Blog do Eliomar

Últimos posts

Caixa Econômica fará leilão de imóveis em Fortaleza

A Superintendência da Caixa Econômica Federal de Fortaleza, em conjunto com o leiloeiro oficial Francisco Jonnathan Freitas, realizará leilão presencial e eletrônico no próximo dia 15, a partir das 14 horas, no Escritório Venue Coworking, no bairro Aldeota.

Serão leiloados imóveis localizados em Fortaleza, Caucaia, Crato e Itaitinga, sendo que os interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.leiloesjudiciais.com.br/ce ou pelo 0800-707-9272.

SERVIÇO

*Escritório Venue Coworking – Rua Tibúrcio Cavalcante, 1.958, 1º andar, Aldeota.

Camilo, Eunício e um clima suprapartidário em clima de Fiec

Onélia, primeira-dama, com Camilo, e próximo, o senador Eunício Oliveira.

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (PMDB), esteve, mais uma vez, em evento público ao lado do governador Camilo Santana (PT). Foi durante o almoço de fim de ano da Federação das Indústrias do Ceará (Diec). Indagado sobre críticas que vem recebendo sobre uma reaproximação com Camilo, reagiu logo: “Não falo sobre isso”.

Eunício preferiu dizer que vem tratando de uma aliança administrativa e que só falará de 2018 em 2018. “O meu propósito é de usar a força da cadeira de presidente de um dos três poderes da República para ajudar o Ceará. Com isso o cearense pode contar comigo sempre. 2018 nós vamos conversar em 2018”, disse o peemedebista em coletiva.

O almoço de fim de ano da Fiec, comandado pelo presidente da entidade, Beto Studart, teve o caráter suprapartidário. Três ex-governadores participaram do evento: Gonzaga Mota, Adauto Bezerra e Lúcio Alcântara, este último presidente regional do PR que apregoa candidatura de oposição ao Palácio da Abolição.

O governador Camilo Santana fez um balanço de sua gestão neste ano e, principalmente, destacou o fato de o Estado do Ceará, no contexto nacional de crise, estar com as finanças equilibradas, pagando em dia servidores e registrando bons números do PIB até acima da média nacional.

No ato, Camilo apresentou ainda o Ceará Veloz, conjunto de ações para acelerar o crescimento da economia cearense. A nova ação do Executivo objetiva estimular investimentos e melhorar o ambiente de negócios do Estado, com mais geração de oportunidades para todos os setores que contribuem no desenvolvimento de ações estaduais relevantes.

Como resultados da política, é esperada a injeção de R$ 8,7 bilhões em mais investimentos públicos no biênio 2017-2018, somando 524 mil empregos e R$ 2,6 bilhões em massa salarial no Ceará. Além disso, projeta-se o adicional de tributos de R$ 1,8 bilhão oriundos de arrecadações de Cofins, ICMS, Imposto de Importação, PIS/PASEP, IPI, CSSL, IRPJ e outros pagamentos que incidem sobre a produção.

Camilo Santana explica que o Ceará Veloz vem para consolidar as grandes conquistas e as pactuações para o fortalecimento econômico desempenhadas por Estado, com apoio da iniciativa privada, nos últimos anos. “Este plano foi construído dentro de eixos para criar um ambiente de negócios favorável para o crescimento econômico do Ceará, levando em consideração a simplificação e a desburocratização. Desde a abertura da empresa, desde o licenciamento ambiental, vamos criar um sistema que facilite as ações para empreendimentos aqui do Ceará e que ofereça uma infraestrutura adequada e necessária”, explicou.

(Foto – Ana Aranha)

Brasil é o terceiro com maior número de pessoas presas

O total de pessoas encarceradas no Brasil chegou a 726.712 em junho de 2016. Em dezembro de 2014, era de 622.202. Houve um crescimento de mais de 104 mil pessoas. Cerca de 40% são presos provisórios, ou seja, ainda não possuem condenação judicial. Mais da metade dessa população é de jovens de 18 a 29 anos e 64% são negros.

Os dados são do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) divulgado hoje (8), em Brasília, pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça.

