Blog do Eliomar

Últimos posts

Adiada audiência de testemunhas de acusação em caso que envolve irmãos Batista

Ficou para o dia 4 de abril a audiência em que seriam ouvidas quatro testemunhas de acusação no processo que apura se os irmãos Joesley e Wesley Batista usaram de informações privilegiadas (insider trading) para lucrar no mercado financeiro. As oitivas estavam previstas para a tarde de hoje (19) na Justiça Federal, em São Paulo, mas os advogados dos réus pediram o adiamento alegando que um deles era recém-nomeado e ainda não teve acesso aos autos.

O juiz Diego Paes Moreira decretou sigilo nas audiências. Segundo a procuradora Thaméa Danelon, duas das testemunhas que seriam ouvidas são integrantes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que trabalharam na apuração do ilícito administrativo, além de um delegado da Polícia Federal e um perito criminal que fizeram o laudo.

“Hoje [um membro da] a defesa do Wesley, um advogado que assumiu o caso há duas semanas, alegou que ingressou agora no caso e pediu prazo para se inteirar do processo. O Ministério Público se manifestou contra porque esse é um processo que já está se arrastando, mas infelizmente o juízo acatou o pedido e remarcou para outros dias”, disse a procuradora.

Os advogados e os réus, que entraram e saíram pela garagem do prédio da Justiça Federal, não falaram com a imprensa. De acordo com a procuradora, Joesley e Wesley deverão acompanhar todo o ato processual.

As testemunhas de defesa dos irmãos Batista serão ouvidas nos dias 9 e 10 de abril. Depois disso, os irmãos deverão também ser interrogados, mas a data ainda não foi marcada pela justiça.

(Agência Brasil)

Roberto Cláudio assina convênio de parceria com o Abrigo São Lázaro

O prefeito Roberto Cláudio assina, nesta terça-feira (20), a partir das 8h30min, convênio de parceria com o Abrigo São Lázaro, com o objetivo de proporcionar melhorias e dar manutenção no maior abrigo de cães e gatos urbanos abandonados de Fortaleza. A assinatura formal do documento ocorrerá no Abrigo São Lázaro, no Siqueira.

A parceria, que faz parte de um pacote de medidas para combater os maus tratos de animais em Fortaleza, será acompanhada pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), e é resultado de chamamento público para abrigos e ONGs atuantes no mesmo setor, no qual o Abrigo São Lázaro apresentou todos os requisitos necessários.

Unesco: 90% da população depende de recursos hídricos transfronteiriços

Diferentes discursos de representantes e chefes de Estado e autoridades ligadas a organismos internacionais chamaram a atenção, na abertura do 8º Fórum Mundial da Água, para a relação entre a falta de acesso à água e problemas como fome e de conflitos regionais.

Em seu discurso, a diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay, reiterou o compromisso da ONU em trabalhar com os pequenos países em desenvolvimento para proteger seus lençóis freáticos. Ela lembrou que 90% da população mundial depende de recursos hídricos transfronteiriços.

“Trabalharemos para que a gestão sustentável da água e a paz sejam sustentadas”, disse a diretora, referindo-se ao risco de haver conflitos no mundo em decorrência da escassez de água. “Precisamos assegurar melhoria da qualidade da água e mitigar também problemas como os de enchentes. Devemos trabalhar com a natureza, e não contra a natureza”, acrescentou.

O primeiro-ministro do Principado de Mônaco, Serge Telle, também manifestou preocupação com o risco de a escassez resultar em desentendimentos regionais e na morte de milhões de pessoas ao redor do mundo.

“A escassez de recursos nutre conflitos em um mundo que usa milhares de litros de água para a produção de bens de consumo. É uma necessidade ecológica que se reduza dia após dia o uso de nossos recursos de água potável”, disse Serge Telle.

Ele acrescentou que a falta de água potável “é fator de subdesenvolvimento e de desigualdade entre homens”, e que a escassez de água que acarreta em “milhões de mortes” a cada ano. A crise no mundo, segundo ele, acaba por “sacrificar o futuro em nome do presente”.

Representando o país que sediará o 9º Fórum Mundial da Água, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Senegal, Sidiki Kaba, afirmou que o acesso universal à água “é uma questão de justiça social”, e que não se pode considerar esse recurso como sendo inesgotável.

