Blog do Eliomar

Últimos posts

Mourão espera aprovação da Nova Previdência até julho

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse hoje (16) que as manifestações contra o contingenciamento de verbas na educação foram algo pontual e não devem desencadear uma onda de protestos no País. Ele também argumentou que a aprovação da reforma da Previdência fará com que os recursos sejam desbloqueados do orçamento.

“Eu tenho certeza de que será aprovada a Nova Previdência, final de julho, início de agosto, vão mudar as expectativas econômicas, os recursos vão voltar para as universidades e outras áreas do governo que estão com recursos contingenciados”, afirmou pouco antes de deixar o seu gabinete, no Palácio do Planalto. Mourão está no exercício da Presidência da República desde a última terça-feira (14), quando o presidente Jair Bolsonaro embarcou para uma viagem de dois dias aos Estados Unidos.

Mourão voltou a dizer que o governo não soube comunicar o bloqueio no orçamento, por se tratar de uma prática comum em todas as gestões. “Tá havendo uma desinformação nessa história toda. Contingenciamento de recursos houve ao longo de todos esses períodos, acho que tem que ser mostrado o quanto ocorreu em anos anteriores”, disse.

O vice-presidente ressaltou ainda que os protestos são uma forma legítima da sociedade se expressar, mas repetiu a crítica de que houve “exploração política” dos atos. “Protesto é uma forma que a sociedade tem de se expressar e de expressar o seu desencanto com coisas que estão acontecendo. Agora, houve exploração política, porque se o protesto era contra a educação, por que tinha Lula Livre? Lula já foi condenado em três instâncias, então esse pacote já virou”, disse. Ele também mencionou a presença de centrais sindicais nos protestos, que tem pautas específicas contra o governo Bolsonaro, como a Medida Provisória que proibiu o desconto em folha do imposto sindical.

Mourão embarca ainda nesta quinta-feira (16) para China, onde participa da quinta edição da reunião da Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (Cosban), no dia 23 de maio, em Pequim. Ele também será recebido no país asiático pelo presidente chinês Xi Jinping.

(Agência Brasil)

Maio Amarelo anima a Praça do Ferreira

Sob o sol forte da manhã desta quinta-feira (16/5), várias pessoas se reuniram por uma causa na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza: o mês de conscientização sobre a segurança no trânsito, o Maio Amarelo. Criado em homenagem ao mesmo mês em que a ONU publicou uma resolução de que o período entre 2011 e 2020 seria a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”, o movimento foi celebrado em um evento promovido pelo Ministério Público do Estado (MPCE) em parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-CE) e outras oito instituições.

A programação era aberta a quem quisesse parar um pouco a sua rotina e conferir os diferentes estandes que atendiam à população, oferecendo desde massagens até materiais e panfletos. Quando o sol deu uma leve trégua, uma banda formada por policiais militares do programa Prevenção e Arte tocou um repertório repleto de clássicos da música nordestina, abrindo com “Anunciação”, do pernambucano Alceu Valença, e passando por “Ai Que Saudade D’ocê”, de Geraldo Azevedo, chamando atenção e animando quem passava pelo local.

O TCE foi representado pela Comissão de Transportes, pelo Instituto Plácido Castelo, a Ouvidoria e pelo servidor da Gerência de Fiscalização de Convênios, Rubens Cézar Parente. Ele explicou como o compromisso com a segurança viária é inerente ao trabalho do Tribunal perante a sociedade: “a gente já percebeu, por meio de estudos estatísticos, que o trânsito tem um impacto imenso no custo público. Isso afeta a saúde, aumenta a violência e também a falta de respeito com o próximo”. “O Tribunal de Contas é uma instituição focada em observar a boa gestão pública e sabe da importância da boa educação no trânsito”, atesta.

A integração institucional foi um dos pontos fortes do evento, como ressaltou o superintendente do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), Igor Ponte: “a insegurança viária é um problema que deve ser abordado de forma coletiva, e essa união que vemos aqui hoje ajuda muito nesse trabalho, todos juntos para atingir um objetivo”, pontua. Ele cita uma das ações do TCE que colaborou com a redução de acidentes no interior do estado: “fica nosso agradecimento ao Tribunal de Contas pelo trabalho conjunto na fiscalização do transporte escolar nos municípios do Ceará, ação que tem ajudado a evitar acidentes com as crianças a caminho da escola”, recorda.

Além do MPCE e do TCE, também participaram da organização do evento a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual (BPRE), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Detran-CE, Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Veículos do Estado do Ceará (Sindcfcs) e a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE).

(Com site do TCE)

Bolsonaro recebe prêmio nos EUA e diz: ser presidente foi “milagre”

O presidente Jair Bolsonaro recebeu hoje (16), em Dallas, no Texas, o prêmio de Personalidade do Ano da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. O evento foi realizado durante almoço oferecido pelo World Affairs Council (Conselho de Assuntos Mundiais, em tradução livre) de Dallas/Fort Worth, e contou com a participação de dezenas de empresários, além de ministros do governo brasileiro.

No discurso improvisado de cerca de 13 minutos, o presidente brasileiro ressaltou a aproximação de seu governo com os Estados Unidos, criticou setores de esquerda e governos anteriores e reafirmou que sua eleição foi resultado de um “milagre”.

“Realmente aconteceu o que eu chamo de milagre, no Brasil. Ou melhor, dois milagres. Um, eu agradeço a Deus pela minha sobrevivência. E o outro, pelas mãos de grande parte dos brasileiros, alguns morando aqui nos Estados Unidos, me deram a missão de estar à frente desse grande país, que tem tudo para ocupar um local de destaque no mundo, mas que, infelizmente, por políticas nefastas de gente que tinha ambição pessoal acima de tudo, não nos deixaram ascender”, afirmou.

Bolsonaro disse que, no começo, até dentro de casa havia dúvidas sobre sua ambição que, segundo ele, nunca foi pessoal. “Com verdade, comecei andando sozinho por todo o Brasil. Às vezes, gente da própria casa achava que tinha algo errado comigo, tendo em vista o que eu almejava. Mas não almejava por mim, sabia dos problemas”.

O presidente comparou a situação do Brasil com a de Israel e se colocou com um “ponto de inflexão” para que o país alcance um melhor patamar de desenvolvimento: “Eu sempre dizia nas minhas andanças: olhe o que Israel não tem e veja o que eles são. Agora olhe o que o Brasil tem e o que nós não somos. Onde está o erro? Onde está o ponto de inflexão? E eu me apresentei para ser esse ponto de inflexão”, disse.

Relação com EUA

Dirigindo-se a uma plateia formada basicamente por empresários, Bolsonaro criticou a política de governos anteriores em relação aos Estados Unidos e prometeu maior aproximação: “No Brasil, a política, até há pouco, era de antagonismo a países como os Estados Unidos. Os senhores eram tratados como inimigos nossos. (…) O Brasil de hoje é amigo dos EUA, respeita os EUA, quer o povo americano e os empresários americanos ao nosso lado”. O presidente disse estar convicto de que a união e a confiança entre os dois países podem levar à ampliação do comércio e à assinatura de acordos entre os dois governos.

Venezuela e Argentina

Jair Bolsonaro voltou a citar a crise na Venezuela, opinou sobre as eleições na Argentina e criticou líderes e partidos de esquerda latino-americanos. “Falou-se há pouco aqui da nossa querida Venezuela. Pobre povo venezuelano está fugindo da violência, da fome e da miséria. Mas não se esqueçam da nossa Argentina, [que] está indo para um caminho bastante complicado, com problemas estruturais em seu país. O meu amigo Macri enfrenta dificuldades e vê crescer a possibilidade de uma presidente última voltar ao poder – essa que era amiga do PT no Brasil, de Chávez, de Maduro, dentre outros, além de Fidel Castro”, afirmou Bolsonaro.

Ele ainda acrescentou que pretende visitar em breve a Argentina, mas negou intromissão em questões internas do país vizinho. “Vamos colaborar no que for possível com aquele país, sem nos imiscuirmos nas questões internas, mas sabedores de que se tivermos uma outra Venezuela no Cone Sul da América do Sul, os problemas são enormes para nós e, com toda certeza, para os senhores”.

Contingenciamento

Ao citar as manifestações de ontem no Brasil contra o bloqueio orçamentário em universidades públicas, Bolsonaro disse que o Brasil tem um “enorme potencial humano”, mas que a imprensa, as escolas e as faculdades sofrem interferência da esquerda.

“Temos um potencial humano fantástico, mas a esquerda brasileira entrou, infiltrou e tomou não apenas a imprensa, mas em grande parte as universidades e escolas do ensino médio e fundamental”, disse. Em outro ponto do discurso, o presidente voltou a citar a mídia, que, segundo ele, não é isenta no Brasil. “Se vocês fossem isentos, já seria um grande sinalizador de que o Brasil poderia sim romper obstáculos e ocupar um local de destaque no mundo”.

(Agência Brasil)

Dez procuradores se inscrevem para o cargo de titular da PGR

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) encerrou, com 10 nomes inscritos, o prazo para integrantes do Ministério Público se inscreverem como candidatos ao cargo de procurador-geral da República. A eleição da lista tríplice acontecerá no dia 18 de junho, informa o site Consultor Jurídico.

O mandato da atual procuradora-geral, Raquel Dodge, acaba em setembro. Indicada para o cargo em 2017 pelo então presidente Michel Temer, Raquel Dodge poderá ser reconduzida para um novo mandato de dois anos mesmo sem ter se candidatado à lista da ANPR.

Após as eleições internas, em junho, os três nomes mais votados serão levados ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), a quem a Constituição dá a prerrogativa de indicar o ocupante da cadeira.

Cabe ao presidente da República escolher, a cada dois anos, o procurador-geral da República. Ele não é obrigado a indicar um nome da lista tríplice.

Veja os procuradores que se candidataram:

Antonio Carlos Fonseca Silva, subprocurador;
Blal Dalloul, procurador regional;
José Bonifácio Borges de Andrada, subprocurador;
José Robalinho Cavalcanti, procurador regional;
Lauro Cardoso, procurador regional da República;
Luiza Frischeisen, subprocuradora;
Mário Bonsaglia, subprocurador;
Nívio de Freitas Silva Filho, subprocurador;
Paulo Eduardo Bueno, subprocurador;
Vladimir Aras, procurador regional da República

A comissão eleitoral responsável pela supervisão e pela apuração do pleito é composta pelos subprocuradores-gerais da República Antônio Carlos Pessoa Lins, Sady D’Assumpção Torres Filho e Osnir Belice.

Os candidatos farão o primeiro debate público na sede da Procuradoria Regional da República no Pará, em Belém, na segunda-feira (20/5), às 15 horas. A lista tríplice é tradicionalmente promovida pela ANPR desde 2001 e já se tornou um costume constitucional.

Ceará tem melhor índice de atividades turísticas do País nos últimos 12 meses, aponta IBGE

225 2

O Ceará apresentou o melhor índice de volume das atividades turísticas do Brasil. É o que aponta a última Pesquisa Mensal de Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta semana. O índice do Ceará cresceu 10% no acumulado dos últimos 12 meses, enquanto o do Brasil cresceu 3,3% no mesmo período.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria do Turismo do Estado, o Ceará já havia sido a unidade da federação com o melhor resultado no acumulado de 2018 e vem mantendo a liderança nos três primeiros meses deste ano.

“Não há duvidas que esses números são reflexo do aumento do número de conexões e do investimento em publicidade e promoção do Ceará nos nossos principais mercados emissores de turistas. Nosso crescimento vem se mantendo e a tendência é que cresça ao longo deste ano. Com o sucesso do hub da Air France/KLM e GOL e dos voos da Latam, mais companhias aéreas têm nos procurado”, afirma o secretário do Turismo, Arialdo Pinho.

Ranking

Conforme a pesquisa do IBGE, atrás do Ceará no ranking aparecem os estados de São Paulo (7,6%), Espírito Santo (4%), Pernambuco (3,4%), Goiás (2,2%), Santa Catarina (2,1%), Distrito Federal (1,9%) e Minas Gerais (1,2%). Os outros estados incluídos na pesquisa tiveram índice negativo: Bahia (-0,3%), Rio Grande do Sul (-1,1%), Rio de Janeiro (-1,5%) e Paraná (-6%). A pesquisa é referente ao mês de março de 2019 e ao acumulado de abril de 2018 a março de 2019.

TRF nega recurso e José Dirceu deve voltar à prisão

O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, teve recurso negado pelo Tribunal Regional Federal, da 4ª Região , negado nesta quinta-feira e, em consequência, terá que cumprir provisoriamente a pena de 8 anos e 10 meses de prisão imposta a ele em um processo da Operação Lava Jato. As informações são da Veja Online.

O recurso foi analisado pela Quarta Seção do TRF4, composta pelos seis desembargadores federais que compõem a Sétima e a Oitava turmas. A denúncia que levou a essa condenação mostra que executivos da empresa Apolo Tubulars, interessados em celebrar contratos com a Petrobras, solicitaram a intervenção de um operador junto a Renato Duque, ex-diretor da Área de Serviços da estatal, para que a empresa fosse beneficiada.

Duque, segundo a denúncia dos procuradores da Lava Jato, possibilitou a contratação da empresa mediante pagamento de propinas no valor de mais de 7 milhões de reais. Conforme o Ministério Público Federal (MPF), 30% dos valores recebidos pelo operador foram transferidos para o ex-ministro.

(Foto – Reprodução do Youtube)

Servidor estadual pode ganhar um dia de licença para fazer exames preventivos contra o câncer

Servidor público estadual poderá ganhar um dia de licença, uma vez por ano, para realizar exame preventivo de câncer. Isso será possível se o governador Camilo Santana (PT) sancionar o projeto de indicação de autoria da deputada Aderlânia Noronha (SD). O projeto foi aprovado pela Assembleia Legislativa nesta quinta-feira.

Segundo o projeto, o beneficiário deverá apresentar o comprovante do exame realizado para que seja recolhido pelo órgão ou entidade pública e devidamente arquivado. A ação, segundo a parlamentar, objetiva proporcionar aos servidores a oportunidade de realizarem, sem preocupações quanto a perdas salariais, exames preventivos contra os tipos de câncer de elevada frequência e mortalidade no País.

“Queremos aumentar o diagnóstico precoce dessas patologias. A iniciativa possibilitará que as pessoas agendem, se organizem e façam os exames, sem perder um dia de trabalho”, destaca Aderlânia.

(Foto – Divulgação)

UFC atualiza normas de concurso para professor efetivo em Fortaleza

A Universidade Federal do Ceará lançou os editais nº 70/2019 e nº 71/2019 alterando o Edital nº 56/2019 para concurso de professor efetivo, de denominação adjunto-A. A informação foi disponibilizada nesta quita-feira pela assessoria de imprensa da Instituição.

São ofertadas quatro vagas em Fortaleza, para os Departamentos de Computação, Odontologia Restauradora, Medicina Clínica, e Patologia e Medicina Legal. As inscrições ocorrem até 21 de maio. As alterações com atualização no processo ocorrem em dois departamentos, conforme descritas abaixo.

No Departamento de Computação, a vaga é para o setor de estudo Fundamentos e Técnicas de Computação.
Atualização: Tendo em vista a solicitação de prova de seminário para esse setor de estudo, a UFC divulgou o Edital n° 70/2019, alterando o Edital n° 56/2019, para incluir a alinea i do item 5 com a seguinte redação: “i – título e resumo de seminário, na área do setor de estudo, somente para o setor de estudo ‘Fundamentos e Técnicas de Computação’.”

No Departamento de Odontologia Restauradora, há vaga no setor de Prótese Dentária, Oclusão e Escultura Dental.
Atualização: Em atendimento à solicitação desse Departamento, foi lançado o Edital nº 71/2019, que altera o Edital n° 56/2019, para incluir a exigência de titulação de doutorado em Ciências Odontológicas com área de concentração em Reabilitação Oral, para esse setor de estudo.

Para as demais vagas não há alterações. O Departamento de Medicina Clínica oferta vaga no setor de estudo Clínica Médica / Gastroenterologia / Semiologia, enquanto o Departamento de Patologia e Medicina Legal oferece vaga no setor de Microbiologia Médica.

Todas as vagas exigem dos candidatos o título de doutor e têm regime de trabalho de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva. Os candidatos podem se inscrever de forma presencial ou por procuração, diretamente nos departamentos, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

SERVIÇO

*Sobre o processo seletivo no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas: http://bit.ly/2ZOjKuO.

*Divisão de Concursos e Provimento da PROGEP – fone: (85) 3366 7407 / e-mail: dicon.progep@ufc.br


Universidade Federa

Projeto que restringe uso de canudos plásticos em Fortaleza será debatido em audiência pública

A Câmara Municipal vai discutir, às 14 horas da próxima segunda-feira, o projeto de lei 366/2018, de autoria do vereador Iraguassu Filho (PDT), que restringe uso de canudos plásticos em alguns estabelecimentos comerciais de Fortaleza. Pelo projeto, estabelecimentos como hotéis, restaurantes, bares, padarias, clubes noturnos, salões de danças, eventos musicais de qualquer espécie, estádios de futebol, barracas de praia e comércio ambulante ficam não podem fornecer canudo de plástico á clientela.

Esses estabelecimentos poderão fornecer, como alternativa, canudos biodegradáveis – os fabricados de material comestível ou reutilizável. O descumprimento da lei acarretará em aplicação de multa entre R$ 1.965,00 a R$ 5.895,00, tomando como base a Unidade Fiscal de Referência do Estado do Ceará, instituído pela Secretaria da Fazenda.

A fiscalização ficará a cargo da Agência de Fiscalização Municipal (AGEFIS). Os valores arrecadados com multas, em casos de infrações, serão destinados ao Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente.

O projeto já recebeu parecer favorável e está aguardando ser colocado em pauta para a apreciação da Comissão de Constituição e Justiça. Após a apreciação de constitucionalidade, a matéria segue para a segunda comissão, onde será analisado o mérito. Se aprovada, segue para a apreciação do plenário.

(Foto – CMFor)

HapVida e a compra do plano de saúde São Francisco

Fechada há dez dias, a compra do grupo paulista de planos de saúde São Francisco pela cearense Hapvida é motivo até hoje de surpresa no setor. É o que diz, nesta quinta-feira, o jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

Segundo ele, não pelo desfecho da transação, mas pelo preço pago pela Hapvida, R$ 5 bilhões, numa negociação de porteira fechada.

Dois outros candidatos interessados, a Intermédica e a Amil, chegaram a se interessar pelo negócio. De acordo com o colunista, não fizeram, porém, propostas. Mas em suas avaliações, o São Francisco valeria entre R$ 1,9 bilhão e R$ 2,5 bilhões.

Por aproximação da academia com o setor produtivo

O professor-doutor Lauro Chaves Neto tomou posse como membro da Câmara Setorial do Comércio e Serviços, organismo da Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece), na condição de representante da Universidade Estadual do Ceará

Lauro Chaves Neto, também membro do Conselho Federal de Economia, além de ter sido, até pouco tempo, o presidente do Conselho Regional de Economia.

A chegada do professor Lauro Chaves promete aproximar a academia do setor produtivo, assim como contribuir para a formulação de políticas públicas.

(Foto – Divulgação)

Em artigo, presidente do Sindiágua critica MP do Saneamento que teve Tasso como relator

Com o título “Por um futuro melhor para quem?”, eis artigo de Jadson Sarto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará (Sindiágua). Ele bate duro na MP do saneamento, que teve como relator o senador cearense Tasso Jereissati (PSDB). Diz conter inseguranças jurídicas e com objetivo de violar a titularidade do saneamento. Confira:

A eleição de Bolsonaro não deu ao Brasil somente um governo envolvido em trapalhadas e posições polêmicas (muitas vezes próximas ao bizarro). Estamos vivendo os riscos de uma guinada ultraliberal que exige vigilância. Entre as ameaças, está a sede pela privatização da água, materializada na Medida Provisória 868, que altera o marco legal do saneamento.

A Medida, repleta de inseguranças jurídicas, tem objetivo claro: violar a titularidade do saneamento (de responsabilidade pública), entregando-o de vez ao mercado privado. Ao inviabilizar as companhias estaduais, coloca-se em risco, por exemplo, o mecanismo solidário do subsídio cruzado que garante que o valor arrecadado com as tarifas das cidades ricas para viabilizem o abastecimento nas regiões pobres.

A MP encontrou um simbólico aliado como relator: o senador Tasso Jereissati (PSDB). Com largo currículo privatista, quando governador, Tasso tentou privatizar a água. Na época, os técnicos da Cagece, juntamente com o Sindiagua e o apoio da população, comprovaram o quão insustentável era a ideia.

Em artigo intitulado “Por um futuro melhor” publicado no O POVO, o senador defendeu a MP e seu parecer favorável, aprovado em comissão mista do Congresso Nacional, após uma votação apertada (a matéria segue em tramitação). O senador afirmou que se baseou em critérios técnicos (e não ideológicos) para formulá-lo. No entanto, foram critérios técnicos que fizeram com que mais de 260 cidades do mundo voltassem atrás em suas privatizações, após resultados desastrosos. Em Paris, Berlim, Buenos Aires, Atlanta e tantas outras cidades, a gestão privada trouxe aumentos exorbitantes de tarifas, maior desigualdade no acesso à água e esgoto, demissões e muitos outros malefícios, comprovando que a privatização e as PPPs da água são um péssimo negócio. O “futuro” defendido pelo senador mostra-se melhor somente para os grandes empresários.

Bem essencial à vida, a água não pode ficar nas mãos de interesses privados. Por isso, convocamos a população a pressionar os parlamentares para rejeitarem essa medida. Já vencemos outras vezes essa batalha. Podemos vencer novamente.

*Jadson Sarto, 

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceará (Sindiágua).

29º Cine Ceará – Atriz Lília Cabral ganhará homenagem no festival

A atriz global Lília Cabral ganhará homenagem no 29º Cine Ceará, o festival do cinema que ocorrerá de 31 de agosto a 6 de setembro próximo, no Cineteatro São Luiz.

A informação é do coordenador do evento, o cineasta Volney Oliveira, adiantando que o festival também homenageará o novo cinema colombiano.

Um outro nome nacional está sendo cogitado para ganhar homenagem, mas Volney diz estar acertando a agenda.

(Foto – Divulgação)

TCE ganha espaço de divulgação na TV Assembleia

O noticioso “Acontece TV”, programa eletrônico semanal do Tribunal de Contas do Ceará, vai ocupar a grade da TV Assembleia, a partir do próximo dia 29.

Os presidentes do TCE, conselheiro Edilberto Pontes, e da Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT), assinaram convênio de cooperação técnica . A veiculação via TV Assembleia será em canais abertos (31.1 e 61.3) e por assinatura (Net 11 e Multiplay 30).

O programa irá ao ar todas as quartas-feiras, às 20h20min, com reapresentações às segundas-feiras, às 17h15min. Serão 15 minutos, divididos em três blocos interativos de informação, com matérias, entrevistas, quadro de serviço, as capacitações da Escola de Contas Instituto Plácido Castelo e um balanço das principais ações na semana do TCE Ceará. A produção será feita pela Assessoria de Comunicação Social do TCE, coordenada pela jornalista Kelly de Castro.

(Foto – ALCE)

Enem 2019 – Cinco milhões já se inscreveram para a prova

Cinco milhões de estudantes se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de acordo como Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), até as 11h40min de hoje (16). As inscrições terminam amanhã (17), às 23h59, no horário de Brasília, e devem ser ser feitas pela internet, na Página do Participante.

Uma dica, de acordo com o Inep, é não deixar para se inscrever em cima da hora, pois são comuns os picos de acesso ao sistema de inscrição nos últimos minutos.

