Blog do Eliomar

Últimos posts

Marcelo Rezende será sepultado na tarde deste domingo

O corpo do jornalista Marcelo Rezende, 65, será sepultado na tarde deste domingo (17), no Cemitério de Congonhas, em São Paulo, em cerimônia reservada à família. Por toda a manhã de hoje, fãs e amigos do apresentador do Cidade Alerta, na TV Record, se despediram no velório realizado na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Marcelo Rezende morreu na tarde desse sábado (16), no Hospital Moriah, onde se tratava de câncer. No início do ano, ele foi diagnosticado com câncer no pâncreas com metástase no fígado.

Dom José Tupinambá – Victor Frota recebe comenda em Sobral na semana de homenagens a seu tio-avô

Sobrinho-neto de Dom José Tupinambá da Frota, o primeiro bispo de Sobral, em 42 anos de episcopado, o engenheiro Victor Frota, presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-CE), recebeu nesse sábado (16), no Becco do Cotovelo, a comenda “Orgulho de Ser Sobralense”.

“Recebi a comenda com a maior honraria, diante de minha descendência de família sobralense”, comentou o presidente do Crea-CE, na semana em que o município homenageia Dom José Tupinambá.

(Foto: Divulgação)

Fiscalização nos municípios será retomada dia 25 pelo TCE

O Tribunal de Contas do Estado do Ceará inicia neste mês de setembro a série de fiscalizações ordinárias nos municípios cearenses. As inspeções começam dia 25 (segunda-feira) e prosseguem até dezembro. A relação dos municípios a serem fiscalizados será divulgada pelo presidente do TCE Ceará, conselheiro Edilberto Pontes, no expediente da sessão plenária da terça-feira (19). Desde o segundo trimestre de 2017, as fiscalizações in loco nos municípios cearenses estavam paralisadas.

Os auditores do TCE Ceará vão analisar os aspectos contábil, financeiro, orçamentário, operacional e patrimonial. Dentre as prioridades, a observação quanto à regularidade do pagamento de salário dos servidores municipais.

De acordo com o presidente, as fiscalizações serão deflagradas a partir do gerenciamento de riscos, que identifica, de modo objetivo e impessoal, as áreas mais vulneráveis a irregularidades. “A preocupação central é evitar que o dano ocorra. O julgamento por irregularidade de contas é por vezes inevitável, mas é claramente resultado de um controle que chegou tarde”.

Ao assumir a responsabilidade sobre a fiscalização dos recursos municipais, após a publicação da Emenda Constitucional nº 92/2017 – que extinguiu o TCM, o presidente Edilberto Pontes reforçou o compromisso do TCE Ceará com a plena continuidade das ações de controle externo e julgamento das contas de gestores estaduais e municipais. Os servidores advindos do extinto TCM já estão lotados em áreas similares na Corte estadual, reforçando o trabalho técnico.

A orientação e a prestação de assistência técnica aos prefeitos e gestores municipais foram ampliadas pelo TCE Ceará. Os atendimentos são feitos das 8 às 17 horas, tanto presencial quanto à distância, pelos telefones (85) 3218.1293, 3218.1490 e 3218.1377. O Protocolo na sede do extinto TCM também teve seu horário estendido até 18 horas.

O calendário de obrigações a serem observadas pelos gestores municipais permanece sem alterações. Seu cumprimento é um dever e visa garantir maior controle e transparência. As datas previstas no calendário podem ser consultadas no portal do TCE Ceará, no menu “Municípios” – “Orientações”.

(TCE)

O legado de Janot e a tarefa de sua sucessora

Editorial do O POVO deste domingo (17) sugere que a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, mantenha a mesma determinação para enfrentar os descalabros que corrompem a política brasileira. Confira:

Rodrigo Janot encerra hoje seu segundo e último mandato à frente da Procuradoria-Geral da República. Amanhã, Raquel Dodge vai sucedê-lo na função, recebendo como herança uma segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, apresentada por Janot na quinta-feira, o penúltimo dia útil de sua permanência no cargo.

O legado do procurador-geral tem seus críticos. Em edição recente deste jornal, o jurista Washington Barbosa, do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec-DF), questionou a atuação do procurador-geral como “muito política” e “muito midiática”. Quem veio em socorro de Janot foi o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal. Para ele, o procurador-geral é “uma pessoa muito séria e decente”, afirmando ter sido ele um “divisor de águas” na apuração de crimes utilizando a delação premiada. “Não há outra forma de mapear o dinheiro (da corrupção)”, disse o ministro. Exercendo o seu mandato desde 2013, Janot acompanhou a Operação Lava Jato desde o seu início.

