Presidente da Fiec entre a alegria e a tristeza

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, afirma estar vivendo hoje um misto de alegria e tristeza depois que as urnas do último domingo foram apuradas. “Fiquei satisfeito, porque teremos segundo turno e isso é bom para legitimar quem vencer. Fiquei triste pela derrota do senador Tasso Jereissati (PSDB), uma perda para o Ceará”.

Para Macedo, o segundo turno se constitui como importante, pois servirá para reforçar a democracia e dar aos candidatos condições de apresentar melhor suas propostas e promover um debate sem diferenças de tempo na propaganda eleitoral gratuita.

Sobre Tasso, lamentou, observando que, no Estado, as grandes obras estruturantes e que serviram para atrair empreendimentos e empregos, são resultados de suas administrações como governador por três vezes.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Presidente da Fiec entre a alegria e a tristeza

  1. Vejam as seguintes considerações:

    * José Serra (PSDB) é mais preparado do que Dilma Rousseff (PT) e no começo da campanha cometeu “um erro atrás do outro”.

    * Lula e o PT fizeram força sobre os “companheiros dos estados”, fazendo inclusive “coisas mesquinhas”, para pressioná-lo a não ser candidato à Presidência por seu partido, o PSB.

    * Está errado o ex-ministro José Dirceu integrar o comando da campanha de Dilma. Como ele está em “situação delicada” como réu no Supremo Tribunal Federal, participar da campanha é “um desacato à Justiça e à opinião pública”.

    * A aliança do PT com o PMDB decorre de “tráfico de minutos de televisão” e significa “silêncio para que não se apure o malfeito”. “Você se junta ao pilantra para não apurar os malfeitos que o pilantra faz, isto não tem sentido”.

    * Lula “está popularíssimo”, mas “não tem ninguém para lhe dizer certas nada” a seu redor e “está perdendo a humildade, sem dúvida nenhuma”.

    São frases do recém-designado integrante da coordenação de campanha de Dilma, o deputado, ex-governador e ex-ministro Ciro Gomes (PSB).

    Veja o vídeo da entrevista:

    http://www.youtube.com/watch?v=Xd3-NpHoo2w&feature=player_embedded

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =