Remédios vão subir de preço a partir de 1º de abril

O presidente da Associação Brasileira dos Distribuidores de Laboratórios Nacionais (Abradilan), Jony Sousa, informa: o reajuste dos medicamentos ficará entre 4% e 5% neste ano. O índice autorizado vai ser anunciado no próximo dia 1º pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), do Ministério da Saúde.

“Mas existe uma categoria, sem tarja e vendida no balcão, que é regulado pelo mercado e pode ter aumento maior”, disse ele ao O POVO. Sousa está em Fortaleza para a Abradilan Farma & HPC, maior feira do setor, que será encerrada hoje no Centro de Eventos.

Para este ano, diz o presidente, o mercado farmacêutico deve crescer 15%. A expectativa é dobrar de tamanho até 2017. Entre os responsáveis pelo crescimento estão, o aumento da renda e da expectativa de vida do brasileiro. O bilionário mercado, que faturou R$ 57 bilhões no ano passado, tem mantido taxas de crescimento acima dos 10%. “Talvez seja uma das indústrias que menos sinta os problemas da economia brasileira”.

(Com O POVO)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Remédios vão subir de preço a partir de 1º de abril

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + dezenove =