(Agência Brasil)

Mentindo na Política

Em artigo no O POVO desta segunda-feira (19), a professora da Uece e pesquisadora visitante do Lemann Center-Stanford, Sofia Lerche Vieira, ressalta o ensaio denominado “Mentindo na Política”, que aponta a manipulação da verdade. Confira:

No memorável ensaio denominado “Mentindo na Política”, Hannah Arendt, grande filósofa do século XX, debruçou-se sobre o significado de documentos que tornaram-se conhecidos como os Papéis do Pentágono, um conjunto se relatórios secretos que explicita mentiras produzidas pelo governo norte-americano sobre seu envolvimento na Guerra do Vietnã. O tema foi revisitado no filme “The Post – a Guerra Secreta”, de Steven Spielberg indicado ao Oscar 2018 que focaliza a saga do jornal The Washington Post para difundir ao público tais documentos. A reflexão de Arendt e do filme iluminam o debate sobre circulação de falsas notícias nas redes sociais e em outras mídias e, claro, mentiras na política.

Segundo Arendt, a verdade “nunca esteve contabilizada entre as virtudes políticas” e, sim, manipulada e substituída pela mentira, usada como meio legítimo para atingir fins políticos. Longe de inofensivas, as falsas verdades podem no limite produzir tragédias humanas como a perseguição aos judeus sob o Nazismo, para citar um exemplo emblemático dentre tantos outros.

A habilidade de negar deliberadamente a verdade factual e a capacidade de mudar os fatos se articulam mutuamente. Mais que isto, devem sua existência à mesma fonte: a imaginação, fartamente usada pelos arautos do poder de todos os tempos.

Durante a campanha de 2016, Donald Trump fez eficiente uso deste recurso ao acusar Hillary Clinton de conluio com os russos. Ao longo dos últimos meses, porém, as investigações do procurador-geral Robert Mueller têm evidenciado que, ao contrário, a interferência russa sempre esteve mais próxima do candidato eleito presidente. À medida que os fatos são esclarecidos, as palavras de ordem “fake news” se incorporam ao jargão do republicano. Cedo ou tarde, porém, a verdade aflora. Filme e texto contribuem para compreender mentiras do passado e do presente; a política americana e a brasileira.

Disque Denúncia recebe 31 informações sobre morte de Marielle Franco

O Portal dos Procurados do Disque Denúncia recebeu até a manhã de hoje (19) 31 denúncias com informações sobre a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista do aplicativo Uber, Anderson Pedro Gomes, de 39 anos, que trabalhava para a parlamentar nos últimos dois meses. Eles foram mortos na última quarta-feira (14), no centro do Rio de Janeiro.

Um cartaz com as fotos de Marielle e de Anderson foi divulgado no dia seguinte ao crime, pedindo informações sobre o crime que chocou o país.

A vereadora foi vítima de quatro tiros na cabeça e o motorista de três tiros nas costas, quando eles passavam pela Rua Joaquim Palhares, esquina de João Paulo II, no bairro do Estácio, a poucos metros do acesso ao morro de São Carlos.

A vereadora havia participado de uma reunião com mulheres negras na Rua dos Inválidos, na Lapa, e estava indo para casa, no bairro da Tijuca, na zona norte, acompanhada do motorista e de uma assessora, que foi atingida apenas por estilhaços de vidro do carro.

Ao todo, o veículo foi alvo de 13 disparos, sendo que quatro deles atingiram o vidro e nove a lataria. De acordo com investigadores da Delegacia de Homicídios, os tiros foram disparados de uma pistola 9 milímetros e o assassino sabia atirar bem, porque quatro tiros atingiram Marielle na cabeça.

As informações podem ser passadas para o Disque Denúncia, através dos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099, para a Central de Atendimento: (21) 2253-1177, pelo Facebook ou pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. O anonimato é garantido.

(Agência Brasil)

Tribunal de Justiça inaugura Juizado Especial Cível nesta terça-feira na Fametro

O 13º Juizado Especial Cível da Comarca de Fortaleza passará a funcionar na Faculdade Metropolitana de Fortaleza (Fametro), que fica na rua Conselheiro Estelita, 547, bairro Jacarecanga. As novas instalações serão inauguradas nesta terça-feira (20), a partir das 10h.

