Tipificação de terrorismo como crime deve sair antes da Copa

A Comissão Mista de Consolidação das Leis, que reúne senadores e deputados federais sob o comando de Cândido Vaccarezza (PT-SP), iniciará agosto discutindo a regulamentação do direito de greve dos servidores públicos e a tipificação do crime de terrorismo. O objetivo da comissão é regulamentar a Constituição de 1988, consolidando leis que versam sobre o mesmo tema e tornar sem efeito artigos obsoletos da legislação. A tipificação do terrorismo tem como base texto do deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), mas várias sugestões de parlamentares foram incorporadas ao projeto.

Essa comissão quer definir a tipificação antes da Copa do Mundo de 2014. Já o direito de greve do servidor público está pendente desde a aprovação da Constituição, com a apresentação de vários projetos de lei, que nunca foram aprovados. A ideia é montar o texto após discussões com representantes da sociedade e dos servidores, analisando todos os lados para evitar veto da presidente Dilma Rousseff.

Relator da comissão, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) afirma que os parlamentares têm muito trabalho pela frente, pois ainda devem ser regulamentados mais de 140 dispositivos, incluindo 25 que estão pendentes de regulamentação por leis complementares e outros 117 por leis ordinárias. Das mais de 180 mil normas levantadas pela Casa Civil da Presidência da República, incluindo leis, decretos-lei, postarias, decretos, resoluções e instruções normativas, muitas são conflitantes entre si e com a Constituição.”

(Agência Senado)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × três =