Blog do Eliomar

Últimos posts

Reforma da Previdência – Planalto libera mais R$ 72 milhões para reforçar publicidade

Temer está otimista.

As primeiras pesquisas sobre a repercussão das publicidades pela reforma da Previdência animaram o governo, informa a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta quinta-feira.

Até levantamentos patrocinados por parlamentares do Nordeste indicam que, embora ainda longe de ser um consenso, a aceitação da proposta cresceu sensivelmente, especialmente nas classes D e E.

A melhora no ambiente para o debate com a população fez com que o governo dobrasse a aposta. O Planalto liberou mais R$ 72 milhões para reforçar a ofensiva de comunicação.

O grosso da nova verba será usado para ampliar a exibição das peças que defendem as novas regras de aposentadoria. Outra parte, bem menor, para divulgar o programa Avançar.

Secretário da Saúde diz que setor tem problemas, mas não vive cenário caótico

134 1

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quinta-feira:

“Hoje não vivemos cenário tão caótico na saúde do Ceará”. É o que diz a esta Vertical o secretário estadual da Saúde, Henrique Javi. Ele reconhece problemas, mas assegura que, na área, o Estado “tem ido na contramão do quadro de dificuldades de outros Estados, pois continua investindo”.

Javi explica que a demanda é elevada, surgem problemas pontuais, em razão de atrasos nos repasses, mas, no geral, a saúde avança, ao ponto de já estar com pedra fundamental de um outro hospital regional, a ser lançada amanhã, em Limoeiro do Norte. Reconhece também atrasos pontuais com algumas cooperativas e diz que toda essa questão sempre é resolvida, apesar de algumas queixas irresponsáveis.

Sobre o Hospital de Messejana, diz que, até 31 de outubro, mesmo com carências, superou a marca das 12 mil cirurgias, número bem maior do que registrou todo o ano de 2016.

Pelo visto, a clientela é que anda meio anestesiada diante de tal cenário.

 

ICC suspende serviços para novos pacientes do SUS por falta de injeção financeira

200 1

Quatro serviços do Instituto do Câncer do Ceará (ICC) estão interrompidos, desde segunda-feira, 27, para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) por falta de repasse da Prefeitura de Fortaleza. Liminar que garantia a manutenção do atendimento foi suspensa, no último 31 de outubro, pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5). Com isso, a Defensoria Pública da União (DPU) tem adotado providências em três níveis para obter o tratamento oncológico aos pacientes.

Foram interrompidos os procedimentos de iodoterapia, cirurgia de tumor ósseo, hematologia e cirurgia abdominal. Responsável por 2/3 de todos os tratamentos oncológicos do Estado, o ICC garante que os pacientes que já estão em tratamento não terão prejuízo. Contudo, não serão admitidos novos pacientes nesses serviços até a regularização das contas do Município.

Segundo o assessor jurídico do ICC, Marcos Viveiros, novos pacientes estão sendo encaminhados para a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que deve conduzi-los a outros prestadores do serviço.

A Defensoria já havia ingressado com ação no início do ano na 10ª Vara Federal, exigindo que o Município e o Estado encontrassem solução para o problema. Desde então, não houve proposta. A interrupção dos serviços estava prevista para setembro, mas o ICC ainda tolerou outubro e novembro.

Embora o atendimento tenha sido suspenso oficialmente na segunda-feira, o número de pacientes que recorreram à DPU, nas últimas duas semanas, já passa de 20. A informação foi repassada pela defensora de Direitos Humanos, Lídia Nóbrega.

Prefeitura

Em tratamento de câncer, Stefany, 21, filha do operador de subestação elétrica, Mário Sérgio Pinheiro, 46, precisa, com urgência, de radioterapia e iodoterapia. Com a suspensão dos serviços, a família recorreu à DPU. Lídia Nobrega aponta que a defensoria vem comunicando o Município cada um dos casos e pedindo redirecionamento.

