Blog do Eliomar

Últimos posts

XIII Bienal do Livro – Escritor Raymundo Netto lança novo livro de crônicas

“Quando o Amor é de Graça!” é o mais novo livro de crônicas do escritor Raymundo Netto.

Será lançado neste sábado, a partir das 16 horas, no Espaço Natércia Campos da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, no Centro de Eventos.

Pela Editora Demócrito Dummar.

“Para mim, no momento desse “parto” tão esperado, é muito importante a presença de meus amigos e de minhas amigas”, diz o autor, um dos talentos da literatura cearense.

Agronegócio brasileiro teme boicote europeu por causa de queimadas na Amazônia

Da Coluna DF, do jornal Correio Braziliense desta sexta-feira:

A intenção do presidente francês, Emmanuel Macron, de levar a discussão das queimadas na Amazônia para o G7, que reúne as maiores economias do mundo, acendeu o pisca alerta do agronegócio e de alguns embaixadores brasileiros. O setor, que hoje move o Brasil, aguarda ansiosamente os acordos com a União Europeia e com a EFTA (Associação Europeia de Livre Comércio), formada por países que não fazem parte da UE.

O receio é de que produtores europeus, temerosos com a entrada dos produtos brasileiros, usem os incêndios na Amazônia como forma de tentar dificultar os acordos comerciais entre os europeus e o Mercosul. Por aqui, é consenso que o Brasil hoje não tem saúde econômica para comprar brigas internacionais e, se desequilibrar a saúde do agronegócio, ficará pior.

De volta aos anos 1990…

Embaixadores experientes que viveram de perto a agenda negativa que o Brasil enfrentou no cenário internacional nos anos 1990 sobre o desmatamento na Amazônia começam a se preparar para repetir a dose. Naquele período, foi feito um grande esforço da diplomacia brasileira para mostrar que o Brasil cuidava das suas mazelas, a começar pela Eco-92.

… e muito mais grave

Naquele período, porém, não havia fake news nem redes sociais para disseminar com tanta rapidez os protestos pelo mundo afora. Agora, o desafio para reverter o desgaste da imagem será muito maior. Há quem receie que a campanha internacional será pequena para levar o país a retomar o protagonismo no setor ambiental.

(Foto de Satélite)

Secretaria do Esporte e Juventude divulga resultado final dos projetos que ganharão incentivo

A Secretaria do Esporte e Juventude do Ceará divulgou o resultado definitivo dos projetos analisados no II Edital de Projetos Desportivos e Paradesportivos – Incentivo ao Esporte Cearense, referente à Lei Estadual de Incentivo ao Esporte. O resultado saiu publicado no Diáro Oficial do Estado do dia 21 de agosto.

Segundo a assessoria de imprensa da pasta, os proponentes com projetos aprovados devem receber o Certificado de Aprovação de Projeto – CAP na Sejuv (Avenida Alberto Craveiro, Nº 2775, Castelão – Fortaleza), das 8 às 17 horas.

Com o CAP, os proponentes estarão autorizados a captar recursos, tendo um prazo de 180 (cento e oitenta) dias, contados a partir da publicação do resultado.

Com esse resultado, fica encerrado o processo de análise dos projetos inscritos no II Edital da Lei de Incentivo a Esporte do Ceará.

SERVIÇO

*Clique para acessar o resultado aqui.

Governo pode mandar Exército combater queimadas na Amazônia

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (23) que estuda enviar o Exército para combater as queimadas na Amazônia por meio de uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Segundo ele, a decisão será tomada ainda nesta manhã. “É uma tendência [determinar uma GLO]. A tendência é essa, a gente fecha agora de manhã”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada.

De acordo com Bolsonaro, ontem (23) houve uma reunião para tratar do assunto. “O que tiver ao nosso alcance nós faremos. O problema é recurso”, ressaltou.