O sistema prisional brasileiro tem 368.049 vagas, segundo dados de junho de 2016, número estabilizado nos últimos anos. “Temos dois presos para cada vaga no sistema prisional”, disse o diretor-geral do Depen, Jefferson de Almeida. “Houve um pequeno acréscimo nas unidades prisionais, muito embora não seja suficiente para abrigar a massa carcerária que vem aumentando no Brasil”, afirmou

De acordo com o relatório, 89% da população prisional estão em unidades superlotadas. São 78% dos estabelecimentos penais com mais presos que o número de vagas. Comparando-se os dados de dezembro de 2014 com os de junho de 2016, o déficit de vagas passou de 250.318 para 358.663.

A taxa de ocupação nacional é de 197,4%. Já a maior taxa de ocupação é registrada no Amazonas: 484%.

A meta do governo federal era diminuir a população carcerária em 15%. Com a oferta de alternativas penais e monitoramento eletrônico, segundo Almeida, foi possível evitar que 140 mil pessoas ingressassem no sistema prisional.

“E quase todos os estados estão com um trabalho forte junto aos tribunais de Justiça para implementar as audiências de custódia, para que as pessoas não sejam recolhidas como presos provisórios”, explicou o diretor do Depen. Além disso, há a previsão da criação de 65 mil novas vagas para o no próximo ano.

O Brasil é terceiro país com maior número de pessoas presas, atrás de Estados Unidos e China. O quarto país é a Rússia. A taxa de presos para cada 100 mil habitantes subiu para 352,6 indivíduos em junho de 2016. Em 2014, era de 306,22 pessoas presas para cada 100 mil habitantes.

(Agência Brasil)

Cantor Fábio Júnior é atração na cidade do Crato

O cantor Fábio Júnior chega com a turnê “O Que Importa É a Gente Ser Feliz” na cidade do Crato (Região do Cariri), neste sábado (9). O show acontecerá no Fênix Hall, a partir das 22 horas. Com hits que atravessam gerações, ”Alma Gêmea”, “Caça E Caçador”, “Felicidade” e “Pai”, o artista promete embalar o público.

Bom lembrar que “O Que Importa É A Gente Ser Feliz”, nome que dá título a turnê, é uma canção que conta com a composição em parceria de Fábio Júnior e Dudu Borges, produtor de seu álbum, que foi lançado pela Sony.

SERVIÇO

*Mais Informações – (11) 98825-0518.

(Foto – Divulgação)

Imbassay deixa Governo; Marun é o cotado para a vaga

O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, pediu demissão do cargo nesta sexta-feira (8). Ele entregou sua carta de exoneração em que afirma ter sido “uma honra” fazer parte do governo de Temer e disse ter “trabalhado com foco para manter a estabilidade política do país”. Imbassahy é deputado federal do PSDB e havia se licenciado do mandato para ocupar o cargo no governo. Ele não explicou o motivo da saída, apenas citou “novas circunstâncias no horizonte”.

“Agora, senhor presidente, novas circunstâncias se impõem no horizonte. Agradeço ao meu partido, o PSDB, que entendeu que, após trabalhar pelo impeachment [da ex-presidente Dilma Rousseff], e por coerência com a sua história, não poderia se omitir nesse processo de recuperação do país”, disse, na carta. O nome do deputado Carlos Marun (PMDB-MS) já circula no Palácio do Planalto como provável substituto na Secretaria de Governo. A escolha, no entanto, ainda não é oficial. Marun tem sido um dos principais articuladores de Temer na Câmara dos Deputados.

Imbassahy também cita na carta a reforma da Previdência, afirmando que o governo precisa do apoio do Congresso para avançar no tema. Com sua saída do governo, ele retoma sua vaga na Câmara dos Deputados.

O presidente Michel Temer aceitou o pedido do agora ex-ministro. Em carta de resposta ao pedido de exoneração, Temer afirma que é grato pelo que Imbassahy fez pelo governo e pelo país. O presidente também ressalta que o ministro foi fundamental para ajudar o governo a atravessar “momentos delicados”. Temer destaca a amizade que tem com ele e afirma que O tucano continuará a defender os interesses do país no Congresso.

“Sou-lhe grato. Pelo que fez pelo nosso governo e pelo país. Os momentos difíceis a que você alude na carta foram enfrentados todos por mim, mas com seu apoio permanente. […] O meu prazer por tê-lo tido como companheiro de jornada foi duplo: primeiro, pelas razões a que já aludi, mas em segundo lugar, e não menos importante, pela amizade fraternal que surgiu ao longo desse fértil período de convivência. […] Sei que, no Parlamento, continuará a defender os interesses do Brasil”, respondeu o presidente.

PSDB

O PSDB já tem sinalizado que pode deixar a base do governo Temer, mas ainda não houve formalização. Diante de declarações de tucanos, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, chegou a confirmar a saída dos tucanos da base na semana passada. “O PSDB não está mais na base de sustentação do governo”, disse, em entrevista a jornalistas no final de novembro. “O PSDB tem interesses políticos que está procurando preservar. O presidente Michel Temer tem a responsabilidade de governar e preservar sua base de sustentação”, afirmou.

Imbassahy é o segundo tucano a deixar o governo. Antes, Bruno Araújo pediu demissão do cargo de ministro das Cidades em meio a rumores sobre uma possível reforma ministerial que envolveria a saída de integrantes do PSDB da equipe de governo. Único tucano ainda no governo, o ministro de Relações Exteriores, Aloysio Nunes, negou que o partido tenha rompido com o governo.

“O que disse o ministro Padilha é que o PSDB não faz parte da base de governo. O PSDB apoia o programa do governo, o PSDB não rompeu com o governo. Participação no governo ou não é uma questão do presidente”, disse.

Neste sábado (9), o PSDB se reúne, em Brasília, para eleger o novo presidente e os membros da Executiva do partido. Durante a Convenção, há a expectativa para uma definição sobre a permanência ou não da legenda na base do governo.

(Agência Brasil)

Cartunista Válber Benevides expõe trabalhos em Caucaia

O cartunista Válber Benevides abrirá, a partir das 16 horas deste domingo, na Confraria do Boi Choco, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), uma exposição.

Nela, a arte do artista não apenas em cartuns, charges ou caricaturas, mas também bonecos moldados. Com direito a clima para bazar.

SERVIÇO

*Confraria do Boi Choco – Avenida Ulisses Guimarães 1955, Iparana – Caucaia.

Seduc vai instalar Centro de Línguas de Fortaleza no Shopping Benfica

Uma sala com 100 metros quadrados no Shopping Benfica vai abrigar o Centro de Línguas de Fortaleza, da Secretaria da Educação do Ceará (Seduc).

A unidade vai ofertar curso de línguas a alunos de escolas estaduais da 4ª Região de Fortaleza, da Seduc (envolve os bairros Benfica, Fátima, Bela Vista, Montese, Parangaba, Vila Peri, Serrinha, Aeroporto, Demócrito Rocha, Vila União e Jardim América).

Sergio Moro e Marcelo Bretas defendem fim do loteamento político nas estatais

Os juízes federais Sérgio Moro e Marcelo Bretas defenderam hoje (8), em palestra no 4º Petrobras em Compliance, o fim do loteamento político de cargos públicos nas empresas estatais. Os magistrados são os responsáveis por processos da Lava Jato em Curitiba e no Rio de Janeiro, respectivamente.

“São importantes reformas gerais que diminuam incentivos e oportunidades à corrupção, e uma delas consiste na profissionalização das estatais. Chega de loteamento político de cargos nas estatais. Essa foi a raiz dos crimes e dos desvios na Petrobras”, disse Moro. Ele disse não acreditar que era desconhecida no conselho de administração a atuação de grupos políticos por trás dos diretores que foram condenados por conduta criminosa. “Se identificado isso, essa pessoa deve ser vetada”.

Moro defendeu que é preciso criar mecanismos internos para preservar a empresa do loteamento político e da má conduta de gestores e sugeriu algumas medidas, como o acompanhamento patrimonial dos gestores para além das declarações de renda e bens.

“Seria oportuno que a área de compliance pudesse submeter executivos e membros do conselho de administração a periódicas avaliações patrimoniais, e que não fiquem limitadas a exames de papel”, sugeriu, defendendo um trabalho in loco de conferir se o estilo de vida dos gestores é compatível com seus rendimentos.

O juiz também sugeriu que a Petrobras avalie recompensar financeiramente profissionais que denunciem irregularidades em canais anônimos. “Talvez fosse o caso de pensar em incentivos à atuação do denunciante. Até se pensar em uma compensação financeira, desde que apresentada uma informação verdadeira, relevante, e que seja possível desbaratar um esquema de corrupção. Pode ser uma compensação financeira módica. Ninguém deve enriquecer com isso. Mas o incentivo financeiro talvez seja oportuno para retirar as pessoas da zona de conforto”.

(Agência Brasil)

Partido Novo do Ceará vai lançar um empresário para governador em 2018

Marcelo Marinho, líder em Fortaleza, e Ivo Silva, líder, no Estado, da sigla.

O Partido Novo fará convenção nacional neste sábado, em São Paulo. O líder estadual da legenda, Ivo Silva, informa que, ao retornar desse encontro, divulgará o nome do pré-candidato a governador. Ele reafirma: “É um empresário!”

Ele adianta que o Partido Novo não fará coligação e que a ordem é apostar em nomes capazes de serem, de fato, renovação para o eleitorado.

 

Audic critica cortes no Fundeb

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, Audic Mota (PMDB), voltou a alertar contra portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) que faz readequação e altera repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Em pronunciamento, durante o primeiro expediente da sessão plenária, o parlamentar criticou a normativa do Governo Federal, que altera estimativas dos valores a serem transferidos para estados e municípios. O Ceará é um dos mais atingidos, notadamente, dada a deficitária capacidade financeira de grande parte dos municípios.

Para o parlamentar, as prefeituras vivem um momento paradoxal e angustiante no setor de ensino, pois durante este período do ano, geralmente, estariam a discutir o que fazer para melhor distribuir as sobras de recursos do Fundeb.

A concessão de abonos, 14º ou 15º salários ao magistério, por exemplo, eram escolhas em pauta. “Hoje, os cortes são drásticos e o Ceará vai sofrer um impacto muito grande, especialmente nos municípios com dificuldades financeiras, a não poder sequer honrar folha de pagamento e 13º salário”, alertou.

Bancada federal

Audic Mota relatou, ainda, que a preocupação já havia sido externada à bancada federal e ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB/CE), quando foi encaminhado este ano, um ofício ao seu gabinete, solicitando empenho pela garantia de repasses do Fundeb aos municípios cearenses.

“Os municípios já estavam preocupados com a possibilidade de haver cortes drásticos, com consequências graves às administrações, tornando praticamente inviável a saúde financeira deles, especialmente em relação à educação. Trata-se de repasse constitucional, uma questão que não pode ser banalizada”, salientou o deputado.

Em aparte, o deputado Danniel Oliveira (PMDB) comentou que o senador Eunício Oliveira não tem medido esforços para ajudar, no que for possível, para assegurar os repasses do Fundeb. “A Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) está tratando diretamente este problema com o senador, para impedir que o Ceará seja prejudicado com a portaria”, adiantou.

O deputado Agenor Ribeiro (PSDC) comunicou que, no dia 12 de dezembro, vai acontecer audiência pública na Assembleia para tratar da situação de crise financeira nos municípios cearenses, e a questão dos repasses do Fundeb será abordada.

O deputado Dr. Santana (PT) considerou “o assunto como de grande relevância, atingindo cada cearense prejudicado com as medidas deste Governo”. O deputado Fernando Hugo (PP) endossou a preocupação dos colegas, avaliando que o momento é de o Governo ajudar os municípios a minorar a situação calamitosa que enfrentam.

