Blog do Eliomar

Últimos posts

Tasso Jereissati comanda dissidência no PSDB

Um grupo de senadores, de prefeitos e da ala jovem dos deputados do PSDB articula a formação do “Movimento Mário Covas”, na defesa da reconstrução do partido. Com direito a mea culpa pelos erros cometidos e apontando para renovação da legenda em todo o País.

Batizado com o nome do ex-governador paulista falecido, o Movimento tem como líder natural o senador Tasso Jereissati e promete a defesa da estabilidade econômica no País e de uma reforma política que, inclusive, retome a discussão sobre a adoção do Parlamentarismo. Essa proposta, inclusive, é defendida pelo senador cearense, que sempre se posicionou favorável à saída do PSDB do Governo Temer.

Noutro grupo, o senador Aécio Neves e os ministros Aloysio Nunes e Antônio Imbassahy querem ficar no governo e adiar esse debate. Tasso, pelo visto, quer deixar claro quem está no ninho podre.

(Foto – Agência Senado)

Campanha salarial 2018 e Issec estão entre as pautas da 1ª Caravana Regional do Fuaspec

248 1

Servidores públicos estaduais vão promover, no próximo dia 16, na Escola Municipal Joaquim Magalhães, em Itapipoca, a 130 quilômetros de Fortaleza, encontro regional. Em reunião nessa quarta-feira (2), na sede da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), os coordenadores do Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) discutiram a pauta do encontro, que visa aproximar o servidor lotado nas cidades do Interior.

“Levaremos todos os detalhes do projeto de revitalização do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec), rejeitado pela maioria na Assembleia Legislativa, por exemplo. Precisamos melhorar o nosso exército e, já nas próximas ações, vamos organizar caravanas saindo do Interior”, declarou Rita de Cássia Gomes, coordenadora Geral do Fuaspec e presidente da Associação dos Servidores da Secretaria de Educação (Asseec).

A campanha salarial 2018 será outro ponto polêmico a ser discutido, visto que em 2016 não houve reposição salarial e em 2017 houve um acréscimo de -1%, levando em consideração que o Estado anunciou um aumento de 2%, mas já havia aprovado a ampliação do desconto da alíquota previdenciária em 3%.

“Temos a Mesa de Estadual de Negociação Permanente para discutir pautas dessa natureza com os servidores, porém nada sobre o assunto foi exposto à época. Queremos melhorar a participação do servidor nessas reuniões. O Governo precisa entender que o serviço público está na UTI”, disse Hilda Nepomuceno, presidente da Associação dos Servidores da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Asstds).

(Foto – Divulgação)

Cid Marconi manda suspender liminar que barrava aumento das alíquotas dos combustíveis

O presidente em exercício do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), o desembargador federal cearense Cid Marconi, suspendeu, nessa quarta-feira, a decisão liminar que impedia o aumento das alíquotas do PIS/Cofins sobre os combustíveis na Paraíba.

Na decisão, o desembargador ressaltou que a liminar poderia gerar um efeito multiplicador, provocando riscos à ordem e economia públicas.

Ceará e Fortaleza embarcam no mesmo voo

 

Rivalidade entre atletas, só dentro do campo.

As equipes do Ceará e do Fortaleza embarcaram, nesta madrugada de quinta-feira, no mesmo voo da Gol – 1707, na rota de Brasília. De lá, os times fazem conexão e seguem para seus jogos, válidos pela Série B e Série C do Campeonato Brasileiro.

O alvinegro seguirá para Natal (RN) onde, no próximo sábado à tarde, enfrentará o ABC. O Ceará está em quarto lugar na tabela da Série B. Já o Fortaleza, segundo colocado em sua chave, tomará a rota de Maceió (AL) e, de lá, rumará para Arapiraca, onde terá pela frente a equipe do Asa.

Se os dois clubes são adversários dentro de campo, fora das quatro linhas a história é outra: jogadores alvinegros  e tricolores se cumprimentaram e todos demonstraram confiança num bom resultado nas partidas deste sábado.

(Foto – Paulo MOska)

Senado instala CPI do BNDES

A Comissão Parlamentar de Inquérito do Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES) foi instalada na noite dessa quarta-feira (2) no Senado. Foram eleitos os senadores Davi Alcolumbre (DEM-AP) para presidente e Sérgio Petecão (PSD-AC) para vice, além de Roberto Rocha (PSB-MA) para relator.

