Blog do Eliomar

Últimos posts

Cabo Sabino assume o Avante sem esconder simpatias pró-Camilo

O deputado federal Cabo Sabino tomará posse como presidente estadual do Avante no próximo dia 30, às 9 horas, durante solenidade no auditório do Seminário da Prainha (Centro).

No ato, toda a executiva estadual, que priorizará lideranças do Interior, será apresentada pelo parlamentar que, em termos de disputa presidencial, apoiará o nome de Jair Bolsonaro (PSL).

Em matéria de sucessão governamental, o Cabo Sabino não esconde simpatias pró-reeleição de Camilo Santana (PT).

(Foto – Agência Câmara)

Prévia da inflação oficial fica em 1,11% em junho

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, registrou taxa de 1,11% em junho, ou seja, uma forte alta em relação às prévias de maio (0,14%) e de junho (0,16%). Essa foi a maior taxa do IPCA-15 para um mês de junho desde 1996, quando foi registrado o mesmo índice.

O IPCA-15 acumulado no trimestre ficou em 1,46%, acima da taxa de 0,61% registrada no mesmo período de 2017. Com isso, o acumulado no ano está em 2,35%, acima do 1,62% registrado em 2017. Em 12 meses, o IPCA-15 acumula taxa de inflação de 3,68%, acima dos 2,7% registrados nos 12 meses anteriores.

A alta da taxa foi puxada principalmente pelos alimentos e pelos transportes. O grupo alimentação teve alta de preços de 1,57% no mês, impulsionado por alimentos como batata-inglesa (45,12%), cebola (19,95%) e tomate (14,15%).

Já os transportes tiveram inflação de 1,95%, puxada pela alta de preços da gasolina (0,81%), que teve o maior impacto individual na prévia do IPCA, do etanol (2,36%) e do óleo diesel (3,06%).

O grupo habitação também teve impacto importante no índice, com taxa de 1,74%, devido principalmente a reajustes de tarifas de energia elétrica (5,44%), que aumentou nas cidades de Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Porto Alegre e Salvador.

O IPCA-15 foi calculado com base em preços coletados entre os dias 16 de maio e 13 de junho, portanto durante a greve nacional dos caminhoneiros, que provocou desabastecimento em várias cidades do país.

(Agência Brasil)

Conselho Regional de Administração inaugura Biblioteca Cléber Aquino

O Conselho Regional de Administração do Ceará vai inaugurar, às 16 horas desta quinta-feira, em sua sede, a Biblioteca Administrador Cléber Aquino. O ato terá à frente o presidente da entidade, Leonardo Macedo. O nome é uma homenagem ao professor Cléber Pinheiro de Aquino, que fez a doação de seu acervo particular para o Conselho e que, entre várias ações em vida, idealizou o Pacto de Cooperação, um canal de diálogo entre sociedade civil e governos.

Fazem parte desse acervo aproximadamente 1.000 livros. De acordo com Leonardo Macedo, são inúmeras obras, inclusive livros raros e não encontrados em universidades. A doação ocorreu em outubro de 2014 pelas mãos da viúva de Cléber Aquino – morto em 2010, Ana Maria Aquino, que cumpriu assim a vontade do marido.

SERVIÇO

*Sede do Conselho de Administração do Ceará – Rua Dona Leopoldina, 935 – Centro.

Cármen Lúcia critica uniformidade de partidos políticos do País

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, criticou hoje (21) a organização dos partidos brasileiros, cuja pouca diversidade, mesmo com grande quantidade, seria um dos principais fatores da crise de representatividade política pela qual passa a democracia no país.

“Quem tenha tido o cuidado de ler os programas, e eu li todos mais de uma vez, vê que não tem muita diferença no que eles [partidos] oferecem, quais os seus objetivos, quais os seus principais compromissos”, disse Cármen Lúcia. “E nós vemos partidos, portanto, que não têm a diversidade de programas que faria com que optando por um eu esteja dizendo não a outro.”

As declarações foram dadas no II Congresso de Direito Eleitoral de Brasília, na Câmara Legislativa do Distrito Federal, ante uma plateia formada em grande parte por deputados distritais e assessores legislativos.