Em despacho publicado ontem em edição extra do Diário Oficial da União, o presidente determina que todos os ministérios, de acordo com suas competências, adotem “medidas necessárias ao levantamento e combate a focos de incêndio na região da Amazônia Legal para a preservação e a defesa da Floresta Amazônica, patrimônio nacional”.

Realizadas exclusivamente por ordem expressa da Presidência da República, as missões de GLO ocorrem nos casos em que há o esgotamento das forças tradicionais de segurança pública. Nessas ações, as Forças Armadas agem por tempo limitado, com o objetivo de preservar a ordem pública, a integridade da população e garantir o funcionamento regular das instituições.

(Agência Brasil)

CDL lança nesta segunda-feira a X Fortaleza Liquida

Assis Cavalcante preside a CDL e Freitas Cordeiro, a FCDL.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza, Assis Cavalcante, vai lançar, às 8 horas da próxima segunda-feira, em clima de café da manhã, na sede da entidade, a campanha Fortaleza Liquida 2019.

Na ocasião,ele apresentará todos os detalhes da 10ª edição da campanha aos diretores da CDL, patrocinadores e imprensa.

Nessa campanha, que acontecerá de 30 de agosto a 9 de setembro, serão sorteados uma moto Honda, um Toyota Corolla e três caminhões de prêmios, além de vales-compra no valor de R$ 1 mil para a clientela.

(Foto – CDL)

Flamengo vai enfrentar o Ceará com parte do time reserva

273 2

O atacante Gabigol não está na relação.

De olho na partida contra o Internacional, quarta-feira próxima, em Porto Alegre (RS), na volta das quartas e final da Libertadores, o Flamengo deve entrar com um time quase todo reserva neste domingo contra o Ceará, às 19 horas, na Arena Castelão. A informação é do Jornal Extra.

O Rubro-Negro, vice-líder do Brasileirão, está com 30 pontos (Santos tem 32). Jorge Jesus, o técnico, indicou que trocará quatro ou cinco peças, mas há discussão sobre a necessidade de poupar mais jogadores em função da diferença de clima entre Fortaleza a Porto Alegre.

O Mengão tem voo previsto para a Capital cearense neste sábado.

Mudanças

O atacante Gabigol e o meia Arrascaeta, que foram dúvida para o confronto de quarta-feira passada, devem ficar fora.

O primeiro só jogou porque não se queixou mais de dores musculares na coxa direita. Gabigol concentrou, treinou no dia da partida e, mesmo fora da relação, foi lançado na partida. Já o uruguaio teve uma gastroenterite e foi substituído no intervalo.

Como não terá Willian Arão, suspenso para o compromisso em Porto Alegre, o volante deverá ser um dos titulares em campo contra o Ceará. Há dúvida se Cuéllar seguirá com o grupo para os dois jogos, pois está com a venda encaminhada para o Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Na ausência de Arão, contra o Inter, o técnico Jorge Jesus tem a opção de recuar Gerson ou escalar Piris da Motta ao lado de Cuéllar.

O Flamengo viajará na segunda-feira, direto de Fortaleza para Porto Alegre em voo fretado. Ficará em um resort isolado em Viamão (RS).

Se passar do Internacional, o Rubro-Negro pegará Grêmio ou Palmeiras na semifinal.

(Foto – Fox Sports)

Assembleia Legislativa deve ganhar Frente em Defesa da Primeira Infância

O deputado estadual Queiroz Filho (PDT) quer instalar na Assembleia Legislativa uma frente parlamentar em defesa e promoção da Primeira Infância. O objetivo é reforçar políticas públicas na área.

“A fase inicial da vida do ser humano, do zero aos seis anos, é a etapa mais rica para o aprendizado e a formação do cidadão. É cientificamente comprovado que um acompanhamento durante esse período pode afastar situações de vulnerabilidade. Tenho a certeza que, com essa quantidade de pessoas abraçando a causa, estaremos construindo um futuro melhor e com mais oportunidades para nossas crianças”, disse Queiroz.