A CPI do BNDES vai investigar denúncias de irregularidades nos empréstimos concedidos pelo banco referentes ao programa de globalização das companhias nacionais. Segundo o relator, a investigação focará especialmente a linha de crédito para a internacionalização de empresas, que começou a ser operada a partir de 2007.

A maior parte dos nomes dos 13 membros que vão integrar a CPI como titulares já tinha sido indicada antes do início do recesso parlamentar. No entanto, o bloco formado por PSDB, PV e DEM ainda precisa indicar seus representantes.

 

O relator Roberto Rocha afirmou que quer convocar os donos do Grupo J&F, que inclui a empresa JBS, que recebeu financiamentos e teve ações compradas pelo BNDES.

A CPI tem duração prevista de 180 dias.

(Agência Brasil com a Rádio Senado)

Dois ataques a banco são registrados no Interior do Ceará na madrugada desta quinta-feira

195 2

O BB de Hidrolândia ficou destruído.

Dois ataques a bancos foram registrados na madrugada desta quinta-feira no Interior do Ceará. Segundo informações do Comando de Policiamento do Interior, as ações foram contra o Banco do Brasil da cidade de Hidrolândia (Zona Norte) e Pereiro (Vale Jaguaribano).

Nas duas ações, os grupos estavam fortemente armados e usaram dinamite para explodir os caixas eletrônicos. A Polícia não informou se os grupos conseguiram levar dinheiro. Um cerco policial é feito nas regiões de Hidrolândia e Pereiro, mas, até agora, ninguém foi preso.

Em Pereiro, também caixas eletrônicos destruídos.

Ambos os casos são apurados pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), que deslocou equipes para as cidades a fim de realizar levantamentos em parceria com os policiais das respectivas regiões.

Agentes do Comando Tático Rural (Cotar) e do Batalhão de Divisas da Polícia Militar (PMCE) ainda efetuam diligências em busca de suspeitos

(Fotos – WhatsApp)

Caixa arrecadou R$ 7,641 bi nos sete primeiros meses deste ano

As loterias da Caixa Econômica Federal arrecadaram, nos primeiros sete meses de 2017, R$ 7,641 bilhões. O valor corresponde a um crescimento nominal de 9,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Do valor arrecadado, R$ 3,6 bilhões foram repassados a programas sociais nas áreas de saúde, educação, esportes, segurança, cultura e seguridade, conforme definição legal, incluídos R$ 698 milhões de imposto de renda sobre os prêmios. No mês de julho, o volume de vendas foi R$ 1,3 bilhão, resultado 33% superior ao contabilizado no mesmo mês em 2016.

No período, foram ofertados mais de R$ 2,5 bilhões em prêmios, consideradas todas as modalidades lotéricas. Segundo a Caixa, a Mega-Sena foi o item mais procurado nas loterias e arrecadou R$ 2,9 bilhões, quase 40% de todas as vendas.

O sorteio do último sábado (29) da Mega-Sena ofertou um prêmio de R$ 107 milhões, pago a um ganhador do Rio de Janeiro.

(Agência Brasil)

Temer assegura trabalho contra a crise econômica até o fim do próximo ano

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, na noite desta quarta-feira (2), logo após a conclusão da votação na Câmara dos Deputados, o presidente Michel Temer disse que está voltado para o combate contra a crise econômica até o fim do seu governo, no dia 31 de dezembro do próximo ano.

“Estamos atravessando uma grave crise econômica”, ressaltou Temer.

(Com agências)

Câmara dos Deputado rejeita denúncia contra Temer

Pelo placar de 263 a 227, além de 21 ausências/abstenções, a Câmara dos Deputados rejeitou, nesta quarta-feira (2), o parecer da Comissão de Constituição e Justiça contrário à admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer pelo suposto crime de corrupção passiva. Com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, Temer foi denunciado em junho ao Supremo Tribunal Federal pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva. Com isso, a denúncia será arquivada.

Ao longo do dia, parlamentares contra e a favor da denúncia se revezaram em pronunciamentos. Nos bastidores, foram várias as articulações, tudo acompanhado de longe pelo presidente Michel Temer.