Em nota, a SMS respondeu que, até ontem, não tinha recebido nenhuma notificação da DPU. Diz ainda que os repasses mensais ao ICC estão sendo feitos regularmente. Quanto à dívida existente, afirma que já pagou mais de 40% do total neste ano, conforme acordo validado pelo Ministério Público.

Ainda na nota, a SMS lamenta que o ICC tenha suspendido atendimento de pacientes do SUS, apesar de, ela diz, a Prefeitura estar efetuando os pagamentos conforme cronograma estabelecido. “A Prefeitura se compromete em buscar outros prestadores de serviços, caso o ICC não retorne com o atendimento a esses pacientes”.

(O POVO – Repórter Amanda Araújo)

Comissão do Senado aprova porte de arma para moradores da zona rural

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (29), o projeto que autoriza a compra de arma de fogo por moradores da zona rural. Por 11 votos a 5, a proposta segue para análise da Câmara caso não haja recurso para que seja apreciada pelo conjunto dos senadores, em plenário.

O texto altera o Estatuto do Desarmamento para permitir a aquisição de armas de fogo por residentes em áreas rurais maiores de 21 anos. Para isso, os proprietários rurais devem atender a pré-requisitos como atestado de bons antecedentes e comprovante de residência em área rural.

De acordo com o autor do projeto, senador Wilder Morais (PP-GO), a intenção é garantir a segurança dos moradores de zonas rurais que, “não raro, encontram-se a centenas de quilômetros de um posto policial, o que coloca inúmeras famílias à mercê do ataque de criminosos”.

“Eu vou me ater à minha região amazônica, o Acre. Temos uma deficiência muito grande. Essas pessoas querem ter porte de arma não é para andar com arma não, é para as suas defesas. Essa população rural virou uma espécie de uma presa fácil”, avaliou o relator do projeto, senador Sérgio Petecão (PSD-AC).

Já os contrários à proposta, como o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), criticaram a possibilidade de se aumentar a criminalidade no campo. “Uma pessoa do campo pode comprar a sua arma. Aí vai lá, na sua diversão, vai num bar beber. Briga e mata outra. O cidadão quando briga, se descontrola, vai em casa e pega a arma”, contrapôs. Os senadores argumentaram, porém, que se aprovada, a proposta permitirá apenas a posse e não o porte da arma.

Na mesma sessão, os senadores da CCJ aprovaram o projeto que torna crime o porte de arma branca, como faca, canivete e estilete. Assim como o texto anterior, este projeto não precisa passar pelo plenário do Senado e segue diretamente para análise dos deputados, se não houver pedido de senadores.

A proposição estabelece pena de detenção de um a três anos e multa para quem portar algum artefato cortante. O projeto esclarece, porém, que não entram na punição o uso desses instrumentos para uso em ofício, arte ou atividade para a qual foi fabricado.

(Agência Brasil)

Grêmio bate o Lanús e conquista a Copa Libertadores pela terceira vez

Após 22 anos, o Grêmio voltou a conquistar a Copa Libertadores, na noite dessa quarta-feira, 29, ao bater o Lanús por 2 a 1, na Argentina. Os gols do tricolor gaúcho foram marcados por Fernandinho e Luan. Sand diminuiu para os hermanos na segunda etapa.

Em jogo tenso, o tricolor gaúcho dominou o primeiro tempo. A equipe brasileira poderia ter feito mais do que os dois gols marcados, diante do controle em campo na etapa inicial. Já no segundo tempo, o Lanús voltou pressionando para tirar o prejuízo, enquanto o Grêmio recuou bastante, apostando nos contra-ataques.

O Lanús só chegou ao gol aos 27 minutos da etapa final, após pênalti cobertido por Sand. Quase 10 minutos depois, Ramiro foi expulso, dando tons dramáticos a partida. Mesmo com um a menos, o Grêmio segurou a pressão argentina e ficou com o título, tendo em vista que também venceu o jogo da ida, em Porto Alegre, por 1 a 0.