(Foto – Divulgação)

Comércio deve contratar mais de 74 mil temporários, projeta CNC

O comércio deve contratar 74,1 mil trabalhadores temporários neste final de ano, segundo projeção divulgada hoje (8) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O Natal deverá movimentar R$ 34,9 bilhões, um aumento de 5,2% em relação ao ano passado, a maior variação desde 2013.

A projeção anterior divulgada pela CNC era de crescimento de 4,8%, mas foi revisada porque, segundo a confederação, o cenário de inflação baixa, queda de juros e retomada do emprego nos últimos meses deve melhorar os resultados do setor este ano. “O cenário para o comércio está bastante positivo para o curto prazo. O comércio interrompe dois anos de queda”, disse o economista-chefe da Divisão Econômica da CNC, Fábio Bentes.

Este ano, por causa da crise econômica no país, os varejistas adiaram a temporada de oferta de vagas, que geralmente ocorre entre setembro e novembro, para dezembro. As expectativas, no entanto, são positivas, e a taxa de efetivação dos temporários deve crescer para 30%. Em 2015 e 2016, apenas 15% dos trabalhadores temporários foram efetivados após o Natal. Os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro deverão concentrar 47% das contratações.

O salário médio de admissão deverá ter aumento real de 3,8% na comparação com o mesmo período do ano passado, alcançando R$ 1.185. O maior pagamento deve ser oferecido no ramo de artigos farmacêuticos, perfumarias e cosméticos (R$ 1.430), seguido pelas lojas especializadas na venda de produtos de informática e comunicação (R$ 1.392). No entanto, estes segmentos devem responder por apenas 2% do total de vagas oferecidas para a temporada.

Em relação às vendas, os segmentos de hiper e supermercados (R$ 11,8 bilhões), lojas de vestuário (R$ 9 bilhões) e de artigos de uso pessoal e doméstico (R$ 5,1 bilhões) deverão responder por 74% do faturamento das vendas natalinas deste ano. Em termos relativos, o maior aumento nas vendas deverá ocorrer nas lojas de móveis e eletrodomésticos, com crescimento de 17,8% na comparação com 2016.

(Agência Brasil)

Reforma da Previdência deve ser votada no Senado em fevereiro, estima Temer

O presidente Michel Temer disse hoje (8) que tem expectativa de que a reforma da Previdência, após ser aprovada na Câmara dos Deputados daqui a dez dias, siga para o Senado em fevereiro do próximo ano. Ele discursou no 22º Encontro Anual da Indústria Química, na capital paulista, acompanhado dos ministros da Educação Mendonça Filho, de Minas e Energia Fernando Coelho, e da Secretaria do Governo, Antônio Imbassahy.

Na oportunidade, o presidente convocou empresários presentes a formar uma força-tarefa de convencimento dos deputados para aprovação da reforma da Previdência. De acordo com Temer, o clima está favorável para a aprovação. “A imprensa está a favor, fazendo campanha a favor”, afirmou.

Temer disse ter receio de que os parlamentares votem contra o governo, devido à proximidade das eleições. “É natural que deputado fique preocupado. Essa história de rede social é um horror. Eles colocam uma [imagem de] caveirinha, [dizendo] acabei de aposentar. Precisamos reestabelecer a verdade”, disse.

Segundo o presidente, é preciso combater a ideia de que a reforma vem para prejudicar. “Quem hoje combate a reforma é a favor da manutenção dos privilégios. Não há como dizer que [a reforma] atinge os trabalhadores da iniciativa privada e servidores que ganham até R$ 5 mil.” Ele disse que segue o conselho do marqueteiro Nizan Guanaes, de aproveitar sua impopularidade para fazer “tudo de que o Brasil precisa”.

Em seu discurso, o presidente do Conselho Diretor da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), Marcos Antônio de Marchi, destacou a “decadência” do setor durante a última década e atribuiu o baixo desempenho ao alto custo da matéria prima e da energia, além do chamado custo Brasil.

Dados divulgados durante o evento apontam que o setor obteve faturamento líquido de 119,6 bilhões de dólares em 2017, alta de 9,5% na comparação com 2016. Apesar da alta, a indústria química mostra trajetória de queda desde 2011, quando o faturamento foi de 150 bilhões de dólares.