Há expectativas agora é de que o presidente faça um pronunciamento à Nação.

Após rejeição da Câmara, Fachin decidirá futuro da denúncia contra Temer

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin disse nesta quarta-feira (2) que vai decidir como ficará a tramitação das acusações contra o presidente Michel Temer e o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, uma vez que os deputados não autorizaram a Corte a analisar a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR). A votação continua na Câmara dos Deputados, mas já foi atingido o total de votos necessários para que a denúncia seja rejeitada.

Uma das possibilidades é que a tramitação da denúncia contra Temer fique suspensa até o fim do ano que vem, quando o presidente deixará o mandato e pode voltar a ser investigado na primeira instância da Justiça. No caso de Loures, que não tem foro privilegiado, a decisão deve confirmar se o ex-parlamentar continuará sendo alvo de inquérito no Supremo ou se as investigações seguirão para a primeira instância. Caberá à PGR fazer os pedidos formais ao ministro.

(Agência Brasil)

Bancada do Ceará vota pela apuração da denúncia

163 1

Por 11 votos, 9 contra e duas ausências, a bancada do Ceará na Câmara Federal foi maioria para a apuração das denúncias de corrupção contra o presidente Michel Temer. A surpresa da votação foi o peemedebista Vitor Valim que votou pela apuração da denúncia, ao se colocar do lado do povo, segundo sua justificativa. O voto de Valim foi contrário à recomendação do partido.

Veja como votou a bancada cearense:

NÃO: André Figueiredo (PDT), Ariosto Holanda (PDT), Cabo Sabino (PR), Chico Lopes (PCdoB), José Airton Cirilo (PT), José Guimarães (PT), Leônidas Cristino (PDT), Luizianne Lins (PT), Odorico Monteiro (PROS), Ronaldo Martins (PRB) e Vitor Valim (PMDB).

SIM: Aníbal Gomes (PMDB), Danilo Forte (PSB), Domingos Neto (PSD), Genecias Noronha (SD), Gorete Pereira (PR), Macedo (PP), Moses Rodrigues (PMDB), Paulo Henrique Lustosa (PP) e Vaidon Oliveira (DEM).

AUSENTES: Adail Carneiro (PP) e Raimundo Gomes de Matos (PSDB)

Ministra do STF nega pedido de partidos de oposição para alterar rito de votação

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou pedido de parlamentares da oposição para alterar a votação da Solicitação para Instauração de Processo (SIP) 1/17, que trata da denúncia contra o presidente da República, Michel Temer, por crime de corrupção passiva.

O Plenário vota neste momento o parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), no qual o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) recomenda ao Plenário negar autorização para que o STF decida se abre ou não processo contra Temer por crime comum.

Os deputados Glauber Braga (Psol-RJ) – apoiado por Alessandro Molon (Rede-RJ), Carlos Zarattini (PT-SP), Alice Portugal (PCdoB-BA) e Júlio Delgado (PSB-MG) – entrou com mandado de segurança para que fosse ouvido em Plenário o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e para que fosse analisado pedido original do STF, em vez do parecer aprovado pela CCJ.

A solicitação do STF é embasada nas peças que compõem a denúncia de Janot contra Temer e considera, entre outros itens, as gravações e a delação premiada dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do grupo J&F – que controla o frigorífico JBS e outras empresas.

Em sua decisão, ao indeferir o mandado de segurança e negar liminar, Rosa Weber afirmou que o tema está “inteiramente vinculado ao Regimento Interno e, de modo especial, à interpretação deste pelos próprios membros da Câmara dos Deputados”, não cabendo interferência do Judiciário.

“Decorre a inescapável imbricação entre a questão versada e a disciplina regimental, esta expressão própria da prerrogativa de autogoverno de um dos Poderes da República que, em tal qualidade, jamais deixou de ser prestigiada por este Supremo Tribunal Federal”, ressaltou a ministra.

(Agência Câmara Notícias)

Curso vai expor a Europa, berço da civilização ocidental

O secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, volta à sala de aula a partir da próxima segunda-feira, dia 7, pela manhã, no projeto Viva – Universidade de Gerações, da UNI7. Ele vai ministrar o curso “Europa, berço da civilização: da antiguidade clássica à modernidade”.