A solenidade de inauguração contará com a presença do presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Gladyson Pontes, e da juíza titular da unidade, Fátima Xavier Damasceno.

O Juizado funciona atualmente no bairro Monte Castelo. A mudança de endereço tem como objetivo beneficiar a comunidade no entorno da Faculdade. Também vai permitir que os alunos do curso de Direito tenham contato com o dia a dia do Juizado, que oferecerá prestação jurisdicional em dois turnos.

Conforme o convênio firmando entre o Tribunal e Fametro em dezembro de 2017, a Unidade Judiciária terá sala de espera para audiência, sala do Ministério Público, sala da OAB, sala da Defensoria Pública, gabinete do juiz, sala de audiências de instrução, de conciliação, de secretaria com balcão de atendimento ao público, além de almoxarifado.

Também participarão da inauguração o vice-presidente da Corte, desembargador Washington Luis Bezerra de Araújo, o corregedor-geral da Justiça, desembargador Francisco Darival Beserra Primo e o presidente da Coordenação do Sistema dos Juizados Especiais Cíveis, Criminais e da Fazenda Pública, desembargador Mário Parente Teófilo Neto.

O Juizado Especial Cível tem competência para conciliação, processo e julgamento das causas cíveis de menor complexidade, cujo valor não exceda a quarenta vezes o salário mínimo, como processos de indenizações, cobranças, ações possessórias sobre bens imóveis, entre outras.

(TJCE)

Prefeitura inicia em abril programa de paisagismo nas principais vias de Fortaleza

O prefeito Roberto Claudio anunciou, nesta segunda-feira (19), feriado de São José, que ainda no começo de abril inicia um grande programa de paisagismo e ornamentação nas principais vias de Fortaleza, junto com alguns projetos de urbanização, adequação de canteiros centrais, sinalização e iluminação. O anunciou foi feito durante visita que o prefeito fez ao parque do Horto Municipal, que foi reinaugurado e reaberto para visitação há pouco mais de um mês.

Hoje, o Horto Municipal de Fortaleza funciona com uma sala de aula para práticas ambientais, organização dos canteiros de mudas, novos jardins, parquinhos infantis, área para piquenique, além de uma área destinada para abrigar mudas para doação. Desde a conclusão das obras de reforma, o Horto registra um aumento de 97% na produção de mudas. A produção passou de 67 mil mudas produzidas por ano para mais de 132 mil mudas.

Além do espaço para visitação, com fauna e flora, o Horto Municipal de Fortaleza realiza, também, o trabalho de recuperação de reservas ambientais da Capital.

“Já avançamos muito na ampliação de cobertura vegetal de Fortaleza, passando de quatro para oito metros quadrados por habitante, e queremos chegar a 12 metros quadrados até 2020. E esse trabalho de paisagismo revela muito dos cuidados que queremos ter com o verde da nossa cidade”, afirmou Roberto Claudio.

(Prefeitura de Fortaleza / Foto: Divulgação)

Ferrão enfrenta o Atlético Mineiro pela quarta fase da Copa do Brasil

Ferroviário e Atlético Mineiro decidem uma vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil, após sorteio nesta segunda-feira (19), na CBF. Os outros quatro confrontos, em jogos de ida e volta, são: Ponte Preta x Náutico, Atlético/PR x São Paulo, Avaí x Goiás e Vitória x Internacional.

As oitavas de final serão disputadas pelos cinco times classificados na atual fase, além das 11 equipes que iniciam a fase, sem que disputassem nenhuma das fases anteriores.

São eles: Chapecoense, Vasco, Corinthians, Flamengo, Santos, Palmeiras, Cruzeiro e Grêmio, que disputam a Libertadores; Luverdense, campeão da Copa Verde; América Mineiro, campeão da Série B; e Bahia, campeão da Copa do Nordeste.

(Foto: Arquivo)

12 milhões de nordestinos – Temer fala da transposição do São Francisco no 8º Fórum Mundial da Água

O presidente Michel Temer disse nesta segunda-feira (19), durante a abertura do 8º Fórum Mundial da Água, que o crescimento sustentável está “intimamente ligado” ao acesso à água. Ele reafirmou o compromisso histórico do Brasil com essa questão e disse que os trabalhos visando à sustentabilidade hídrica requerem “ações permanentemente integradas em nossos países e entre nossos países”.