Após criada, a frente parlamentar tem como objetivo a articulação com o Fórum de Defesa da Criança e do Adolescente e outras organizações da sociedade civil, com os Conselhos de Direitos e os Conselhos Tutelares para definir prioridades nas políticas públicas e nas emendas ao orçamento público, receber e apurar casos de denúncia de violações e encaminhá-los às instâncias responsáveis, entre outras finalidades.

Prefeito Roberto Cláudio abre a III Conferência Municipal da Habitação

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), vai abrir, às 18 horas desta sexta-feira, a III Conferência Municipal de Habitação. O evento, que se estenderá até sábado, discutirá os desafios e perspectivas da política habitacional em Fortaleza e ocorrerá na Escola Superior do Parlamento Cearense (Unipace/Assembleia Legislativa).

Com o tema “Planejamento urbano participativo da política habitacional”, a Conferência de Habitação será debatida com base em cinco eixos. No primeiro, a ideia é discutir sobre a Implantação do Plano Local de Habitação de Interesse social (PLHIS) e no segundo, o Plano Diretor Participativo e Habitação será a temática.

Já o terceiro eixo vai abordar o Financiamento da Política Habitacional e o Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social e quarto debaterá as Zonas Especiais de Interesse Social (Zeis), Regularização Fundiária e vazios urbanos. Por fim, o quinto eixo tratará sobre Comissões de Conflitos Fundiários em Fortaleza e no Brasil.

Confira a programação

DIA 23/08 (sexta-feira)

15h às 18h – Credenciamento Geral dos Delegados (as)

17h – Apresentação artística

17h às 17h30 – Acolhimento e lanche

17h30 às 18h – Solenidade de Abertura

18h às 19h30 – Credenciamento dos Suplentes

18h às 19h30 – Palestra magna

19h30 às 21h – Leitura e aprovação do Regimento Interno

DIA 24/08 (sábado)

8h às 11h00 – Exposição dos Eixos Temáticos (1º andar)

EIXO 1 – Implementação do Plano Local de Habitação de Interesse Social (PLHIS)

EIXO 2 – Plano Diretor Participativo e Habitação

EIXO 3 – Financiamento da Política Habitacional e o Fundo Municipal de Habitação

EIXO 4 – ZEIS, Regularização Fundiária e Vazios Urbanos

EIXO 5 – Conflitos fundiários de Fortaleza

11h00 às 12h – Votação e sistematização das 5 propostas prioritárias de cada grupo.

12h às 13h – Intervalo para almoço (térreo)

13h30 às 14h30 – Divisão por segmento para eleição do Conselho Municipal de Habitação Popular (COMHAP)

14h30 às 16h – Apresentação e aprovação dos eixos temáticos

16h30 às 17h – Apresentação e aprovação dos membros do COMHAP para o triênio 2019/2022.

SERVIÇO

*Escola Superior do Parlamento Cearense – Rua Barbosa de Freitas, 2674, anexo 2 – Dionísio Torres/Assembleia Legislativa.

(Foto – Arquivo)

Seminário vai debater financiamento da educação

O Sindicato Apeoc promove nesta sexta-feira, a partir das 14 horas, no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, o Seminário sobre Financiamento da Educação.

Estão como convidados os deputados federais Idilvan Alencar e JHC, de Alagoas, o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Inácio Arruda, o presidente da OAB do Ceará, Erinaldo Dantas, o presidente nacional da UBES, Pedro Gorki, e o presidente do Sindicato Apeoc, Anizio Melo.

*Durante o encontro, teremos a oportunidade de debater a aprovação do Novo Fundeb, a regulamentação da Lei dos Royalties e a defesa dos precatórios do Fundef para a valorização da educação e de seus profissionais”, informa Anízio Melo.

DETALHE – O ato vai contar com outro evento: a filiação de Anízio Melo ao PCdoB. Ele já se desfiliou semana passada do PT.

