Blog do Eliomar

Últimos posts

Diesel negociado nas refinarias está mais caro a partir de hoje

O preço médio do litro do diesel nas refinarias foi reajustado neste sábado (4), conforme informação divulgada no site da Petrobras, onde está listado 37 locais de postos de distribuição do combustível.

O aumento médio definido pela empresa ficou em R$ 0,057. O valor passou de R$ 2,2470 o litro para R$ 2,3047. O preço da gasolina permanece inalterado.

O reajuste é o primeiro praticado pela petroleira para o diesel desde 18 de abril, quando os preços subiram 4,8%.

Gás de cozinha

A Petrobras também irá reajustar em 3,43% o botijão de até 13 quilos do gás de cozinha nas refinarias, a partir deste domingo (5).

O botijão terá um aumento de R$ 0,87, passando a custar R$ 26,20 para as distribuidoras sem a cobrança de tributos.

(Agência Brasil)

Governo anuncia campanha para explicar mudanças na Previdência

Com o tema “Nova Previdência, pode perguntar”, a campanha publicitária do governo federal terá início na segunda quinzena de maio nos meios de televisão, rádio, jornal, internet e outdoor.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República afirma que as peças têm o objetivo de explicar aos cidadãos brasileiros as mudanças propostas pelo governo que vão, de acordo com a Secom, promover justiça social e ampliar a capacidade de investimento do país.

“As mensagens abordam, entre outros assuntos, a redução de privilégios históricos do sistema previdenciário brasileiro, que inclui a diminuição da contribuição de quem ganha menos e o aumento da contribuição de quem ganha mais; a manutenção das regras vigentes para quem já está aposentado; o aumento dos recursos para a educação; e a economia promovida a estados e municípios, o que vai auxiliar no equilíbrio das contas públicas”, destaca a nota da Secom.

Para a televisão, as peças serão em formato de pergunta e resposta. A Secom explica ainda que um selo, com os dizeres “Essa é a verdade”, vai destacar as informações oficiais e confiáveis com o objetivo de combater a desinformação.

(Agência Brasil)

A Câmara Municipal do Centro de Fortaleza

Em artigo no O POVO deste sábado (4), o presidente da CDL Fortaleza e escritor Assis Cavalcante defende a transferência do Legislativo de Fortaleza pára o Centro. Confira:

Quem conhece o Centro sabe dos seus contrastes, sem jamais deixar de lhe querer um bem danado. Os encantos superam os problemas. Lojas estabelecidas e ambulantes, equipamentos históricos e população em situação de rua, gente que compra e passeia, a desordem no trânsito. Tem quem venha pra cá só pela missa, pra conversar, comer. Quando chove, aqui é diferente. No Natal, o Centro chama Jesus pra mais perto.

O poder público ora trabalha sua revitalização, atuando na reforma, na urbanização e em vertente determinante: o acolhimento aos desvalidos que têm no Centro o teto – a casa e a vida. Coloco-me na luta para que esses irmãos consigam um lugar para chamar de seu, e reconquistem a autoestima, a dignidade, com ocupação, estudo, família. Esse tempo novo é vitória para o fortalezense, frequentador ou não do Centro.

Para que as ações de impacto do Centro se efetivem, vigorosa e perenemente, mister será a presença mais constante dos governantes, dos representantes do povo, das entidades de classe, das instituições, da gente toda aqui. Por isso, a vinda da Câmara dos Vereadores para o Centro amplia olhares, é atitude demais interessante para a cidade e as pessoas.

A Casa do Povo precisa se aproximar da gente. O Centro é aglutinador, local de excelência, onde tudo acontece. Inegavelmente, é o espaço melhor para abrigá-la, movimentando-o de mais alma, opções de lazer, lojas, segurança, de essência, contribuindo pra estética interior de seu visual. Isso dá vida, revitaliza o Centro.

Com a chegada da CMFor, tudo que orbita em seu entorno tende a se alojar no coração da capital, atraindo outros investimentos públicos e privados. Câmara que ganha mais valor pela proximidade do Cineteatro São Luiz, Theatro José de Alencar, Catedral, Museu do Ceará, Passeio Público, Mercado Central, emprestando ao Legislativo ares de importância institucional substantiva. Bom para o turismo.

A prefeitura já está aqui. Nada custa sonhar e planejar o desembarque, também, da Assembleia Legislativa e do Poder Judiciário, direcionando para o Centro as nossas melhores expectativas da Cidade que nos embala.

Assis Cavalcante

CEO das Óticas Visão, escritor, presidente da CDL Fortaleza

Educação e o atual cenário político econômico é tema de seminário neste sábado

A Associação dos Servidores da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (ASSEEC) realiza neste sábado (4), no Hotel Recanto do Wirapuru, o XII Seminário “Os profissionais da Educação e o atual cenário político econômico”, que visa aprofundar a discussão acerca dos cortes na área da Educação. O tema foi escolhido, segundo a diretoria executiva do sindicato, devido os constantes ataques do governo federal.

O evento seguirá durante todo o dia e debaterá também sobre a importância da luta de classe, a reestruturação do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (Issec) e pontos polêmicos da reforma da Previdência. Os palestrantes apresentarão detalhes sobre os reais prejuízos do projeto que altera as medidas operacionais de assistência social geridas pelo Instituto Nacional do Seguro Social.

Rita de Cássia Gomes, presidente da Aseeec, abriu o debate criticando a falta de reconhecimento profissional e recordou a formação acadêmica de uma auxiliar de serviços. “Aqui temos muitos profissionais capacitados, mas esquecidos pelo Poder Público. No ano passado, por exemplo, a nossa associada Fernanda Barbosa, de 84 anos, se formou em sociologia e segue estudando pedagogia”.

(Foto: Divulgação)

Os militares e o poder

133 1

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (4), pelo jornalista Érico Firmo:

A frase surpreende: “Se você não enfraquecer o Exército da Venezuela, o Maduro não cai”. Surpreende não pelo teor. Trata-se, afinal, de uma realidade. Surpreende pelo autor – Jair Bolsonaro (PSL). Ele é militar, embora não de longa carreira. Foi o homem que recolocou o Exército no comando do País e fez isso pela via democrática. Além disso, em três décadas de trajetória parlamentar, sua atuação foi fortemente corporativa, em defesa das Forças Armadas e da ditadura militar. Este é o presidente que, hoje, prega enfraquecimento do Exército da Venezuela.

O apoio governamental das Forças Armadas é o fator que sustenta Nicolás Maduro. Por isso, o anúncio de Juan Guaidó de que tinha apoio significativo dos militares era tão relevante. Caso fosse verdade, o que não se confirmou. Ou Guaidó estava mal informado ou blefou.

Enfim, o caso venezuelano é uma mostra do quão ruim é quando as Forças Armadas deixam a função de instituição de Estado para se vincular a grupos político-partidários e a governos. Claro, os maduristas argumentarão que o Exército defende o governo constitucionalmente eleito. Essa questão da legitimidade das eleições venezuelanas é complexa e renderia colunas inteiras só sobre isso. Não entro nessa discussão. O fato é que elas se tornaram um braço político central para Hugo Chávez e assim seguem com Maduro.

No governo brasileiro, os militares são grupo político, travam disputas internas, têm atuação partidária. Aliás, a República brasileira foi fundada pelo Exército – por um golpe militar. Não é ilegítimo que um militar, como pessoa física, se candidate. Que seja eventualmente eleito e governe. O problema é quando a instituição de Estado se atrela à política. Isso é mais complicado. Em que pese a evidência de que os militares são o segmento mais equilibrado, o raro ponto de estabilidade do governo Bolsonaro.

Postos de saúde abrem hoje para Dia D de vacinação contra gripe

Mais de 41 mil postos de saúde em todo o país abrem as portas neste sábado (4) para o Dia D de vacinação contra a gripe.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começou no último dia 10 e segue até 31 de maio.

A meta, segundo o Ministério da Saúde, é imunizar pelo menos 90% de 59,5 milhões de pessoas. Até o dia 30 de abril, 12,2 milhões de pessoas haviam sido vacinadas.

Público-alvo

Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e menores de 6 anos; grávidas em qualquer período gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; povos indígenas; idosos; professores de escolas públicas e privadas; pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Profissionais das forças de segurança e salvamento também passaram a fazer parte do público-alvo da campanha neste ano.

