Blog do Eliomar

Últimos posts

Ex-presidente do Conselho Regional de Odontologia morre nesta quarta-feira

O ex-presidente do Conselho Regional de Odontologia (CRO), Alcides Feitosa, morreu nesta quarta-feira por complicações cardíacas. Ele estava em tratamento de rins e coração no Hospital da Unimed.

Alcides Filho foi presidente do CRO no período de 1986 a 1990. O velório está sendo realizado na funerária Ethernus. O sepultamento será nesta quinta-feira (4), às 10h, no cemitério Jardim Metropolitano, no Quarto Anel Viário de Fortaleza.

(Foto: Arquivo)

Cai número de reclamações dos serviços de telecomunicações no País

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou redução de 18,8% no número de reclamações de usuários de serviços de telecomunicações em 12 meses. Em agosto de 2018, foram registradas 250,6 mil reclamações de usuários contra as prestadoras dos principais serviços de telecomunicações, 58 mil a menos do que o registrado no mesmo mês do ano passado (308,6 mil).

Os números divulgados hoje (3) pela Anatel mostram também que os principais serviços de telecomunicações apresentaram redução nos últimos 12 meses. Em termos percentuais, a maior redução foi apurada no segmento de TV por assinatura que registrou queda de 24,2% nas reclamações.

A telefonia fixa vem em seguida com redução de 21,7% nas queixas. Depois vem o serviço de telefonia móvel, que registrou redução de 18,8%, e banda larga fixa (-9,7%).

De acordo com a Anatel, a maioria das reclamações no serviço de telefonia móvel pós-paga foram relativas à cobrança indevida, que somaram 47,2% das queixas. Ofertas e promoções totalizaram 10% e qualidade e funcionamento, 9,7%.

Já em relação ao serviço de telefonia móvel pré-pago, as principais reclamações (39%) se referiram a créditos pré-pagos; seguido de ofertas e promoções, com 19,4% das reclamações e de qualidade e funcionamento, que somaram 13,6% das reclamações.

Em relação ao serviço de telefonia fixa, a maioria das queixas foi ocasionada principalmente por problemas na cobrança que somaram 42% do total. As queixas relativas a qualidade e ao funcionamento do serviço ficaram com 17,9%, e as reclamações sobre o cancelamento do serviço que somaram 10,1%.

As reclamações contra prestadoras de banda larga fixa em agosto de 2018 recaíram, principalmente, na qualidade e no funcionamento do serviço com 41,8% das queixas. Em seguida vem problemas na cobrança, com 26,2%, e no cancelamento do serviço que somou (7,7%). Já na TV por assinatura, a maioria das reclamações foi motivada por questões de cobrança que somaram 50,6%, de ofertas e promoções com 9,6% e de cancelamento que ficou com 9% das queixas.

Segundo a agência, todos os estados brasileiros e o Distrito Federal apresentaram diminuição no número de reclamações registradas na Anatel na comparação entre agosto de 2018 e o mesmo mês do ano passado. As cinco maiores reduções proporcionais ocorreram nos estados de Rondônia que registrou queda de 32,4%; Mato Grosso que apresentou redução de 30,6%; Tocantins com queda de 30%; Pernambuco com redução de 27,3%, e Rio de Janeiro que registrou queda de 27% nas reclamações.

(Agência Brasil)

Coordenador da campanha e Alcklmin, Irmão de Tasso faz doação para candidatos do DEM

Irmão de Tasso Jereissati (PSDB-CE), que coordena a campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência, o empresário Carlos Jereissati doou R$ 300 mil para a campanha a deputado federal de Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

Segundo informa a Veja Online, Onix é um dos principais articuladores da candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) dentro do Congresso Nacional.

Não foi só.

Jereissati também contribuiu com R$ 100 mil para a campanha a deputado estadual de Rodrigo Lorenzoni (DEM-RS), filho de Onyx.

(Foto – Forbes Brasil)

Ibope – Bolsonaro lidera e Haddad vem em segundo; Ciro derrota Bolsonaro no segundo turno

Saiu do forno mais uma pesquisa do Ibope sobre a disputa pela presidência da República. Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 32% de intenções de voto, um ponto a mais do que marcou na última pesquisa, enquanto Fernando Haddad (PT), que avançou dois pontos, continua na segunda colocação com 23%.

Ciro Gomes (PDT) marcou 10% e Geraldo Alckmin (PSDB) ficou com 7%. Já Marina Silva (Rede) não saiu dos 4%.