(Foto – Arquivo)

Para Macron, é tarde demais para novo acordo do Brexit

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson viajou a Paris nessa quinta-feira para se reunir com o presidente francês, Emmanuel Macron, e tentar convencê-lo a aceitar a reabertura das negociações entre Reino Unido e União Europeia (UE) sobre o Brexit.

No dia anterior, Johnson se encontrou com a chanceler federal alemã, Angela Merkel, em Berlim, na primeira escala de sua “ofensiva de charme” para tentar convencer os líderes europeus a fazer concessões quanto ao plano arduamente negociado pela antecessora de Johnson, a ex-primeira-ministra Theresa May para a saída do Reino Unido da UE.

Ele disse ter se sentido “poderosamente encorajado” após a conversa com a chanceler, que sugeriu que uma solução ainda poderia ser encontrada nos próximos 30 dias.

Entretanto, em Paris, os líderes britânico e francês apresentaram posições bastante antagônicas sobre a possibilidade de um acordo.
Ao lado de Macron, a quem chamou intimamente pelo primeiro nome, o britânico exaltou as relações entre os dois países e reforçou que o Reino Unido quer um acordo com a UE, mas ressaltou que seu dever é fazer a vontade do povo de seu país, que, por margem apertada, optou pelo Brexit no referendo de 2016.

“Como você mesmo destacou, Emmanuel, é vital para a confiança na política que, se você teve um referendo, deve então agir sob a instrução dos eleitores. E é por isso que nós temos que sair [da UE] no dia 31 de outubro, com ou sem um acordo”, disse Johnson.
“A partir daí, poderemos avançar em nosso relacionamento. Concordo com você incondicionalmente, Emmanuel, este é um relacionamento bastante extraordinário”, completou.

Um dos pontos de discórdia é o chamado backstop, que Macron disse considerar indispensável. Esse mecanismo estabelecido pela UE visa evitar uma nova imposição de uma “fronteira rígida” entre a Irlanda, membro do bloco europeu, e a Irlanda do Norte, parte do Reino Unido.

A intenção é manter uma fronteira aberta caso Londres e Bruxelas não cheguem a um acordo comercial pós-Brexit. A medida implicaria a manutenção de uma relação estreita entre Londres e o bloco europeu, por um prazo indefinido.

Após o encontro com Merkel, o premiê britânico ressaltou que não pode aceitar o backstop previsto no acordo atual, que segundo ele, além de dividir o Reino Unido, ainda prenderia Londres a “acordos regulatórios e comerciais da UE, sem ter voz sobre esses assuntos”.

Macron disse concordar com Merkel que “algo inteligente” possa ser feito nos próximos 30 dias. Entretanto, o líder francês deixou claro que o backstop não é apenas uma medida técnica, mas sim, algo indispensável para “preservar a estabilidade na Irlanda e pela integridade do mercado único”.

O francês defendeu as cláusulas que visam manter aberta a única fronteira física entre o Reino Unido e a UE, nos limites entre as duas Irlandas. “Temos de respeitar o que foi negociado”, disse Macron, reiterando o que Bruxelas já vem afirmando há meses. Johnson, por sua vez, afirma que essas disposições não são necessárias.

Uma solução dentro de 30 dias apenas será possível se “houver boa vontade de ambos os lados”, disse o francês. Ele observou, porém, que não será possível, nesse período de tempo, chegar a um acordo amplamente diferente.

“Quero ser muito claro: no próximo mês, não vamos encontrar um novo acordo de saída que se afaste muito do original”, disse Macron.

(Agência Brasil)

Guilherme Boulos participa do Debates do POVO desta sexta-feira

103 2

Guilherme Boulos durante evento em Sobral.

Nesta sexta-feira, a partir das 11 horas, o ex-candidato a presidente da República pelo PSOL, Guilherme Boulos, participará do programa Debates do POVO, da Rádio O POVO/CBN. Ele será sabatinado sobre o cenário político do País.

