Blog do Eliomar

Últimos posts

Show de Patati Patatá dá desconto em favor da criançada do Núcleo de Queimados do IJF

O Teatro Via Sul traz a dupla de palhaços Patati Patatá com o espetáculo “Sorrir e Brincar”. O espetáculo ocorrerá de 12 a 14 deste mês de outubro.

Com um detalhe: quem doar um brinquedo, terá 30% de desconto nos ingressos, numa ação em favor das crianças do Núcleo de Queimados do Instituto Dr. José Frota (Centro).

(Foto – Divulgação)

Casablanca promove evento para debater inovações no turismo

Um evento para debater o que há de mais moderno em viagens corporativas incentivando e impulsionando este segmento do turismo. Eis o objetivo da Casablanca Turismo que, nesta quinta-feira, 4, realizará o Road Show Inovações em Viagens. A empresa reunirá cerca de 100 clientes das maiores empresas do Ceará, das 8 às 13 horas, no Hotel Gran Marquise.

Na ocasião, será apresentado também o sistema IGestor 2.0, uma nova versão da plataforma lançada anteriormente no mercado, que permite gerenciamento e redução de custos com viagens corporativas e que pode melhorar a performance das empresas nessa área. Em tempo real, ela mostra os dados mais importantes sobre as viagens oferecendo informações que ampliam o poder de análise dos executivos nas empresas. A principal novidade da plataforma é a possibilidade de analisar o viajante e assim ter maior gerenciamento sobre as viagens das empresas.

A programação contará também com duas palestras: uma com Luana Nogueira, atual gestora da ATG Brazil, franqueada global da Casablanca Turismo no Brasil, sobre tendências de mercado, inovações e parceria global, e outra com Fernão Loureiro, ex-presidente da GBTA Brasil e conselheiro da Hospitality Sales & Marketing Association International. Ele está entre os 75 Profissionais de Turismo Mais Influentes do Brasil pelo Panrotas e vai expor sobre riscos e oportunidades em viagens corporativas.

DETALHE – O Road Show conta com apoio e participação da Air-france,KLM, Gol, Avianca, Bradesco, Argo Solutions, Afinitty Seguros, Hotel Gran Marquise e Movida Rent a car.

Eduardo Cunha pede e Moro muda data de interrogatório

O juiz federal Sergio Moro transferiu o depoimento de Eduardo Cunha dessa quarta-feira (3) para o dia 31 de outubro. O pedido de mudança foi feito pela defesa de Cunha, informa a Veja Online.

Segundo os advogados, o perito responsável pela análise do telefone de Cunha ainda não havia respondido aos questionamentos enviados por eles. Mas também apresentaram razões eleitorais para o pedido.

No documento, afirmam que Moro postergou audiências com o Lula devido à possibilidade de interferência nas eleições.

” (…) o interrogatório do ora defendente pode ser explorado politicamente, a impactar no resultado eleitoral pretendido por sua filha (…)”.

“É que, como se sabe, a filha do ora defendente, Danielle Cunha, é candidata ao cargo de Deputada Federal pelo partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB)”, concluem.

Fortaleza vira a capital da ortopedia e traumatologia

Fortaleza será sede, a partir desta quinta-feira, do XXII Congresso de Ortopedia e Traumatologia do Estado do Ceará, o COTECE. Além desse encontro, que se estenderá até sábado, haverá paralelamente a I Jornadas Norte e Nordeste da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT/CE), e a Jornada Internacional de Cirurgia do Quadril.

Renomados especialistas nacionais de diversas parte do País (SP, AL, DF, PR, RN, RS e PI) confirmaram presença. Entre os destaques, Fábio Krebs, presidente da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte (SBRATE).

SERVIÇO

*Inscrições abertas pelo site www.sbot-ce.com.br/cotece.

(Foto – Ilustrativa)

Escalada de Bolsonaro desafia Lula e a lógica

186 1

Com o título “Escalada de Bolsonaro desafia Lula e a lógica”, eis tópico do Blog do Josias de Souza, do Portal Uol, que pode ser conferido nesta terça-feira. Ele fala sobre o fenômeno em que se transformou o candidato à presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro.

Após três semanas de estabilidade, Bolsonaro subiu no Ibope de 27% para impressionantes 31% das preferências do eleitorado. Abriu dez pontos de vantagem sobre o vice-líder Haddad, que parou momentaneamente de subir. O desempenho do capitão desafia o prestígio de Lula e, sobretudo a lógica.

