PROCURADORA DE JUSTIÇA QUESTIONA "FORTALEZA BELA" DE LUIZIANNE LINS

O presidente da Fiec, Roberto Macedo, bateu duro na administração da prefeita Luizianne Lins (PT) recentemente no Jornal O POVO e, também, neste Blog. Indagou sobre as obras, no que veio resposta da prefeita afirmando que Macedo precisava conhecer mais Fortaleza. Em meio a essa peleja de opiniões, surge agora a procuradora de justça Zélia de Moraes Rocha. Confira:

“Há poucos dias, o presidente da Fiec, Roberto Proença de Macêdo, teceu críticas na imprensa local à administração da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, expressando o desejo de que o eleitorado fortalezense refletisse melhor no momento da escolha do novo administrador de nossa capital. Ele falou, em síntese, que a prefeita só volta suas vistas para a periferia, mas que era preciso administrar para toda a cidade. Vixe Maria. A réplica veio feroz. Em forma de ataque. As idéias expostas pelo presidente da Fiec se confirmam, assim, com a resposta amadora e grosseira da prefeita a uma crítica justa de quem representa uma importante entidade do Estado, com várias ações na periferia de Fortaleza, por meio, sobretudo, do Sesi e do Senai.

Infelizmente, Luizianne Lins, que se notabilizou no parlamento pela agressividade quando exercia seu direito a crítica, parece não ter entendido o que representa a estatura de um prefeito de Fortaleza. Parte logo para o ataque pessoal, como se não fosse legítima a crítica, e desrespeita o presidente de uma entidade que sempre esteve aberta aos gestores municipais para a discussão dos problemas que afligem nossa cidade. Expor idéias, prefeita, é exercer a democracia. Quem desconhece o drama vivido pela população menos favorecida de nossa cidade? Para que, em sua resposta, apontar números a esmo, como se isso lhe conferisse crédito perante a população? É fugir do debate maior. Além do mais, os dados apontados como sendo virtudes não passam de obrigação. Sem contar que não foi isso o prometido. Quem não se lembra da promessa de 100 escolas e a construção de 40 mil casas? Uma Fortaleza verdadeiramente bela, prefeita, passa também pela capacidade de saber conduzir um diálogo produtivo. E, infelizmente, cada vez mais sua administração se fecha para a sociedade.

Não vi como críticas do presidente da Fiec o fato de a prefeita Luizianne Lins trabalhar a favor da periferia. Até porque é nela que se encontram as pessoas mais carentes. Voltar às vistas para essa parte da cidade é crucial a qualquer administração. Roberto Macêdo afirmou, na verdade, que a prefeita foi eleita por todos os fortalezenses, independente de classe social. Suas ações, portanto, deveriam englobar toda a cidade. Esse modo atual de agir da prefeita não é justo. São ações meramente eleitoreiras. Outras áreas da cidade estão acabadas ou se acabando, ruas estão esburacadas, praças abandonadas e muitos são os pontos de lixo, para citar alguns problemas. A cidade está, sim, sem gestor, sem projeto e com uma administração isolada da sociedade e acéfala em muitos sentidos. Fortaleza não é só a periferia. É preciso administrar visando toda a cidade, mesmo que isso às vezes não redunde em votos.”

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

18 comentários sobre “PROCURADORA DE JUSTIÇA QUESTIONA "FORTALEZA BELA" DE LUIZIANNE LINS

  1. Fortaleza está começando a acordar. Luizianne Lins é uma grande decepção.Nada fez até agora. E ainda não conseguiu explicar o escândalo do Revellion.Total apoio à Procuradora.

  2. Nós, contribuintes, pagamos agentes do judiciário pra defender empresário ou pra nos defender e defender os interesses maiores da cidadania?

  3. É esquisito ver procurador de justiça defendendo empresário ou entidade de empresários. Mas isso faz parte da democracia, não é mesmo? Agora, queria ver essa mesma gana de defesa quando de atos truculentos praticados contra sem terra, índios, negros e outras minorias. Seria maravilhoso.

  4. Procurador devia era nos informar no que vai dar o escândalo do réveillon da prefeita Luizianne Lins. Se o caso morreu na Justiça Federal, tem que vir para a seara estadual. Ou vai morrer também aqui?

