Blog do Eliomar

Últimos posts

Eita, panfletinho invocado!!

Sobre a postagem em que o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT) aparece lendo panfleto “Juntos por Fortaleza”, de cabeça pra baixo, durante ato no Palácio da Abolição, sexta-feira última, uma correção. É assim mesmo a peça.

Por questão de justiça, fazemos a correção e pedimos desculpas ao presidente da AL pela imprecisão.

Veja como é o panfleto:

 

Pesquisa indica que quase 40% dos consumidores pretendem comprar na Black Friday

112 1

A oitava edição da Black Friday, que ocorrerá na sexta-feira (24), deve consolidar o evento como uma das principais datas de vendas do comércio brasileiro. As estimativas apontam um volume de negócios próximo de R$ 2,2 bilhões, 20% a mais que em 2016. No entanto, o consumidor brasileiro ainda demonstra desconfiança com a Black Friday, como revela pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL).

Segundo o levantamento, que ouviu 1.616 pessoas nas 27 capitais brasileiras, 39% dos consultados planejam fazer compras durante a promoção, enquanto 43% também querem comprar, mas vão analisar os preços antes. O índice reflete a dúvida surgida nas edições anteriores de que parte das lojas simulava descontos e, na verdade, cobrava os mesmos preços de antes, ou oferecia reduções muito pequenas.

Esse receio provou reações de instituições de defesa do consumidor. No ano passado, por exemplo, ação do Ministério Público da Paraíba levou à prisão de quatro gerentes de lojas pela suspeita de fraude. Em São Paulo, desde 2013 o Procon faz levantamento prévio de preços dois meses antes do evento para combater fraudes. “O tamanho do desconto depende de que se faça pesquisa desde já, anotando e comparando os resultados da busca. É um exercício que exige paciência e certa disciplina”, diz a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Apesar da desconfiança, em geral, o consumidor gosta da promoção. Numa escala de 1 a 10, a satisfação com a Black Friday do ano passado foi de 7,3. Em 2015, havia sido 8,5. E 85% dos consultados consideram que valeu a pena comprar na liquidação.

A pesquisa revela também que os consumidores consideram gastar cerca de R$ 1 mil este ano. Smartphones (29%), roupas (28%) e eletrodomésticos (25%) lideram o desejo de compra. Os ambientes preferidos são os sites de lojas nacionais (56%) e os shopping centers (23%). Os consumidores que pretendem comprar apenas no dia da Black Friday somam 40%, enquanto 26% calculam que vão adquirir produtos ao longo de novembro.

(Agência Brasil)

No dia de festa alvinegra, quase que a imprensa é mandada para o chuveiro à força

No desembarque festivo do time do Ceará, cenas de ameaça a setores da imprensa. O jornalista Wagner Mendes, do O POVO, comenta este assunto. Confira:

Nunca é fácil transmitir uma informação correta e de qualidade ao leitor. Requer profissionalismo, paciência e muita boa vontade do repórter e/ou do órgão, do clube, do governo, da instituição — que são a fonte da notícia. É um trabalho mútuo. Quando uma das partes não cumpre seu papel, dificilmente a entrega do produto final se dá como deveria. Em tempos de extremismos, a proteção física do repórter, seja em qual cobertura for, deve ser prioridade. O que exige organização.

A chegada dos jogadores do Ceará ao antigo aeroporto na tarde de ontem é exemplo de quando um dos lados não cumpre seu papel. Com críticas à imprensa, torcedores chegaram a ameaçar o repórter do canal Esporte Interativo, Lucas Catrib. Portadores da notícia cearense não puderam entrar nas dependências do aeroporto para se resguardar fisicamente em um momento de grande tensão. Em meio ao calor das emoções, aliada a goles de bebidas alcoólicas, parte da torcida alvinegra cantava em coro gritos de guerra contra profissionais da imprensa.

Misturados aos torcedores, e inibidos pelo que poderia acontecer, jornalistas tentaram, em vão, dialogar com a diretoria do clube. Quarenta minutos de peleja depois, uma escolta policial evitou que o pior acontecesse. Muito depois da confusão presenciada ontem, ainda não se sabe se o ocorrido foi por problemas de comunicação do Ceará, amadorismo ou intencional — o que seria grave.

Apesar de ser um problema, o comportamento hostil da torcida não é o principal questionamento. O esperado por jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas era um amparo profissional do clube. Por sorte, a notícia da edição de hoje não narrou um episódio que não estava no script de um dia de alegria para o futebol cearense.

*Wagner Mendes,

Jornalista do O POVO.

(Foto – Evilázio Bezerra)

Anastasia surge na peleja entre Tasso e Aécio pelo comando tucano

Correndo por fora, o senador Antonio Anastasia (MG) cresce como um possível nome à presidência do PSDB.Segundo a Coluna Radar, da Veja Online,seria ele alguém que poderia unificar as diversas correntes.No momento, a peleja é travada entre alas de Aécio Neves e de Tasso Jereissati, este último já tendo apoio de FHC no caso de não se registrar consenso.

(Foto – Agência Senado)

Brasil quer sediar Conferência do Clima em 2019

A consciência ambiental tem, aos poucos, se infiltrado na sociedade. Apesar disso, ainda estamos longe do ideal para o bem comum. A conclusão saiu da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 23), realizada na semana passada, em Bonn, na Alemanha.

A chanceler alemã, Angela Merkel, reconheceu que, apesar dos esforços, o país ainda tem uma matriz energética baseada em usinas de carvão, tendo reduzido a energia nuclear. O Brasil apresentou bons caminhos para cumprir as metas, com estímulo aos biocombustíveis e redução de desmatamento, mas tudo vai depender de investimentos.

No encontro, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, declarou que o Brasil tem todas as condições para sediar a COP 25, que será realizada em 2019. Para o senador Jorge Viana (PT-AC), presidente da Comissão Mista de Mudanças Climáticas do Congresso, o evento pode ser uma oportunidade de o país seguir com uma agenda positiva na área ambiental.

— O Brasil é um pais diverso, que é o sétimo em emissões no mundo. Mas há a esperança do mundo de que a gente resolva o problema da fome produzindo mais alimentos, mas conserve a biodiversidade brasileira. A mudança do clima é uma ameaça real, concreta, e o combate para que isso não aconteça depende também do Brasil. Se formos sede daqui a dois anos, quem sabe até lá a gente pare de adotar medidas contra o meio ambiente, que comprometem os compromissos brasileiros de evitar o aumento da temperatura do planeta e trabalhe no sentido de colaborar com o combate à mudança climática — avaliou o senador.

Viana também defendeu durante o encontro a organização de um movimento suprapartidário e a realização de uma audiência pública, ainda neste ano de 2017, para garantir o cumprimento das metas firmadas na COP 23.

Isso porque o país concluiu suas atividades na Conferência com mais trabalhos a fazer. No setor de energia, além de intensificar o uso de biocombustíveis, a ideia é ampliar os leilões de fontes renováveis para geração elétrica. No agropecuário, a meta é ampliar programas de financiamento para restaurar 15 milhões de hectares de pastagens degradadas até 2030.

(Agência Senado)

Vereador visita comunidades para colher demandas

Para o líder da oposição na Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Plácido Filho (PSDB), as comunidades possuem mais demandas do que a Prefeitura pode atender. A constatação do parlamentar é feita durante visitas às comunidades mais carentes, onde lista as principais necessidades de cada bairro.

“No Serviluz, o problema da areia na PontaMar está bem perto de ser resolvido, pois finalmente o projeto que apresentei no início deste mandato, o da grama japonesa, para acabar com a invasão da areia será colocado em prática”, comentou Plácido.

Já no Parque Santa Cecília, a comunidade solicita uma escola de tempo integral, uma calçada e uma academia ao ar livre no entorno da creche Agostinho Gósson, além de drenagem e pavimentação da Rua A, um posto de saúde e uma areninha na Avenida Urucutuba. “Vamos cobrar essas demandas da Prefeitura”, disse o parlamentar tucano.

Nos bairros Edson Queiroz e Presidente Kennedy os problemas são relacionados à saúde, como o atraso nas obras da Unidade de Pronto Atendimento e a falta de materiais no Posto de Saúde Ivana de Souza Paes. “A área atendida pelo posto deveria ter cinco equipes do Programa Saúde da Família, mas hoje tem apenas três”, apontou Plácido Filho.

(Foto: Divulgação)

Colégios eleitorais começam a fechar após votação no Chile

As primeiras das 42.890 mesas eleitorais distribuídas em 2.156 colégios em todo o Chile começaram a fechar na noite deste domingo (19), após a votação que elegerá um novo presidente, além de 155 deputados, 23 dos 50 senadores e 278 conselheiros regionais.