“Nós precisamos ter partidos programáticos, como é no mundo todo, e não pragmáticos, como são muitas vezes os partidos políticos no Brasil”, afirmou a presidente do STF.

Partido da Mulher

Ela citou como exemplo o Partido da Mulher Brasileira (PMB), que à época em que obteve seu registro na Justiça Eleitoral tinha em sua diretoria somente homens. “Não é que tivesse que ter só mulheres, mas se ele vai representar mulheres, que haja pelo menos a fala da mulher, para que ela saiba porque que precisa de partido, se é que precisa, com este nome, ou se mais uma vez se trata de retórica, ou seja, uma fala sem compromisso de conteúdo”, disse a ministra.

A ministra destacou a grande quantidade de legendas como uma das dificuldades a serem enfrentadas por uma reforma política. “Termos mais de 30 partidos faz com que haja uma atomização de ideias, o que faz com que o cidadão não se sinta representado por nenhum dos partidos”.

Demonizar a política

Apesar do discurso crítico à estrutura partidária brasileira, Cármen Lúcia voltou a afirmar o que já havia repetido em discursos anteriores, que não se pode “demonizar” a política.

(Agência Brasil)

Privatização de aeroportos encarece vida dos passageiros

Com o título “Privatiza que melhora”, eis artigo do jornalista Plínio Bortolotti, do O POVO. Ele expõe um estudo feito pela Associação Internacional de Transporte Aéreo sobre as privatizações de aeroportos e seus impactos para o bolso dos passageiros. Confira:

Advirto que o depoimento não é de nenhum “esquerdista”, muito menos de um “bolivariano”. Trata-se da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês), que realizou estudo, em conjunto com a consultoria McKinskey, constatando que a privatização dos aeroportos – por venda ou concessão – encareceram os serviços para os consumidores, sem trazer ganhos de eficiência relevantes.

O economista-chefe da Iata, Brian Pearce, considerou o resultado surpreendente: “A maior diferença em relação ao que vimos acontecer com outras indústrias, como a do aço, é a competição. Em infraestrutura aeroportuária, as pressões competitivas são, por natureza, muito menores”, disse ele na 74ª reunião geral da associação de companhias aéreas, em Sydney (Austrália), segundo publicou o jornal O Estado de S. Paulo (14/6/2018).

O estudo mostra queda nos custos unitários de operação em aeroportos privatizados, mas o usuário passou a pagar mais caro pelos serviços, levando ao aumento expressivo dos lucros.

“Claramente, a privatização dos aeroportos vem com um preço, que os consumidores têm de pagar”, afirmou Pearce, considerando que, em ambientes tendentes ao monopólio, há mais risco de “abuso do poder de mercado”, já que o objetivo principal é dar retorno aos investidores.

Ele ainda criticou o pensamento imediatista dos governos na hora de privatizar aeroportos. “Vemos governos pensando nos ganhos de curto prazo, tentando levantar o máximo de recursos com a venda de ativos, em vez de focar no interesse de longo prazo”. Agora vai por minha conta e risco.

Lendo esses argumentos, veio-me à lembrança a Petrobras, que parece encaixar-se perfeitamente nos alertas que faz o economista-chefe da Iata a respeito dos aeroportos. A petroleira estatal age em um ambiente tendente ao monopólio (ou pelo menos ao oligopólio) e, mesmo assim, volta e meia, governos “liberais” tentam privatizar a empresa.

Temer nomeou Pedro Parente presidente da Petrobras para dar-lhe um perfil de “mercado” uma “administração empresarial”. O que fez o ex-presidente da empresa? Espoliou o consumidor e vendeu ativos para retorno ao investidor, em vez de “focar no interesse de longo prazo”.

Deu no que deu.

*Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

Presidente da Fiec declara voto em Camilo Santana

Filiado ao PSDB, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, afirmou ontem voto no governador Camilo Santana (PT). O anúncio foi feito um dia depois de divulgado o pedido de desfiliação do PSDB do secretário do Planejamento e Gestão do Ceará (Seplag), Maia Júnior.

