Presença de Gony na equipe cidista é cooptação, avalia analista político

Com o título “Novos nomes no time de Cid”, o publicitário e poeta Ricardo Alcântara analisa o secretariado de Cid Gomes. Sobre o caso Gony Arruda, deputadol estadual reeleito pelo PSDB e que ocupará a pasta dos Esportes, vê como cooptação. Confira:

Nesta segunda-feira, o governador Cid Gomes, por meio do seu vice, Domingos Filho, que empossará a equipe, dará partida no desafio de contrariar a tendência e cumprir um segundo mandato com melhor desempenho do que o primeiro. Tem grandes chances de consegui-lo: muito do que iniciou vai alcançar materialidade a partir de agora – e em 2012, principalmente.
 
A escolha de Gony Arruda (PSDB) para Esportes indica que o governador pretende mesmo cooptar os tucanos que queiram se manter aliados e deixar à míngua a minoria de dois que se mantém fiel a Tasso Jereissati que, aliás, não deverá manifestar surpresa alguma: em política, a gratidão nunca foi assídua.
 
A ascensão de um neófito, o deputado Antonio Carlos (PT), de suplente a líder do governo, se não atende a critérios técnicos compreensíveis, sinaliza uma manobra política a ser decifrada: o deputado integra o mesmo grupo da prefeita Luizianne Lins, em quem o governador não tem encontrado um ombro amigo. Aí tem.
 
Para a Segurança, antes dirigida com estilo cerebral por um servidor da Polícia Federal, Cid Gomes cumpre o prometido: vai um “pé de boi” – e bota pé de boi nisso! O coronel Bezerra é ex-comandante da Guarda Municipal de Sobral, o que talvez não seja suficiente para transmitir tranqüilidade à família cearense.
 
A presença do “presidente” Evandro Leitão (PDT) no Trabalho, é boa notícia para o governo: se ele souber fazer por lá 10% do que fez pelo nosso time…aguarde. Mas a galera alvinegra ficou preocupada: se, com seu distanciamento, as coisas não andarem bem no “mais querido”, a mundiça já sabe em quem colocar a culpa.
 
Para a Cultura, foi nomeado Francisco Pinheiro (PT), que, como seu vice, conquistou a estima do governador, o que talvez indique boa disposição, mas, perfil alheio às questões de que cuida a pasta e tão distante do meio, a primeira impressão transmitida pela indicação do gentil Pinheiro é de irrelevância. A ver.

No mais, ficam aqueles que sempre pareceram titulares no projeto do governo em seus aspectos fundamentais. Entre continuidade e mudança, a escolha do secretariado tem a marca de um equilíbrio que Cid Gomes sempre se esforça em garantir às suas decisões. Que vença o desafio de superar a si mesmo.

Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

3 comentários sobre “Presença de Gony na equipe cidista é cooptação, avalia analista político

  1. Olha só como as coisas são engraçadas.
    Se são escolhidas apenas pessoas do grupo vencedor, É APARELHAMENTO DO GOVERNO.
    Se convida adversários a a participar, É COOPTAÇÃO.
    Quer dizer : apanha por ter cahorro e apanha por não ter !
    Vixe !

  2. Temos observado que o polivalente articulista deve estar de férias das suas múltiplas atividades, eis que vem se ocupando, quase diariamente, em fazer análises, emitir opiniões pessoais, dar conselhos (“de grátis”) e mandar recados aos nossos governantes estadual e municipal.
    Apesar do texto bem cuidado, nós leitores fazemos nossas reservas contra alguém sabidamente ligado, por laços familiares e profissionais, a grupos derrotados nas últimas eleições.
    Sugerimos ao autor que varie o seu foco e comente, por exemplo, a última pesquisa Lance/Ibope que confirmou a superioridade inconteste da torcida tetra-campeão, e bi-vice brasileira, diante do alvinegro das margens do Canal de Porangabussu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + treze =