Petrobras divulga Relatório de Sustentabilidade 2013

brr

A Petrobras divulgou, nesta quinta-feira, o Relatório de Sustentabilidade 2013, no site www.petrobras.com.br/rs2013. A publicação, que reúne informações sobre seu desempenho operacional, econômico, social e ambiental durante o ano, traz entre os destaques o reúso de 24 bilhões de litros de água; e o investimento de R$ 780 milhões no patrocínio a projetos sociais, ambientais, culturais e esportivos, no último ano.

O reúso de 24 bilhões de litros de água em 2013 representa 11% do total de demanda de água doce da companhia no período, e um aumento de cerca de 3% em relação a 2012. Esse volume seria suficiente para abastecer uma cidade de 600 mil habitantes durante um ano. Com a entrada em operação de novas unidades de reúso, até 2015, a Petrobras atingirá a marca de 35 bilhões de litros de água doce que deixarão de ser captados anualmente do ambiente, aumentando sua disponibilidade para consumo pela sociedade.

Ao todo, a companhia investiu R$ 780 milhões, em 1.600 projetos sociais, ambientais, culturais e esportivos em todo o país, no ano passado. Em novembro, foi lançado o Programa Petrobras Socioambiental, que iniciará um novo ciclo, com investimentos de R$ 1,5 bilhão, de 2014 a 2018, em projetos sociais, ambientais e socioesportivos, que contribuem com o desenvolvimento sustentável e a promoção de direitos.

A qualificação profissional também ganhou reforço em 2013, com o início da nova fase do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás (Prominp). Serão capacitados profissionais para atender à demanda de fornecedores pela modalidade aluno-empresa, em que as empresas indicam os alunos e dividem o investimento na qualificação com o Prominp. Nos últimos sete anos, o Plano Nacional de Qualificação Profissional, uma das ações do Prominp , capacitou 97,3 mil profissionais por meio de processo seletivo público.

A Petrobras também apresenta iniciativas de cumprimento da política de conteúdo local para o setor de óleo e gás natural, colaborando para aumentar a geração de emprego e renda no país. Pela primeira vez, estão sendo construídos simultaneamente no Brasil 28 sondas de perfuração marítimas, 88 navios para transporte de produtos de petróleo , 38 plataformas de produção e 146 barcos de apoio. As sondas vão prospectar petróleo em águas ultraprofundas, e serão entregues a partir de 2015 com conteúdo local entre 55 e 65%. As demais embarcações estão sendo entregues no período 2013 a 2020. Todos esses projetos somam mais de U$ 100 bilhões em encomendas colocadas na indústria naval brasileira. No ano de 2013, foram construídas nos estaleiros brasileiros unidades de produção com até 34 meses de fabricação, período alinhado à média mundial.

(Com Site da Petrobras)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =