Taxa na Sefaz – Tem que pagar para nascer, tem que pagar para viver e, agora, até para reclamar

foto daniel coelho sescap

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (13):

Mesmo com as dificuldades que reinam na economia, a coisa por aqui para o empresariado ainda pode ficar pior. Entrou em vigor em janeiro uma taxa de fiscalização e prestação de serviço público (anexo IV a que se refere a Lei 15.838, 27 de julho de 2015), pouco divulgado, por sinal.

Trocando em miúdos, as empresas que tiverem autos de infração e outros procedimentos junto à Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz), só poderão recorrer mediante pagamento dessa taxa que varia de R$ 11,082 a R$ 3.694,00.

O Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Ceará (Sescap), com outras entidades, está avaliando o impacto dessa medida para os contribuintes.

“A ideia é buscar um entendimento com poder público para rever a medida”, informa o presidente do Sescap, Daniel Coelho.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Taxa na Sefaz – Tem que pagar para nascer, tem que pagar para viver e, agora, até para reclamar

  1. Eliomar,por falar em SEFAZ,quanta demora no pagamento da Campanha Sua Nota Vale Dinheiro…faz muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito tempo que depositei várias notas e nada de retorno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 18 =