O Tricolor quebrou o tabu de nunca ter derrotado um clube argentino na final da Libertadores. Além disso, diminuiu a vantagem hermana de nove vitórias contra cinco dos brasileiros em confrontos diretos nas decisões do torneio continental. A conquista ganhou ares ainda mais especiais e mitológicos com o time campeão sendo comandado pelo ídolo gremista Renato Portaluppi.

A conquista da Libertadores em 2017 é a terceira da história do clube gaúcho. Em 1983, o Grêmio foi campeão diante do uruguaio Peñarol; e em 1995, conquistou o torneio vencendo o Atlético Nacional da Colômbia.

(O POVO Online/Foto – Reuters)

Câmara aprova texto-base de MP que reduz tributação para setor de petróleo e gás

Em uma sessão tumultuada, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na noite dessa quarta-feira (29), por 208 votos favoráveis a 184 contrários, o texto-base da Medida Provisória 795/17, que cria um regime especial de importação de bens a serem usados na exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos.

A MP está em vigor desde agosto e precisa ser aprovada no Congresso até o dia 15 de dezembro para continuar valendo. A medida suspende os tributos cobrados a bens destinados a atividades de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural que permanecerem no Brasil de forma definitiva. O mesmo vale para a importação ou aquisição no mercado interno de matérias-primas e produtos intermediários destinados à atividade.

Segundo o texto, ficam isentos o pagamento do imposto de importação, do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), da contribuição para o Programa de Integração Social e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público – PIS/Pasep-Importação – e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – Cofins-Importação. A exceção fica para embarcações destinadas a navegações de apoio marítimo, portuário, de cabotagem e de percurso nacional, que, segundo a legislação, são restritas a equipamentos nacionais.

Quando enviada pelo governo, a proposta suspendia os tributos somente até 31 de julho de 2022. Ao relatar a matéria, porém, o deputado Júlio Delgado (PP-RJ) ampliou o prazo para 2040, mesmo ano para o qual foi prorrogada a vigência do Repetro.

Para o relator, a proposta vai modernizar a legislação brasileira e recolocar o Brasil no cenário internacional de exploração de petróleo e gás. Segundo o deputado, “de forma alguma, a MP 795 representa prejuízo ao país”.

(Agência Brasil)

Rosinha Garotinho já está em casa

A ex-governadora Rosinha Garotinho deixou a cadeia José Frederico Marques, em Benficaapós o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) conceder um habeas corpus parcial. Rosinha deverá usar tornozeleira eletrônica. Os desembargadores determinaram também o recolhimento noturno e a proibição de sair da cidade do Rio. A decisão atende ao pedido da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE). O Tribunal negou, no entanto, o pedido de habeas corpus da defesa do ex-governador Anthony Garotinho.

Os desembargadores concordaram com a tese da Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (PRE-RJ), que defendeu, no caso de Rosinha, a substituição do regime fechado pelo monitoramento com tornozeleira e a manutenção da prisão de Garotinho.

Segundo a relatora dos processos, a desembargadora eleitoral Cristiane Frota, no caso de Rosinha, “há evidências concretas de condutas ofensivas às investigações perpetradas por outros membros da organização, mas não há o liame entre tais condutas e alguma ação efetiva da ré (…) Fundamental, ainda, repisar que a prisão preventiva é medida extrema, que somente se justifica quando ineficazes as demais medidas cautelares”, afirmou. O voto da relatora foi seguido pelos outros quatro desembargadores.

(O Globo)

 

Abert comemora: FM terá recepção disponibilizado em qualquer celular

Do Site da ABERT, eis uma boa informação:

O rádio brasileiro conquistou uma importante vitória nesta quarta-feira (29), com a aprovação, na Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados (CCTCI), do projeto de lei do deputado Sandro Alex (PSD/PR) que obriga as empresas fabricantes ou montadoras de celular a disponibilizar a recepção do rádio FM em todos os aparelhos.

A aprovação veio após intenso trabalho da ABERT junto ao governo federal e aos parlamentares federais. O texto foi aprovado na íntegra, com apenas um voto contrário do deputado Eduardo Cury (PSDB/SP).

