Blog do Eliomar

Últimos posts

Mauro Filho abordará crise do federalismo em fórum da Seplag

“A Crise do Federalismo Fiscal Brasileiro e seu Reflexo no Ceará” é o tema da palestra que o secretário da Fazenda do Estado, Mauro Filho, realizará nesta sexta-feira, a partir das 9h30min, no auditório da Secretaria do Planejamento do Estado (Cambeba).

A palestra faz parte do Fórum Ceará em Debate, uma promoção da Seplag, por meio do Instituto de Planejamento e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

A coordenação é do diretor-geral do Ipece, Flávio Ataliba.

(Foto – Máximo Moura)

Alô, Prefeituras! Prazo para contestar estimativas das populações termina dia 18

O prazo que as Prefeituras contestem estimativas das populações residentes nos 5.568 Municípios brasileiros, divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no final de agosto, termina na próxima segunda-feira (18). Por ser uma das bases de distribuição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a Confederação Nacional de Municípios (CNM) volta a alerta para o encerramento do período de comprovação de números diferentes dos apontados pelo instituto.

Apesar de 1.378 Municípios terem apresentado redução populacional, apenas 14 Municípios terão redução no Fundo. Conforme mostra ainda análise da CNM, a partir das novas estimativas, 53,6% dos governos locais tiveram taxa de crescimento inferior a 1%, e 258 Municípios apresentaram crescimento igual ou superior a 2%. Das que crescimento no número de habitantes, 100 Prefeituras devem receber mais recursos com a mudança de faixa do FPM.

Coeficiente

A possibilidade de rever os dados é uma das recentes conquistas do movimento municipalista nacional, pois essa havia sido cancelada em 2013, conforme indicou parecer da Procuradoria Federal.

Assim, a CNM lembra que a maior parte dos Municípios que recebem o FPM – interior não mudarão de coeficiente em 2018.
Também existem 262 Municípios que precisam de até 500 habitantes para mudarem de faixa do FPM. Dentre eles, nove cidades precisam de até 10 habitantes para mudarem de coeficiente.

Time do Fortaleza engaja-se a ações do Ceará Pacífico

Izolda Cela, vice-governadora, coordena o Ceará Pacífico.

A Vice-Governadoria e a Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo vão firmar, nesta sexta-feira, às 14 horas, no Estádio Alcides Santos, um Termo de Cooperação Técnica com o Fortaleza Esporte Clube. A iniciativa será apresentada durante a solenidade de assinatura do convênio, que acontecerá no Estádio Alcides Santos.

A parceria entre as instituições e o time do Fortaleza faz parte do Programa Gera Ação, cujo objetivo é proporcionar, por meio do esporte, o desenvolvimento educacional e social dos jovens privados de liberdade.

A Vice-Governadoria é responsável pelas ações do Ceará Pacífico, conjunto de projetos e ações que objetivam amenizar o cenário da violência no Estado.

(Foto – Arquivo)

PF faz busca e apreensões no apartamento do ministro da Agricultura

142 2

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta quinta-feira, mandado de busca e apreensão no apartamento funcional do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em Brasília, como parte de investigação conduzida pela Procuradoria-Geral da República (PGR), de acordo com a TV Globo.

Blairo é alvo de um inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sob a acusação de liderar uma organização criminosa responsável por um esquema de corrupção e desvio de recursos públicos nos dois mandatos em que esteve à frente do governo de Mato Grosso (2003-2010).

 

Camilo quer inclusão de mais 10 municípios na região do semiárido

O governador Camilo Santana (PT) enviou, nessa quarta-feira, um ofício ao ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. Ele pediu que seja revista a decisão de incluir apenas 15 municípios na região do semiárido. Camilo quer a inclusão de outros 10 municípios nessa lista, o que totalizaria 175 municípios cearenses.

Os 10 municípios são: Bela Cruz, Jijoca de Jericoacoara, Itarema, São Gonçalo do Amarante, Trairi, Barroquinha, Camocim, Chaval, Cruz e Guaiúba.