De acordo com o Ministério da Saúde, o grupo inclui policiais civis, militares, bombeiros e membros das Forças Armadas, totalizando 900 mil pessoas.

Cobertura

De acordo com o ministério, até o dia 30 de abril, 12,2 milhões de pessoas haviam sido imunizadas.

O número representa 21% do total de grupos que devem receber a dose. O público com maior cobertura, até o momento, é o de puérperas, com 38,8%, seguido pelas gestantes (33,4%); indígenas (27,6%); crianças (26,4%); idosos (21,5%); trabalhadores de saúde (17,1%) e professores (14,2%).

Vacina

A dose utilizada este ano sofreu mudanças em duas das três cepas que compõem a vacina e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no Hemisfério Sul ao longo de 2018, conforme determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS) – incluindo o H1N1.

“A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença”, informou o Ministério da Saúde.

Casos

Este ano, até 20 de abril, foram registrados 427 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave por influenza em todo o país, com 81 óbitos.

Até o momento, o subtipo predominante no país é o vírus influenza A (H1N1), que responde por 213 casos e 55 óbitos.

Segundo o ministério, todos os estados estão abastecidos com o fosfato de oseltamivir, indicado para o tratamento contra o H1N1, e devem disponibilizá-lo de forma estratégica em suas unidades de saúde.

O tratamento deve ser realizado, preferencialmente, nas primeiras 48 horas após o início dos sintomas.

(Agência Brasil)

O discurso de campanha é diferente da gestão, diz Wagner sobre Bolsonaro

188 1

O deputado federal Capitão Wagner (Pros) segue criticando os dias de Jair Bolsonaro (PSL) na Presidência. Opositor da reforma previdenciária que tramita na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, o parlamentar disse que o discurso do presidente foi um na campanha eleitoral e no período de Congresso, mas tornou-se outro após ter vencido Fernando Haddad (PT) em 2018.

Acompanhado de correligionários locais do Pros e de deputados de outros estados, Wagner esteve ontem na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) para debater os impactos do texto sobre policiais e bombeiros militares.

Ele destacou que a proposta deixou a categoria “no limbo”, isto é, sem qualquer regra específica. Ele interpreta a elevação do tempo mínimo de serviço, de 30 para 35 anos, como não razoável. Ressalta que estes profissionais têm rotina diferente das demais. “Já que não têm carga horária definida, não têm garantia, não podem se sindicalizar, não podem fazer greve, que tenham tratamento diferenciado”, opina.

Wagner lembra que, na discussão da proposta previdenciária do ex-presidente Michel Temer (MDB), o então deputado Bolsonaro classificava a idade mínima de 65 anos como criminosa. “A proposta dele está chegando nessa idade”, critica.

O entendimento do deputado, todavia, é diferente do da oposição encampada por siglas à esquerda. Acredita que a tramitação do texto deve ser célere e o debate pautado em números, sem questões ideológicas. Diz que apresentará emendas e tentará angariar assinaturas – são necessárias 171, pelo menos.

Uma das emendas que apresentará com companheiros de partido, diz, refere-se ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) e à aposentadoria rural. “Além de discutir o sistema de capitalização. Em vez de economia, gera gasto adicional para o Governo Federal de R$ 378 milhões. É contraditório”.

 Mesmo com a aprovação da Reforma, a projeção que faz é negativa. Para ele, o mercado financeiro seguirá desmotivado com o País, já que o Palácio do Planalto ainda demonstra incapacidade de governar.

Wagner entende que os parlamentares que votarem a favor da proposta sentirão o reflexo da escolha nas urnas em 2020.

Já anunciado postulante à Prefeitura de Fortaleza, o líder do Pros estava apalavrado com o presidente do PSL no Ceará, Heitor Freire, para a corrida eleitoral.

Até então, ele dava prioridade à sigla de Bolsonaro para a sua vice. Contudo, o presidente municipal do PSL e deputado estadual, André Fernandes, sinalizou que sigla deverá ter candidato próprio. O motivo, alegou o estadual, é porque o nome do partido para a sucessão de Roberto Cláudio (PDT) tem de ser “100% identificado com o presidente Jair Messias Bolsonaro”. Freire, por sua vez, ainda diz ver a aliança com bons olhos.