Apesar da pressão da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), contrária à proposta, no parecer favorável ao projeto, o relator Paulo Magalhães (PSD/BA) destacou a importância social da medida, que tem como objetivo principal proteger os consumidores de menor poder aquisitivo.

“Como se sabe, o aparelho celular é um dos receptores de rádio FM mais poderosos do mercado. As pessoas com alto poder aquisitivo escutam rádio pelo aplicativo da emissora predileta. Entretanto, os menos privilegiados economicamente precisam do receptor integrado, pois escutar rádio pelo streaming gasta muita bateria e consome os créditos do plano de dados do usuário, inviabilizando totalmente o acesso à emissora”, explica o diretor geral da ABERT, Luis Roberto Antonik.

Pelo texto aprovado, a habilitação do rádio FM deverá ser compatível com as tecnologias adotadas no Brasil e atender as especificações e requisitos técnicos de funcionamento, bem como as condições de garantia, de assistência técnica e qualidade.

O rádio FM no celular é uma das prioridades da ABERT, que, em 2014, lançou a campanha “Smart é ter rádio de graça no celular”, orientando o ouvinte a sempre escolher, na hora da compra, um aparelho celular que tenha o dispositivo de recepção de FM embutido.

“Além da pluralidade que o rádio proporciona, a aprovação desse projeto fará com que todos possam ouvir a rádio preferida de forma gratuita, sem ter que usar o pacote de dados do plano contratado pelo ouvinte”, ressalta Antonik.

Estudos da ABERT mostram que dos 275 modelos de celulares disponíveis no mercado brasileiro, 179 têm o chip FM ativado. A mesma pesquisa mostra que 100% dos aparelhos mais simples, de até R$ 300, têm rádio FM integrado. Nos aparelhos mais caros (smartphones), acima de R$ 1.000, esse número cai para apenas 57%. Nesses aparelhos, as empresas de telefonia seguem uma tendência de não ativar o chip existente no celular, forçando os ouvintes a usar o plano de dados para acessar sua emissora.

A aprovação segue ainda uma tendência mundial. No México, uma norma do governo determinou que todos os aparelhos vendidos no país devem ter, obrigatoriamente, o chip FM no celular. A proposta vai agora para análise da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e, se aprovada, segue para o Senado.

Campanha contra o abuso sexual de mulheres no transporte público é lançada no TJCE

Izolda Cela, o presidente do TJCE e o vereador Acrísio Sena (PT).

O Tribunal de Justiça do Ceará lançou, nesta quarta-feira (29/11), campanha contra o abuso sexual de mulheres. Em parceria com outras instituições como a Câmara Municipal de Fortaleza, a mobilização acontece inicialmente no sistema de transporte coletivo da Capital. A ideia nasceu a partir de proposta do vereador Acrísio Sena (PT).

Segundo o presidente do TJCE, desembargador Gladyson Pontes, essa “é uma iniciativa que há muito já se reclamava, porque não é uma novidade o abuso sexual que as mulheres vêm sofrendo nos transportes coletivos, aliás, em qualquer espaço público quando se tem aglomeração, a gente sabe que isso acontece. É um problema social e cultural, por isso fomos buscar todos esses parceiros, todos eles são importantes”. O magistrado afirmou ainda que a campanha, apesar de ter um período de atuação, é permanente.

A vice-governadora Izolda Cela, parceira da mobilização, concorda. “Não é uma campanha passageira, na verdade é uma ação que pretende ser permanentemente fortalecida, enraizada até quando for necessária”. Ela destacou ainda que um dos maiores agravantes desse tipo de infração é quando parece algo normal, e até mesmo cultural.

“As pessoas tendem a achar que não é crime, não é agressão. Por isso é tão importante essa presença do Tribunal de Justiça, mobilizando e agregando instituições nessa frente, porque a natureza do desafio exige isso, uma mudança de visão e de comportamento, além de alertar as pessoas, tanto as mulheres para que não se submetam às situações, como também a sociedade em geral para que tenhamos um padrão de civilidade mais decente”, ressaltou.