“Foi uma jornada tranquila, vimos muita participação nos lugares que passamos”, declarou o presidente do Serviço Eleitoral, Patricio Santamaría, ao fazer um balanço preliminar da participação no pleito deste domingo.

A votação transcorreu sem incidentes graves, com exceção de algumas ocorrências isoladas, como a invasão de um grupo de jovens de extrema-esquerda à sede do comitê eleitoral de Sebastián Piñera, que é candidato à Presidência nestas eleições.

Além disso, na região da Araucanía, um ônibus que estava preparado para transportar eleitores com dificuldade de deslocamento foi incendiado e, posteriormente, foi atacado o veículo que transferia o fiscal encarregado de investigar o incidente, que saiu ileso.

(Agência Brasil)

Temer se reúne com Rodrigo Maia e aliados na residência oficial da Câmara

O presidente Michel Temer se reuniu neste domingo (19) com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em Brasília. A reunião foi realizada na residência oficial de Maia e durou cerca de duas horas. Foi o segundo encontro entre Temer e o presidente da Câmara neste fim de semana. Ontem (18), no Palácio da Alvorada, os dois conversaram sobre a reforma da Previdência e a pauta de votações da Câmara para os próximos dias.

A pauta da reunião deste domingo não foi divulgada oficialmente. O encontro ocorre na semana na qual Temer pretende definir o sucessor do ex-ministro das Cidades Bruno Araújo, que pediu exoneração na última segunda-feira (13), e reunir votos de aliados para aprovar a reforma da Previdência.

Além do presidente, participaram do encontro o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e líderes dos partidos aliados na Casa.

(Agência Brasil)

Nação alvinegra acompanha desembarque do Vozão

Milhares de torcedores acompanham neste momento o desembarque do elenco do Ceará, que nesse sábado (18) conquistou o acesso à Série A do próximo ano. Desde cedo, já era grande o congestionamento no bairro Vila União, nas proximidades do antigo aeroporto. Por medida de segurança, a Infraero solicitou que o desembarque não fosse feito pelo Pinto Martins.

Mais cedo, torcedores promoveram uma carreata pelas ruas de Fortaleza para comemorar o acesso.

“Não vai ser difícil ganhar as eleições presidenciais de 2018”, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou neste domingo, 19, que “não vai ser difícil” ganhar as eleições presidenciais de 2018, mas defendeu uma mudança de estratégia dos partidos de esquerda para barrar as propostas do governo Michel Temer no Congresso. Ele avaliou que a oposição está fragilizada e lamentou que não tenha conseguido barrar o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e propostas que, na sua avaliação, representam um retrocesso com relação aos avanços das gestões petistas, como a reforma trabalhista.

“Éramos contra reforma trabalhista, e ela aconteceu, éramos contra a Previdência, e se não tomarmos cuidado, vai acontecer”, disse o petista, ao discursar no Congresso do PCdoB. Lula afirmou que o governo Michel Temer é “fraco” e, por isso, se submete “aos interesses do mercado”. “Nenhum presidente fraco é respeitado.” “Os congressistas que estão votando pelo desmonte não têm compromisso conosco. Nunca vi tanto deputado reacionário, tanto troglodita, e se não tomarmos cuidado vai piorar na próxima eleição”, disse.

Ele declarou que é preciso evitar a aprovação da reforma da Previdência, que “está acontecendo concomitantemente com o desmonte da Petrobras”. “Não tenho mais idade de ficar criando movimento ‘fora Temer’ e ele estar dentro, de ficar gritando não vai ter golpe e ter golpe. Vamos ter que parar de gritar e evitar que isso aconteça mesmo. Isso não pode continuar acontecendo debaixo da nossa barba.” Segundo ele, estão querendo desmontar a Petrobras porque “eles não são políticos, são usurpadores.” E continuou: “Eles não têm compromisso com o povo brasileiro, querem fazer o desmonte, destruir o BNDES, a Eletrobras, a Caixa, desmontar a cidadania.”

No discurso, Lula disse que, se não fosse pela sua teimosia e a do PT, não teria chegado à Presidência da República. E que provou que era possível a esquerda transformar este País, citando melhorias em salário, educação e na própria inserção do Brasil no exterior. “Deixamos de falar ‘fino’ com os Estados Unidos.” “Tiramos o País do mapa da fome.” E lamentou que o sonho que a gestão petista sonhou “infelizmente está sendo aos poucos desmontado”. “Estava tudo preparado para o Brasil se tornar a 5ª economia do mundo.”

