PT, PSDB e as investigações sobre corrupção

investiga

Com o título “Aécio tem razão”, eis tópico da Coluna Política, assinada pelo jornalista Érico Firmo no O POVO desta terça-feira. Ele coloca um dado importante: abrir o debate sobre investigações de corrupção no tempo dos tucanos e nestes tempos de petista. Confira: 

Aécio Neves (PSDB) tem insistido numa tese, com particular ênfase no domingo, na TV Record, de que as investigações não são mérito do Governo Federal. De que são papel das instituições. Tem razão. Não deve estar condicionada à decisão política do governante a autonomia para fiscalizar e apurar possíveis desvios. É fato que o trabalho da Polícia Federal ganhou, pelo menos, mais visibilidade desde o governo Lula. E, também, as ações do Ministério Público Federal, que não é da estrutura de governo, mas cujo procurador-geral é indicado pela Presidência, a partir de lista tríplice.

A quantidade de grandes casos envolvendo políticos cresceu enormemente. Até então, não se via governadores presos. Prefeitos detidos eram bem mais raros. Se a mudança ocorreu porque a corrupção aumentou ou porque antes não se investigava, é impossível ter certeza.

O fato é que, independentemente do mérito de governos no fortalecimento e estruturação de órgãos de investigação, a autonomia e as condições para realizar o trabalho não podem estar condicionadas ao ambiente político. Isso no plano ideal. Na vida real, sabe-se que, sim, as apurações sofrem interferências que não deveriam haver. Mas governo algum pode se orgulhar de “deixar investigar”, como se não deixar fosse opção. Na entrelinha desse discurso, está dito que, se envolver algum aliado muito estratégico, é possível abafar o crime.

O mérito de um governo não é permitir investigações, mas criar um marco legal sólido o bastante para garantir autonomia e recursos financeiros que assegurem estrutura para as instituições. De modo que, independentemente de quem entrar ou sair do poder, haja garantia de que a corrupção será combatida. 

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 8 =