“O acesso à água está intimamente ligado à capacidade de crescer de forma sustentável. Em nome do futuro da humanidade, é nossa obrigação compartilhada buscar o desenvolvimento sustentável em todas suas vertentes. O consenso é de que a vida na Terra estará ameaçada se não respeitarmos os limites da natureza”, disse o presidente em seu discurso de abertura, no Itamaraty, ao lado de chefes de Estado que participaram do fórum.

Temer reafirmou ser histórico o compromisso brasileiro com a questão ambiental, reforçado a partir da conferência Rio 92, quando conceitos foram definidos, e depois na Rio+20. “Estamos firmemente empenhados em implementar essa agenda, e reafirmamos isso no 8º Fórum Mundial da Água”, disse o presidente, ao destacar a necessidade de diagnósticos precisos e ações coordenadas para melhor desenvolver essas políticas.

“A sustentabilidade hídrica requer ações permanentemente integradas em nossos países e entre nossos países. Se nos fecharmos em nós mesmos e se atuarmos de forma desarticulada, todos pagaremos o preço”, acrescentou.

Temer lembrou que há no mundo cerca de 2 bilhões de pessoas sem uma fonte segura de água em suas casas e sofrendo com a falta de saneamento. Além disso, acrescentou o presidente, há 260 milhões de pessoas que precisam andar mais de meia hora para ter acesso à água.

Segundo Temer, embora o governo tenha se empenhado para enfrentar, nos últimos anos, uma das maiores recessões de sua história, esse trabalho ocorreu “sempre com olhos postos na sustentabilidade”. O presidente citou o programa Plantadores de Rios, a proteção das florestas e a reversão da curva do desmatamento na Amazônia como fatores que colocam “a segurança hídrica no centro de nossas políticas”.

“Preservar não basta. É preciso fazer chegar água nos lares das famílias. Há comunidades que ainda lutam contra a seca. Daí nosso empenho na transposição do Rio São Francisco. Trata-se de um projeto antigo mas que estamos finalizando e, ao fim, vai beneficiar 12 milhões de habitantes no Nordeste”, disse.

O 8º Fórum Mundial da Água teve início no domingo (18) e vai até sexta-feira (23), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Já a Vila Cidadã, a feira e a Expo foram abertas ao público no sábado (17) e vão funcionar até o dia 23, diariamente das 9h às 21h.

O evento é organizado no Brasil pelo Conselho Mundial da Água; pelo Ministério do Meio Ambiente, representado pela Agência Nacional de Águas (ANA); e pelo governo do Distrito Federal, representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa).

(Agência Brasil)

FPM – 2º Repasse de março cai na conta das Prefeituras nesta terça-feira

O segundo repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de março para as Prefeituras, segundo estimativas da Confederação Nacional de Municípios (CNM), a ser transferido nesta terça-feira, 20, será da ordem de R$ 635 milhões. Isso, sem desconto da retenção constitucional do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb).

Ano passado, neste mesmo período, em valores brutos, a transferência para as Prefeituras foi de R$ 598 milhões e os dois repasses do mês somavam R$ 2,9 bilhões. Com isso, a CNM indica que este decêndio está 6,02% maior e o Fundo de março de 2017 soma R$ 3,6 bilhões, um crescimento de 21,44%, em relação ao ano anterior.

A CNM destaca que o porcentual de aumento considera os efeitos da inflação, isso significa que é em termos nominais. De acordo com o levantamento da Confederação, quando se considera os efeitos inflacionários, o valor deflacionado do segundo repasse reduz para 3,35% e o acumulado do mês vai para 18,37%.

Talvez em nome do povo

696 1

Em artigo enviado ao Blog, o jornalista e cientista político Arnaldo Santos avalia que o equívoco não é a aliança dos Ferreira Gomes com o senador Eunício, e sim a omissão dos fundamentos que embasaram o acordo, diante de uma engenharia meramente eleitoral. Confira:

Este título tomei emprestado do livro recém-publicado pelo professor doutor Rui Martinho Rodrigues, para trazer à reflexão o acordo político com o senador Eunicio Oliveira, presidente do Senado Federal, com vistas às próximas eleições.