Todos os presidenciáveis ajustam seus discursos e suas táticas. Bolsonaro não. Suas (poucas) ideias continuam inabaláveis. Sua pregação não se alterou um milímetro, mesmo depois da facada. Muitos já disseram que a agenda de Bolsonaro é fascista. Houve quem enxergasse nele até pendores hitlerianos. O líder deu de ombros. Manteve-se fidel aos seus valores: o moralismo bisonho, o desprezo pelos
signos democráticos, o ódio à imprensa, a segurança imposta manu militarismo.

Noutros tempos a ciência política classificaria Bolsonaro como um candidato inviável. A sociedade brasileira, com seus valores escrachados e seus princípios flexíveis, revelava-se majoritariamente refratária à disciplina sanguínea do fascismo. Na década de 90, o nome de Bolsonaro seria Enéas e seu teto nas pesquisas não ultrapassaria os 7%.

O que mudou? Bolsonaro, até ontem um inexpressivo membro do baixo clero da Câmara, sintonizou-se com os brasileiros atropelados pela economia débil e afrontados pela roubalheira vigorosa. Sem estrutura, a bordo de um partido de aluguel, com ridículos 8 segundos no horário eleitoral, ele se impôs perante os velhos tecelões da política artesanal.

Perdendo ou ganhando, Bolsonaro consolida-se como principal fenômeno político desde Fernando Collor. De costas para os partidos, o mercado, a academia e a imprensa, ele capturou os principais focos de contestação social que se movem à margem da liderança populista de Lula e do sindicalismo companheiro da CUT.

Parte do tucanato e do centrãozão —versão hipertrofiada do centrão que inclui o MDB de Michel Temer— corre atrás do prejuízo, aderindo às pressas. Bolsonaro chega à beirada da urna como um líder paradoxal. Deputado há 27 anos, vendeu-se como um oposicionista extraparlamentar, avesso ao sistema. Direitista convicto, conquistou as massas como uma opção “jurássica” ao cleptodistributivismo
da chamada esquerda.

Assim, o fato mais inédito na política, a saber, o surgimento de um líder sem a enlameada plumagem tucana capaz de desafiar o projeto político-criminal de Lula, parece combinar-se com o desejo de um pedaço do eleitorado de restaurar uma ilusão de ordem e progresso de inspiração militar.

Repetindo: a associação do lodo que encobriu a modernidade tucana com o dinheirismo que sufocou os clichês varguistas do lulismo deram à luz Bolsonaro, uma novidade feita de resíduos verbais da década de 60.

Um pedaço do eleitorado ouve o poste de Lula falando num “Brasil feliz de novo” e chega à conclusão de que o futuro era muito mais feliz antigamente.

*Josias de Souza,

Jornalista.

Governo vai liberar R$ 500 milhões para projetos de inovação na educação superior

O governo federal lançou hoje (2) o Programa de Apoio à Inovação em Educação no Ensino Superior, que oferecerá R$ 500 milhões em financiamentos para projetos de inovação de instituições privadas de ensino superior. A nova linha de crédito terá juro anual de 1%, a menor taxa cobrada pela Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que será responsável pelos recursos.

Poderão participar do programa instituições que estejam em funcionamento há pelo menos três anos, com receita operacional bruta superior a R$ 16 milhões. Os projetos devem ser de, no mínimo, R$ 3 milhões.

A verba será viabilizada por meio da Finep e oferecida em parceria com o Ministério da Educação (MEC). “Os juros são de 1% ao ano, a menor que todas as linhas de financiamento que temos com a Finep, não só para prefeituras e governos de estado, como para empresas de pequeno e médio porte”, disse o presidente em exercício da Financiadora, Ronaldo Camargo.

Dependendo do teor das propostas, Camargo explicou que a taxa de juros de longo prazo (TJLP) variará de 1% a 5%, o que em valores atuais é, segundo ele, em torno de 4,5% a 9% ao ano. Projetos que forem voltados para formação de professores que atuarão na educação básica, por exemplo, terão vantagens. O prazo para as instituições começarem a pagar o empréstimo será de até 48 meses, dependendo da linha de ação, e o prazo para pagar o empréstimo, de até 12 anos.

Os projetos deverão envolver personalização e novas metodologias de ensino, utilização de recursos educacionais digitais e criação de ambientes e de estratégias e processos promotores de inovação. “Setenta e cinco por cento das matrículas no ensino superior estão em instituições privadas. Precisamos dele. Quando olha para a busca por práticas inovadoras no processo de ensino e aprendizagem, é mais importante ainda que trabalhemos em conjunto com universidades privadas porque a grande maioria dos professores brasileiros é formada por essas instituições”, disse o ministro da Educação, Rossieli Soares.

Para solicitar o financiamento, as instituições devem acessar o site da Finep e preencher um formulário. Após a aprovação do cadastro, elas poderão encaminhar o projeto. O tempo para conseguir o financiamento varia de 90 a 120 dias.

Instituições privadas

Segundo o diretor executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (Abmes), entidade que representa grandes grupos educacionais privados do país, Sólon Caldas, a maior parte das instituições privadas atende aos critérios do financiamento. “Estamos em contato com Finep para entender melhor a operação, a construção dos projetos, para incentivar o máximo de instituições possível a entrarem nessa linha de crédito e usufruirem desse benefício”, disse Caldas, acrescentando que a intenção é incentivar sobretudo as pequenas instituições.

De acordo com o último Censo da Educação Superior, a maior parte dos estudantes está matriculada em instituições de ensino privadas, com 75,3% das matrículas.

O Censo mostra que, em 2017, 46,3% das vagas nas instituições privadas de ensino superior eram mantidas ou por financiamentos ou por bolsas pagas por meio de isenções de fiscais públicas. Quase 60% dessas bolsas e financiamentos são referentes ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni), federais.

(Agência Brasil)

UFC é a 12º melhor universidade do País

A USP foi considerada a melhor universidade do Brasil, segundo o Ranking Universitário Folha (RUF), publicado nessa segunda-feira (1º) pelo jornal Folha de S. Paulo. Em sua sétima edição, o RUF avaliou 196 universidades brasileiras, públicas e privadas. A Universidade Federal do Ceará aparece em 12º lugar no País.

O segundo lugar ficou com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a terceira colocação, com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ficou em quarto lugar e a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), em oitavo.

Além do ranking geral de universidades, também foi divulgada a classificação dos melhores cursos de Graduação do país. Nesse quesito, a USP está na primeira colocação em 23 das 40 áreas de graduação consideradas. Em outras nove áreas, a USP ficou em segundo lugar.

Criado em 2012, o RUF avalia cerca de 200 universidades brasileiras, públicas e privadas, a partir de cinco indicadores: pesquisa acadêmica (42%), qualidade de ensino (32%), avaliação do mercado de trabalho (18%), internacionalização (4%) e inovação (4%). Desses cinco indicadores, a USP lidera em dois – Pesquisa e Mercado. Na soma geral de todos os critérios, a Universidade obteve 97,52 dos 100 pontos possíveis.

Nas quatro primeiras edições do ranking, a USP foi classificada na primeira posição, mas nos anos de 2016 e 2017, a Universidade perdeu a liderança para a UFRJ.

Neste ano, o ranking passou por uma reformulação. Agora, o valor dado à nota do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) na fórmula foi dobrado, e como a USP não participa institucionalmente desse exame, passou a ser atribuída à Universidade uma nota média relativa ao teste, com base no desempenho de instituições semelhantes a ela em termos de tamanho e de natureza administrativa. Esse recurso estatístico é utilizado por rankings universitários mundiais consolidados, como o Times Higher Education (THE), para casos de ausência de dados das instituições.

Outra mudança é que o indicador de inovação, passa a contabilizar, além das patentes solicitadas pelas instituições de ensino, a quantidade de estudos acadêmicos publicados pelas universidades em parceria com o setor produtivo. A nova metodologia também amplia de 2 para 5 anos o período considerado para coleta de dados relativos à produção científica.

Roberto Cláudio pede votos no Interior para seu ex-secretário

149 1

Queirós Filho é nome lembrado até para a sucessão na Prefeitura.

Além de trabalhar pelo candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, andou aproveitando os fins de semana para circular no Interior.

Mais precisamente em suas antigas bases do tempo em que era deputado estadual. Pediu votos para Queirós Filho, seu ex-secretário, que disputa vaga na Assembleia Legislativa pelo PDT.