No documento, Camilo pede a revisão da Resolução nº 107, de 27 de julho deste ano, do Conselho Deliberativo da Sudene considerando a “Análise sobre a Espacialização do Semiárido Cearense – Funceme 2017” e a “Proposta de Dimensionamento do Semiárido Brasileiro 2005 – BNB-Funceme”, enviados em anexo ao ofício. Também apela para que seja levado em conta o histórico de chuvas no período entre 2012 e 2016 para haver “maior justeza à análise das condições imperantes nos municípios ali referidos”.

Incluídos

Os 15 já incluídos na decisão do último dia 27 de julho são: Acaraú, Amontada, Beberibe, Cascavel, Fortim, Granja, Marco, Martinópole, Moraújo, Morrinhos, São Luís do Curu, Senador Sá, Tururu, Uruoca e Viçosa do Ceará.

Fortaleza terá programação no Dia Nacional de Mobilização contra a Reforma da Previdência

Sindicatos, associações, movimentos sociais e entidades da sociedade civil promoverão nesta quinta-feira (14) uma série de atividades em Fortaleza. Isso, dentro do Dia Nacional de Mobilização contra o fim da aposentadoria e em defesa dos serviços públicos. “Nenhum direito à menos” e “Fora Temer” são palavras de ordem que complementarão a pauta dos atos, que se estenderão até 21 horas em vários espaços da capital cearense.

Um ato público de maior peso acontecerá a partir das 16 horas, com concentração na Praça da Faculdade de Direito. De lá, sairá uma passeata com destino à reitoria da UFC.

Entre as entidades que integram essa mobilização estão ADUFC, AFBNB, ANDES, CSP Conlutas, MOS, MTST, Frente Povo Sem Medo, Movimento RUA, SETIBGE, SINPRECE, SINDSIFCE, SINDUECE, SINTUFCe, UJC, UJS e UNE.

Programação

As atividades começaram às 6 horas, com panfletagem no Terminal do Siqueira e conversa com a população sobre os ataques à Previdência Social, aos serviços públicos e aos direitos dos cidadãos.

Às 9 horas haverá debate, aberto a todos os interessados, no Auditório Central do Campus do Itaperi, da Universidade Estadual do Ceará (Uece). O tema será “A Uece no contexto de desmonte do serviço público”. O debate contará com participação do deputado estadual Renato Roseno (Psol).

Às 13h30min, no auditório da Faculdade de Economia da UFC, haverá debate sobre o tema “Dívida Pública e seus impactos: Funpresp e Ciência e Tecnologia” com os professores José Menezes (da UFAL) e Ênio Ponte (da UFC, presidente da ADUFC e representante da Auditoria da Dívida Pública no Ceará).

Às 16 horas, concentração na Praça da Faculdade de Direito. De lá, os manifestantes partirão em caminhada, seguindo até o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e encerrando o ato no pátio da Reitoria da UFC.

Às 19 horas, fechando a programação, a Praça da Gentilândia receberá um debate, aberto a todos os interessados, promovido pela plataforma “Vamos”, que busca construir uma ampla articulação coletiva para participação na busca de novos caminhos para o Brasil, contra o conservadorismo, a retirada de direitos, os ataques aos direitos trabalhistas, previdenciários, sociais.

CPI da JBS – Procurador que foi preso será chamado a depor para falar sobre Marcelo Miller

A relação de Rodrigo Janot com o ex-procurador Marcello Miller deverá ser descortinada no Congresso por outro integrante da PGR que teve problemas com a Lava Jato: Ângelo Goulart Villela. Integrantes da CPI da JBS garantem que ele está disposto a falar. Preso após a delação da J&F, Villela nega ter cometido crime. Hoje em liberdade, pode detalhar bastidores de negociações e da convivência de Miller com a força-tarefa. Há outro desafeto de Janot na lista de convocações: Eugênio Aragão.

Ex-procurador e ex-ministro da Justiça, Aragão deixou a PGR fazendo severas críticas à gestão de Janot — de quem já foi aliado. Sondado por parlamentares, disse que topa ir à comissão. Avisa que pretende falar a respeito da atuação do MPF e da “metodologia abstrata que rege as delações”.

*Da Coluna Painel, da Folha, aqui.

Câmara adia novamente votação da PEC da Reforma Política

A votação da reforma política gerou nova polêmica, na noite dessa quarta-feira (13), no plenário da Câmara dos Deputados. Após mais de cinco horas de debates e a tentativa de alterar o texto-base em votação, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) suspendeu a sessão por falta de quórum e adiou novamente a apreciação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/2003, instrumento que estabelece mudanças no sistema político-eleitoral e da criação de um fundo público para financiar as campanhas. O tema da reforma política deve voltar à pauta da Câmara na semana que vem.