O exame custa R$ 85 neste ano. O pagamento deve ser feito até o dia 23 de maio. De acordo com o Inep, do total de inscritos até o momento, 53% tiveram a isenção aprovada. Para receber a isenção, os participantes que atendiam aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) tiveram que solicitar o não pagamento. Para participar do exame, esses candidatos devem também fazer a inscrição até amanhã.

Inscrições pelo celular

Neste ano, os participantes estão usando mais o celular e o tablet para fazer a inscrição no Enem. De acordo com o Inep, até ontem (15), cerca de 60% dos candidatos haviam feito a inscrição por esse meio. Em 2018, apenas 30% do total de inscritos usaram as plataformas móveis.

Enem 2019

O Enem será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro dia de prova, os participantes responderão a questões de linguagens e ciências humanas e farão a prova de redação. Para isso, terão 5 horas e 30 minutos. No segundo dia, os estudantes terão 5 horas para resolver as provas de ciências da natureza e matemática.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep e no aplicativo oficial do Enem até o dia 13 de novembro. O resultado será divulgado em data a ser divulgada posteriormente.

(Agência Brasil)

XV São João de Maracanaú terá Anitta e Safadão

279 1

Wesley Safadão e Anitta

Confirmado. A cantora Anitta está entre as atrações do XV São João de Maracanaú. Ela divulgou nesta quinta-feira em seu Instagram oficial. Mês passado, ela lançou o álbum visual “Kisses”, onde canta em inglês, português e espanhol.

Além de Anitta, outros cachês bem salgados estarão no festão: Wesley Safadão e Léo Santana

O São João de Maracanaú ocorrerá de 6 a 22 de junho, em cidade temática no Conjunto Jereissati.

(Foto – Reprodução de Instagram)

Ceará registra queda na taxa do desemprego no primeiro trimestre do ano, diz IBGE

A taxa de desemprego cresceu em 14 das 27 unidades da Federação no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o último trimestre do ano passado, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (PNAD-C), divulgada hoje (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nas outras 13 unidades, a taxa manteve-se estável.

Na comparação com o primeiro trimestre de 2018, no entanto, apenas quatro unidades da Federação tiveram aumento da taxa de desemprego.

Na passagem do último trimestre de 2018 para o primeiro trimestre deste ano, as maiores altas da taxa de desemprego foram observadas no Acre (de 13,1% para 18%), Goiás (de 8,2% para 10,7%) e Mato Grosso do Sul (de 7% para 9,5%).

Na comparação com o primeiro trimestre de 2018, os estados que registraram alta na taxa foram Roraima (de 10,3% para 15%), Acre (de 14,4% para 18%), Amazonas (de 13,9% para 14,9%) e Santa Catarina (de 6,5% para 7,2%).

Já os estados que tiveram queda na taxa, nesse tipo de comparação, foram Pernambuco (de 17,7% para 16,1%), Minas Gerais (de 12,6% para 11,2%) e Ceará (de 12,8% para 11,4%).

(Agência Brasil)

Fiec entra em clima de transição de comando

Ricardo Cavalcante e Beto Studart já em clima de transição. 

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta quinta-feira:

Começou ontem a transição entre a gestão de Beto Studart, atual presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), e o futuro presidente da entidade, Ricardo Cavalcante.

As decisões serão. a partir de agora. divididas entre as duas diretorias. Ricardo tomará posse em setembro próximo.

(Foto – Fiec)

Presidente do Banco Central aposta em retomada do crescimento econômico

O crescimento da confiança empresarial, a tendência de recuperação gradual do investimento, a taxa básica de juros em seu mínimo histórico estimulando a economia e a recuperação no mercado de crédito são fatores que levarão à retomada do crescimento econômico, segundo avaliação do presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, em audiência pública no Congresso Nacional, hoje (16).

Ontem (15), o BC informou que a atividade econômica registrou recuo no primeiro trimestre deste ano. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) apresentou queda de 0,68%, segundo dados dessazonalizados – ajustados para o período.

Na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o BC adiantou que a economia poderia apresentar recuo no primeiro trimestre. Segundo o documento, o processo de recuperação gradual da atividade econômica sofreu interrupção no período recente, mas a expectativa é de retomada adiante, previsão que foi reforçada por Campos Neto na audiência pública.

