Papa fala em Terceira Guerra Mundial e apela contra “loucura bélica”

O papa Francisco disse neste sábado (13) que o mundo atravessa uma Terceira Guerra Mundial que se desenvolve em etapas, por meio de crimes, massacres e destruições. O pontífice fez um apelo à paz para travar o que chamou de “loucura bélica”.

As declarações foram feitas no cemitério militar de Fogliano Redipuglia, no norte da Itália. O papa esteve no local para lembrar os mortos da Primeira Guerra Mundial, iniciada há 100 anos.

“Hoje, depois do segundo fracasso de uma guerra mundial, podemos falar de uma guerra combatida por partes, com crimes, massacres e destruições”, disse o papa.

No local, a poucos quilômetros da fronteira com a Áustria e a Eslovênia, estão sepultados 14.550 soldados aliados, dos quais apenas 2.550 estão identificados.

O papa Francisco chegou ao cemitério pela porta principal, onde rezou em frente ao monumento em homenagem aos mortos na Primeira Guerra Mundial. Em seguida, depositou flores para recordar a data.

(Agência Brasil)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Papa fala em Terceira Guerra Mundial e apela contra “loucura bélica”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 9 =