Boulos cumpre agenda no Ceará desde quinta quando, participando da I Semana de Direitos Humanos Dandara dos Santos, promoção do IFC que, no entanto, vetou seus espaços pós-ordem do MEC, esteve em Canindé e Sobral.

Na programação, haverá um ato nos jardins da reitoria da UFC, a partir das 18 horas, no qual ele está como convidado.

DETALHE – A UFC já tem como reitor Cândido Albuquerque, aliado de Bolsonaro, empossa nessa noite de quinta-feira, em Brasília.

(Foto – Divulgação)

Pesquisa Veja/FSB – Numa disputa com a esquerda, Bolsonaro é mais forte que Moro

O presidente Jair Bolsonaro vence em todas as simulações que testam seu nome para 2022, aponta pesquisa Veja/FSB dedicada aos cenários para eleição presidencial. É o que informa a Veja Online nesta sexta-feira.

Bolsonaro tem 35% das preferências no primeiro turno em relação a Fernando Haddad (PT, 17%), Ciro Gomes (PDT, 11%), Luciano Huck (sem partido, 11%), João Amoêdo (Novo, 5%) e João Doria (PSDB, 3%).

O resultado reflete o chamado “recall” da recente disputa eleitoral — os três mais bem colocados no primeiro turno de 2018 ocupam, na mesma ordem, as primeiras posições no levantamento. “O presidente está ganhando o terceiro turno. Bolsonaro alimenta relações políticas turbulentas enquanto mantém um casamento estável com seu eleitorado”, diz o cientista político Antonio Lavareda.

Um nome que poderia ofuscá-lo como candidato da situação a 2022, o ministro Sergio Moro, aparece bem no cenário em que substitui o presidente, liderando com 27%. Apesar disso, não repete o desempenho do chefe, ficando 8 pontos abaixo — e perdendo para o somatório de votos de candidatos mais à esquerda, como Fernando Haddad (18%) e Ciro Gomes (13%).

(Foto -PR)

Presidente do TJCE anuncia R$ 6,3 milhões de investimentos em 13 comarcas do Interior

Um investimento de R$ 6,3 milhões. Eis o que o presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Washington Araújo, anunciará, nesta sexta-feira, para as 13 comarcas do Interior do Estado que fazem parte da 9ª Zona Judiciária (sediada em Crateús). No pacote, injeção financeira para obras de infraestrutura e tecnologia.

O anuncio ocorrerá em Crateús, onde o presidente do TJCE, que é piauiense, também deverá receber título de cidadania no município.

Na oportunidade, o desembargador também ouvirá demandas de magistrados e servidores, e explicará sobre os projetos que estão sendo levados às unidades judiciárias para aperfeiçoar as condições de trabalho e aumentar a produtividade. Além disso, falará sobre o programa “Servidor +”, que objetiva valorizar todos os colaboradores da Justiça, fazendo com que sintam essenciais à atual Gestão.

Beneficiados

O investimento de R$ 6,3 milhões será destinado para as seguintes comarcas: Crateús (sede), Hidrolândia, Independência, Ipueiras, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Novo Oriente, Santa Quitéria, Tamboril, Ararendá, Ipaporanga, Poranga e Catunda.

Entre as melhorias, estão a substituição de 40 computadores e 90 aparelhos de ar-condicionado. As Comarcas de Ipueiras e Novo Oriente receberão reforma das cobertas e modernização das instalações prediais e de acessibilidade. Está em andamento a reforma na área de segurança, com a elevação de muros e instalação de concertina nas dependências do Fórum de Novo Oriente. Já a Comarca de Santa Quitéria receberá novo prédio.

(Foto – TJCE)

Amazônia brasileira está segura, garante Mourão

131 2

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, se manifestou, nessa noite de quinta-feira (22), sobre os incêndios florestais na Amazônia e disse que a região está segura. Em uma postagem no Twitter, ele atribuiu as queimadas ao período de seca.