No fim do ano passado, Beto Studart chegou a ensaiar desligamento do comando da Fiec, mas recuou. À época, o gesto foi interpretado como parte de estratégia do empresário para entrar na disputa ao Governo pela sigla tucana.

Em rápida conversa com O POVO ontem, porém, o presidente da Fiec afirmou que ainda se mantém filiado ao PSDB, mas que seu voto é do petista Camilo Santana. A sigla tucana lançou há um mês General Theophilo como pré-candidato ao Abolição.

Na última terça-feira, um dia depois de participar de evento ao lado de Camilo na Câmara Municipal de Fortaleza, Maia Júnior enviou ao partido um pedido de afastamento ou licenciamento durante o período eleitoral.

Alegando incompatibilidades entre sua atividade de secretário e militante do PSDB, o titular da Seplag, um tucano de alta plumagem e muito próximo do senador Tasso Jereissati, desempenha papel crucial no secretariado do governo petista. O PSDB avalia na sexta-feira próxima ou segunda que vem a solicitação do filiado.

(O POVO – Repórter Henrique Araújo/Foto – Divulgação)

Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (21) redução de 1,11% no preço da gasolina em suas refinarias. A partir de amanhã (22), o litro do combustível será vendido pela estatal por R$ 1,8634, 2 centavos a menos do que o R$ 1,8841 cobrado hoje.

Desde o dia 9 de junho, quando foi anunciado o último aumento no preço, a Petrobras tem mantido ou feito reduções no valor do combustível. No mês, a gasolina acumula queda de 5,27%, ou seja, de 10 centavos.

(Agência Brasil)

General Theophilo e um diagnóstico troncho

Da Coluna Política, do O POVO desta quinta-feira, assinada pelo jornalista Érico Firmo, eis o tópico “Diagnóstico troncho”. Confira:

A ideia de colocar militares para dirigir escolas parte do mesmo princípio equivocado de colocá-los para governar. Eles podem, sim, candidatar-se a cargos públicos e serem eleitos. Assim como podem ser bons gestores de escolas. Mas, isso porque podem ter outros atributos, para além daqueles exigidos pela carreira militar.

O problema da educação não é falta de disciplina. Os estudantes têm dificuldade em aprender a ler e escrever. Mais ainda em matemática. É preciso enfrentar questões de aprendizado, com ciência e técnica. Não com discurso fácil para viralizar em grupos de WhatsApp de gente pouco disposta a refletir sobre qualquer coisa, à procura apenas de textos “lacradores”.

Também não é falta de Deus o problema. Tenho minhas crenças, mas isso definitivamente não é problema dos políticos ou das políticas públicas. Algumas das maiores mentes dos últimos 100 anos, como Stephen Hawking e Sigmund Freud eram ateus. Não consta que tenham sido propriamente maus alunos.

O general Guilherme Theophilo (PSDB) ainda engatinha na apresentação de uma plataforma, mas tem tido problemas em diagnosticar os problemas reais e ainda mais em apresentar soluções concretas.

(Foto – Elisa Maia, ALAM)

Em junho, a inflação vem carregada por conta da greve dos caminhoneiros

Os primeiros indicadores da inflação de junho, que chegaram ao Ministério da Fazenda, são de assustar. É o que revela nesta quinta-feira o jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

Na esteira da greve dos caminhoneiros, os alimentos subiram 5% no mês, o que aponta para uma inflação geral acima de 1,2% no mês.

Em abril, a inflação foi de 0,22% e em maio de 0,40%.

PF deflagra a 52ª fase da Lava Jato

A Polícia Federal deflagrou, nesta manhã de quinta-feira (19), a 52ª fase da Operação Lava Jato. Foi batizada de “Greenwich”. De acordo com a PF, as investigações apuram crimes contra subsidiárias da Petrobras, como a Petrobras Química S/A (Petroquisa), em favor do Grupo Odebrecht. A informação é do Portal G1.

O alvo de prisão temporária está no Recife (PE), e o de preventiva no Rio de Janeiro (RJ). Eles serão levados para a carceragem da PF, em Curitiba. O Grupo Odebrecht foi favorecido na obtenção de contratos em troca de repasses de recursos a funcionários da Petrobras, segundo a PF.

O G1 tenta contato com o Grupo Odebrecht e com a Petrobras.

DETALHE – Greenwich, o nome da 52ª fase da Lava Jato, remete a uma conta bancária mantida fora do Brasil, de acordo com a PF.

Tudo pronto para o Arraiá Nossa Casa

A Associação Nossa Casa entra em clima junino e promoverá, a partir das 15 horas desta quinta-feira, em sua sede, o tradicional arraiá beneficente para alegrar o São João dos pacientes acometidos pelo câncer e acolhidos pela entidade.

A festa matuta será ao som do bom forró pé-de-serra, com direito a cardápio com comidas típicas.

SERVIÇO

*Associação Nossa Casa – Rua Francisco Calaça, bairro Álvaro Weyne. A entrada é gratuita.

*Mais informações – (85) 3521.1538.

(Foto – Divulgação)

Petistas esperançosos com julgamento do habeas corpus de Lula

Petistas estão esperançosos com o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula, marcado para semana que vem. Isso porque ele estará nas mãos da Segunda Turma do STF, a mesma que absolveu Gleisi Hofmann na última terça-feira (19).

São casos completamente diferentes, por isso é mais provável que Lula permaneça preso. É, de qualquer modo, uma possibilidade, ainda que mínima, de liberdade — e nisso se apegam.

Mas, para além do julgamento, a acusação do deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), que Ciro estaria com a certidão de débitos ativa, reverberou no PT. Há quem acredite que isso abre precedente para sua inelegibilidade. E com ele fora da disputa e Lula dentro, a possibilidade de vitória no primeiro turno cresce. Nada disso deve acontecer.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Camocim reivindica novo prédio para a Delegacia Regional

O deputado estadual Sergio Aguiar (PDT) aproveitou a passagem do governador Camilo Santana, nessa quarta-feira, por Camocim (Litoral Oeste), em clima de entrega do Batalhão do Raio, e fez cinco novas reivindicações: pediu a construção do prédio da delegacia regional, reivindicação prontamente atendida pelo governador, que já autorizou a assinatura de um convênio para que a Prefeitura doe o terreno. A nova delegacia deve ser inaugurada ainda este ano.

Sergio Aguiar, ao lado de sua mulher, a prefeita Mônica Aguiar, pediu, ainda, duas novas bases do Corpo de Bombeiros – uma para Camocim e outra para Tianguá (Região da Ibiapaba), sedes das respectivas microrregiões. A quarta solicitação foi a substituição de três viaturas da Policia Militar que estão sucateadas. Ele reivindicou ainda mais duas viaturas para a Guarda Municipal de Camocim.

A solenidade de implantação do Raio regional de Camocim foi prestigiada pela cúpula da segurança pública do Ceará, além do grande número de pessoas que prestigiou o evento. O Raio de Camocim é composto por 37 policiais, 16 motos e uma viatura. Ali, foi implantado, também, o sistema de 17 câmeras para monitorar as ações criminosas na cidade.

(Foto – Divulgação)

Soropositivos farão ato de protesto em frente ao Hospital São José

Vando Oliveira coordena a RNP-HIV do Ceará.

A Rede Nacional de Pessoas com HIV, no Ceará, vai realizar nesta quinta-feira, às 9h30min, uma manifestação no entorno do Hospital São José. Segundo Vando Oliveira, coordenador local, haverá um “abraço” nessa unidade hospitalar que acolhe os soropositivos, num contraponto à falta de abraço oficial.

Ele diz que o ato vai cobrar do governador Camilo Santana (PT) a ampliação do ambulatório de HIV do hospital. Já do prefeito de Fortaleza, Roberto Claudio (PDT), a cobrança é com relação a recarga do bilhete único para 500 pessoas que contam com o benefício desde fevereiro.

“Nem ampliação do ambulatório, nem recarga assegurada até hoje”, lamenta Vando Oliveira.

