Taxistas e motoristas da Uber entram em conflito em rodoviária

Taxistas e uberistas se envolveram em uma confusão na Rodoviária Engenheiro João Tomé, no bairro de Fátima, na noite dessa quarta-feira, 14. Vídeos foram divulgados no aplicativo WhatsApp e mostram o momento do conflito e a agressão a um motorista da Uber que filmava o conflito. Policiais civis estiveram no local e conseguiram controlar a situação.

Antes da confusão, por volta das 19h, o motorista da Uber, Cléber Freitas, teve o carro apreendido por agentes da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), em frente à rodoviária, quando aguardava um amigo. O uberista afirma que não estava em serviço, mas mesmo assim sofreu a apreensão. Neste momento, o presidente e o secretário da Associação dos Motoristas Privados Individuais de Passageiros (Ampip-CE), Antônio Evangelista e Washington Ramos, foram para o local para prestar apoio ao colega.

Por volta das 22h40min, quando aguardavam o reboque, o presidente da Ampip, que possui liminar da Justiça para usar o aplicativo, se despediu de Cléber e Washington e ligou o app para começar o trabalho. Uma cliente da Uber o acionou para pegá-la na área de embarque e desembarque da rodoviária. Quando Evangelista parou o automóvel no local, taxistas se aproximaram do veículo, alegando a ilegalidade do serviço e iniciando a confusão.

Conforme vídeos que circulam no WhatsApp, houve bate boca e ameaças. Segundo Washington Ramos, os taxistas teriam avariado o carro de Antônio Evangelista. “Os taxistas foram e fecharam o carro. Tanto o motorista, quanto a cliente foram hostilizados. Ele (Evangelista) passou o áudio no WhatsApp (explicando a situação) e todo mundo foi para a rodoviária”, comenta Washington.

Cléber Freitas, que ainda aguardava o reboque do seu carro, conta que se aproximou da confusão e passou a filmar a situação. Um suposto taxista teria começado a filmá-lo. O vídeo flagra o momento em que Cléber é agredido e perseguido. Segundo o uberista, ele perdeu o celular e teve o óculos quebrado.

Conforme o Washington Ramos, ele ligou para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), solicitando a presença de uma viatura da Polícia Militar (PM) para o local. O secretário da Ampip afirma que lhe foi informado que não havia viaturas para atender a ocorrência.

Policiais civis, que estiveram no local no local, conduziram o presidente da Ampip até o 34º Distrito Policial (DP), onde ele registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.). O motorista da Uber, Cléber Freitas, informou que iria procurar uma delegacia para registrar um B.O. nesta sexta-feira, 16.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, por meio da Ciops, que o Pronto Apoio da Polícia Civil atendeu a ocorrência da confusão na rodoviária. A pasta afirmou ainda que uma viatura da Polícia Militar também esteve no local, mas os agressores já havia se dispersado. “As investigações acerca do caso estão a cargo da Polícia Civil”, comunicou.

O presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditáxi), Vicente de Paula, afirma que a posição da associação é “totalmente” contra atitudes de violência. O sindicalista diz que a categoria tem passado por situação delicada, devido a queda de cerca de 70% por causa do aplicativo Uber.

(O POVO Online)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 3 =