“A Amazônia brasileira está segura! Lá morei e sei que incêndios são episódicos em período de seca”, escreveu. Na postagem, Mourão criticou o que chamou de uma tentativa de transformar o problema em uma crise internacional. “Transformá-los em crise, esquecendo as tragédias que o fogo causou nos EUA e Europa, é má-fé de quem não sabe que os pulmões do mundo são os oceanos, não a Amazônia”, acrescentou.

Mais cedo, também pelo Twitter, o presidente da França, Emmanuel Macron, se posicionou sobre as queimadas na Amazônia, classificando o problema como uma “crise internacional” e pedindo que os líderes do G7 tratem urgentemente do tema. Em resposta, o presidente Jair Bolsonaro rebateu o líder francês, também pela rede social dizendo que Macron busca “instrumentalizar uma questão interna” dos países amazônicos “para ganhos políticos pessoais”.

O próximo encontro do G7, que reúne os presidentes de EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Canadá e Japão, ocorrerá neste fim de semana, em Biarritz. O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, também afirmou nesta quinta-feira que está “profundamente preocupado” com os incêndios na Floresta Amazônica.

(Agência Brasil)

Bolsonaro convoca ministros para discutir queimadas na Amazônia

235 2

O presidente Jair Bolsonaro finalmente se mexeu para colocar o governo a socorrer a Amazônia.

Segundo a Veja Online, depois de despachar para que todos os ministérios com alguma função na área elaborem soluções, ele mandou Ricardo Salles (Meio Ambiente) reunir dados sobre as queimadas.

O que ele quer com isso?

O Planalto vai investir na versão de que existe pouco fogo e muito sensacionalismo no caso. Como se vê, a crise vai longe…

(Foto – Agência Brasil)

A universidade é patrimônio da sociedade, diz Cândido Albuquerque na posse em Brasília

201 3

Ao colocar a universidade como “patrimônio da sociedade” e o saber como único caminho para que o país possa sair da atual crise, o professor Cândido Albuquerque tomou posse como reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), na noite dessa quinta-feira (22), em Brasília, em solenidade comandada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

“A defesa da universidade é um ponto que nós não poderemos negociar. Ela é um patrimônio da sociedade, precisa estar mais próxima da sociedade. Vivemos um momento difícil. Cortes estão havendo em todas as áreas e o país só vai sair da crise através da universidade, do saber”, disse o novo reitor, anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro na segunda-feira (19).

O ato contou com a presença do vice-reitor, o médico Glauco Lobo, e de parlamentares como Jaziel Pereira (PL), deputado federal, e sua mulher, a deputada estadual Dra. Silvana (PL).

Enquanto Cândido tomava posse em Brasília, em Fortaleza se registrava mais um protesto da comunidade universitária contra sua nomeação. Ele foi o terceiro na consulta ao meio universitário e segundo na lista do Conselho Universitário. O primeiro foi o vice-reior Custódio Almeida.

(Foto – Divulgação)

Fonesa defende agropecuária nordestina em encontro com governadores

A vice-presidente do Fórum Nacional de Executores da Sanidade Agropecuária, (Fonesa), Vilma Freire, também presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri-CE), defendeu durante o encontro dos governadores do Nordeste, em Teresina, o fortalecimento do sistema da defesa da agropecuária nordestina.

“Enquanto vice-presidente do Fórum Nacional de Executores da Sanidade Agropecuária, apresentei aos governadores do Nordeste, durante reunião do Consórcio do Nordeste, uma carta preparada por todos os gestores da defesa agropecuária da Região. O documento reúne pontos importantes com reivindicações que venham garantir a eficiência e o fortalecimento do sistema da defesa agropecuária nordestina”, disse a gestora.

O Consórcio do Nordeste elaborou um planejamento estratégico para a captação de investimentos internacionais para projetos nas áreas de Educação, Turismo, Meio Ambiente, Energia, Saúde, Tecnologia, Segurança Hídrica e Segurança Pública.

(Fotos: Divulgação)