Mais uma vez, a proposta não obteve consenso entre os parlamentares. Os deputados tentaram ainda colocar em votação a análise fatiada dos itens, como havia sido definido na última sessão que apreciou o tema. No entanto, por falta de quórum, a sessão foi encerrada.

Regimentalmente, a PEC precisa ser analisada em dois turnos, com os votos de 3/5 dos deputados. Dessa forma, para ser aprovada, a proposta requer os votos favoráveis de 308 parlamentares. Para ter validade nas eleições de 2018, as mudanças precisam ser aprovadas na Câmara e no Senado até o início de outubro deste ano, já que a Constituição exige que novas regras em processo eleitoral estejam em vigor um ano antes do pleito para serem aplicadas.

(Agência Brasil/Agêncai Câmara)

Privatização da Cagece é tema de audiência pública conjunta da Assembleia e Câmara Municipal

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quinta-feira (14):

Uma audiência pública conjunta da Assembleia Legislativa e Câmara Municipal de Fortaleza debaterá nesta sexta-feira (15), a partir das 14 horas, os impactos de uma possível privatização do saneamento no Ceará. O encontro vai contar com palestra do professor e pesquisador internacional José Esteban Castro, que apresentará dados das experiências de privatizações do saneamento no mundo.

Esteban, que visita Fortaleza a convite do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Ceara (Sindiagua), é doutor em Ciência Política pela Universidade de Oxford e coordenador da Rede Internacional Waterlat-Gobacit, dedicada à pesquisa e docência sobre política e gestão da água.

O presidente do Sindiagua, Jadson Sarto, será um dos debatedores. Governo do Estado, Prefeitura de Fortaleza, Cagece, Cogerh e movimentos sociais foram convidados para a audiência.

A audiência tem o deputado estadual Elmano Freitas (PT) e o vereador Acrísio Sena (PT) como requerentes. Chega no momento em que o Governo Temer criou o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Na equipe de Camilo Santana, há quem defenda a privatização nesse setor. É o caso de Célio Fernando, que integra grupo consultivo da Seplag para concessão de ativos públicos.

Trabalhadores nascidos em setembro podem receber nesta quinta-feira o abono do PIS-Pasep

O Ministério do Trabalho libera a partir desta quinta-feira (14) o pagamento do abono salarial do PIS/Pasep, ano-base 2016, para os trabalhadores nascidos no mês de setembro. O benefício ficará disponível para saque nos bancos até 30 de junho de 2018.

A partir desta data, os servidores públicos com inscrição de final 2 já poderão retirar o benefício no Banco do Brasil e os trabalhadores da iniciativa privada poderão sacar em qualquer agência da Caixa ou casas lotéricas de todo o país.

Quem trabalhou formalmente por pelo menos um mês no ano passado, com remuneração média de até dois salários mínimo, tem direito ao benefício. O valor vai depender de quanto tempo a pessoa trabalhou em 2016.

Quem esteve empregado formalmente durante todo o ano vai receber R$ 937, o valor do salário mínimo. Quem trabalhou apenas um mês, receberá um doze avos dessa quantia, e assim sucessivamente.

O Ministério do Trabalho identificou 24,34 milhões de brasileiros com direito ao PIS/Pasep, ano-base 2016. O calendário de pagamentos foi aberto em julho deste ano. Até o final de agosto, 3,6 milhões de trabalhadores tinham sacado o benefício, o que corresponde a 14.85% do total. O último lote do abono será liberado em março de 2018.

(Agência Brasil)

Bebê que recebeu medicação errada ganha alta hospitalar

Ganhou alta hospitalar, na tarde dessa quarta-feira, o bebê Kaleb Levy Rodrigues Pereira, de um ano e 15 dias. Ele ficou internado durante 11 dias após ter recebido medicação na veia, em UPA.

O remédio deveria ter sido administrado por meio de aparelho de aerosol. Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), Kaleb estava internado no Hospital Infantil Albert Sabin (Hias).

