O que diz a Prefeitura de Fortaleza sobre a indústria das rampas…

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quarta-feira (20):

Sobre a nota “A indústria das rampas?”, a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos esclarece que tem promovido ações que buscam “transformar o cenário em relação à problemática do lixo nas ruas da cidade”.

Destaca a implantação de 34 Ecopontos em todas as Regionais da Capital, destacando que esses equipamentos receberam quase 10 mil toneladas de materiais e que o Programa Recicla Fortaleza também já conta com mais de 14.704 cadastros de usuários, o que gerou um benefício de crédito de R$ 252.289,07, distribuídos na conta de energia e em créditos do Bilhete Único.

Outra medida de resultado expressivo é a que vem sendo apresentado pelo Ecopolo da Leste-Oeste, colocado há menos de um mês. Na área atendida por este projeto, foram disponibilizados, dentre outros benefícios, 12 lixeiras subterrâneas, três Ecopontos, 1,5 km de ciclofaixa, novas faixas de pedestres, sinalização, gradis no canteiro central. Também estão sendo desenvolvidos programas de mobilização social e educação ambiental, com credenciamento de carroceiros, além dos projetos “Agentes de Sustentabilidade”, “Alô Cidade Limpa”, “Ciclomonitoramento”, “Senhora Faxina” e “Reciclando Atitudes”. Tudo bem.

*Falta só combinar com moradores que continuam jogando entulho nas ruas.

(Foto  Paulo MOska)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

2 comentários sobre “O que diz a Prefeitura de Fortaleza sobre a indústria das rampas…

  1. Não duvido que a Prefeitura está se esforçando para resolver o problema, mas temos que nos render aos fatos. A cidade está virando uma grande rampa de lixo. É bastante comum ver cenas como a da foto do post por toda cidade. Interessante é que antes não não era assim tão visível, embora tivéssemos muitos problemas.

    Não sou especialistas, mas acredito que a retirada de contêineres em algumas áreas onde o caminhão de lixo não pode entrar pode ter contribuído para isso e também a falta de cultura social e excesso de comodidade da população quanto ao descarte adequado de entulhos e outros resíduos nos Ecopontos . Enfim, é importante um profundo estudo para descobrir as causas raízes de tão reprovável comportamento da população, mas adianto que a coisa passa por um amplo programa de educação ambiental voltado para o cumprimento mínimo dos requisitos básicos de cidadania e responsabilidade social.

  2. Caro Eliomar,

    Pergunta para Prefeitura de Fortaleza quantas caçambas que recolhiam lixo e entulhos tinham em 30/08/16 e quantas tem hoje um ano depois.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 17 =