Lula fez um discurso pela unificação da esquerda no País e de incentivo à candidatura da deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila à presidência da República, durante congresso do PCdoB realizado neste domingo. Ele chegou ao evento por volta do meio-dia, acompanhado da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e sentou ao lado da pré-candidata e do governador Flávio Dino (MA), ambos do PCdoB. Ele destacou que a candidatura de Manuela não deixa “rusgas” na relação do PT com o PCdoB.

“Manuela, mesmo quando a gente faz uma campanha que a gente não ganha, se a gente fizer uma campanha ideologicamente bem feita, bem organizada, e a militância for para a rua, quero dizer que vale a pena ser candidato. Da minha parte, a única coisa que vão estranhar daqui para frente é um belo dia eu aparecer em algum dos comícios da Manuela.”

Ele disse que apoia que outros partidos também lancem candidatos, mas rejeitou a tese de que Geraldo Alckmin (PSDB) seria um candidato de centro. “Não podem dizer que Lula é de extrema esquerda, que Jair Bolsonaro é de extrema direita, e que é preciso achar o caminho do meio. Quem convive com Bolsonaro sabe quem ele é, que é mais do que extrema direita, mas ele também tem direito de ser candidato.”

Lula disse ainda que somente partidos com legado terão chance de vencer a próxima eleição presidencial, e lembrou que PT e PCdoB construíram um forte legado nos últimos 30 anos, desde a campanha presidencial de 1989, citando conquistas do seu governo. “Por isso temos que governar o País sem querer ser governante, a gente tem que ouvir o povo, o povo sabe, nós só temos que ter coragem de perguntar.” Ele defendeu ainda a regulação dos meios de comunicação e distribuição de riquezas. “Quero meios de comunicação onde todos possam se manifestar.”

(Agência Estado)

Feliz com o alvinegro na primeira divisão, Robinson de Castro quer agora presidir o CRC

Embalado pela conquista de ter levado o Ceará Sporting Club para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, Robinson de Castro e Silva, presidente alvinegro, reforçou outra luta.]

Na tevê, ele aparece apregoando mudança e renovação como candidato a presidente do Conselho Regional de Contabilidade. O adversário dele é Francisco Coutinho.

O pleito ocorrerá nesta terça e quarta-feira.

MP do Rio pede anulação de sessão da Alerj que revogou prisão de deputados

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) protocolou eletronicamente na Justiça, nesse sábado (18), um mandado de segurança pedindo a anulação da votação da sexta-feira (17) da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Na sessão, foi revogada a prisão dos deputados estaduais Jorge Picciani (presidente da Alerj), Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB.

Os três deputados se entregaram à Polícia Federal (PF) na quinta-feira (16), após serem indiciados na Operação Cadeia Velha, que investiga o uso dos cargos públicos para corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, em combinação com as empresas de ônibus.

No pedido divulgado hoje (19), o MP alega que o presidente em exercício da Alerj durante a sessão, deputado Wagner Montes (PRB), e a mesa diretora ignoraram a liminar que determinava que a sessão fosse aberta para todos os cidadãos. O requerimento à Justiça pede a realização de uma nova sessão, que repita a votação, permitindo o acesso às galerias.

Ao vedar o acesso dos cidadãos às galerias da Assembleia, o MP entende que os deputados “camuflaram” a sessão pública e, assim, desrespeitaram “os princípios mais basilares do Estado Democrático de Direito”. O MP classificou os atos praticados pelo presidente em exercício da Alerj de arbitrários e ilegais, segundo a nota divulgada por sua assessoria.

Picciani comunicou hoje que vai se licenciar de suas atividades parlamentares a partir de terça-feira (21) para se dedicar à sua defesa e do seu filho, Felipe Picciani, que permanece preso em consequência da Operação Cadeia Velha. A empresa, gerenciada por seu filho e comandada pela família Picciani há 33 anos, teve a conta bloqueada como parte da operação.

O presidente da Alerj também informou que aguarda “com serenidade” movimentos que possam levar a um possível pedido de seu afastamento do mandato, bem como o de Paulo Melo e Edson Albertassi. Caso o pedido se concretize, Picciani afirma que pretende recorrer.