Alinhavado pelo governador Camilo Santana e corroborado pelo ex-governador Cid Gomes, referida aliança, de tão pragmática, desorientou a oposição e produziu divergências, até no interior do grupo que apoia o Governador.

O presidenciável Ciro Gomes, e o deputado federal André Figueiredo, presidente estadual do PDT, que fazem parte da aliança, reiteradas vezes, reverberaram contra esse arranjo eleitoral, com críticas nem um pouco lisonjeiras.

Por mais contraditório que nos pareça o tal acordo (e o é), sobretudo quando se examinam as relações de hostilidades entre o Senador e os irmãos Gomes, deve ser lembrado o fato de que acordos da espécie a história nos legou uma penca, cada um mais esdrúxulo do que o outro.

Na República Velha, por exemplo, é emblemática desta realidade a política do café com leite (1898/1930), como ficou conhecido o combinemos engendrado pelas oligarquias de São Paulo e Minas Gerais, com o Governo Federal, para que os candidatos a Presidente da República, durante aquele período e de modo alternado, fossem escolhidos entre os políticos desses dois estados.

Histórica e contemporaneamente, no acordo entre PSD e UDN, na política do nosso terreiro, que ficou conhecido como União pelo Ceará, (1962), corria até sangue entre esses dois partidos, e essa combinação resultou na escolha, pelo voto, do governador Virgílio Távora, com vistas a pacificar o Estado.

Mutatis mutandis, paixões, motivações e interesses à parte, uma aliança na perspectiva de um acordo é um pacto entre as partes envolvidas objetivando a construção de fins comuns; e esses arranjos são da essência política, em qualquer democracia. Adversários de ontem, por mais hostis que tenham sido, em uma determinada conjuntura, representam apenas o mal menor. Na política não há espaço para virtuosos.

Em sã consciência, ninguém pode obscurecer a projeção do senador Eunicio Oliveira, no cenário político nacional, pela posição que ocupa.

Desconhecer sua importância, especialmente como mediador dos interesses do Estado, seria uma tentativa ilusória de negação da história. A propósito, em uma conversa informal com o Senador, ouvi dele um relato muito substantivo no que refere à liberação de recursos em favor do Ceará, em 2017.

A meu sentir, o que está equivocado não é a aliança com o senador Eunicio, e sim a omissão dos fundamentos que embasaram o acordo. Na falta de um debate transparente a respeito da composição, sobra a ideia de que se trata de uma engenharia meramente eleitoral. (Eleitoreira?)

Em ultrapasse aos interesses eleitorais, objetivando suas reeleições, o Governador Camilo Santana e o Senador Oliveira deveriam inaugurar outra prática política no Estado para o estabelecimento desse acordo.

Minha sugestão é de que sejam listados e publicados na imprensa, por via de uma nota pública, todos os grandes projetos de interesse do Ceará, que fundamentaram o acordo, com os quais o Senador Oliveira se comprometeu a defender.

Sem que essas informações sejam disponibilizadas para a população, prevalece o que sugere a denominação desta análise.

Mercado financeiro espera que inflação feche o ano em 3,63%

O mercado financeiro reduziu pela sétima semana seguida a projeção para a inflação este ano. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu de 3,67% para 3,63%, de acordo com o boletim Focus, publicação semanal do Banco Central (BC) sobre os principais indicadores econômicos.

A projeção segue abaixo do centro da meta de 4,5%, mas acima do limite inferior de 3%. Para 2019, a estimativa para a inflação está em 4,20%, um pouco abaixo do centro da meta: 4,25%.

Para alcançar a meta, o banco usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,75% ao ano. Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

De acordo com a previsão das instituições financeiras, a Selic encerrará 2018 em 6,50% ao ano e subirá ao longo de 2019, encerrando o período em 8% ao ano. Para as instituições financeiras, o Copom deve reduzir a Selic em 0,25 ponto percentual na reunião deste mês.

A estimativa do mercado financeiro para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país este ano, caiu pela segunda vez seguida, ao passar de 2,87% para 2,83%. Para 2019, a projeção segue em 3%.

(Agência Brasil)

Diretoria da Adepol/CE eleita assumirá nos próximos 30 dias

O delegado Milton Castelo Filho foi reeleito, nesse fim de semana, como presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE). Milton Castelo Filho assumirá o terceiro mandato consecutivo, sendo a primeira gestão à frente do Sindepol e, agora, o segundo mandato pela Adepol/CE.