  5. Os moradores da Parangaba estão loucos para encontrar a “lora sebosa” (como é conhecida por lá). Querem saber porque ela mandou embargar o supermercado Extra, que iria gerar muitos empregos para o bairro.

  6. Indignação, minha gente…nada mais do que isso. A prefeita depois que assumiu nunca pôs os pés na periferia mesmo não! não que ela fosse resolver estando lá. Mas falar em números, que fez isso, que fez aquilo SÓ NÃO INDO LÁ PRA FALAR UMA REALIDADE QUE NAO EXISTE.Eu que sempre disse: vá, prefeita, vá ver de perto(agora pra angariar votos, né?) mas vá: exemplo : democrito rocha, montese, bom jardim, conj ceara….gente, só cego…pelamordedeus….a prefeita quer enganar quem?

  7. Vixe maria. Não me lembro de ter visto uma defesa tão enfática como a feita pela Dra.Procuradora em favor do empresário Roberto Macedo. Quem pode, pode. Não é mesmo Sr.Eliomar?

  8. sem um nome novo na disputa, luizianne pode se considerar reeleita prefeita de fortaleza…ainda mais com essa elite ai, preconceituosa e deZinformada, informando que a lora tá trabalhando na periferia que continua abandonada como sempre…luizianne não tá trabalhando nem na periferia, nem no centro, nem dos lados, fortaleza bela só se for na casa dela…

  9. Voces sabem me dizer, qual indústria ou empresa que a luiziane trouxe para fortaleza? Da onde ela quer tirar todo esse dinheiro para sua política populista? Olha prefeita, fortaleza não é só a periferia nao viu?

  10. Belissimas considerações. Srª Procuradora Zélia de Moraes Rocha: certeiras e na mosca.Mas há que se notar que se notar qualquer crítica vem sempre seguida da catinilária dos que defendem a “não Administração Municipal” Fortaleza Beala que aparecem até aqui neste blog. Este pessoal não consegue acordar deste sonho chamado “Fortaleza Bela” e continua dormindo em cima do palanque.

  11. Esquisito, uma Procuradora de Justiça se metende nisso…Aí tem coisa. Essa defesa do empresário, esse ataque a Prefeita que não faz nada mesmo…Mas, fazer a defesa de um empresário..aí tem coisa..O ministério público tem que ser imparcial..não pode dá pitaco sobre casos concretosd..

  12. Pra você ver, Eliomar.Tem partido defendendo empresário, agora promotor defendendo empresário… É por isso que são ricos. Não gastam nem com advogados.

  13. Um cidadão flou muita emuita bobagem, talvez por falta de conhecimento,o ministerio publico é nosso fiscal; a DRA. PROCURADORA DE JUSTIÇA tem toda razão, ela não precisa tar barjulando alguém!!!!!!!!!!! gostária de conhece-la . parabensssssssssss!!!!!!!!!!dra.!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  14. Não só lamentável, mas bastante suspeito essa defesa feroz da doutora Procuradora (com certeza uma das marajás do serviço público) de um dos barões da indústria do Ceará, fiel escudeiro de Tasso Jereissati e cia. Aliás, a senhora procuradora tem uma visão bem machista. Fortaleza tem UMA PREFEITA e não um prefeito. Qual o ataque pessoal da prefeita? Quer doutora procuradora que quando as ações da prefeitura dão certo “cumprir a obrigação”. Ok. e cumprir a obrigação, quando tantos não cumprem, não é uma qualidade. Vôte. Quer dizer que é crime a Prefeita, numa resposta correta, democrática, fundamentar sua resposta com os números da sua exitosa gestão. A propósito de procuradoria a senhora deveria vir a público para explicar as gravissimas denúncias feitas por um Promotor do DECOM dando conta de fraudes naquele órgão que teriam sido cometidas por alguns de seus membros. Quer dizer que a prefeita tem que ficar calada diante das críticas? Quem critica tem estar aberto para receber resposta. Felizmente a prefeita tem o que mostrar a esses eternos exploradores do povo e de seus bajuladores. Ai como é bom sair em defesa dos tubarões! Triste papel para uma “procuradora de justiça”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + sete =