(Agência Brasil)

Etufor lança campanha “Natal da Paz nos Terminais”

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), em parceria com a Socicam e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), abriu, nesta sexta-feira, a campanha “Natal da Paz nos Terminais”. A campanha será realizada até o próximo dia 22 nos sete terminais da cidade.

Com o objetivo de promover o espírito natalino no ambiente dos terminais, os usuários serão envolvidos em diversas atividades. Os usuários podem apadrinhar as crianças. Cada padrinho retira uma carta das urnas dos terminais e presenteia uma criança. A entrega dos presentes pelos padrinhos será feita aos terminais até o dia 19 de dezembro.

Outra ação da campanha é a emissão de cartões postais da Socicam. Quem passar pelos sete terminais de Fortaleza terá à disposição os cartões, bastando informar o destinatário e a mensagem. Com os custos pagos pela Socicam, os cartões podem ser enviados pelos usuários a seus parentes, amigos e familiares para qualquer cidade do Brasil.

(Foto – Divulgação)

O Vale-tudo pela aprovação da Reforma da Previdência

O presidente Michel Temer deixou nas mãos do ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) e do líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), uma tarefa bem espinhosa.

Segundo informa a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta sexta-feira, caberá aos dois fazer um pente-fino que determinará quais os deputados que votaram contra o presidente nas denúncias receberão de volta cargos que tinham para destravar a nova Previdência.

(Foto – Marcelo Chello -Folhapress)

Só um terço dos brasileiros diz ter alimentação saudável

Um levantamento inédito do Data Poder 360 mostra que só 33% dos brasileiros acreditam seguir uma dieta muito saudável. A informação é da Veja Online.

Já 47% dos ouvidos responderam ser mais ou menos saudáveis. Outros 17% se veem como pouco saudáveis.

O Data Poder 360 também questionou sobre os hábitos alimentares. Neste caso, 74% disseram que não seguem nenhuma dieta.

Já 26% responderam positivamente à pergunta.

O Observatório de Fortaleza

819 1

Com o título “Observatório de Fortaleza”, eis artigo do superintendente do Iplanfor, Eudoro Santana. Ele explica o teor de um novo projeto da gestão municipal. Confira:

Nesta sexta feira, 8 de dezembro, a Prefeitura de Fortaleza, por meio do Instituto de Planejamento (Iplanfor), entrega à Cidade o Observatório de Fortaleza, um equipamento que tem por objetivo criar e manter uma rede de instituições voltada à produção e à difusão de conhecimentos sobre a Cidade.

Um dos pressupostos da boa governança na gestão pública é a qualidade da informação disponibilizada e acessada pela população. A boa informação, sendo aquela comprometida com a veracidade e tratada de forma amigável à compreensão de todos, assegura a qualificação da participação e do controle social na gestão pública. Sem boa informação, não há boa participação. Diante disso, o Observatório de Fortaleza pretende ser um instrumento de reforço na boa governança da Cidade ao comprometer-se com a geração e a difusão das informações necessárias à participação dos cidadãos na gestão de Fortaleza.

Para isso, deverá produzir estudos e análises sobre a evolução dos indicadores de desenvolvimento de Fortaleza, dentre outros estudos, por meio de uma rede com as diversas instituições de pesquisa da Cidade e também pelo intercâmbio com outros observatórios em funcionamento no País e no mundo.

Situado estrategicamente no “coração da Cidade”, a Praça do Ferreira, local onde tradicionalmente a Cidade conversa, o Observatório será ainda espaço para o diálogo permanente com a Cidade e sobre a Cidade, constituindo-se, assim, em uma instância democrática que possibilitará o aperfeiçoamento das políticas públicas em Fortaleza, ensejando que a população interaja, efetivamente, com os projetos para a melhoria da Cidade, proporcionando ganho duplo de eficiência e efetividade: para o cidadão e para a gestão municipal.

