Vereador denuncia apadrinhamento político na Comissão de Licitação de Fortaleza

ronivaldomaia

Do site da Câmara Municipal de Fortaleza:

O vereador Ronivaldo Maia (PT) denunciou, nesta quinta-feira, que 59 pessoas ligadas ao ex-prefeito de Chorozinho, Francisco Airton Lima Filho, estão nomeadas na Comissão de Licitação de Fortaleza. “A presidente da Comissão é Geovania Sabino Machado, cunhada do ex-prefeito derrotado nas eleições de 2012. Além dela, apuramos que outras 58 pessoas, incluindo parentes dela e do ex-prefeito estão na Comissão. E temos informações de que muitos deles só passaram a dar expediente recentemente, após denúncias apresentadas nesta Casa”, afirmou o parlamentar.

Segundo Ronivaldo, 38 desses 59 custam R$ 174.478,04 mensalmente aos cofres do Município. “Continuaremos investigando e vamos levantar o valor total desses salários. Já fiz um requerimento pedindo a vinda do secretário de Governo, Prisco Bezerra, irmão do prefeito Roberto Cláudio, para que ele explique todas essas questões da Comissão”, completou.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

4 comentários sobre “Vereador denuncia apadrinhamento político na Comissão de Licitação de Fortaleza

  1. Agora na oposição é fácil criticar, no governo petista da loura nunca teve apadrinhamento político nem terceirização, isso é uma prática totalmente nova na prefeitura.

  2. Caro Eliomar, a postura do Vereador é louvável, pois compete ao Legislativo fiscalizar o Executivo. Aproveitando esse espirito de Transparência do vereador, gostaria que o mesmo publicasse neste blog a relação de seus assessores; os cargos comissionados a disposição em seu gabinete; como ele gasta a verba de desempenho parlamentar (VDP) e quantos servidores do executivo estão a disposição em seu gabinete.

  3. Como anda o processo de cassação por improbidade administrativa desse cidadão? Aproveita e divulga o salário dele, já que se diz pobre a ponto de não ter 30 reais para a justiça…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + doze =