Sindiguardas quer fim de contratos entre empresas de segurança e Prefeitura de Fortaleza

“O Sindicato dos Guardas Municipais da Região Metropolitana de Fortaleza (Sindiguardas) protocolou uma Ação Civil Pública que solicita o término dos contratos entre a Prefeitura de Fortaleza e as empresas de segurança atuantes nos órgãos municipais. O documento, enviado à 7ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Fortaleza, tramita em regime de urgência.

A Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, por meio da assessoria de imprensa, informou que só vai se pronunciar sobre o assunto quando for notificada oficialmente.

O Sindiguardas solicita, ainda, a imediata contratação dos agentes treinados no último curso de formação da Guarda.

“O pedido aponta usurpação ilegal da função de guarda municipal, tendo em vista que a segurança do patrimônio público dos municípios é prerrogativa destes profissionais, conforme determina o oitavo parágrafo do artigo 144 da Constituição Federal. A Ação Civil protocolada enfatiza, ainda, o elevado custo por parte do município de Fortaleza em manter seguranças privados em seus prédios”, divulgou, em nota, o sindicato.”

(O POVO Online)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Sindiguardas quer fim de contratos entre empresas de segurança e Prefeitura de Fortaleza

  1. É de se estranhar esse sindicato, reclamando de usurpação de função, mas ele não querem exercer suas funções que é sua prerrogativa de dar segurança aos órgãos públicos, mas esses guardas querem usurpar as funções de outras categorias, eles querem ser tudo, menos guarda municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 − um =