Sínodo dos Bispos foi uma “experiência de união”, diz o papa Francisco

O papa Francisco afirmou neste domingo (19), na missa de encerramento do Sínodo dos Bispos, que o encontro foi uma “grande experiência” de união e recordou o papel da Igreja de curar as feridas e dar esperança às pessoas. Os participantes do sínodo, segundo o papa, sentiram o “poder do Espírito Santo que guia e incessantemente renova a Igreja”, e que deve continuar a “cuidar das feridas abertas e a devolver a esperança a muitas pessoas que a perderam”.

O Sínodo dos Bispos sobre a Família, convocado pelo papa Francisco, aprovou nesse sábado (18) um relatório final sem que tenha sido alcançado um acordo com relação aos casos de divórcio e dos homossexuais. O documento traz um inventário dos diversos problemas da família nos cinco continentes, como o acolhimento pela Igreja dos casais em união de fato, homossexuais ou divorciados. O texto aprovado não apresenta, portanto, conclusões, mas representa um passo à frente face ao próximo sínodo, sobre o mesmo tema, previsto para em outubro de 2015.

O superior-geral dos jesuítas, ordem a que Francisco pertence, disse aos órgãos de imprensa religiosos que uma “revolução” no pensamento da Igreja é possível no próximo ano. A cerimônia de encerramento do sínodo marcou também a beatificação do papa Paulo VI.

(Agência Brasil)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 1 =