Prefeitura corta quase R$ 3 milhões de verba destinada a crianças e adolescentes, denuncia Cedeca

“Estudo realizado pelo Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca) afirma que a Prefeitura de Fortaleza vem diminuindo o orçamento destinado à infância e juventude, subtraindo a quantia de quase R$ 3 milhões só nos últimos dois meses.

De acordo com o documento, o total aprovado no orçamento de 2011 para ações nessa área foi de aproximadamente R$ 25,443 milhões. Com a retirada de 11,06% desses recursos, o valor teria sido reduzido para R$ 22,627 milhões. Para o técnico em orçamento do Cedeca, Clézio Freitas, o corte ocorreu na Assistência Social, e não há transparência da Prefeitura quanto à movimentação.

“É um fato lamentável, pois isso agrava ainda mais o estado de defasagem dos equipamentos públicos que atendem às crianças e adolescentes em Fortaleza, como é o caso do Conselho Tutelar, das unidades do Programa de Erradicação de Trabalho Infantil (Peti), das unidades do Projeto Aquarela (que atende às vítimas de violência sexual) e dos abrigos”, afirma Clézio Freitas.

 Execução orçamentária

Ele ressalta ainda que, além da falta de transparência, outros problemas graves estão gerando preocupação, como o baixo nível de execução orçamentária na área. “Para se ter uma ideia, R$ 637 mil de recursos oriundos do tesouro municipal estavam destinados à ação de enfrentamento à violência sexual, no início deste ano. Até agora, nada foi gasto, como é possível constatar por meio do Portal da Transparência”.

Entre os problemas estruturais, são apontados a defasagem de equipamentos e a falta de estrutura. O Abrigo dos Meninos e o Abrigo das Meninas, por exemplo, estão com banheiros quebrados e paredes desgastadas em todos os cômodos, além de não possuírem área de lazer ou ventilação adequada, segundo Clézio.

O Cedeca garante acionar o Ministério Público para acompanhar as políticas voltadas para crianças e adolescentes, solicitando também um posicionamento da Prefeitura a respeito da aplicação dos recursos.”

(O POVO)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

7 comentários sobre “Prefeitura corta quase R$ 3 milhões de verba destinada a crianças e adolescentes, denuncia Cedeca

  1. Infelizmente sem o posicionamento da prefeitura fica difícil emitir uma opinião mais crítica a respeito. Vi bons investimentos da prefeitura principalmente nos Cucas e nas escolas e creches municipais. Isso já conta muito, mas como eu já havia dito, sem o posicionamento da prefeitura fica difícil ter uma opinião mais crítica.

  2. É a “Fortaleza b(ANGU)ela!”

    Vamos providenciar, agora, o ‘rallye’ da educação, o “rallye” da criança e do adolescente etc.!

  3. Lógico…a moça “loirinha”(?)adora fogos de artifício…São João está aí. Mas a luta das quadrilhas (de dança!) para receber a ajuda de custo é eterna. Talvez esse dinheiro esteja sendo engordado para a festa de reveion. Aí sim…Fortaleza tem a queima de fogos superior à de Londres. Muié, cuida das crianças, tem dó no coração!

  4. O Túlio, quantos CUCAS existente de fato em funcionamento????
    Será que ela diminui também a verba de seu gabinete ou os gastos no famoso cartão corporativo?????

  5. Bem, Jonas, pelo que sei, há uma concluído na Barra e mais 3 em construção. Bem, o orçamento para construir é maior que para realizar a manutenção na grande maioria dos casos – inclui material para o serviço, mão de obra, eventuais reparos. Quanto aos gastos do gabinete ou do cartão, não sei dizer exatamente, mas você pode consultar. São dados PÚBLICOS e existe transparência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =