Projeto dará isenção de ICMS nas operações de Itataia

A Assembleia Legislativa aprovou o projeto de indicação do deputado Tomás Figueiredo (PSDB), que reduz a base de cálculo do ICMS incidente nas operações internas de extração e beneficiamento do fosfato e do urânio da Mina de Itataia de Santa Quitéria.

Todo o minério destinado para a produção de suplemento mineral para alimento animal terá redução no ICMS, passando dos atuais 58,82%, que são cobrados, para 7%. Tomás afirma que quer o Estado do Ceará tendo “um grande impulso no seu desenvolvimento e na arrecadação de tributos gerados pela própria mina e por outras empresas que aqui virão se instalar na condição de fornecedores ou consumidores atraídos pela riqueza do urânio e do fosfato”.

Ele adianta que a matéria não traz qualquer repercussão nas receitas de outros Estados. A produção, quando comercializada fora do Ceará, será realizada sob o manto da imunidade tributária, prevista na Constituição Federal, ou seja, o imposto será cobrado pelo estado de destino.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 2 =