(Foto – Divulgação)

Festival Vida & Arte abre nesta quinta-feira com lançamento do Anuário do Ceará 2018-2019

Com as presenças do governador Camilo Santana (PT) e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), e outras lideranças dos meios político e empresarial, será lançado nesta quinta-feira, às 20 horas, no Centro de Eventos, o Anuário do Ceará 2018-2019. O ato coincidirá com a abertura do Festival Vida&Arte, o maior evento multicultural do País, que se estenderá nesse local até domingo, com mais de 500 atrações. Luciana Dummar, presidente do Grupo de Comunicação O POVO, comandará a solenidade.

O Anuário do Ceará 2018-2019 apresenta em 11 capítulos informações econômicas, políticas, sociais, geográficas e culturais do Estado. Nesta edição, são destaques os 90 anos do Grupo de Comunicação O POVO (GCOP) e o Índice Comparativo de Gestão Municipal (ICGM), elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). O ICGM Anuário-Ipece faz o ranking das 184 gestões municipais do Estado.

Com mais de 140 anos de existência, Anuário do Ceará é a mais antiga publicação do Estado em circulação. A edição 2002 marcou a completa reformulação editorial e gráfica do livro, até o ano passado sob o comando do jornalista Fábio Campos.

Neste período de 2018-2019, passou a ter à frente o jornalista Jocélio Leal, enquanto editor-geral, e Joelma Leal como editora-executiva. Jocélio destaca o lançamento do ICGM como um marco para as gestões públicas do Ceará. Para ele, ao estabelecer critérios técnicos elaborados pelo Ipece, o Anuário inaugura uma nova Era na avaliação.

Ciro Gomes faz gestos enfáticos, impressiona DEM e faz avançar discussões sobre apoio

O candidato do PDT ao Planalto, Ciro Gomes, fez gestos enfáticos ao bloco capitaneado por DEM e PP durante jantar na terça (19). O presidenciável chegou a dizer que pediria, se fosse necessário, desculpas a Pauderney Avelino (DEM-AM), que o processa por injúria.

A cúpula do DEM ficou tão impressionada com o pedetista que, assim que ele saiu, começou a debater na frente dos outros integrantes do bloco como aprovar o nome de Ciro no partido.

Marcos Pereira, do PRB, interrompeu a euforia. Lembrou que ainda não tinha acordo e indagou se alguma decisão havia sido tomada nas suas costas.

ACM Neto, presidente do DEM, contornou o mal estar com Pereira logo na manhã dessa quarta (20).

(Com Painel, da Folha/Foto – Fabio Lima)

Saiba quem são os Mais Influentes da Assembleia Legislativa do Ceará

519 1

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quinta-feira:

O Anuário do Ceará 2018/2019, que será lançado hoje, às 20 horas, no Centro de Eventos, marcando a abertura do Festival Vida&Arte, vai trazer resultado de pesquisa sobre os mais influentes na Assembleia Legislativa. Pela sétima vez consecutiva, o presidente da Casa, Zezinho Albuquerque (PDT), segue como o mais influente.

Neste ano, o presidente, em seu sétimo mandato, recebeu 27 votos dos colegas. Apenas um deputado optou por não votar, outros dois deputados votaram em dois nomes e três parlamentares indicaram apenas um. Entre os 46 deputados estaduais em exercício durante a votação, 30 foram lembrados pelo menos uma vez e 16 não receberam nenhuma indicação. A pesquisa foi realizada no mês de abril e início de maio deste ano. A votação é secreta, de forma que cada parlamentar é convidado a indicar três nomes de parlamentares em exercício, não sendo possível votar em si mesmo.

Veja o ranking:Zezinho Albuquerque (PDT) 27; 2º Evandro Leitão (PDT) 24; 3º Tin Gomes (PDT) 15; 4º Capitão Wagner (Pros) 7; Roberto Mesquita (Pros) 7; 5º Dr. Sarto (PDT) 5; 6º Audic Mota (PSB) 4; 7º Dra. Silvana (PR) 3; Ely Aguiar (PSDC) 3; Fernando Hugo (PP) 3; Sérgio Aguiar (PDT) 3; 8º Agenor Neto (MDB) 2; Carlos Matos (PSDB) 2; Elmano Freitas (PT) 2; Heitor Férrer (SD) 2; Julinho (PPS) 2; Leonardo Araújo (MDB) 2; 9º Antônio Granja (PDT) 1; Augusta Brito (PCdoB) 1; Bruno Pedrosa (PP) 1; David Durand (PRB) 1; Dedé Teixeira (PT) 1; Fernanda Pessoa (PSDB) 1; Jeová Mota (PDT) 1; Leonardo Pinheiro (PP) 1; Lucílvio Girão (PP) 1; Manoel Duca (PDT) 1; Nestor Bezerra (Psol) (suplente) 1; Osmar Baquit (PDT) 1; e Rachel Marques (PT) 1.