E-mail mostra que Wesley Batista ordenou compra de ações da JBS

Um E-mail interceptado pela Polícia Federal mostra que o presidente da JBS, Wesley Batista, deu ordens aos seus funcionários para a compra de ações da empresa na Bolsa de Valores em 24 de abril. Neste período, ele e seu irmão negociavam com a Procuradoria-Geral da República um acordo de delação premiada, que viria a público em 17 de maio, provocando uma forte queda no valor de mercado da companhia. A informação é da Veja.

Segundo os investigadores, os irmãos Batista sabiam que a revelação do acordo faria as ações despencarem. Por isso, por meio da controladora do grupo, a FB Participações, passaram a se desfazer dos papeis que numa ação coordenada seriam recomprados pela JBS SA. Desta forma, o prejuízo com a desvalorização do papel ficaria diluído entre todos os acionistas, e não somente entre os Batista, que detinham 42,5% das ações do frigorífico. Os prejudicados, com essa estratégia, foram a BNDESPar e os minoritários. Em relatório, a PF concluiu que, com as transações realizadas entre 24 de abril e 17 de maio, o grupo evitou uma perda patrimonial de 138,3 milhões de reais — o valor é maior do que a multa aplicada ao grupo na delação, de 110 milhões de reais parcelado em 10 anos.

O e-mail é forte indício de que a ordem para as transações partiram de Wesley Batista, preso nesta quarta-feira na segunda fase da Operação Tendão de Aquiles — Joesley também teve a prisão preventiva decretada, mas já se encontrava preso em Brasília pela suspeita de omitir informações no acordo de colaboração que previa imunidade penal aos dois.

Boeing da Lufthansa será levado de Fortaleza para a Alemanha até o dia 23

Em meio a processo de demissão voluntária, incertezas e angústias dos funcionários da Infraero, após a privatização do Aeroporto Internacional Pinto Martins, a movimentação de um grupo de alemães atravessa a rotina do terminal aeroportuário em Fortaleza.

Ainda não são os alemães da Fraport, investidora que ganhou do governo brasileiro a concessão do aeroporto cearense. Pelo menos 13 engenheiros e técnicos da Lufthansa Technik se desdobravam, ontem, para remover a asa esquerda de um Boeing 737-200 readquirido, 40 anos depois, pela empresa aérea germânica.

O PT-MTB — que, por último, pertenceu à cearense TAF Linhas Aéreas — é uma das sete aeronaves abandonadas (desde 2008) em um “cemitério” de aviões no Pinto Martins. Até o próximo dia 23, o boeing será transportado de Fortaleza para o Museu Aeroespacial da cidade de Friedrichshafen.

Lá, segundo Georg Witshel, embaixador da Alemanha no Brasil, será restaurado e transformado em ícone contra o terrorismo. Em 13 de outubro de 1977, a aeronave foi sequestrada por quatro terroristas da Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP).

O desmanche

Na manhã de ontem, os especialistas em montagem e desmontagem de super-máquinas voadoras levaram mais ou menos quatro horas para retirar a asa esquerda do 737. A operação, transformada em evento pela Embaixada da Alemanha no Brasil, levou ao Pinto Martins repórteres de vários estados do Brasil e jornalistas de veículos alemães.

Na manhã de ontem, especialistas em desmontagem de Super-Máquinas voadoras levaram mais ou menos quatro horas para retirar a asa do 737-200

Em meio ao sol forte do setembro cearense, homens, uma mulher e dois caminhões guindastes sacaram a peça que seguirá em um cargueiro russo, previsto para pousar em Fortaleza no dia 21 ou 23 deste mês.

O Antonov An-225 Mriya ou o An-124 Ruslan levará o “charuto” do Boeing 737 (corpo do avião), as duas asas inteiras, três contêineres com as turbinas, outras peças e as poltronas. Até amanhã, a asa direita será removida e embalada entres colchões e plástico bolha.

Quanto custa?

O custo da operação de desmontagem e traslado do 737-200 não foi revelado pelo governo alemão, a Lufthansa e o Museu Aeroespacial de Friedrichshafen — alguns dos parceiros que se juntaram para reconstituir a memória da narrativa do sequestro que ficou conhecida como Outubro Vermelho. Segundo Georg Witshel, a embaixada não tem a informação. “Sei que no Brasil, para comprar o avião, pagamos R$ 74 mil e mais ou menos 12 mil euros com advogados e documentação. Além da Lufthansa, há outras empresas e cidadãos alemães que contribuíram porque querem essa história restaurada”, explicou o embaixador.

A história

Entre 13 e 18 de outubro de 1977, o Boeing 737-200 foi sequestrado por terroristas da Frente Popular para a Libertação da Palestina, aliados do Baader-Meinhof.

O voo 181 Lufthansa, Palma de Mallorca-Frankfurt, levava 86 passageiros e cinco tripulantes.

Após cinco dias entre aeroportos de três continentes e a execução do piloto Jürgen Schumann, a polícia alemã invadiu o avião, matou três sequestradores, feriu um e resgatou, vivos, passageiros e quatro tripulantes.

O que O POVO já publicou sobre a história:

http://bit.ly/2mTARaW (Conexão Alemanha-Ceará. Alemanha quer repatriar avião sequestrado há 40 anos)

http://bit.ly/2sLgNgw (Sequestro Lufthansa. De volta para Alemanha)

http://bit.ly/2w2Or2F

(Alemanha-Fortaleza. Avião da Lufthansa será ícone contra o terrorismo)

http://bit.ly/2wXTCSF (Lufthansa envia engenheiros para desmontar Boeing histórico)

(O POVO – Repórter Demitri Túlio/Foto – Fábio Lima)

Fórum dos Servidores debate reajuste salarial 2018 em Baturité

O Fórum dos Servidores Públicos Estaduais (Fuaspec) dará prosseguimento, nesta quinta-feira, à série de encontros que vem realizando no Interior do Ceará. Dessa vez, em Baturité, reunindo servidores da Região do Maciço.

O objetivo, segundo o sindicalista José Rodrigues, é discutir a proposta de reajuste salarial para 2018 e a situação de crise do Instituto de Saúde do Servidor do Estado (Issec).

(Foto – Arquivo)

Decon multa empresa responsável pelo estacionamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins

,

O Decon notificou a empresa Master Park, administradora do estacionamento situado no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em decorrência de irregularidades praticadas. De acordo com denúncias recebidas pelo órgão, após a cobrança da primeira diária de estacionamento, mesmo que os consumidores utilizem o serviço por apenas algumas horas a mais, é cobrado o equivalente a uma segunda diária completa, não sendo fracionado o pagamento de forma proporcional ao consumo.

Outra reclamação se refere ao aumento no preço praticado pela empresa que, no período aproximado de um ano, subiu o equivalente a mais de 100% do valor cobrado da primeira hora do serviço.

Segundo a secretária-executiva do Decon, promotora de Justiça Ann Celly Sampaio, embora o Código de Defesa do Consumidor (CDC) tenha estabelecido balizas para a atuação dos fornecedores no mercado de consumo, muitos optam por explorar suas atividades às margens da legislação, tornando ainda mais vulnerável a classe consumidora, como é o caso da empresa Master Park, que, valendo-se do fato de ser o único local destinado a estacionamento de veículos nos arredores do Aeroporto Internacional Pinto Martins, compele o consumidor a pagar preços desproporcionais ao serviço que lhe é prestado.

O Decon aplicou multa no valor de 36.000 UFIRCE, considerando que a empresa Master Park infringiu o Código de Defesa do Consumidor e a Lei Municipal de Fortaleza nº 10.184/2014. A empresa recorreu à Junta Recursal do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Jurdecon) e o recurso está em análise.

(Foto – Alcides Freire)

Governo Temer baixa PDV para servidores federais; Prazo de adesão vai até 31 de dezembro

portaria do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão que traz as orientações sobre o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) para o servidor da administração pública federal direta, autárquica e fundacional está publicada na edição desta quarta-feira (13) do Diário Oficial da União. A adesão ao programa pode ser feita de hoje até o dia 31 de dezembro. A portaria também estabelece as orientações para a jornada de trabalho reduzida com remuneração proporcional e a licença sem remuneração.

programa foi anunciado pelo governo em julho. O servidor que tiver o pedido de PDV aprovado terá assegurada indenização correspondente ao valor de 1,25 salário por ano de efetivo exercício.

