"Pequenos partidos" não poderão se coligar

“A expectativa do “G11” (PSL, PTdoB, PV, PPS, PRTB, PMN, PRP, PTC, PSDC, PHS e PRB) de formalizar uma chapa única para deputado federal e chapinhas para estadual em Pernambuco foi por água abaixo. Após uma consulta ao ex-ministro do TSE José Delgado, as legendas ficaram sabendo que a Legislação Eleitoral impõe barreiras à coligação.

O problema é que partidos com diferentes candidatos majoritários não podem firmar aliança na proporcional. Entre as siglas citadas, o PV tem candidato próprio Sérgio Xavier, PPS e PV apoiam Jarbas, enquanto outros como o PTC tendem a ficar com o governador Eduardo Campos (PSB).

“Fica um samba do crioulo doido. É incompatível, segundo a legislação”, lamenta o presidente estadual do PMN/PE, Sílvio Barbosa, que deve restringir sua aliança com ao PPS. Hoje, na sede do PSL, o comando das agremiações partidárias terá nova reunião. Em discussão alguma engenharia de coligação viável judicialmente para reforçar suas pretensões eleitorais.”

(Portal G1)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “"Pequenos partidos" não poderão se coligar

  1. ELIOMAR, TEM COMO VOCÊ APURAR O GASTO DO GOVERNO CID GOMES NO VALOR DE R$ 3 MILHÕES DE REAIS COM OVOS DE PASCOA PARA OS PRESOS?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 11 =