Veja os números:

Jair Bolsonaro (PSL): 32%

Fernando Haddad (PT): 23%

Ciro Gomes (PDT): 10%

Geraldo Alckmin (PSDB): 7%

Marina Silva (Rede): 4%

João Amoêdo (Novo): 2%

Henrique Meirelles (MDB): 2%

Alvaro Dias (Podemos): 1%

Cabo Daciolo (Patriota): 1%

Guilherme Boulos (PSOL): 0

Vera Lúcia (PSTU): 0

João Goulart Filho (PPL): 0

Eymael (DC): 0

Brancos e nulos: 11%

Não sabem/não responderam: 6%

Segundo turno

Ciro Gomes vence Bolsonaro com a maior folga: 46% contra 39%.

Haddad tem 43% contra 41% de Bolsonaro. Alckmin registra empate técnico: 41% a 40%.

O candidato do PSL só vence no segundo turno Marina Silva: 43% x 39%.

DETALHE – A pesquisa ouviu 3.010 eleitores entre os dias 1º e 2 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Registro no TSE: BR-08245/2018.

Tasso diz em São Benedito que está “raro” encontrar lideranças honradas na política do Ceará

O senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmou, nesta quarta-feira, que “é preciso resgatar a dignidade do Ceará”. Ele falou durante ato de campanha visita ao município de São Benedito (Região da Ibiapaba), ao lado do candidato ao governo, o General Theophilo.

“Está ficando cada vez mais raro e difícil encontrar na política do Brasil, no Ceará especialmente, lideranças que sejam honradas e de ficha limpa. A minha missão, neste momento, é fazer um projeto de renovação nesta política que está atrasada, comprometida com o passado e trazendo, talvez, um dos piores momentos da história do Ceará com a questão da segurança”, discursou Jereissati.

A agenda da tarde da comitiva contempla ainda visita ao município de Tianguá com carreata.

(Foto – Dvulgação)

Eleitor poderá acompanhar a apuração do pleito presidencial também pelo Twitter

Mais uma novidade nas eleições deste ano.

O Tribunal Superior Eleitoral vai lançar neste ano um serviço de apuração das eleições presidenciais pelo Twitter, informa o jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

Por meio da hashtag #ResultadoTSE, o eleitor poderá acompanhar a evolução dos votos totalizados. ´Tweets atualizados serão enviados de 30 em 30 minutos.

Eleições 2018 – Tropa do Exército que atuará no Ceará faz últimos preparativos na sexta-feira

Os militares do Exército Brasileiro que vão atuar nas eleições no Ceará participarão, às 8h30min de sexta-feira, no 23º Batalhão de Caçadores, em Fortaleza, de um apronto operacional para verificar as condições de pessoal e de material. O efetivo que será mobilizado no Ceará, mais precisamente em cinco municípios, é de aproximadamente 3.100 homens.

O Comandante da 10ª Região Militar, general de divisão Fernando José Soares da Cunha Matos, participa do ato. O objetivo é transmitir à tropa orientações.contribuir para que a votação e a apuração ocorram em clima de tranquilidade.

A atuação do Exército no Ceará será apoiada por tropas de Salvador, Petrolina, Garanhuns e Recife. Além de Fortaleza, essas tropas federais reforçarão a segurança em Caucaia, Sobral, Maracanaú e Juazeiro do Norte.

(Foto -Agência Brasil)

Cliente que comprou apartamento e não recebeu será indenizado com R$ 80,1 mil

Uma mulher conseguiu na Justiça o direito de ser ressarcida com a quantia de R$ 65.190,41, valor pago como entrada de um apartamento que não foi entregue. Ela também será indenizada moralmente com o montante de R$ 15 mil. A decisão, proferida nesta quarta-feira (03/10), é da 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que manteve a sentença de 1º Grau. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

De acordo com a relatora, desembargadora Maria Vilauba Fausto Lopes, “trata-se de responsabilidade objetiva pela falha do serviço, fundada na teoria do risco do empreendimento, onde todo aquele que se dispõe a exercer alguma atividade no campo do fornecimento de bens e serviços, tem o dever de responder pelos fatos e vícios resultantes do empreendimento, independentemente de culpa”.