A Alerj esclareceu que a licença de Jorge Picciani não será remunerada e que tem prazo máximo para a licença contínua é de 120 dias. Se passar desse prazo, a vaga de deputado deve ser ocupada pelo suplente. Enquanto estiver de licença, Picciani fica afastado também do cargo de presidente e de suas funções administrativas.

(Agência Brasil)

Detento é encontrado morto dentro de presídio de Itaitinga

Mais um detento morre dentro de presídio cearense.

Desta vez a vítima foi Reginaldo Isidorio de Oliveira, interno da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), em Itaitinga (Região Metropolitana de Fortaleza).

De acordo com nota da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado, ele foi morto na tarde desse sábado  (18), após a saída das visitas. O corpo de Reginaldo de Oliveira – tinha 20 anos e respondia pelo artigo 157, foi encontrado na entrada da vivência, com marcas de lesão corporal.

A Perícia Forense e a Delegacia de Homicídios, de acordo com a Sejus, estiveram na unidade para os procedimentos necessários.

Um Milagre de Natal em pleno Centro de Fortaleza?

Prossegue, neste fim de tarde, na Praça do Ferreira, a programação do Natal de Luz. O evento é uma realização da Ação Novo Centro e conta, como ocorre todos os anos, com o coral infantil entoando belas canções natalinas da sacada de edifícios históricos da cidade.

De sexta-feira, quando da abertura do Natal de Luz, até agora, não se observou mais a presença dos moradores de rua, aquela turma que, com colchões velhos, transformava a Praça do Ferreira num dormitório a céu aberto.

A Prefeitura diz que conseguiu remover boa parte para seus abrigos, internar alguns que precisavam de apoio e convencer outros a voltar para o convívio da família. Ou seja, fez em poucas semanas, o que não conseguiu há muito tempo. Devemos atribuir isso, quem sabe, a um milagre de Natal.

II Festival de Marchinhas Carnavalescas Lauro Maia está com inscrições abertas

O Festival de Marchinhas Carnavalescas Lauro Maia, uma promoção da Associação Comunitária dos Bairros Ellery e Monte Castelo, volta a dar o ar da graça e está com inscrições abertas para a sua segunda edição.  As inscrições são gratuitas e acontecem até o próximo dia 25 de novembro exclusivamente na página oficial do evento no Facebook www.facebook.com/FestivalLauroMaia ou no link: https://goo.gl/8K448g

O formulário de inscrição também pode ser solicitado pelo e-mail: (lauromaiafestival@gmail.com). O evento é uma parceria com o Bloco Pré-Carnavalesco Sai na Marra e o Movimento Pró-Parque Rachel de Queiroz. Serão escolhidas entre composições inéditas e originais as três melhores marchinhas e o melhor intérprete. Podem se inscrever compositores profissionais e amadores, de Fortaleza e Região Metropolitana. Cada participante pode inscrever até duas marchinhas, que devem ser enviadas com letra e áudio correspondente.

Uma comissão julgadora vai selecionar as dez melhores marchinhas, considerando a letra da música, a melodia e a harmonia, bem como a interpretação. O resultado dessa primeira fase será divulgado no dia 1º de dezembro de 2017. A lista das composições classificadas para a final será disponibilizada na página oficial do Festival no Facebook (www.facebook.com/FestivalLauroMaia).

As dez vencedoras desta primeira fase vão se apresentar na Final do Festival, no dia 21 de janeiro de 2018, às 10 horas da manhã, no Pólo de Lazer da Avenida Sargento Hermínio/ Parque Rachel de Queiroz, onde será realizado um baile de carnaval  com a apresentação das marchinhas ao público e ao corpo de jurados.

Prêmios

  • 1º. Lugar: Troféu Lauro Maia mais R$ 1.000,00 (hum mil reais)
  • 2º. Lugar: Troféu Antonio Nogueira da Silva (Bené) mais R$ 750,00 (setecentos e cinquenta reais)
  • 3º. Lugar: Troféu Ígor Andrade mais R$ 500,00 (quinhentos reais)
  • Melhor Intérprete: Troféu Nozinho Silva mais R$ 500,00 (quinhentos reais)

O nome do festival, Lauro Maia, é uma justa e emocionada homenagem ao tradicional carnaval de Fortaleza através de um de seus maiores nomes: Lauro Maia.