(Foto – Balada In)

Propaganda eleitoral termina nesta quinta-feira

Os eleitores brasileiros irão às urnas, dentro de cinco dias, para escolher o futuro presidente da República, os governadores dos 26 estados e do Distrito Federal e 54 senadores, além dos representantes na Câmara dos Deputados, nas assembleias legislativas e na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Até a próxima quinta-feira (4), os candidatos poderão usar o horário de propaganda gratuita para conquistar os votos do eleitorado brasileiro, que soma 147.302.357 pessoas.

Pela legislação, é crime arregimentar eleitores ou fazer propaganda de boca de urna no dia da votação – neste ano, 7 de outubro, das 8 às 17 horas.

Essa proibição está prevista na Lei 9.504/97 e tem pena de detenção de seis meses a um ano, que pode ser convertida em prestação de serviços à comunidade, e multa.

TRE do Ceará adere ao Outubro Rosa

No dia do voto, o 7 de outubro próximo, na Escola de Ensino Profissionalizante Maria Ângela da Silveira Borges, na Seção 385, haverá uma atividade em alusão ao Outubro Rosa, a campanha de prevenção ao câncer de mama. Ocorrerá das 8 às 17 horas.

A sala, segundo a assessoria de imprensa do TRE, estará ornamentada nos tons de rosa, com toalhas, balões, banner e material informativo para os eleitores. As quatro mesárias vestirão blusas nos tons de rosa. A auxiliar responsável pela seção, Emília Lima, é enfermeira e irá tirar duvidas.

No início da votação a juíza eleitoral, Valência Aquino, e o chefe de cartório, Valdir Linhares, estarão presentes.

SERVIÇO

*Escola de Ensino Profissionalizante Maria Ângela da Silveira Borges – Rua Pintor Antônio Bandeira s/n, Vicente Pizzon.
(Próximo a Avenida Dioguinho).

Orçamento 2019 – Aberto prazo para deputados e senadores proporem emendas

O prazo para deputados e senadores proporem emendas ao Orçamento de 2019, indicando a destinação de recursos para suas bases eleitorais, já está valendo desde essa segunda-feira (1º). Apesar do período eleitoral, eles têm até o dia 20 deste mês para acessarem o sistema online do Congresso Nacional determinando para que ações, obras ou serviço público o dinheiro será direcionado. Cada parlamentar tem direito a propor até R$ 15,4 milhões, distribuídos em no máximo 25 emendas individuais.

Segundo a legislação, metade dos recursos deve ser destinada a executar serviços públicos de saúde. Ao todo, R$ 9,2 bilhões estão previstos no projeto de Lei Orçamentária Anual para o ano que vem, conhecido como Ploa 2019. Visando garantir uma liberação mais equilibrada das verbas por parte do Poder Executivo, em 2015 foi aprovada uma Emenda Constitucional obrigando as emendas individuais a serem impositivas, isto é, o governo deve executá-las ao longo do ano que vem.

O período aberto hoje também vale para as emendas coletivas, que poderão ser apresentadas pelas bancadas estaduais e comissões permanentes da Câmara e do Senado. Cada estado e o Distrito Federal tem direito a prever despesas de quase R$ 170 milhões, distribuídas em até seis emendas, sendo ao menos uma para Educação, uma para Saúde e outra para Segurança Pública. Ao todo, está prevista a utilização de R$ 4,6 bilhões em emendas de bancada

Os 513 deputados e 81 senadores deverão nos próximos dias apresentar as emendas seguindo as regras de acesso ao sistema eletrônico, apresentação de assinatura e atas das reuniões de bancadas que decidiram pela apresentação dos pleitos. Além disso, há uma série de limites técnicos por parte das propostas como, por exemplo, o de que o dinheiro previsto deve ser suficiente para a conclusão de toda a obra ou de uma de suas etapas.

Caso as emendas sejam aprovadas na peça orçamentária do ano que vem, caberá a cada ministério responsável pela ação definir e monitorar os critérios da execução dos recursos. Na semana que vem, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) tem reuniões agendadas para começar a debater o Ploa 2019, apresentado em agosto pelo governo federal.

(Agência Brasil)

Mais uma no âmbito do Supremo

Com o título “Mais uma”, eis artigo do professor Martônio Mont’Alverne, da Universidade de Fortaleza. Ele critica a decisão de Fux (STF) que revogou decisão de Lewandowski (STF) liberando entrevista de Lula para a Folha de S.Paulo. Confira:

A decisão do ministro Fux de 28/9/2018 que revogou outra decisão de seu colega de STF, ministro Lewandoski, não causa a menor surpresa. Também não surpreende que um membro da mais alta Corte do País sinta-se inteiramente à vontade para, no pior modelo, fazer o que nem lei nem Constituição permitem.

Ante uma perspectiva da dogmática jurídica, Luiz Fux ignorou os dispositivos constitucionais e legais. Primeiro, porque não há como um membro do STF revogar decisão de outro membro, já que ambos estão na mesma hierarquia jurisdicional. Segundo, em razão de o presidente do STF não se achar fora do Brasil, o que torna impossível que Fux respondesse pela presidência do STF.

Terceiro: o pedido de suspensão de liminar é prerrogativa do Poder Público e do Ministério Público, jamais devendo ser conhecido, se formulado por alguém que não caiba nestas hipóteses legais.

Os que silenciaram porque se beneficiam da decisão de Fux, ou festejaram porque não possuem o menor compromisso com a democracia, confirmam sua ignorância da história, e deveriam ter aprendido, com o caso do senador Aécio Neves, o custo da violação do Estado Democrático de Direito. O golpe de 2016, a parcialidade contra o ex- presidente Lula na Justiça Federal e Justiça Eleitoral apenas confirmam o que muitos juristas, de todos os matizes, têm insistido ao longo de 3 anos: nos 30 anos da Constituição, pouco há o que ser celebrado. O melhor exemplo vem do insuspeito ex- governador de São Paulo e professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Cláudio Lembo: suas palavras neste sentido estão à disposição de quem quiser.

Diante do clima anticivilizatório e fascista produzido por Bolsonaro e seus apoiadores, a invalidade de uma Constituição que foi democrática na origem e conteúdo conclui o prognóstico pessimista que pode vir após as eleições de 2018. O guardião da Constituição não exerce a guarda que lhe foi confiada: morte matada pelo traidor, a quem Dante enviou ao último e mais impiedoso círculo, o nono. Ainda nos resta a boa literatura.

*Martonio Mont’Alverne

Professor doutor da Universidade de Fortaleza (Unifor).

Eleições na OAB/CE – Candidata ocupa espaços com o Outubro Rosa

A advogada Roberta Vasques, candidata à presidência da OAB do Ceará, divulga, em suas redes sociais, vídeo onde não fica no discurso da campanha simplesmente

Ela apresenta uma proposta para a categoria e que tem a ver com este mês, que é dedicado à prevenção contra o câncer de mama (Outubro Rosa).

Roberta é vice-presidente da Ordem, mas brigou com a direção estadual da entidade que apoia Erinaldo Dantas, atual presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (Caace) para presidente. No páreo, ainda estão Edson Santana e Regina Jansen.

Produção industrial registra queda de 0,3% em agosto

A produção industrial registrou queda de 0,3% em agosto deste ano quando comparado com julho. Em 2018, a indústria acumula alta de 2,5% até agosto. Os dados foram divulgados nesta terça-feira 2 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A queda na indústria, de agosto para julho de 2018, reflete as taxas negativas apresentadas em 14 dos 26 segmentos pesquisados. Os destaques foram os setores de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis, que recuou 5,7%, de bebidas, com queda de 10,8%, de produtos alimentícios, retração de 1,3%, e de indústrias extrativas, com baixa de 2,0%.

Entre as grandes categorias econômicas, o setor de bens de capital teve a alta mais acentuada no oitavo mês do ano, com 5,3%. Bens de consumo semi e não duráveis, com crescimento de 0,2%,também tiveram taxas positivas. Por outro lado, bens intermediários registraram queda de 2,1%.

Na comparação com agosto de 2017, o setor industrial cresceu 2% em agosto de 2018, com resultados positivos nos 14 dos 26 ramos avaliados e em 50,7% dos 805 produtos pesquisados.

(Agência Brasil)

Rede Cuca oferta 5.402 vagas para cursos nas áreas da cultura e esporte

A Coordenadoria de Juventude da Prefeitura de Fortaleza recebe inscrições para 5.402 vagas entre cursos de formação e práticas esportivas na Rede Cuca para este mês de outubro. Os interessados já podem realizar a matricula. As atividades são gratuitas e destinadas, prioritariamente, para jovens com idade entre 15 e 29 anos e são gratuitas

No Cuca Barra, são disponibilizadas 170 oportunidades para cursos de formação para os jovens que desejam aprender como criar sites para vendas, fotografia documental, harmonia e improvisação, formação de bandas, entre outros. Já na área de práticas esportivas, serão 1.210 vagas para turmas de natação; futsal; basquete e MMA.