A nova diretoria, resultado da unificação de duas chapas, eleita com 100% dos votos válidos, assumirá nos próximos 30 dias e promete continuar o trabalho de valorização profissional dos delegados.

(Foto: Divulgação)

Camilo destaca importância da política rural

“É importante fortalecer a agricultura familiar, as pessoas que produzem os alimentos que vão à mesa do cearense. É importante que as pessoas continuem no campo, na área rural, produzindo, vivendo dignamente aqui no Estado do Ceará”.

A declaração é do governador Camilo Santana, na manhã desta segunda-feira (19), no Parque de Exposição César Cals, na solenidade do anúncio de investimento de R$ 660,3 milhões do Governo do Estado nas áreas de abastecimento d´água, projetos produtivos e entrega de tratores.

Por uma chuva de votos, opositores se encontram em evento no Dia de São José

No milagre de São José, até os opostos se atraem. Os tradicionais rivais na política, deputado estadual Fernando Hugo (PP) e o deputado federal José Guimarães (PT) se encontram na solenidade do anúncio de investimento de R$ 660,3 milhões do Governo do Estado nas áreas de abastecimento d´água, projetos produtivos e entrega de tratores, que acontece neste momento (segunda-feira, 19), no Parque de Exposição César Cals.

Apesar de estar entre petistas e simpatizantes do ex-presidente Lula, Fernando Hugo não poupou o ex-presidente nas acusações de corrupção e condenação na Justiça.

Quem de longe observava a presença dos opostos, encontrou uma explicação lógica: no Dia de São José, nada melhor que trabalhar por uma chuva de votos. Com as bênçãos de São Camilo.

(Fotos: Paulo MOska)

Atividade econômica cai 0,56% em janeiro

A atividade econômica iniciou o ano em queda. De acordo com dados divulgados hoje (19) pelo Banco Central (BC) na internet, o Índice de Atividade Econômica do BC (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) registrou retração de 0,56% em janeiro, comparado a dezembro.

Na comparação com janeiro de 2017, houve crescimento de 2,97%, de acordo com os dados sem ajustes já que a comparação é entre períodos iguais.

Em 12 meses encerrados em janeiro, houve expansão de 1,2% nos dados sem ajustes. O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic.

O índice incorpora informações sobre o nível de atividade de três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos.
Mas o indicador oficial sobre o desempenho da economia é o Produto Interno Bruto (PIB), – a soma de todas as riquezas produzidas no país -, calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

(Agência Brasil)

BNB terá novo plano de demissão voluntária

1245 1

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO desta segunda-feira (19):

O Banco do Nordeste vai oferecer neste ano mais um Plano de Incentivo ao Desligamento (PID), que, traduzindo, é o mesmo Plano de Demissão Voluntário (PDV) adotado em alguns organismos federais.

O presidente do BNB, Romildo Rolim, esteve em Brasília, na última semana, acertando detalhes com o Ministério da Fazenda. O PID deve vir até o final deste semestre e priorizar aqueles funcionários da Instituição que estejam aposentados pelo INSS ou aberto a quem achar vantajosos os benefícios. Bem, as vantagens a serem oferecidas para quem aderir serão as mesmas dos planos do passado, adianta o dirigente do BNB, sem dar maiores detalhes.

Sobre ações do banco para este ano, Rolim confirmou uma linha de crédito da ordem de R$ 30 bilhões para o Fundo Constitucional do Nordeste (FNE), a ser aberta para mini, pequenos e grandes produtores da região.

Coincidência, ou não: o FNE comemora neste exercício 30 anos de criação.

Dia de São José coincide com o equinócio. O que é isso?

O Dia de São José, feriado estadual, traz esperanças para os agricultores quando registra chuva. Nesta madrugada em Fortaleza, foram registradas algumas pancadas de chuva que, dentro da ciência, expõe também um fenômeno: a passagem do equinócio.

Mas o que vem a ser isso?

Quem fala sobre o assunto para o Blog é o ex-presidente da Funceme, Francisco de Assis Souza, hoje responsável pelo Centro de Estudos das Águas, da Universidade Federal do Ceará.