Veja traz nova matéria sobre Luizianne Lins

A próxima edição da revista Veja traz nova carga de denúncias contra a administração da prfeita Luizianne Lins (PT). Traz agora a cópia de processo do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) sobre a investigação relacionada ao uso do cartão corpotrativo e mais algumas denúncias disparadas pelo promotor de Justiça, Ricardo Rocha. 

O título da matéria, que foi liberada para alguns assinantes, é “A Joaninha vira um marimbondo” , expondo ainda a prefeita vestida com a fantasia de joaninha, aquela que ela usou no último Carnaval.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

9 comentários sobre “Veja traz nova matéria sobre Luizianne Lins

  1. O promotor Ricardo Rocha é aquele que fez grande estardalhaço sobre pretensas irregularidades na Câmara Municipal do Eusébio, e nas mesmas entrevistas afirmou que em relação ao executivo municipal não encontrara nada a reprovar.
    Um mês depois a Polícia Federal prendeu vários gestores municipais, que foram indiciados na “Operação Gárgula”. Denúncia disparada por ele não faz prova de nada!

  2. A revista VEJA faz o trabalho jornalístico, o que esta deixando vários petistas incomodados pois ficou claro o interesse da prefeita colocar sua sujeira em baixo do tapete, se não existia veracidade das denuncias porque o processo de improbidade administrativa correr em segredo de justiça? Quando não se deve não se teme, e não é campanha eleitoral não é o povo gritando chega de desmando e má administração, nem é necessário chover para a cidade ficar intransitável, quantos casos de dengues? E o pior as pessoas indo aos postos de saúde e cadê médicos? E as mortes no IJF? E desde quando dinheiro publico seria para pagar conta de assessores em noites de bebedeiras em bares da cidade? Desde quando dinheiro publico deveria ser usado em lojas de brinquedos para presentear o filho da prefeita? E desde quando a guarda municipal deveria ser usada como segurança particular? Chega o povo de Fortaleza esta gritando chega de desrespeito a quem um dia confiou votos de confiança, não adianta tapar o sol com a peneira, o Impeachment dela agora será inevitável, essas pessoas esqueceram que quem coloca também pode tirar, vereadores, deputados, prefeitos e governadores na realidade são funcionários do povo pois são pagos com nosso impostos e como em toda firma funcionário que não produz não interessa deve ser demitido, no caso dela Impeachment já!

  3. SÃO OS ELITISTAS E CONSERVADORES QUERENDO TOMAR A PREFEITURA NA MARRA PARA QUE FORTALEZA VOLTE A SER GOVERNADA PELAS ELITES ASSIM COMO ERA A 20 ANOS ATRÁS!MAS O POVO FORTALEZENSE É SÁBIO E NÃO ENTREGARÁ A CIDADE QUE AMA PARA UMA MEIA DÚZIA DE TUCANOS ELITISTAS, CONSERVADORES E PRECONCEITUOSOS QUE DEFENDE UM GOVERNO PARA AS ELITES!

  4. Impressionante como petista é tudo igual. Sempre o mesmo argumento fraquinho: “elites”, “conservadores”. (olhem o RODRIGO PARENTE, em 30-04-2011 as 16:17)

    Ser pseudo-esquerdista e mamar no cartão corporativo pode né?

    Prefeitura de Fortaleza é uma amostragem do quão ruim é o petismo para o Brasil.

    E quem é Luizianne Lins? Além de prefeita, PRESIDENTE do PT cearense.

  5. Não gosto da revista Veja, mas li a reportagem para ter como argumentar. É incrível a irresponsabilidade desse veículo. O repórter esquece que está fazendo jornalismo e se projeta em um verdadeiro show de humor, aliás de muito mal gosto. Além disso, ele fala de um suposto impeachment que passa engana alguns leigos. O suposto pedido de impeachment foi protocolado, como qualquer documento que chegue à Camara dos Vereadores, mas isso não significa que o mandato de Luizianne Lins será caçado e muito menos que as causas alegadas são verdadeiras. Por fim, se procurarmos o autor do pedido vemos que é Fernandes Filho, que tentou ser candidato pelo PSDC à prefeitura em 2008 e não conseguiu sequer apoio de seu partido. Será que é vingança pessoal? Aprende a fazer jornalismo, Veja!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + cinco =