Secretário rebate Acrísio Sena e renova críticas à gestão petista na área da Educação

jaimecavlacnte

O secretário da Educação de Fortaleza, Jaime Cavalcante, mandou nota para o Blog rebatendo as críticas do líder do PT na Câmara, Acrísio Sena, sobre o número de creches entregues pela Prefeitura de Fortaleza na atual gestão. Confira:

Crto Eliomar de Lima,

Fortaleza experimenta, hoje, o maior investimento da história da cidade na área da Educação, principalmente com relação a creches, onde o desempenho da gestão passada foi irrisório, tendo, inclusive, recusado 80 creches oferecidas pelo Governo Federal, alegando falta de terreno. Os números foram vergonhosos: em oito anos, a gestão passada entregou apenas três unidades de creches.

Na atual gestão, resgatamos e garantimos, ainda em 2013, o contrato das 80 creches que a gestão passada recusou, com a garantia financeira de que essas unidades serão entregues até 2016. E já começamos a entregar as novas unidades. Inauguramos nove creches e, ainda este ano, serão entregues outras vinte e o restante será entregue até o final 2016.

Além disso, foram reformados todos os prédios recebidos do Estado que abrigavam creches e os convênios com associações comunitárias foram intensificados. Em apenas dois anos, já aumentamos em cerca de 50% as vagas de creche em Fortaleza. A nossa meta é duplicar o número de vagas até o final de 2015 e, até 2016, multiplicar por três o número de vagas que recebemos.

Bom lembrar que, na gestão passada, Fortaleza não só teve vergonhosos índices de qualidade na educação, como, principalmente, perdeu quase 70 mil alunos da rede municipal. Em oito anos, Fortaleza registrou queda contínua das matrículas e a rede encolheu de 254.000 para 186.000 alunos. Em dois anos da atual gestão, alavancamos esse número para 196.000 alunos matriculados na rede municipal de ensino.

A gestão passada não abriu uma única escola de tempo integral e implantou uma pífia política de estímulo à docência, o que resultou em sucessivas greves, em número de sete, que totalizaram 12 meses sem aulas, desordenando de forma escandalosa o calendário escolar de Fortaleza. Hoje, Fortaleza já tem doze Escolas de Tempo Integral.

Outra medida que tomamos como forma de valorizar e respeitar o trabalho do nosso magistério foi a nomeação para o cargo de diretor das escolas por meio de seleção pública. Agora, não só diretores, mas também os coordenadores pedagógicos e chefes de distrito assumem a vaga por meio de processo seletivo e não por indicação política, método utilizado pela gestão anterior. Sem contar que fomos a primeira capital do País a aplicar, este ano, o aumento salarial para os professores, estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC), de 13,01%.

Por fim, diferente da gestão anterior que, mesmo chamada constantemente para prestar esclarecimentos na Câmara Municipal de Fortaleza e nunca compareceu em nenhum dos convites, estou colocando minha total disposição para apresentar na Casa do Povo, de forma transparente, todos os dados relativos à evolução da educação do Município de Fortaleza.

Atenciosamente,

* Jaime Cavalcante
Secretário da Educação de Fortaleza.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − onze =