Conforme os autos, em agosto de 2012, a mulher negociou com Vivenda dos Girassóis Empreendimentos Imobiliários e a Porto Freire Engenharia e Incorporação contrato de compra e venda de imóvel, com prazo de entrega para março de 2015. Ela alega que pagou o valor de R$ 65.190,41 em prestações, mas o bem não foi entregue no prazo fixado. Sustenta ainda que as obras nem estavam em andamento, havendo inadimplência contratual.

Por isso, ingressou na Justiça requerendo a rescisão do contrato, devolução do valor pago, declaração de nulidade de qualquer cláusula que confere direitos somente às empresas e indenização material e moral.

Na contestação, as empresas afirmaram que o atraso na entrega do imóvel decorreu de força maior, pela greve na indústria da construção civil, que todas as cláusulas contratuais decorreram da autonomia da vontade, não havendo que se falar em nulidade, além da inexistência de danos.

Em abril de 2018, o Juízo da 3ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza rescindiu o contrato celebrado entre as partes e determinou a devolução do valor pago. As imobiliárias também foram condenadas a pagar a quantia de R$ 15 mil de indenização moral.

Inconformadas, as empresas interpuseram apelação (nº 0185553-22.2016.8.06.0001) no TJCE. Utilizaram os mesmos argumentos da contestação.

Ao julgar o processo, a 3ª Câmara de Direito Privado, por unanimidade, indeferiu o recurso das apelantes. “A falha na prestação do serviço restou inconteste nos autos, visto que as empresas requeridas teriam o dever de cumprir com os prazos previamente estipulados, contemplando, no curso da obra, todas as dificuldades que pudessem vir a encontrar (greve da construção civil, escassez de mão de obra, ausência de adesão ao empreendimento), o que, de fato, não aconteceu”, explicou a relatora.

(Foto – TJCE)

Creci do Ceará lança programa de renegociação para associados

A partir da próxima segunda-feira, entra em vigor o “Refis” do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis.

Os associado que quiser liquidar suas pendências, devem procurar a entidade. O Creci, com essa renegociação, promete abatimento de juros e multas e parcelamentos.

Quer, enfim, abater dívida acumulada de quase R$ 12 milhões em anuidades desde 2015.

SERVIÇO

*Para mais informações – 3231 6744.

Candidato ao Senado pelo PCO se define como “Dom Quixote” na disputa eleitoral

O Partido da Causa Operária (PCO) ficou sem candidato ao Governo do Ceará, pois o professor Mickaelton Carantino renunciou da disputa, embora tenha sido indeferido pela Justiça Eleitoral antes de tomar essa decisão.

Mesmo assim, o partido continua na peleja pelo voto por meio do seu candidato ao Senado, Alexandre Barroso, que entrou com recurso junto ao TSE e conseguiu estar na disputa.

Alexandre Barroso conversou com a reportagem do Blog, nesta quarta-feira, e falou de suas expectativas sobre o pleito. Ele se define como uma espécie de “Dom Quixote” nessa campanha, pois lutando contra os chamados poderosos.

Campanha Sorriso Largo de Criança vai distribuir brinquedos

A campanha solidária Sorriso Largo de Criança, que envolveu várias entidades da sociedade civil e recolheu brinquedos para crianças carentes de Fortaleza, chegou ao seu final.

Na próxima terça-feira, às 16 horas, no 23º Batalhão de Caçadores, haverá o ato de entrega de tudo o que foi arrecadado. Ocorrerá durante a formatura de mais uma tropa desse Batalhão.

SERVIÇO

*23º Batalhão de Caçadores (23 BC) – Avenida Treze de Maio.

(Foto – Ilustrativa)

Sine de Fortaleza oferece 530 vagas de trabalho

O Sine de Fortaleza, geridos pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE) em parceria com o Ministério do Trabalho, estão disponibilizando 530 vagas de trabalho, incluindo Pessoas com Deficiência (PcD). A informação é da assessoria da pasta.

Estão abertas 100 vagas para teleoperador, 100 vagas para selecionador de castanha de caju, 70 vagas para vendedor, 39 para costureira, 15 para atendente de lanchonete, 15 para telemarketing ativo, 14 para cozinheiro, além de vagas para para técnico de informática (10), operador de caixa (8), representante comercial (8), pedagogo (7), estoquista (6) repositor de supermercado (5), entre outras ocupações.

Os interessados devem comparecer em uma das unidades do Sine Municipal, localizadas nas sedes das Secretarias Regionais I, III e V, com RG, CPF, carteira de trabalho, comprovante de endereço, de escolaridade e de cursos realizados. Os currículos recebidos farão parte de um banco de dados para futuras vagas.