(O POVO / Repórter Carlos Holanda)

Últimos 10 anos – A cada 100 concursos da Mega-Sena, um cearense é ganhador

A cada cem testes da Mega-Sena, um cearense é contemplado com o prêmio máximo, de acordo com levantamento do Blog, nos últimos 10 anos de sorteios do maior concurso de sorte promovido pela Caixa Econômica Federal. Nos últimos 10 anos, o Ceará conta com apenas 12 ganhadores. Desde o início da Mega-Sena, em março de 1996, são 19 cearenses sortudos.

O Ceará já passou, inclusive, seis anos e seis meses sem um únicos ganhador, nos testes entre janeiro de 2004 a julho de 2010.

O maior prêmio foi pago em março de 2001, o primeiro a ser ganho no Ceará, cinco anos após o surgimento da Mega-Sena. O sortudo embolsou na época R$ 16 milhões, que corrigidos pelo salário mínimo chegam a R$ 89 milhões.

Um apostador que em dezembro de 2011 ganhou R$ 35,5 milhões – corridos chegam a R$ 57 milhões – foi assassinado em fevereiro do ano passado. Miguel Ferreira de Oliveira, o “milionário da Mega-Sena”, foi atingido a tiros no município de Campos Sales, no sul do Estado, a 596 quilômetros de Fortaleza. O acusado, Antônio Pedro dos Santos, o “Pedão”, somente foi preso esta semana. A Polícia agora investiga a identidade do mandante do crime.

R$ 140 milhões neste sábado

O Ceará possui neste sábado (4) a oportunidade do maior prêmio já ganho no Estado. É que a 12 concursos ninguém acerta os seis números da Mega-Sena e o prêmio se encontra acumulado em R$ 140 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19 horas, em qualquer agência lotérica, ao preço mínimo de R$ 3,50.

Psol denuncia uso de dinheiro do Banco do Brasil em homenagem a Bolsonaro nos Estados Unidos

531 5

Horas após a Presidência da República cancelar a ida de Bolsonaro aos Estados Unidos, onde receberia homenagem como “Personalidade do Ano de 2019”, proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, o Psol denunciou na noite dessa sexta-feira (3) que o Banco do Brasil patrocinaria a viagem do presidente do Brasil a Nova York, além de ter adquirido uma mesa no jantar da homenagem, no valor de R$ 47,5 mil.

O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) anunciou que o partido deverá cobrar esclarecimentos ao Palácio do Planalto, por meio de representação na Comissão de Ética da Presidência da República.

O Psol também deverá convocar o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, para depor na Câmara Federal sobre o uso de dinheiro público para autopromoção.

Camilo e a arte de engolir sapos

238 2

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (4):

O PDT fechou a estratégia: vai apresentar candidaturas em capitais e cidades com mais de 200 mil habitantes em 2020. Quem assegura é o vice-presidente nacional do partido, o deputado federal André Figueiredo. Ele acrescenta que o objetivo é fortalecer a sigla para 2022, quando Ciro Gomes provavelmente será postulante ao Palácio do Planalto.

Baseado nessa decisão, o PDT não abrirá mão, em hipótese alguma, de lançar um nome para a sucessão do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. O próprio RC, que comanda o pedetista na Capital, confirma, endossado pelos Ferreira Gomes.

Nas entrelinhas, um recado direto para o governador Camilo Santana (PT). Em sua constelação, há aliados querendo que o PT apresente nome. Camilo, que reforça o Juntos por Fortaleza com RC – pacote de obras, evita o mote. Resta aguardar o futuro, até porque Camilo já provou, várias vezes, que sabe engolir sapos. De todos os tipos e lados.

Enquanto isso, Camilo reafirmou nessa sexta-feira (3), em entrevista ao CE no Ar, da TV Cidade, que realizará, neste semestre ainda, dois concursos públicos: um para a Polícia Civil e outra para a Pefoce. Ainda convocará aprovados para a Polícia Militar.

Motoristas de aplicativo poderão inscrever-se como microempreendedor

O Ministério da Economia confirmou nessa sexta-feira (3) que estuda um decreto para regulamentar a exigência de inscrição de motoristas de aplicativos no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A Lei 13.640, do ano passado, que regulamentou a profissão, servirá como base para os estudos.