No Cuca Jangurussu, são ofertadas 230 vagas em cursos como cinema experimental, teatro, grupo vocal e planilha eletrônica e ferramentas. Na área esportiva, serão 1.657 vagas em turmas de natação, capoeira, karatê e treinamento funcional.

Já no Cuca Mondubim, os jovens podem se inscrever nas 245 vagas ofertadas para cursos de inglês para turismo e viagens, design gráfico, fotografia publicitária e segurança de rede e computadores. Nas práticas esportivas, serão disponibilizadas 1.890 vagas para futsal; jiu-jitsu; hidroginástica; judô; treinamento funcional, entre outras modalidades.

Matricula

Para se matricular, são necessárias cópias e originais de um documento de identificação com foto e comprovante de residência. Os jovens menores de 18 anos deverão apresentar, além dos documentos citados, o termo de responsabilidade assinado pelos pais ou responsável (disponível na sala de matrícula) acompanhado da identidade dos mesmos. Os interessados podem se dirigir ao Cuca mais próximo de sua residência, das 8 às 21 horas, na semana, aos sábados, das 8 às 12 horas.

Os jovens que já praticam alguma modalidade esportiva em um dos Cucas e que possuem 75% de presença no mês anterior possuem preferência nas vagas das práticas esportivas.

SERVIÇO

*Cuca Barra
Endereço: Avenida Presidente Castelo Branco, 6417 – Barra do Ceará
Contato: (85) 3211-4300/4301/4307

*Cuca Jangurussu
Endereço: Avenida Castelo de Castro com Av. Contorno Leste – Jangurussu
Contato: (85) 3444-6201 / 3444-6202

*Cuca Mondubim
Endereço: Rua Santa Marlúcia, s/n – Mondubim
Contato: (85) 3499-0017 / 3499-0018.

(Foto – Divulgação)

Eunício admite que houve “cerceamento” de direito no caso do veto à entrevista de Lula

477 1

“Eu não sou petista, sou lulista!”, disse, nesta terça-feira, o senador Eunício Oliveira, candidato à reeleição pelo MDB, durante entrevista ao programa O POVO no Rádio, da Rádio O POVO/CBN, apresentado pelo jornalista Luiz Viana.

O emedebista disse mais: em nenhum momento ajudou a promover o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, observando que foi um dos responsáveis, no partido, pela manutenção dos direitos políticos da petista. “Fui voto vencido”, ressaltou, mais uma vez, sobre o impeachment.

Sem traições

Eunício Oliveira descartou qualquer possibilidade de ser traído na campanha, agora nesta reta final, destacando que um acordo informal foi fechado entre ele com o prefeito Roberto Cláudio (PDT), com o ex-governador e postulante ao Senado, Cid Gomes (PDT), com o governador Camilo Santana (PT), e com o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT).

Com essas colocações, deixou claro que Ciro Gomes (PDT), que o ataca constantemente, não fez parte desse acordo informal e “presencial”.

O emedebista disse ainda que o prefeito de Sobral, Ivo Gomes, montou um comitê para ele nesse município.

Cerceamento

Sobre o caso da entrevista que o ex-presidente Lula – preso na carceragem da PF de Curitiba, daria ao jornal Folha de S.Paulo, e que foi barrada pelo ministro Luiz Fux, com endosso do presidente do STF, Dias Toffoli, Eunicio Oliveira, que preside o Congresso Nacional,não economizou nas palavras:

– Houve cerceamento de direitos e da liberdade de expressão!”

(Foto – Agência Brasil)

Jair Bolsonaro no lugar errado

232 1

Da Coluna Política, do jornalista Érico Firmo, no O POVO destra terça-feira, o tópico “No lugar errado”. Confira

Campanhas eleitorais estão sempre repletas de candidatos a mandatos legislativos que prometem ações típicas do Poder Executivo. Levar saúde, educação, segurança e por aí vai. Isso não é algo no qual deputados e senadores possam intervir diretamente.

Jair Bolsonaro (PSL), por outro lado, é candidato a presidente cujas propostas, em grande parte, são prerrogativas do Congresso Nacional. Ele pouco fala do que pretende fazer na saúde. Na educação, quase se limita a falar de escolas militares, numa nítida dificuldade de sair da estreita lógica na qual atua. Mesmo na segurança, a pública, não fala muito do que irá fazer.