Na verdade, se houve atitude “midiática” de Janot, isso não empana a sua atuação como um funcionário público sério, competente e preocupado com o País, tendo conduzido o Ministério Público em uma quadra particularmente turbulenta. Ele enfrentou com destemor os entreveros com o Executivo e com o Legislativo e também tratou com o rigor necessário, nos termos da lei, os suspeitos da prática de malfeitos, sendo políticos ou não.

O que poderia fazer sombra ao mandato de Janot seria o caso de Joesley Batista, que teria recebido, junto com ex-executivos da JBS, benefícios excessivos pela delação premiada que fizeram. No entanto, quando vieram à tona informações que os delatores haviam omitido informações sobre outros crimes que praticaram, Janot teve coragem de vir a público para repor a situação nos trilhos, pedindo o cancelamento dos benefícios a eles concedidos.

Raquel Dodge tem perfil discreto, mas seu currículo mostra que ela é uma procuradora atuante, tendo participado, com destaque, em várias operações do Ministério Público no combate ao crime e à corrupção. Esperemos que a nova procuradora-geral mantenha a mesma determinação para enfrentar os descalabros que corrompem a política brasileira.

Presidentes da Coreia do Sul e dos EUA querem sanções à Coreia do Norte

Os presidentes da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e dos Estados Unidos, Donald Trump, concordaram neste domingo (17) em aplicar “a fundo” as sanções impostas pela Organização das Nações Unidas (ONU) à Coreia do Norte. O intuito é fazer com que o país interrompa as provocações com os testes de armas.

Os presidentes fizeram o acordo durante um telefonema, em que concordaram com a necessidade de “implementar a fundo” as medidas para que o governo norte-coreano veja que, se continuar com sua atitude, “só se isolará mais diplomaticamente e enfrentará mais pressão econômica”, o que levará o país “ao colapso”, segundo o escritório da presidência da Coreia do Sul.

A conversa entre Moon e Trump ocorreu após o lançamento, na última sexta-feira, de um novo míssil por parte da Coreia do Norte. O míssil sobrevoou o território japonês antes de cair nas águas do Pacífico.

O presidente sul-coreano destacou a importância de melhorar a capacidade defensiva do seu país, além de contar com o apoio das tropas norte-americanas.

Trump reiterou o pleno apoio dos EUA à Coreia do Sul e assegurou que vai continuar dando toda a ajuda e apoio necessário para fortalecer ainda mais sua aliança, segundo comunicado da Coreia do Sul.

Moon e Trump combinaram de continuar tratando o assunto em reunião em Nova York, durante a Assembleia Geral da ONU, nesta semana.

(Agência Brasil)

Salmito cai nas graças de lideranças de São Benedito

Após participar do encontro regional do PDT em Ipueiras, nesse sábado (16), o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, o sociólogo Salmito Filho, passou por São Benedito, no Noroeste do Estado.

Na terra do escritor e filósofo Raimundo Farias Brito, Salmito foi recebido pelo ex-prefeito Júnior Brandão e sua esposa Sâmia Brandão.

Júnior Brandão possui expressiva liderança na região e ressaltou que seu grupo político reconhece no presidente do Legislativo de Fortaleza um exemplo de conduta no exercício de um mandato político.

Salmito tem origens familiares na região, pelo lado paterno.

(Foto: Divulgação)

Cid diz que apóia reeleição de Camilo, mas PDT irá consultar as bases

O ex-governador Cid Gomes disse nesse sábado (16), durante encontro regional do PDT, em Ipueiras, no Noroeste do Ceará, a 298 quilômetros de Fortaleza, que apóia a reeleição do governador Camilo Santana (PT), mas que o partido irá consultar as bases sobre esses apoio, além da condução de Camilo no processo das alianças.

Cid Gomes também comentou a relação do prefeito Roberto Cláudio (PDT) e do governador Camilo Santana com o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), presidente do Congresso Nacional, ao afirmar que os dois gestores têm responsabilidade para com recursos para a população, principalmente Fortaleza, quando R$ 3,4 bilhões se encontram retidos em Brasília.

