Parlamentar apela por pressão política em favor do Estado e contra a estiagem

Na condição de presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional, Recursos Hídricos, Minas e Pesca da Assembleia Legislativa, o deputado Dedé Teixeira (PT) apelou, nesta quinta-feira), para que o setor de irrigação seja contemplado com mais investimentos em tempos de seca “por ser importante para a economia cearense”. O apelo é feito no momento em que se discute o Orçamento Geral da União 2013.

Segundo o parlamentar, a bancada federal do Nordeste discutiu o Programa Mais Irrigação, do Governo Federal, cujo foco é a implantação de perímetros irrigados e a aplicação de recursos em estudos para beneficiar pequenos agricultores. O petista lembrou que o Ceará conta com seis perímetros irrigados incluídos na medida do Ministério da Integração. São eles: Baixo Acaraú, Tabuleiro de Russas, Araras Norte, Aires Souza, Várzea do Boi e Icó Lima Campos. Apenas o Jaguaribe-Apodi ficou de fora, mas negociações ainda acontecem para ele também ser incluído. “Se for, a irrigação passará a ser uma vocação econômica cearense”, previu.

Dedé Teixeira conclamou a um trabalho de pressão política para garantir investimentos, destacando que, mesmo enfrentando dificuldades climáticas e de modais de transporte, o Ceará ocupa a terceira posição nacional no ranking de distribuição de milho. Só perde para os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Parlamentar apela por pressão política em favor do Estado e contra a estiagem

  1. Ñ esqueci em Quem votei,aliás nunca ESQUEÇO,,,,,,,,a eleição está na porta,.CUIDADO,,,,,,Deputados conversem c/seus VEREADORES….”tamu”de OLHO (aberto))))))))

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + dez =