Senado pode instalar a CPI dos Planos de Saúde

O Senado já conta com 27 assinaturas, o suficiente para implementar uma CPI com o objetivo de investigar as relações da Associação Nacional da Saúde Suplementar (ANS) com as operadoras de planos de saúde.

A suspeita é de que a ANS aja mais como aliada do que como reguladora das operadoras de planos – o que explicaria como, em 14 anos seguidos, concedeu reajustes de mensalidades superiores à inflação.

Neste ano, os planos coletivos (na prática, são os únicos que existem, já que planos individuais, mesmo controlados por uma agência generosa, têm algum controle de aumentos) desandaram. na área, o aumento sofrido foi de 19,97% – contra uma inflação inferior a 3%.

Anuário do Ceará e os 90 Anos do O POVO

Com o título “Anuário do Ceará”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira. Celebra o lançamento de mais uma edição do Anuário do Ceará. A partir das 20 horas de hoje, marcando também a abertura do Festival Vida & Arte, que comemora os 90 anos do O POVO. Confira:

O Anuário do Ceará, que será lançado hoje no Centro de Eventos, renova-se a cada edição, com informações essenciais para quem quiser conhecer profundamente o Estado, do ponto de vista econômico, político e social. É um guia para estudantes, pesquisadores, investidores, empresários ou para qualquer pessoa que queira entender a realidade cearense; do Estado e de suas cidades.

A pesquisa exaustiva, realizada pela equipe da publicação, resultou em 11 capítulos com dados sobre o Estado e cada um de seus municípios. O parlamento (estadual e federal), Ministério Público e as universidades também estão contemplados em suas páginas, com informações que traçam o perfil dessas instituições e de seus integrantes.

Para a edição 2018-2019 o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) desenvolveu pesquisa exclusiva, especialmente para o Anuário: o Índice Comparativo de Gestão Municipal (ICGM), gerado a partir da análise integrada de seis indicadores, subdivididos em cinco dimensões, para mensurar aspectos relativos à gestão fiscal, planejamento, transparência, resultado e eficiência. A partir desses dados, extraiu-se um ranking, nos quais se podem observar, por ordem de classificação, desde o município mais bem administrado, até o que ficou em último lugar na lista das 184 cidades cearenses.

Observe-se que o objetivo não é “apontar o dedo”, censurando a administração que tenha ficado em má posição na lista. A formulação dos pesquisadores tem como objetivo fornecer subsídios para o aperfeiçoamento e planejamento da gestão pública, que poderá ser utilizada pelos prefeitos para alavancar a qualidade da administração municipal. O Anuário também abre um capítulo especial para homenagear os 90 anos do O POVO, completados no dia 7 de janeiro, e cujas comemorações continuarão no decorrer deste ano. Relembramos também a trajetória do Anuário, com 159 anos de existência, cujo primeiro editor foi o historiador Guilherme Studart, o Barão de Studart.

A partir de 2002, O POVO passou a editar o Anuário, juntando as duas mais antigas publicações em circulação no Ceará. Atualmente sob a responsabilidade dos editores Jocélio Leal e Joelma Leal, que comandam uma equipe de jovens jornalistas e pesquisadores, encarregados de analisar e verificar cada informação que fica à disposição do leitor, que também pode consultar o livro na Internet (www.anuariodoceara.com.br).

Assim, a cada ano, cuidamos da tradição de comemorar o aniversário do jornal, entregando este presente aos nossos conterrâneos: um guia de aproximação com o Ceará.