O encontro abriu espaço para a população tirar dúvidas sobre a reforma política, principalmente as novas regras das eleições e coligações. O deputado federal André Figueiredo, presiedente do partido no Ceará, passou informações dos trâmites das votações na Câmara Federal. O vice-presidente do PDT no Estado, o secretário Josbertini Clementino, titular da STDS, avaliou como positiva a iniciativa do partido em abrir o debate com a população, por dar a chance de todos questionarem problemas comuns a vários municípios.

Mais uma vez, o encontro destacou a pré-candidatura de Ciro Gomes ao Palácio do Planalto. A governadora em exercício Izolda Cela marcou presença no encontro, além do presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT); os deputados Ferreira Aragão, Jeová Mota e Leônidas Cristino; o secretário de Política sobre Drogas, Claudio Saraiva; prefeitos, vereadores e lideranças de municípios da região.

(Foto: Divulgação)

Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 13,4 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 1968 da Mega-Sena sorteado na noite desse sábado (16), em Ituiutaba (MG).

As dezenas sorteadas foram: 35 – 36 – 39 – 44 – 48 – 52.

Com isso, a estimativa de prêmio para o próximo sorteio, que será realizado na terça-feira (19), é de R$ 13,4 milhões.

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília), do dia do concurso, nas mais de 13 mil casas lotéricas do país.

(Agência Brasil)

Escancaramento da farsa denunciada por Janot é oportunidade para anular o impeachment

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (17):

A semana terminou com a segunda denúncia do procurador-geral Rodrigo Janot, contra o presidente imposto, Michel Temer, considerado por ele “chefe da quadrilha” do “PMDB da Câmara”, integrada, também, por seus sócios: Eduardo Cunha, Henrique Alves, Geddel Vieira Lima, Rodrigo Loures, Eliseu Padilha e Moreira Franco. Todos acusados de praticarem ações ilícitas em troca de propina por meio da utilização de diversos órgãos públicos, como Petrobras, Furnas, Caixa Econômica, Ministério da Integração Nacional e Câmara dos Deputados.

Outra acusação contra Temer foi a de crime de obstrução à justiça, por causa de pagamentos indevidos para evitar que Lúcio Funaro firmasse acordo de colaboração premiada. Bem como de instigar Joesley Batista a pagar, por meio de Ricardo Saud, vantagens a Roberta Funaro, irmã de Lúcio Funaro. Os três são denunciados por embaraçar as investigações de infrações praticadas pela “organização criminosa”. Contudo, as trapalhadas do próprio Janot, na delação da JBS, abriu brechas para eventual invalidação da denúncia contra o presidente biônico.

Abriu-se, agora, depois do escancaramento da farsa, a oportunidade para o Judiciário reconciliar-se com a plenitude do Estado Democrático de Direito, acatando as ponderações da presidente eleita Dilma Rousseff, no sentido de anular o impeachment, reconhecidamente viciado pela compra de grande parte dos congressistas por um esquema corruptor, confessado pelos próprios corruptores, como a JBS.

No entanto, vê-se o procurador-geral insistir num caminho que esfacela a democracia brasileira, ao se manifestar contrário ao pedido justo da presidente deposta: “O processo de impeachment foi autorizado e conduzido com base em motivação idônea e suficiente, não havendo falar em ausência de justa causa” – insiste ele.

São palavras sobre as quais, provavelmente, terá de responder perante a História.

Preso é resgatado de delegacia e armas de grosso calibre são levadas

Um preso foi resgatado do 29º Distrito, na Pajuçara, em Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza, na noite desse sábado (16), após o único policial civil presente na delegacia ser rendido por homens armados. O policial fazia a função de carcereiro, pois a unidade não é plantonista.

A Polícia não informou ainda o nome do preso resgatado, tampouco o motivo pelo qual ele se encontrava detido. Mas confirmou que armas de grosso calibre foram levadas da delegacia, como uma metralhadora, uma espingarda 12 e uma pistola ponto 40, essa última pertencente ao policial.

Das 7 equipes que disputam o G4, somente o Ceará não fez o dever de casa

O Ceará perdeu duas posições ma tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro, após o complemento da 24ª rodada, nesse sábado. O Vozão, que na sexta-feira (15) empatou com o América Mineiro, em pleno Castelão, em 1 a 1, agora é o sexto colocado, duas posições fora do G4.

Internacional e América Mineiro, ambos com 45 pontos, estão em situação tranquila no G4. Já Vila Nova, Paraná, Juventude, Ceará e Oeste brigam para permanecer ou entrar no G4, ao final da próxima rodada. Desses sete primeiros colocados, somente o Ceará não fez o dever de casa na última rodada.

O Vozão fecha a 25ª rodada, na noite do sábado (23), no Castelão, diante do Brasil de Pelotas, o nono colocado na tabela.

Eis os resultados da 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro: Paraná 2×1 Londrina; Brasil de Pelotas 2×0 CRB; Internacional 3×0 Figueirense; Oeste 1×0 Náutico; Paysandu 2×0 ABC; Vila Nova 2×1 Luverdense; Ceará 1×1 América/MG; Santa Cruz 3×0 Goiás; Criciúma 1×2 Juventude; Boa Esporte 2×2 Guarani.

Temer se encontra com Trump nesta segunda-feira

O presidente Michel Temer deverá se encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta segunda-feira (18), em Nova York. O encontro será durante um jantar, do qual deverão participar ainda o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, e o da Colômbia, Juan Manuel Santos.

Na terça-feira (19), Temer participará da 72ª Assembleia Geral das Nações Unidas, quando será o primeiro a discursar na ONU, seguindo a tradição da instituição de que o Brasil é o primeiro a ter palavra, desde 1947, quando o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Oswaldo Aranha, foi o primeiro a presidir o encontro.

Antes de viajar para os EUA, Temer deverá participar, ainda nesta segunda-feira, pela manhã, da cerimônia de posse de Raquel Dodge como procuradora-geral da República.

(Com a Agência Brasil)

Obama fará palestra em São Paulo no Fórum Cidadão Global

O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama estará em São Paulo, dia 5 de outubro, para uma palestra no Fórum Cidadão Global, promovido pelo jornal “Valor Econômico” e pelo banco Santander Brasil.

Obama visitará o Brasil pela primeira vez desde que deixou a presidência dos EUA, no começo deste ano, para participar do encontro, que tem como objetivo “iniciar um diálogo sobre a responsabilidade das pessoas na construção de um futuro melhor”, confirmou o evento.

O tema do encontro será “Mudar o mundo? Sim, você pode”, uma referência ao famoso lema da campanha eleitoral de Obama em 2008: “Yes we can” (“Sim, nós podemos”).

O ex-presidente americano “é um dos principais defensores do papel do cidadão global do século XXI para superar os nossos maiores desafios sociais”, segundo destacou Frederic Kachar, diretor geral de mídia impressa do Grupo Globo, um dos proprietários do “Valor Econômico”, citado em comunicado.

Além de Obama, o evento contará com outros líderes empresariais que promovem o desenvolvimento de cidadão global em suas empresas.

Os ingressos para o fórum, que será realizado no Teatro Santander, no shopping JK Iguatemi, na zona oeste da cidade, estarão disponíveis a partir do dia 20 para clientes do banco. A partir do dia 25, será aberta a venda ao público geral.

Obama esteve no Brasil em 2011, quando ainda era presidente, acompanhado pela esposa, Michelle Obama, e pelas duas filhas, e visitou Rio de Janeiro e Brasília, onde se reuniu com a então presidente Dilma Rousseff.

(Agência Brasil)

Munícipios conhecem pouco sobre metas da ONU para o milênio, diz associação

Traduzir metas fixadas pelas Nações Unidas em cada território é o desafio que governos de todo o mundo devem enfrentar para concretizar os Objetivos pelo Desenvolvimento Sustentável (ODS). As metas que substituíram os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), em 2015, devem orientar agora as políticas nacionais e as atividades de cooperação internacional até 2030.

Ocorre que dois anos depois de fixadas, ainda há no país um “baixíssimo” nível de conhecimento delas por boa parte dos municípios, segundo o presidente da Associação Brasileira de Municípios (ABM), Eduardo Tadeu Pereira.

Entre os objetivos do milênio, estão a erradicação da pobreza, a redução das desigualdades, a promoção da agricultura sustentável, a obtenção da igualdade de gênero e o desenvolvimento de ações para combater as mudanças climáticas.

“Temos uma realidade muito diversa em nossos municípios. Mais de 4 mil têm cerca de 20 mil pessoas, são pequenos municípios. No caso deles, ainda precisa ser feito um trabalho grande para desenvolver a discussão sobre a agenda 2030 e a nova agenda urbana”, ressaltou o coordenador da área de Direito à Cidade do Instituto Pólis, Nelson Saule Júnior.