A pasta pretende abrir a possibilidade de que o motorista autônomo se inscreva como microempreendedor individual (MEI), que paga alíquota menor, de 5% do salário mínimo. Nesse caso, ele receberá um benefício menor, limitado a um salário mínimo, desde que contribua por pelo menos 15 anos e tenha idade mínima de 60 anos (mulheres) e 65 anos (homens).

O motorista de aplicativo também pode escolher pagar alíquotas de 20% sobre o faturamento como contribuinte individual. Nesse caso, o profissional autônomo terá direito a um benefício maior que o salário mínimo.

Nas duas situações, o motorista não receberá apenas a aposentadoria, mas terá direito a outros benefícios, como auxílio-doença, licença maternidade (para motoristas mulheres), aposentadoria por invalidez e auxílio-reclusão. Apenas o seguro-desemprego está fora da lista porque o trabalhador contribuirá como autônomo, não como funcionário de uma empresa.

(Agência Brasil)

PGR reitera posição contra inquérito do STF sobre fake news

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, voltou a se manifestar nessa sexta-feira (3) contra o inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar notícias falsas (fake news) e ofensas que tenham a Corte como alvo.

Em nova manifestação enviada ao Supremo, Dodge reiterou que a investigação é inconstitucional. O parecer foi enviado ao STF para basear o pedido da Rede para suspender a investigação. O relator do caso é o ministro Edson Fachin.

De acordo com a procuradora, o inquérito viola os princípios constitucionais da separação de Poderes e do juiz natural, além do sistema penal acusatório.

“Os órgãos do Poder Público, quando investigam, processam ou julgam, não estão exonerados do dever de respeitar os estritos limites da lei e da Constituição, por mais graves que sejam os fatos cuja prática tenha motivado a instauração do procedimento estatal”, disse.

Inquérito sobre notícias falsas

O caso envolvendo críticas sobre a Corte começou em março. Ao anunciar a abertura do inquérito, no dia 14 de março, Toffoli referiu-se à veiculação de “notícias falsas (fake news)” que atingem a honorabilidade e a segurança do STF, de seus membros e parentes. Segundo ele, a decisão pela abertura está amparada no regimento interno da Corte.

Em seguida, o ministro Alexandre de Moraes, que foi nomeado por Toffoli como relator do inquérito, determinou a retirada de reportagens da revista Crusoé e do site O Antagonista que citavam o presidente da Corte, Dias Toffoli.

Moraes autorizou a Polícia Federal a realizar buscas e apreensões contra quatro pessoas, entre elas, o candidato ao governo do Distrito Federal nas últimas eleições, o general de Exército Paulo Chagas (PRP).

Posteriormente, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, arquivou o inquérito, mas Moraes rejeitou a medida.

Apesar de a procuradora entender que o arquivamento é um procedimento próprio da PGR e irrecusável, Moraes tomou a manifestação como uma solicitação e entendeu que a medida precisa ser homologada pelo STF.

(Agência Brasil)

Bolsonaro cancela viagem a Nova York

120 1

O presidente Jair Bolsonaro cancelou a ida a Nova York, nos Estados Unidos, onde participaria de evento em que seria homenageado como “Personalidade do Ano de 2019”. A homenagem foi proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA. A viagem estava prevista para este mês. Com a decisão, o presidente também cancelou agenda em Miami.

Em nota, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, diz que Bolsonaro agradece a homenagem proposta. “Entretanto, em face da resistência e dos ataques deliberados do prefeito de Nova York [Bill de Blasio] e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações o evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade”, destaca o porta-voz.

(Agência Brasil)

Heitor cobra repasse aos hospitaos credenciados pelo Estado

O deputado estadual Heitor Férrer cobrou nesta sexta-feira (3) o repasse por parte do Governo do Estado aos hospitais credenciados ao Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará (ISSEC)

Segundo o documento expedido pela Associação dos Hospitais, o repasse não é feito desde o fim do ano passado e os médicos não recebem salários desde outubro último.

Produtor rural que quer isenção de ICMS na conta de energia deve se cadastrar até 31 de maio

A Secretaria da Fazenda prorrogou, até o dia 31 de maio, o prazo para que o produtor rural compareça a uma unidade de atendimento da concessionária Enel Distribuição Ceará e comprove que exerce atividade de agricultura, pecuária ou aquicultura. A medida é necessária para que o Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) não incida sobre a fatura de energia elétrica.