Por outro lado, facilitar porte de armas, rara proposta que defensores de Bolsonaro têm na ponta da língua, é prerrogativa do Congresso. Na semana passada, em entrevista à Jovem Pan, ele falou de outra medida, que é mudar a lei penal. Foi ao falar da punição a Adélio Bispo, homem que o esfaqueou. “Por que a pena dele (Adélio) tem de ser abaixo de um homicídio em si? Vamos mudar isso no futuro, se Deus quiser, caso eu seja Presidente. E mais ainda: vamos acabar com a progressão de pena”.

Para nada disso precisa ser presidente. Isso pode ser feito por parlamentar. Coisa que Bolsonaro é há 27 anos.

(Foto – Agência Brasil)

Sistema Nacional de Defesa do Consumidor agora aceita “Nome social” em formulário de reclamações

Após pedido do Decon do Ceará, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) decidiu adicionar campo destinado ao “Nome Social” do cidadão em formulário virtual do Sistema Nacional de Informações e Defesa do Consumidor (Sindec). Este sistema é utilizado para efetivar reclamações de consumidores em todo o país. A informação é da assessoria de imprensa do Ministério Público do Estado.

Segundo Daniele Corra, coordenadora-geral do Sindec, a medida foi implementada inicialmente, apenas no Ceará e, logo após, foi replicada para os demais estados da Federação para padronização do Sistema. Segundo o Decon, a solicitação foi feita com o objetivo de cumprir integralmente o Decreto Federal 8.727/2016 que garante o nome do uso social e o reconhecimento da identidade de gênero de pessoas travestis e transexuais no ambiente da administração pública federal, estadual e municipal.

Além disso, a informação “Nome Social” também foi acrescentada no dicionário de dados das cartas do sistema, para que os Órgãos de Defesa do Consumidor de todo o país tenham a possibilidade de configurar nas cartas, o conteúdo do novo campo acrescentado, seja na ata de audiência, termos de notificação e demais documentos.

O Sindec permite o registro dos atendimentos individuais a consumidores, a instrução dos procedimentos de atendimento e dos processos de reclamação, além da gestão das políticas de atendimento e fluxos internos dos Procons integrados e a elaboração de Cadastros Estaduais e Nacional de Reclamações Fundamentadas.

Em junho deste ano, o Decon lançou o projeto de “Fomento à Implementação do Nome Social nos Registro e Sistemas Computacionais Relativos às Relações de Consumo”, para incluir nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais nas relações de consumo. A recomendação é que o nome social do(a) cidadão(ã) conste em documentos como notas fiscais, correspondências, sistemas de informação, cadastros, programas, serviços, fichas, formulários e prontuários, melhorando a sua relação com o fornecedor ou prestador, independentemente do segmento social e da orientação sexual.

Prêmio Nobel de Física sai para um americano, um frances e um canadense

Um trio venceu o Prêmio Nobel de Física, anunciado hoje (2), pela Academia Real das Ciências da Suécia. Os vencedores são o americano Arthur Ashkin, o francês Gérard Mourou e a canadense Donna Strickland por suas “invenções no campo da física a laser”.

Arthur Ashkin pesquisa “a pinça óptica e sua aplicação a sistemas biológicos”, enquanto Gérard Mourou e Donna Strickland desenvolvem estudos sobre “o método de gerar pulsos ópticos ultracurtos de alta intensidade ”.

EPA6874. ESTOCOLMO (SUECIA), 02/10/2018.- Los retratos de los tres ganadores del Nobel de Física, el estadounidense Arthur Ashkin (izq), el francés Gérard Mourou (c) y la canadiense Donna Strickland, son expuestos en la Real Academia de las
Arthur Ashkin,Gérard Mourou e Donna Strickland venceram Nobel de Física (EFE/ Hanna Franzen/ direitos reservados)
O Prêmio Novel de Medicina abriu ontem a rodada de pesquisas vitoriosas nas ciência.

O americano James P. Allison e japonês Tasuku Honjo foram os vencedores. Trabalhando em pesquisas separadas, os dois cientistas descobriram um tipo de terapia contra o câncer que faz com que as células de defesa do organismo ataquem os tumores.

Amanhã (3) será a vez do anúncio do Prêmio Nobel de Química, depois da Paz e, por último, de Economia, na próxima semana.

(Agência Brasil)