(Agência Brasil)

2 a 0 – Fortaleza vence Tupi e tem melhor vantagem em oito anos de Série C

O Fortaleza derrotou o Tupi/MG, na tarde deste sábado (16), no Castelão, por 2 a 0, e conseguiu a melhor vantagem do time para o acesso à Série B, em oito anos de Série C. A partida da volta ocorrerá no próximo sábado (23), no estádio Helenão, em Juiz de Fora.

Leandro Lima e Bruno Melo marcaram para o Fortaleza, ambos no segundo tempo.

Irã diz ter artefato com 10 toneladas, chamado de “pai de todas as bombas”

O Irã tem uma bomba de dez toneladas que é considerada “o pai de todas as bombas”, segundo o comandante da divisão aeroespacial dos Guardiões da Revolução Iraniana, Amir Ali Hajizadeh.

Hayizadeh, em declarações para a emissora estatal PressTV, detalhou que “a nossa indústria defensiva produziu bombas que pesam aproximadamente 10 toneladas e, se lançadas de aviões Ilyushin, têm uma alta capacidade destrutiva”.

Ele chamou o armamento de “pai de todas as bombas” e comparou-o com a bomba norte-americana GBU-43/B Massive Ordnance Air Blast, conhecida como “mãe de todas as bombas”. Esta foi lançada pelos Estados Unidos, em abril deste ano, sobre o Afeganistão.

Nas declarações, o alto comandante iraniano disse que o Corpo dos Guardiões da Revolução havia se infiltrado nos centros de Controle de Comando dos EUA. Hayizadeh, contudo, não forneceu nenhum detalhe que confirmasse essa infiltração.

“Nós, nestes anos, penetramos e estivemos presentes nos centros de Controle de Comando dos americanos e vimos tudo que fizeram, vimos o que eles veem, onde atacam, ao lado do que acontece e como eles sustentam o Estado Islâmico (EI)”, disse o comandante, que afirmou que a força militar do Irã tem “todos os documentos” dos movimentos dos americanos nos últimos anos e registros de tudo que fizeram no Iraque e Síria.

Ele acusou os norte-americanos de terem criado e dirigido o grupo terrorista e argumentou que, no futuro, poderia publicar documentos comprobatórios dessa relação.

(Agênca Brasil)

Camilo Santana e o cálculo político-eleitoral do ex-presidente Lula no Ceará

Em artigo sobre o xadrez político de 2018, o sociólogo e consultor político Luiz Cláudio Ferreira Barbosa acredita na saída de Camilo Santana do PT, como forma de construir um palanque mais forte à reeleição. Confira:

O governador Camilo Santana (PT) demonstra interesse em manter o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no seu palanque de reeleição, no próximo ano. Camilo Santana sabe do peso político-eleitoral do lulismo cearense nas pequenas cidades, onde há enorme sentimento de saudosismo da Era Lula (2003-2010) devido às políticas sociais e aos créditos financeiros. A candidatura presidencial do petista poderá ter entre 17% até 25% dos votos válidos, no pleito de 2018, em nosso Estado.

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) não recebeu a caravana do ex-presidente Lula, em terras cearenses. Ciro Gomes começa a trabalhar com a perspectiva de não receber apoio do Partido dos Trabalhadores à sua postulação política-eleitoral ao Governo Federal. O condomínio político-administrativo que era cirista-cidista-lulista (2003-2016) já não existe mais. Com isso, o governador Camilo Santana (PT) vai ser a ponte entre os antigos aliados nas eleições do Ceará.

Camilo ampliou o seu arco de aliança, após o fim da Era Lula-Dilma (2003-2016) à frente do Palácio do Alvorada, em Brasília. O governador do Ceará mantém um bom relacionamento administrativo com o presidente Michel Temer (PMDB), através do deputado federal Danilo Forte (PSB) e do presidente nacional do PSDB, o senador Tasso Jereissati. O chefe do Executivo estadual também já começa uma reaproximação com o senador Eunício Oliveira (PMDB), para ajudá-lo nas liberações dos recursos financeiros do Governo Federal.

Eu acredito na saída do governador Camilo Santana dos quadros do Partido dos Trabalhadores. Camilo deverá ir para o Podemos ou para o Partido Socialista Brasileiro, no início do próximo ano, com a construção do seu palanque de reeleição, porém terá três palanques a nível presidencial: Ciro Gomes (PDT), Lula (PT) e o candidato nacional do PSDB.

A lógica política do Palácio da Abolição é a garantia antecipada da reeleição do atual chefe do Executivo do Governo Estadual, já o processo eleitoral a nível nacional, sem dúvida é questão secundária.

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa, sociólogo e consultor político