“O processo de recuperação gradual da atividade econômica sofreu interrupção no período recente, mas o cenário básico do BC contempla sua retomada adiante. Essa hipótese se sustenta, entre outros fatores, no crescimento da confiança empresarial, medida pela Fundação Getulio Vargas, na tendência gradual de recuperação do investimento, conforme indicam dados do IBGE, no patamar estimulativo da política monetária e na recuperação observada no mercado de crédito”, disse Campos Neto aos parlamentares.

Segundo o presidente do BC, a taxa básica de juros, a Selic, em seu mínimo histórico de 6,5% ao ano, tem levado também à queda das taxas de juros reais. “Essas taxas reais, estimadas usando várias medidas, se encontram atualmente próximas de 2,7% ao ano, nível que tende a estimular a economia”, disse.

Autonomia do BC

Campos Neto defendeu mudança na legislação para garantir a autonomia do BC. “Acreditamos ainda que um BC autônomo, como estabelece projeto de lei atualmente em discussão nesse parlamento, proporcionaria uma redução de incertezas econômicas e dos prêmios de risco [retorno adicional cobrado por investidores para aceitar correr maior grau de risco], o que nos levaria a uma melhor condição de consolidar os ganhos recentes e abrir espaço para os novos avanços que o país tanto precisa”, ressaltou.

(Agência Brasil)

Coração de estudante – Sobre as manifestações contra o corte de verbas na educação

Com o título “Coração de estudante”, eis artigo de Marcelo Uchôa, advogado e professor-doutor da Universidade de Fortaleza. Ele aborda as manifestações registradas no País, nessa quarta, contra cortes na educação. Confira:

“Há que se cuidar da vida, há que se cuidar do mundo”, metaforizou Milton Nascimento na canção Coração de Estudante, alusão certeira àquelas e àqueles que, no despertar da vida, jamais se equivocaram na intuição de perceber os momentos-chave em que deviam intervir na condução dos rumos políticos do país.

Neste 15 de maio, em ruas e praças de todo Brasil, mais uma vez se viu a força da juventude na defesa do direito mais elementar necessário à formação de uma nação digna de ser reconhecida como nação, a garantia da educação. Para os que defendiam um corte de 35% nos investimentos educacionais com base em demonstrações sustentadas em chocolates, para pôr fim à balbúrdia provocada em universidades e institutos federais de educação, que, ao invés de pesquisarem e contribuírem com o país, somente protagonizam ideologização de esquerda, através de professores de história, sociologia e filosofia, abusando, inclusive, de promiscuidade sexual e de massificação do consumo de substâncias entre jovens, os eventos de ontem foram um grave alerta para que doravante passem a tratar o tema com a responsabilidade que o assunto requer.

Para a felicidade do país, a força da juventude fez-se ver no momento mais crucial da história da redemocratização brasileira, exatamente quando os marcos civilizatórios alcançados durante o período encontram-se a um passo da total eliminação. Por trás de cartazes e bandeiras, emergiu-se a vontade desmedida de quem toma para si o desejo de decidir sobre o futuro da nação, transbordando confiança de que, apesar dos percalços, nem tudo está perdido, que ainda é possível retomar as rédeas do processo político nacional, reposicionando o Brasil nos eixos.

“Alegria e muito sonho, espalhadas no caminho; verdes, planta e sentimentos; folha, coração; juventude e fé”, a marca própria do segmento social que, mesmo na latência, pulsa, porque tem coração novo, puro e cheio de energia. Energia que, quando reacende, irradia onda de esperança no conjunto da sociedade. Esse pássaro quando sai da gaiola não retorna mais, é o que ensina a história. Melhor para o país, pesadelo para os que não possuem sensibilidade para identificar com clareza quem são “idiotas úteis e massa de manobra”, certamente pela insuficiência de educação, sobretudo, de ciências humanas em suas vidas.

*Marcelo Uchôa

Advogado e Professor Doutor de Direito na Unifor.

(Foto – D. Moura)