O adiamento atende a um pleito da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece) e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec). A prorrogação do prazo considerou a baixa adesão de produtores rurais.

A Enel informou que, dos 550 mil clientes da classe rural que a empresa possui, apenas 27% haviam se cadastrado até a última terça-feira, data em que terminou o prazo, de acordo com o Decreto n◦ 32.847, publicado em 31 de outubro de 2018.

A norma determinou um prazo de 60 dias, a contar da data da publicação, para que a Enel encaminhasse aos consumidores da classe rural um formulário para a confirmação de dados cadastrais. Logo após, começou a contar um prazo de 120 dias para que o cliente comprovasse sua condição de produtor rural e efetuasse o cadastramento.

Outra medida: consumidores da classe rural, pertencentes à subclasse residencial rural, com média de consumo abaixo de 140 KW nos últimos 12 meses, não precisarão mais realizar o cadastro. As novas medidas alinhadas durante o encontro constarão em um novo decreto, a ser publicado em breve. Quem não realizar o cadastramento será tributado pelo ICMS, podendo arcar com contas pelo menos 37% mais caras”.

SERVIÇO

*Documentação necessária:
· Formulário, devidamente preenchido e assinado;
· Registro ou cadastro do titular da unidade consumidora junto a secretarias, institutos, federações e sindicatos listados no formulário;
· Pessoa física: apresentar também um documento oficial com foto e o CPF;
· Pessoa jurídica: apresentar também o cartão de CNPJ atualizado e o contrato, Estatuto Social e demais aditivos.

*Onde entregar os documentos:
. Lojas de atendimento da Enel.

(Foto – Divulgação)

Cláudia Raia é uma das atrações do 12º Encontro de Mulheres Pague Menos

No 12º Encontro de Mulheres Pague Menos, que ocorrerá de 16 a 19 de maio, no Centro de Eventos, entre as atrações confirmadas está a atriz Cláudia Raia.

Ela vai falar e se apresentar no dia 18, depois do comentarista de boas práticas de saúde da Rede CBN, Márcio Atalla, e antes do show da cantora Fafá de Belém.

Cláudia Raia, a dama dos musicais brasileiros, além de estar fazendo sucesso na novela global das 7h30min, “Verão 90”, integra o júri do quadro “Show dos Famosos”, do Domingão do Faustão.

(Foto – Reprodução de TV)

Prefeito Roberto Cláudio lança neste sábado a sétima edição do Academia do Enem

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai abrir neste sábado, a partir das 12 horas, no Ginásio Paulo Sarasate, o programa Academia Enem 2019. A ação também marcará o lançamento do Projeto Juventude Sem Fronteiras 2019. O Programa, que chega à sétima edição este ano e já beneficiou mais de 70 mil pessoas, visa auxiliar os estudantes, prioritariamente da rede pública, no ingresso ao ensino superior, por intermédio de aulas preparatórias para o Enem.

Nesta edição, o Academia Enem contará com 30 encontros, que acontecerão sempre aos fins de semana. O programa ofertará ainda dois simulados, que tem o intuito familiarizar os jovens com o modelo da prova do Enem e preparar ainda mais os alunos para o certame.

Dentro da programação, haverá a apresentação musical do Bloco Café Preto, seguida por uma palestra sobre “Técnica de Estudo e Aprendizagem” e uma aula sobre redação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Já no domingo (05/05), acontecerão aulas de Geografia, Química e História.

Todos os anos, os estudantes recebem fardamento, lanche, material didático e vale-transporte. O curso é gratuito e basta que o jovem que realizou inscrição, por meio do formulário eletrônico, esteja cursando ou tenha concluído o ensino médio.

Sem Fronteiras

Em 2018, a Prefeitura selecionou 100 alunos do programa Academia Enem (AE) para um intercâmbio de oito semanas, com todas as despesas pagas e uma ajuda de custo, na Inglaterra (Liverpool e Manchester) e na Espanha (Salamanca e Valência). Foram ofertadas o dobro de vagas (100 só para 2017) por edição do programa Academia Enem, adianta a assessoria de imprensa da Prefeitura de Fortaleza.

(Foto – Divulgação)