SHOW PIROTÉCNICO DO RÉVEILLON VAI CUSTAR PERTO DE R$ 600 MIL

A Prefeitura de Fortaleza vai gastar, com o show pirotécnico do próximo réveillon, três vezes mais que o valor aplicado nesse tipo de espetáculo no ano passado. Na licitação realizada pela Secretaria Municipal do Turismo, o tempo do show, marcado para o aterro da Praia de Iracema, também acabou reduzido: de 10 para cinco minutos. Haverá também queima de fogos em três regionais – Conjunto Ceará, Barra do Ceará e Lagoa de Messejana. O preço ficou em cerca de R$ 600 mil. A prefeitura garante que será um show dos maiores do País, com efeitos especiais e com objetivo de sedimentar a festa como evento turístico. Para o réveillon, deverão ser contratados o cantor Falcão, a cantora Bete Carvalho, o grupo Paralamas do Sucesso e parte da bateria da Mangueira.

Bom lembrar – No ano passado a festa registrou muitos questionamentos, com ação civil pública, depoimentos e suspeitas de superfaturamento nos cachês de artistas. Já o procurador-geral do município, Martônio MoltÁlverne, deu entrevista coletiva apresentando relatório do TCU isentando o município de problemas com o réveillon passado. A Procuradoria da República, através do procurador Alessander Sales, diz que o relatório não isenta a prefeitura. O caso ainda aguarda pronunciamento via justiça estadual.

(Bom Dia Ceará – TV Verdes Mares)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “SHOW PIROTÉCNICO DO RÉVEILLON VAI CUSTAR PERTO DE R$ 600 MIL

  1. Pra quê gastar com isso se a administração da loira é uma verdadeira pirotecnia, gente?! Aliás, só cria cargos para os amiguinhos e mais nada. No gabinete dela, dizem, há mais de 400 pessoas. E muitos da imprensa.

  2. O PROCURADOR DO MUNICÍPIO MENTE DESBRAGADAMENTE. O ACÓRDÃO 3416/2007 DO TCU, AO CONTRÁRIO, CONDENA TEXTUALMENTE A AUSÊNCIA DE LICITAÇÃO POR PARTE DA PREFEITURA E DIZ QUE A INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO FOI FEITA PARA ACOCHAMBRAR ACERTO INFORMAL QUE HAVIA ENTRE A SECRETARIA DE TURISMO E A ESTRUTAL PARA REALIZAÇÃO DO REVEILLON. DIZ AINDA QUE NÃO TEM COMPETÊNCIA PARA INVESTIGAR AS VERBAS, POIS COMPETE AO TCM DAQUI. QUAISQUER DÚVIDAS CONFIRAM LÁ NO SITE DO TCU E VEJAM COMO O PROCURADOR MENTE QUE VIRA A PERNA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 15 =