SERVIÇO

Sine Municipal I: avenida Bezerra de Menezes, 459 – Farias Brito.
Sine Municipal III: avenida Jovita Feitosa, 1264 – Parquelândia.
Sine Municipal V: avenida Augusto dos Anjos, 2466 – Siqueira.

*O atendimento nas unidades é realizado de segunda à sexta-feira, sempre das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

*Mais informações: (85) 3105-3712.

Ministro de Temer defende a Reforma da Previdência

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, defendeu hoje (3), durante almoço com ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o ajuste fiscal e a necessidade de reforma na Previdência Social. “Foi uma discussão mais macro sobre a situação econômica do país e a necessidade de reformas. Este foi o tema, a visão de por que o ajuste fiscal é importante, qual a relação entre o ajuste fiscal, crescimento e inflação, e a importância da continuidade desse processo de reformas”, disse Guardia, à saída do encontro.

Apesar de discutir os problemas nas contas do país, Guardia afirmou não ter conversado sobre o impacto fiscal do reajuste de 16,38% que os ministros do Supremo aprovaram recentemente nos próprios salários. Para o ministro da Fazenda, “não cabe ao Poder Executivo entrar no mérito da alocação do recurso do Poder Judiciário”.

Caso confirmado pelo Congresso, o reajuste pode gerar um efeito cascata sobre as contas públicas, uma vez que os vencimentos dos ministros do Supremo servem de teto salarial para todo o funcionalismo público.

Na reunião, Guardia defendeu ainda a necessidade de aprovação da reforma da Previdência, neste ou no próximo governo. “É um problema do país, não é um problema do próximo governo, o país tem um problema fiscal grave, que precisa ser resolvido, começando com a questão da Previdência”, disse. “O mais importante é você entender qual a natureza do problema, e não negar que o problema existe.”

Participaram do encontro, que foi fechado à imprensa, o presidente do STF, Dias Toffoli, e os ministros Edson Fachin, Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Marco Aurélio Mello e Luís Roberto Barroso.

Ao menos sete ações diretas de inconstitucionalidade que questionam a Emenda Constitucional 95/2016, sobre o teto de gastos, tramitam no Supremo. Todas são relatadas pela ministra Rosa Weber, que não participou da reunião com Eduardo Guardia.

(Agência Brasil)

Joãozinho do Cooperativismo dará palestra em Fortaleza

A solenidade de entrega do II Prêmio Cooperativismo Cearense de Jornalismo ocorrerá às 19 horas do próximo dia 25, Mareiro Hotel Beira Mar. O concurso visa a premiar as matérias, em seis categorias, que melhor retrataram o quanto a realidade de uma comunidade pode ser modificada pela atuação de uma cooperativa, e, assim difundir a importância do Cooperativismo no desenvolvimento econômico e social. É da responsabilidade do Sistema OCB-Sescoop-Ceará.

Na ocasião, haverá palestra de João Carlos Leite, o Joãozinho, fundador e atual presidente da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de São Roque de Minas Ltda (Saromcredi). Ele abordará o tema “Crescimento do setor produtivo passa por uma cooperativa e transforma realidades”.

Perfil

Joãozinho é engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal de Lavras e autor do livro “A Cidade Morria Devagar – o Romance de uma Cooperativa”, com mais de 600 palestras ministradas pelo país. É um grande divulgador do Cooperativismo de Crédito como Agente de Desenvolvimento Local. Tem ainda ações transformadoras na região da Serra da Canastra, como os Programas de Qualificação do Queijo e de Educação Cooperativista, Empreendedora e Financeira nas Escolas. João Carlos Leite participou de Missões Técnicas no Exterior relacionadas ao Cooperativismo de Crédito, de diversos cursos, treinamentos, fóruns e seminários sobre Cooperativismo, Sistema Financeiro Nacional, Gestão, Governança e Desenvolvimento Territorial.

SERVIÇO

* No Mareiro Hotel – Av. Beira Mar, 2380 – Meireles, Fortaleza.

(Foto – Divulgação)

Dia da Micro e Pequena Empresa será comemorado na sexta-feira

O País vai celebrar, nesta sexta-feira,  o Dia da Micro e Pequena Empresa. A data marca a aprovação do Estatuto da MPE, por meio da Lei No 9.841, de 1999, informa a assessoria de imprensa do Sebrae nacional.