O Observatório de Fortaleza faz parte ainda da estratégia de governança desenhada pelo Plano Fortaleza 2040, que pretende organizar os esforços entre todas as esferas de governo e da sociedade, para requalificar Fortaleza, transformando-a, até o ano de 2040, em uma cidade mais justa e acolhedora, de oportunidades e sustentável, onde a desigualdade entre os seus moradores seja reduzida e os problemas de hoje, dela nascida, sejam minimizados.

Que uma iniciativa com tão elevada missão seja bem acolhida e reconhecida por toda a cidade de Fortaleza, e que sua vida seja longa para que possa dar a sua parcela de contribuição no enfrentamento à grande chaga de nosso tempo: a desigualdade econômica e social que maltrata os nossos irmãos fortalezenses.

*Eudoro Santana

eudorosantana@gmail.com

Engenheiro e superintendente do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor).

Sergio Moro é eleito o Brasileiro do Ano

O juiz federal Sérgio Moro foi o principal homenageado da 18ª edição do prêmio Os Brasileiros do Ano 2017, tradicional reconhecimento realizado anualmente pelas revistas IstoÉ e IstoÉ Dinheiro, ambas da Editora Três. Moro recebeu o título de Brasileiro do Ano por sua atuação na Lava Jato, operação responsável por mandar para a prisão alguns dos mais poderosos políticos envolvidos em casos de corrupção.

Realizado na noite de terça-feira (5), em São Paulo, o evento premiou, pela IstoÉ, nomes como Henrique Meirelles, ministro da Fazenda; Antônio Carlos Magalhães Neto, prefeito de Salvador (BA); Milu Villela, presidente do Museu de Arte Moderna (MAM); João Carlos Martins, maestro; Alan Ruschel, jogador de futebol da Chapecoense; Luciano Huck, apresentador da TV Globo; João Paulo Guerra Barreira, garoto de 7 anos e primeiro brasileiro a ganhar um prêmio da Agência Espacial Norte-Americana (NASA); e as atrizes Juliana Paes e Isis Valverde.

Já pela revista IstoÉ Dinheiro foram premiados Ilan Goldfajn, presidente do Banco Central; Paulo Cesar de Souza e Silva, presidente da Embraer; Celso Athayde, fundador da Favela Holding; Flávia Bittencourt, presidente da Sephora no Brasil; Guilherme Paulus, presidente do Conselho da CVC; e Frederico Trajano, presidente do Magazine Luiza.

O presidente-executivo da Editora Três, Caco Alzugaray, durante a cerimônia de entrega de prêmios ressaltou a retomada da economia no País. “Após um ano do ápice da crise, queda na inflação anual, voltamos aos trilhos por causa da pragmática atitude antipopulista deste governo”, disse Alzugaray.

Além dos homenageados, estiveram presentes à cerimônia o presidente da República Michel Temer; o prefeito de São Paulo, João Dória; o governador do Estado de Goiás, Marconi Perillo; o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, o senador, Álvaro Dias, entre outras personalidades. O evento contou com a presença de aproximadamente 600 pessoas, entre autoridades, empresários, artistas, celebridades e jornalistas.

Confira abaixo, divididos por revistas, os vencedores de 2017:

ISTOÉ

Brasileiro do Ano – Sérgio Moro

Brasileiro do Ano na Economia – Henrique Meirelles

Brasileiro do Ano na Política – Antônio Carlos Magalhães Neto

Brasileiro do Ano na Cultura – Milu Villela

Brasileiro do Ano na Ética – João Carlos Martins

Brasileiro do Ano no Esporte – Alan Ruschel

Brasileiro do Ano na Comunicação – Luciano Huck

Brasileiro do Ano na Televisão – Juliana Paes e Isis Valverde

Brasileiro do Ano na Educação – João Paulo Guerra Barreira

ISTOÉ Dinheiro

Empreendedor do Ano – Ilan Goldfajn

Empreendedor do Ano na Indústria – Paulo Cesar de Souza e Silva

Empreendedor do Ano em Serviços – Guilherme Paulus

Empreendedor do Ano em E-Commerce – Frederico Trajano

Empreendedor do Ano no Varejo – Flávia Bittencourt

Empreendedor do Ano Em Impacto Social – Celso Athayde