O curso abrange, de forma geral em uma estrutura baseada na multidisciplinaridade, um apanhado de temas relevantes históricos e atuais postos em debate nos mais diversos setores e segmentos da sociedade, dentro de uma perspectiva histórica, geográfica, econômica e sociológica.

Conselho Regional de Administração integrar agora o Fórum das Microempresas do Estado

O Conselho Regional de Administração do Ceará passará a fazer parte do Fórum das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado.

O CRA/CE já está presente no Fórum de Comércio e Serviços da Agência do Desenvolvimento Econômico do Estado (Adece), representado pelo administrador Sérgio Bezerra, e também no Fórum de Jovem Empresários, com o administrador Paulo Henrique Teles.

O presidente Leonardo Macedo comemora mais espaços para os administradores cearenses. Nesses organismos, tem o direito de propor, sugerir e criticar políticas de cada segmento.

(Foto – Arquivo)

Uma bela homenagem aos nossos pais

Com o título “O que querem os pais? Presentes ou presenças?”, eis artigo do empresário e escritor João Soares Neto. Um artigo que casa muito bem com este mês de agosto. Confira:

As mães não devem se preocupar. Quando digo pais, estou incluindo pai e mãe. Embora domingo seja o Dia dos Pais, creio que não se deve  tratar os pais de forma isolada; pai de um lado e mãe do outro, como se fossem duas forças disputando a condução da família. Pai e mãe nada mais são, que pessoas lutando pelo bem-estar dos filhos, frutos do amor ou de acidentes de percurso.

E, nesta época, pretensamente, correta, há um mundo de obrigações e bem pouca recompensa. A ordem natural vigente é questionar, e, com medo de causar traumas, os pais aceitam, meio sem graça, situações que, no fundo, desejariam repelir ou até impedir que acontecessem.

A vida e o tempo vão produzindo sequelas no sistema imunológico e causando doenças a todas as pessoas,  nos pais, inclusive. Eles se queixam de cansaço, dores, úlceras, stress e veem se aproximando, os problemas de diabetes e cardiopatias, para não falar de males maiores. Pais envelhecem.

O que fazer, então? Cuidar da saúde da mente e do corpo é um bom começo. Isso não passa obrigatoriamente por “checkups” ou visita a analistas. É ato de respeito a você próprio, descobrir o que lhe gratifica, o que lhe alegra, o torna vivo e capaz de enfrentar, com bom humor e coragem, as lutas do dia a dia, mesmo aposentado.

Imagine-se doente e com problemas e, certamente, você daria quase tudo para ficar sadio e sem dificuldades. Imagine-se, então, sem problemas, com saúde e estabeleça um plano pessoal, um presente para você mesmo.

Cada pessoa sabe o que lhe interessa. Há, todavia, uma linha comum que as une. Começa pelo respeito ao seu corpo, com a adoção de exercícios diários. Não esqueça de que os humanos, como os peixes, também podem morrer pela boca. Refaça a sua alimentação, a partir de um café da manhã saudável. Elimine o açúcar, o excesso de sal e a gordura. Corte o cigarro. Se não puder, maneire.

Veja se não está bebendo demais. O álcool depois da euforia dá a sensação de desamparo e até de depressão. Reexamine os seus relacionamentos, corte os chatos de sua vida. Não se preocupe em ser bonzinho com gente que só quer usar você.

Leia, leia sempre, para manter a sua mente funcionando e aumentando conhecimento ou entretenimento. Estabeleça propostas realistas para a sua vida. Sonhar é bom, mas é preciso cair na real em tempos de crise institucional no país. Procure amar o que faz ou, como já disse, mudar de vida. Talvez, ganhando menos, seja mais feliz. Descubra gente interessante para conversar e conserve os poucos amigos verdadeiros, aqueles que não lhe pedem mais que a sua companhia.

Se isto for receita de bolo, paciência. Tente outra receita, faça a sua própria, respeitando os seus interesses e os seus limites. Dê um tempo para você, goste mais de você, cuide mais de você.

Quanto aos filhos: não cobre presente. Queira presença, mas também não a cobre. Tornar-se presente talvez seja o remédio. Cobranças e reclamações são os meios mais eficientes de não se conseguir presentes, menos ainda presenças. Feliz Dia dos Pais.

*João Soares Neto,

Empresário e escritor.