. No depoimento, o autor dos disparos narrou que tinha intenção de matar apenas o colega que o “amolava”, mas no momento do ataque, diante do desespero das pessoas e também abalado, continuou atirando.

(Agência Brasil)