Prefeitura de Fortaleza terá Portal do Servidor

2406cd0201

Nesta terça-feira, às 9 horas, o prefeito Roberto Cláudio (Pros) e o secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão, Philipe Nottingham, lançarão o Portal do Servidor. No ato, marcado para o auditório da Universidade do Parlamento Cearense (Unipace), também serão assinados o Projeto de Lei de Prevenção e Combate ao Assédio Moral – demanda da Mesa Central construída por representantes do governo e das entidades sindicais -, e outros projetos de lei voltados para o servidor.

O Portal do Servidor reunirá, segundo a assessoria de imprensa da pasta do Planejamento, uma série de serviços antes só obtidos presencialmente, facilitando o acesso do servidor a informações importantes de sua vida funcional.

Pela plataforma, ele poderá emitir declaração de tempo de serviço e acúmulo de cargos e declaração para isenção de IPTU e ITBI; consultar seus empréstimos consignados e margens disponíveis e o contracheque e comprovantes de rendimento. Tudo online, sem precisar se deslocar.

Um segundo pacote de serviços já está sendo desenvolvido e contempla: simulação de empréstimos consignados; consulta de tempo para aposentadoria; solicitação de licenças e afastamentos e pré-inscrições para capacitações. O Portal do Servidor reúne ainda orientações e legislações sobre benefícios, Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PPCS) e notícias importantes.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “Prefeitura de Fortaleza terá Portal do Servidor

  1. E para o lançamento do portal que pretende acabar com o assedio moral, servidores estão sendo ameaçados de falta se não comparecer a solenidade da assembleia, é uma vergonha gastar dinheiro público com isso.

  2. Uma medida simples, mas de grande alcance e justiça, seria voltar a pagar o piso profissional dos engenheiros, conforme a Legislação. Esses servidores que muito já trabalharam, e ainda contribuem com o andamento das obras municipais, seriam melhor atendidos do que com esse portal estimulador de mais empréstimos consignados. A porta do endividamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 2 =