“Últimos Cangaceiros”, de Wolney Oliveira, ganha menção honrosa em festival amazonense

“A Separação”, drama iraniano de Asghar Farhadi, recebeu os prêmios de melhor filme e melhor roteiro do 8º Amazonas Film Festival, que se encerrou na última semana, em Manaus.
Vencedor do Urso de Ouro do Festival de Berlim e escolhido para representar o país na disputa pelo Oscar de filme em língua estrangeira, “A Separação” será lançado nos cinemas brasileiros pela Imovision, com estreia prevista para 17 de fevereiro.
“Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios”, de Beto Brant e Renato Ciasca, ficou com os prêmios de melhor ator dado a Zécarlos Machado, e melhor atriz, para Camila Pitanga.
Santiago Mitre foi escolhido o melhor diretor pela produção argentina “El estudiante”. O documentário “Os últimos Cangaceiros”, do cearense Wolney Oliveira, levou uma menção honrosa do júri oficial, enquanto La source des femmes, de Radu Mihaileanu, ficou com o prêmio do público.
Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − quatro =