TJ pede ilegalidade das greves de servidores e oficiais de justiça

A presidência do Tribunal de Justiça do Estado entrou com pedido de ilegalidade das greves dos servidores do Poder e dos oficiais de justiça. Um pedido foi encaminhado à 3ª Vara da Fazenda Pública e o outro à 5ª Vara da Fazend Pública respectivamente. O pedido foi formulado na última sexta-feira.

Com relação aos pedidos, o juiz da 3ª Vara da Fazend Pública, Martônio Vasconcelos, achou bom bem aguardar esta segunda-feira para ouvir o que diz o sindicato representativo dos servidores grevistas. A juiza Maria Villalba Abreu de Matos, da 5ª Vara da Fazenda Pública, segue esse mesmo rito com relação aos oficiais de justça.

Os servidores do Poder Judiciário lutam por um novo Plano de Cargos Carreiras e Salários, além de benefícios como plano de saúde e vale-refeição. Os oficiais de justiça também querem melhorias salariais e, principalmente, a convocação de concursados, pois alegam sobrecarga de trabalho.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

4 comentários sobre “TJ pede ilegalidade das greves de servidores e oficiais de justiça

  1. Enquanto isto a população sofre com a greve da polícia civil, cuja SSPDS, acéfala, não pede a ILEGALIDADE desta greve. A causa dos policiais pode até ser justa, pois ganham miséria, mas a população não pode pagar este ônus. A culpa maior é do governante insensível a causa dos servidores da segurança pública que vestem-se e andam como inglêses e alimentam-se de lixo, com o esmola que recebem.

  2. OLHA ISSO JÁ ERA ESPERADO.O ATUAL PRESIDENTE DO TJ CE, INGRESSOU NO TRIBUNAL ALENCARINO POR MEIO DE INDICAÇÃO POLÍTICA DO EX-GOVERNADOR GONZAGA MOTA, OU SEJA, ELE NÃO PRESTOU CONCURSO PÚBLICO PARA SER UM MAGISTRADO, FOI INDICAÇÃO POLÍTICA. ALIÁS, SÓ QUEM PRESTA CONCURSO PÚBLICO É QUE SABE A DIFICULDADE E O ESFORÇO APLICADO PARA UMA APROVAÇÃO EM UM CONCURSO PÚBLICO. OLHA, DIGO UMA COISA, SE ESSES SERVIDORES ESTÃO BRIGANDO POR UMA MELHORIA SALARIAL É POR QUE SÃO HONESTOS, POIS SE FOSSEM CORRUPTOS NÃO ESTARIAM BRIGANDO POR UMA POLÍTICA SALARIAL JUSTA. FICA DIFÍCIL SABER QUAL E O ENTENDIMENTO DESSE PRESIDENTE DO TJ-CE!!! ACHO QUE POR ELE TER INGRESSADO POR INDICAÇÃO POLÍTICA NA MAGISTRATURA CEARENSE, NÃO DÁ VALOR ÀQUELES QUE PRESTARAM CONCURSO PÚBLICO…

  3. Pela postura dúbia do atual presidente do TJ, que quebra publicamente a palavra empenhada, fica dificil acreditar que os servidores do judiciário tenham atendidas suas justas reivindicações.

  4. Mas o Tribunal de Justiça pode legislar em causa própria sendo parte do processo?, rs….., o certo seria o Superior Tribunal de Justiça. Tudo isso por que foi feita uma representação do CNJ – Conselho Nacional de Justiça contra o Tribunal de Justiça para a resolução do problema, fica mais fácil por parte do Desembargador Hernani jogar a culpa em cima dos servidores do que resolver logo a sitação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − cinco =