Atualmente, cerca de 98,5% das empresas brasileiras são micro e pequenas empresas, ou seja, são 12 milhões de pequenos negócios. Eles são responsáveis por 54% de todos os empregos com carteira assinada do país, por 90% das vagas de empregos abertas no primeiro semestre de 2018, são, também, responsáveis pelo primeiro emprego de 750 mil jovens, pelo aumento do empreendedorismo feminino em 34% nos últimos anos e por 50% das oportunidades de renda nas favelas brasileiras.

A micro e pequena empresa é que vem garantindo o aumento da empregabilidade porque é ela que mais emprega, hoje, no país. E a tendência é que os pequenos negócios fechem 2018 com o maior volume de emprego dos últimos três anos, ou seja, 600 mil vagas.

Para 2019, de acordo com análises feitas pelo Sebrae, a partir de dados da Receita Federal, a expectativa é de que sejam criadas 1,5 milhão de novas empresas (considerando os microempreendedores individuais, as micro e pequenas empresas).

(Foto – Divulgação)

Em busca de vaga na Assembleia Legislativa, Acrísio Sena ganha apoio de um forte cabo eleitoral

O governador Camilo Santana (PT) gravou vídeo pedindo voto para o vereador Acrísio Sena (PT), que disputa para deputado estadual. Ele destaca qualidades do amigo e petista que, inclusive, ocupou a Assessoria de Acompanhamento dos Movimentos Sociais.

Esse organismo fazia a ponte entre os interesses do Palácio da Abolição e os pleitos das entidades da sociedade civil.

As redes sociais e as eleições 2018

Com o título “As redes sociais e as eleições 2018″, eis artigo de Clayton Monte, cientista político. Ele comenta o atual momento da campanha e considera que todos vivemos uma”disputa atípica”. Confira:

As eleições nacionais contam com a presença vigorosa das redes sociais desde 2010. Seu peso foi sempre relativizado pela centralidade da propaganda eleitoral no rádio e na TV e, claro, pela ausência de conectividade em várias regiões do País. As redes sociais já fazem parte da disputa para o Legislativo. Nesse contexto, um fenômeno chama atenção na disputa eleitoral deste ano, o candidato que concentrou o maior espaço nos mecanismos tradicionais de comunicação política, não consegue crescer nas pesquisas de intenção de voto. Estou falando de Geraldo Alckmin (PSDB). Dono de um verdadeiro latifúndio comunicativo, não empolgou o eleitorado. Isso quer dizer que o rádio e a TV serão esquecidos pelo campo político?

Vivemos uma disputa atípica. Fato que surpreende analistas, imprensa e partidos. É a primeira campanha presidencial sem o financiamento empresarial. O fundo eleitoral não chega nem perto das doações empresariais. São múltiplas demandas e pouquíssimos recursos. Daí a utilização intensa das redes sociais.

Não se trata apenas de se comunicar com pequenos grupos. O Brasil é o segundo País em que as pessoas mais utilizam essas ferramentas. A comunicação segue vários caminhos, inclusive, a disseminação de preconceitos e do ódio. As campanhas que mais fizeram uso das redes sociais foram, notadamente, e pela ordem: Jair Bolsonaro, João Amoêdo, Ciro Gomes Fernando Haddad. Obviamente, a liderança de Bolsonaro não pode ser atribuída somente ao uso das redes sociais. O bolsonarismo é um fenômeno complexo e exigirá muito esforço dos pesquisadores – independente do resultado das urnas.

Acredito que o tempo no rádio e na TV continua valioso para as campanhas políticas. Geraldo Alckmin não conseguiu transmitir uma mensagem crível para a sociedade – fato que deverá ser estudado. Movimentos como #EleNão reascendem a discussão sobre o poder de mobilização a partir dos espaços virtuais. Confirmando as previsões, as fake news marcaram presença, mas foram combatidas por diferentes veículos de comunicação. Um dado relevante: o WhatsApp ganhou centralidade e foi o instrumento mais utilizado pelos candidatos. A tendência é que na próxima eleição, todos os meios de comunicação sigam uma configuração ainda mais complementar.

*Cleyton Monte

cleytonufc@hotmail.com

Cientista político, pesquisador do Laboratório de Estudos sobre Política, Eleições e Mídia (Lepem) e membro do Conselho de Leitores do O POVO.