PT quer retratação de Ciro e ameaça lançar candidatura de Mercadante

cirogloo

“A construção de uma candidatura do PT ao governo de São Paulo ganhou fôlego ontem, devido à forte reação dos petistas à entrevista do deputado federal e ex-ministro Ciro Gomes (PSB) à Folha.

Para os petistas, ao atacar o PT-SP de forma explícita, Ciro colocou-se definitivamente fora da disputa no Estado e enterrou a possibilidade de se apresentar como o candidato numa ampla coalizão -de pelo menos nove partidos.

O PT afirmou que manterá o diálogo com o PSB, mas condicionou a continuidade da conversa com Ciro a uma retratação. A candidatura do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) ao governo passa a ser tratada, a partir de agora, como a possibilidade mais viável.

“Na prática, infelizmente, o Ciro acaba pondo fim a um processo que poderia ter outro desfecho. A fala dele está fora de sintonia com o que construímos. O PT de SP se unificou, procurou Ciro, ofereceu a possibilidade de ele ser candidato apoiado de forma unificada”, disse Edinho Silva, presidente do PT-SP.

À Folha Ciro criticou a “eficiência medíocre do PSDB” e afirmou que o “PT em São Paulo é um desastre”. O ex-ministro explicou que não falava de gestões petistas, mas da crise de credibilidade e confiabilidade em razão do envolvimento de membros do PT em escândalos, como o do mensalão.

Em nota assinada por Edinho, o PT-SP diz que “o diálogo só pode ser mantido se existir um esclarecimento público que restabeleça a relação de respeito e confiança”.

Tão logo petistas tomaram conhecimento da entrevista, deu-se início a uma reação em cadeia que obrigou Edinho a condenar publicamente as declarações. A Folha apurou que Mercadante foi um dos que exigiram uma resposta dura.

Nos bastidores, o PT faz duas avaliações: ou Ciro decidiu jogar todas as fichas na disputa presidencial ou ainda acredita que o governador José Serra (PSDB-SP) recuará e não será o candidato tucano à sucessão de Lula, o que lhe abriria caminhos para uma aliança com o governador Aécio Neves (PSDB-MG). Para os tucanos, essa hipótese é improvável.”

(Folha)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + onze =