(Fotos – Divulgação)

MPCE fiscaliza estabelecimentos que vendiam botijão de gás de forma irregular

O Decon, com o apoio da Agência Nacional do Petróleo (ANP), realizou a Operação Fogo Azul com o objetivo de fiscalizar estabelecimentos que vendem irregularmente botijões de gás. Foi durante toda essa terça-feira. A informação é da assessoria do Ministério Público do Estado do Ceará.

Durante a ação, o órgão verificou a existência do Certificado de Conformidade do Corpo de Bombeiros CCCB, alvará de funcionamento, licença sanitária, Código de Defesa do Consumidor e livro de reclamação do consumidor. Foi requerido, ainda, autorização de funcionamento emitida pela ANP.

Foram apreendidos 10 botijões de gás que estavam sendo comercializados de forma irregular no Mercantil Novo Farol (Vicente Pinzón) e Mercadinho o Titica (Alagadiço Novo), que foram autuados. Os dois estabelecimentos fiscalizados não apresentaram nenhum dos documentos solicitados e têm o prazo de 10 dias para apresentar defesa.

Uma cópia dos autos de infração será enviada à Promotoria de Justiça competente para verificar a existência de crime contra a ordem econômica, pela venda irregular do produto. A fiscalização continuará nos próximos meses na Região Metropolitana de Fortaleza e interior do Estado.

Implantação do eSocial para empresas começa em janeiro de 2018

A Receita Federal anunciou nesta quarta-feira (29) o cronograma de implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) para empresas. De acordo com o assessor especial da Receita Federal para o eSocial, Altemir Melo, o programa, que inicialmente foi criado para o registro de empregados domésticos, será implantado para empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões a partir do dia 8 de janeiro de 2018. De acordo com a Receita, 13.707 empresas se enquadram no perfil dessa primeira fase.

A segunda etapa terá início em 16 de julho de 2018 e abrangerá os demais empregadores, incluindo micros, pequenas empresas e micro empreendedores individuais (MEIs). No caso dos entes públicos, ele será implantado a partir de 14 de janeiro de 2019. “Esses entes serão detalhados em uma resolução que publicaremos [provavelmente] amanhã (30)”, acrescentou o representante da Receita no comitê gestor do eSocial, Clóvis Peres.

Segundo Melo, “a principal premissa do eSocial é a entrada única de dados que alimentará a base de dados dos entes de controle”, disse ele referindo-se a Receita Federal, Caixa Econômica Federal, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Ministério do Trabalho. “Nossa base de dados contará também com a participação dos próprios contribuintes. E a grande mudança de paradigma é que o eSocial será agora um fluxo. O sistema que as empresas têm hoje está sendo ajustado para se comunicar com a base nacional. Assim, cada evento registrado na empresa, como a admissão de um trabalhador, será replicado para a base nacional do eSocial, a fim de compartilhar os dados com os entes de controle”.

O eSocial Empresas é um novo sistema de registro feito pelo governo federal com o objetivo de desburocratizar e facilitar a administração de informações relativas aos trabalhadores, de forma a simplificar a prestação das informações referentes às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas. Por meio dele, pretende-se também reduzir custos e tempo da área contábil das empresas na hora de executar 15 obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas.

Com as informações coletadas por cerca de 8 milhões de empresas, será criado um banco de dados único administrado pelo governo, abrangendo mais de 40 milhões de trabalhadores. Ao ser implantado, o eSocial pretende garantir direitos previdenciário e trabalhistas, além de simplificar o cumprimento de obrigações, eliminando redundâncias no que se refere a informações de pessoas físicas e jurídicas.

De acordo com a Receita, para o empregador, o eSocial terá como vantagem reduzir penalidades e sanções por incorreções e discrepâncias, além da unificação e padronização de obrigações. A Receita aponta, como vantagens, a maior garantia de efetivação de direitos trabalhistas e previdenciários; maior agilidade para o acesso de benefícios; e maior transparência em relação às informações do contrato de trabalhos.

Para o governo, o eSocial terá como vantagens a ampliação da capacidade de fiscalização; a possibilidade de implementar programas sociais lastreados em dados mais qualificados; e a possibilidade de usar informações com mais qualidade, padronização, consistência, unicidade e validação prévia.

(Agência Brasil)

Temer volta a defender a reforma da Previdência durante encontro com empresários e parlamentares

Empresários do setor de comércio e serviços e integrantes da Frente Parlamentar Mista de Comércio, Serviços e Empreendedorismo estiveram hoje (29) com o presidente Michel Temer e ouviram dele as razões do governo para defender a aprovação da reforma da Previdência. O texto da reforma foi encaminhado ao Congresso Nacional pelo governo, passou por alterações e aguarda votação no plenário da Câmara.

Representantes da União Nacional de Entidades do Comércio de Serviços (Unecs) reuniram-se com presidente Temer no Palácio do Planalto, acompanhados do presidente do Sebrae, Guilheme Afif Domingos. Em seguida, receberam Temer para almoço com a participação de integrantes da frente parlamentar.

Pela tarde, o presidente publicou na rede social Twitter um comentário sobre os encontros. “Almocei hoje com parlamentares da Frente Parlamentar Mista de Comércio, Serviços e Empreendedorismo e com empresários. Um público seleto que ouviu com muita atenção as razões que apresentei para a aprovação da reforma da Previdência”, registrou na rede social.

Em conversa com jornalistas na manhã de hoje, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que a reforma é “indispensável”. “Se não houver reforma da Previdência, no ano de 2024 todo o Orçamento da República só paga folha de pagamento, previdência, saúde e educação”, afirmou.

(Agência Brasil)

Circo Social Respeitável Vida encerrará mais um curso com direito a espetáculo

Os alunos do Circo Social Respeitável Vida realizarão, no próximo dia 9, um espetáculo aberto ao público, que marcará a conclusão de mais uma etapa da formação em circo promovida pelo Instituto Intervalo.

No evento, a participação do cearense Wellington Silva, hoje do elenco do internacional Foragi Nasi Circus, da China.

O projeto, que ocupa espaços no Condomínio Espiritual Uirapuru, é voltado para jovens e adolescentes de comunidades pobres do bairro Dias Macedo, que tiveram aprendizado de circo e cidadania. O Circo Social Respeitável Vida atua há mais de cinco anos.

Marcelo Chamusca renova com o Ceará

O Ceará divulgou nesta quarta-feira, 29, a renovação com o técnico Marcelo Chamusca para a temporada 2018, quando o Alvinegro disputará o Campeonato Cearense, a Copa do Brasil, a Copa do Nordeste e a Série A. A comissão técnica de Chamusca também está garantida, como o auxiliar Caé Cunha e o preparador físico Roger Gouveia.

+ Confira a entrevista exclusiva com Marcelo Chamusca para as Páginas Azuis do O POVO

“Agora, nós temos novos desafios. Estou feliz em ter permanecido nesse clube que abriu as portas e me deu a oportunidade de realizar um trabalho ímpar, que vai ficar marcado na minha carreira profissional e pessoal. Já começamos a pensar e planejar 2018, que vai ser um ano bem desafiador. Mas eu tenho certeza que, junto com o nosso torcedor, temos todas as condições de conquistar títulos e fazer grandes campanhas em todas as competições que disputarmos”, comentou Chamusca.

Veja o especial sobre o acesso do Ceará

O treinador estreou no comando do Alvinegro na 10ª rodada, após a demissão de Givanildo Oliveira. Chamusca conseguiu arrumar o time e o colocou de volta à Série A. Na Segundona, o técnico comandou a equipe em 29 rodadas, com 16 vitórias, sete empates e seis derrotas, alcançando aproveitamento de 63,2%.

(POVO Online – Repórter Lucas Mota/Foto – Paulo MOska)

Camilo volta agradecer Eunício Oliveira. Desta vez, pelo apoio ao futuro Hospital do Vale do Jaguaribe

O governador Camilo Santana (PT), em seu bate papo com internautas via página do Facebook, confirmou o lançamento da pedra fundamental do futuro Hospital Regional do Vale do Jaguaribe. O ato ocorrerá nesta sexta-feira, na cidade de Limoeiro do Norte.

Camilo aproveitou para agradecer o apoio do presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, na articulação em favor da aprovação de empréstimo externo para o empreendimento.

Nesse evento, o governador terá ao seu lado o senador peemedebista que, nesta quarta-feira, confirmou presença.

Hospital Universitário promoverá mutirão contra o câncer de pele

O Hospital Universitário Walter Cantídio, filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), realizará neste sábado (2), o XVIII Mutirão de Câncer de Pele. O evento ocorrerá no Serviço de Dermatologia do HUWC (Rua Coronel Nunes de Melo, s/n, Rodolfo Teófilo), ao lado da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand, das 8 às 12 horas. Na ocasião, serão distribuídas 350 fichas para atendimento. Por essa razão, recomenda-se que os interessados compareçam até as 11 horas de sábado.

Segundo o chefe do Serviço de Dermatologia do HUWC, José Wilson Accioly Filho, a campanha apresenta dois objetivos centrais: o diagnóstico precoce do câncer de pele e a divulgação de orientações sobre as medidas de fotoproteção. Ao todo, 30 profissionais de saúde e administrativos estarão envolvidos na ação no hospital. Ainda de acordo com o dermatologista, todos aqueles casos identificados no mutirão com necessidade de acompanhamento ambulatorial serão encaminhados para atendimento no próprio Serviço de Dermatologia do Hospital.

Os casos cirúrgicos, se existirem, também serão tratados na unidade de saúde. Aqui no Ceará, além do HUWC, realizam ações semelhantes o Centro Dermatológico Dona Libânia e o Hospital Geral de Fortaleza (HGF).

SERVIÇO

*Hospital Universitário Walter Cantídio – Rua Coronel Nunes de Melo, s/n, Rodolfo Teófilo, ao lado da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand.

Rosinha Garotinho será liberada, mas usará tornozeleira eletrônica

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) concedeu, na tarde desta quarta-feira, habeas corpus parcial para a ex-governadora Rosinha Garotinho. Ela vai deixar a cadeia José Frederico Marques, em Benfica, mas deverá usar tornozeleira eletrônica. A informação é do O Globo.

Os desembargadores determinaram também o recolhimento noturno e a proibição de sair da cidade de Campos. A decisão atende pedido da Procuradoria Regional Eleitoral. Rosinha chegou a Benfica na quarta-feira, após ser presa em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Ela é acusada de fazer parte de uma organização criminosa que arrecadava recursos ilícitos para financiar campanhas eleitorais.

Em Benfica, Rosinha divide a cela com a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo, de grupo político inimigo ao dela. Na mesma unidade, também estava o marido de Rosinha, o ex-governador Anthony Garotinho, que após ter dito que foi agredido, foi transferido para Bangu 8.

Esquema

Dois delatores apresentaram detalhes do esquema aos investigadores da Polícia Federal e do Ministério Público Eleitoral de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense: Ricardo Saud, executivo da JBS, e André Luiz Rodrigues, sócio da empresa Ocean Link. JBS e Ocean Link firmaram um contrato de fachada em 2014, com o objetivo de repassar, via caixa dois, R$ 2,6 milhões para a campanha de Garotinho ao governo do estado.

Rodrigues também narrou ter feito doações irregulares a Garotinho, Rosinha e aliados em 2010, 2012 e 2016. Segundo o empresário, a prefeitura segurava, a mando do ex-governador, pagamentos que eram devidos às empresas e só liberava os recursos após a efetivação das contribuições por meio de caixa dois.

A investigação aponta ainda que o grupo tinha um “braço armado”: o policial civil aposentado Antônio Carlos Ribeiro da Silva, conhecido como Toninho. O delator contou que Toninho o procurou, armado com duas pistolas, exigindo que ele sacasse o dinheiro que havia sido depositado pela JBS.