Não poderá aderir ao programa o servidor que se encaixar em situações como estar em estágio probatório, ter cumprido todos os requisitos legais para aposentadoria e ainda ter se aposentado em cargo ou função pública e voltado ao trabalho.

No caso de algumas carreiras como agente penitenciário federal, advogado da União, papiloscopista, perito médico previdenciário e supervisor médico pericial do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a adesão ao programa poderá corresponder ao máximo de 5% do total de cargos efetivos ocupados.

A portaria estabelece que o servidor que aderir ao PDV receberá o acerto financeiro correspondente à indenização das férias a que tiver direito, inclusive das acumuladas, se for o caso, e ao pagamento proporcional da gratificação natalina.

Redução de jornada

A redução de jornada se aplica a ocupantes de cargo de provimento efetivo. O servidor poderá requerer a redução de jornada de trabalho de oito horas diárias e 40 horas semanais para seis ou quatro horas diárias e 20 ou 30 horas semanais.

De acordo com a portaria, os integrantes das carreiras da Polícia Federal e de perito médico previdenciário e supervisor médico pericial do INSS não poderão requerer a redução de jornada.

Terão direito de preferência na concessão quem tiver filho de até 6 anos de idade, responsáveis pelos cuidados de pessoa idosa, doente ou com deficiência que constem como dependente e servidores com maior remuneração.

A jornada de trabalho reduzida poderá ser revertida, a qualquer tempo, a pedido do servidor ou por decisão da administração pública.

Licença sem remuneração

Servidores de cargo em provimento efetivo poderão requerer licença incentivada sem remuneração, com duração de três anos consecutivos, prorrogável por igual período. O período de concessão referente aos exercícios 2017 e 2018 será encerrado em 31 de dezembro de 2018. Quem obtém a licença recebe pagamento correspondente a três vezes a remuneração recebida.

Uma vez concedida, a licença não poderá ser interrompida a pedido do servidor ou de acordo com o interesse da administração.

Os integrantes das carreiras de perito médico previdenciário e supervisor médico pericial do INSS não poderão requerer a licença sem remuneração.

(Agência Brasil)

Empréstimo do BID para a saúde do Ceará é aprovado no Senado

O Senado aprovou, nesta noite de quarta-feira, um empréstimo da ordem de R$ 500 milhões para o estado do Ceará, oriundo do Banco Interamericano de Desenvolvimento. A matéria foi pautada logo que aprovada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), da Casa, o que ocorreu na terça-feira.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), comemorou e aproveitou para destacar os objetivos do empréstimo para o Ceará.

A aprovação, considerada rápida, foi recebida como uma demonstração de que a relação entre Eunício Oliveira e o governador Camilo Santana (PT) pode ter entrado numa fase, digamos, de respeito institucional, Daí, dizem alguns, um pulo para uma reaproximação política em 2018.

Líder do PSD diz que Meirelles recebeu convite de pré-candidatura ao Planalto “com entusiasmo”

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, negou nesta quarta-feira (10), em sua conta no Twitter, que seja pré-candidato à Presidência da República. Pouco antes, o líder do PSD na Câmara dos Deputados, Marcos Montes (MG), afirmou que o ministro foi convidado a se candidatar ao mais alto cargo do Executivo em 2018.

“Eu não sou pré-candidato à Presidência da República. Estou concentrado em meu trabalho na Fazenda, para colocar o Brasil na rota do crescimento sustentado. Fiquei muito honrado com as palavras de todos os deputados do PSD. Seguirei debatendo a política econômica com todos os parlamentares”, disse Meirelles.

De acordo com Marcos Montes, “se existe um nome que preenche os requisitos do mercado e de quem vive o dia a dia da economia, mas principalmente da sociedade, o nome dele cai como uma luva”. Segundo ainda o parlamentar, o ministro teria recebido as colocações “com entusiasmo”.

Para o deputado, não é importante o fato de Meirelles estar empenhado na implementação de uma agenda impopular, que abrange as reformas trabalhista e da Previdência, por exemplo.

“A medida impopular está fazendo o país crescer. É claro, tem que ter sacrifícios. Acho que isso será colocado em apreciação pela sociedade. A sociedade não vai ser ludibriada por populismo. Os sacrifícios são muitos, inclusive para nós, deputados”, acrescentou Montes.

(Agência Brasil)